A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

5.A estratégia competitiva de Michael E. Porter 1ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "5.A estratégia competitiva de Michael E. Porter 1ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES."— Transcrição da apresentação:

1 5.A estratégia competitiva de Michael E. Porter 1ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES

2 A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER Modelo calcado na análise estrutural do setor econômico (SE) onde se insere a empresa estudada (ou a ser instalada). Difere dos modelos estratégicos precedentes, que analisavam ge- nericamente as influências do meio ambiente, econômicas, políticas e sociais. 2ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES

3 Análise das 5 forças Análise da cadeia de valor Definição da estratégia competitiva = Vantagem competitiva 3ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER Fonte: PORTER, M. Vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

4 A análise das cinco forças produz um quadro das principais influências/impactos sofridos pela empresa. A partir dessa análise, o modelo recomenda o exame da cadeia de valor da empresa, que irá fornecer o status dos seus processos internos, e a partir do qual será possível identificar sua preparação para responder ao impacto das forças. 4ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

5 Somente após identificar, de um lado, os impactos das forças e, de outro, as condições da cadeia de valor, é que o modelo irá propor as estratégias para lidar com a situação. São três as estratégias genéricas previstas pelo modelo: – Liderança de custo – Diferenciação – Focalização, onde pode-se adotar a: Liderança de custo Diferenciação 5ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

6 ANÁLISE ESTRUTURAL DO SETOR ECONÔMICO As cinco forças atuantes sobre o SE são: 1. Entrada de novos concorrentes no SE 2. Ameaça de produtos substitutos 3. Poder de negociação dos compradores 4. Poder de negociação dos fornecedores 5. Rivalidade entre os concorrentes existentes 6ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

7 Representação gráfica da ação das cinco forças 7ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER Poder de barganha dos fornecedores Poder de barganha dos clientes Ameaça de produtos substitutos Ameaça de novos entrantes Rivalidade entre concorrentes Fonte: PORTER, M. Vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

8 Entrada de novos concorrentes no SE –a preocupação do estrategista é avaliar quais as chances para novas empresas virem se instalar e passarem a concorrer em seu SE. Estrategista: criar condições para desestimular os novos entrantes. Ameaça de produtos substitutos –o estrategista deve ser capaz de prever se existem outros produtos ou serviços, de outros SEs, que possam ser preferidos para o consumo em lugar do produto ou serviço que a empresa comercializa. : Estrategista: eliminar as condições que levam o consumidor a considerar produtos de outros setores. 8ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

9 Poder de negociação dos compradores –o estrategista somente deve se preocupar com os compradores que tiverem a capacidade, os recursos, o poder de determinar a demanda de uma importante parcela dos produtos ou serviços oferecidos por sua empresa. Estrategista: buscar novos compradores ou apresentar uma política comercial de benefício a ambas partes. Poder de negociação dos fornecedores –o estrategista avalia o SE para discernir se há fornecedores que tenham condições de afetar a oferta de insumos importantes como produtos ou serviços para o negócio de sua empresa. Estrategista: desenvolver com antecedência uma gama diversificada de fornecedores ou alterar o próprio produto para escapar da restrição imposta pelo fornecedor. 9ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

10 Rivalidade entre concorrentes –o estrategista deve preocupar-se com o nível de atividade dos demais competidores daquele SE. Estrategista: idealizar ações que permitam interessar aos consumidores mais do que seus concorrentes. 10ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

11 ANÁLISE DA CADEIA DE VALOR Atividades primárias –Logística de entrada –Operações –Logística de saída –Marketing e vendas –Serviços pós-venda Atividades de apoio –Aquisição –Desenvolvimento de Tecnologia –Administração de Recursos Humanos –Infraestrutura da empresa 11ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

12 Representação gráfica da cadeia de valor 12ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER Fonte: PORTER, M. Vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

13 Logística de entrada: atividades que envolvem transporte, recebimento, armazenamento interno e distribuição de insumos para as operações e todas as atividades que requeiram esses materiais, peças, equipamentos etc. Operações: atividades diretamente relacionadas com a produção do produto ou serviço, que geralmente envolvem uma sequência de operações que permitem a fabricação e montagem ou a configuração do produto ou serviço final. Logística de distribuição: atividades relacionadas com a entrega de produtos a compradores, intermediários ou compradores finais, e pode envolver atividades de armazenagem de produtos acabados, processamento e programação de pedidos, logística de distribuição envolvendo transporte e entrega. Marketing e vendas: atividades relacionadas com a promoção e a venda de produto ou serviço ao cliente. Serviços: atividades associadas ao produto ou serviço para dar-lhe apoio ou manter o seu adequado desempenho. 13ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

14 Aquisição: atividades e funções relacionadas com a compra de insumos, que entrarão tanto no processo produtivo de produtos ou de serviços, como poderão ser solicitadas por outras atividades primárias e de apoio. Tecnologia: atividades relacionadas com o desenvolvimento e o emprego de tecnologia em todas as áreas da empresa. Recursos Humanos: atividades e funções que visam prover uma empresa com as pessoas mais bem preparadas para assumir os cargos disponíveis. Infraestrutura: variadas atividades voltadas a dar apoio para a empresa como um todo. Incluem-se aí planejamento, finanças, contabilidade, gestão das informações etc. 14ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

15 ESTRATÉGIAS GENÉRICAS Liderança de custo: estratégia que somente deve ser assumida pelo fabricante ou fornecedor de mais baixo custo, para que tenha condições de comandar os preços no SE. Diferenciação: estratégia que busca conseguir uma singularidade em relação à competição que seja valorizada pelo consumidor. Focalização: estratégia na qual a empresa visa uma limitada seleção de segmentos-alvo, podendo adotar uma opção de liderança de custo ou de diferenciação. 15ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

16 CRÍTICAS AO MODELO Pretensão quanto à capacidade de controlar o ambiente, os concorrentes, o Estado, o futuro e as incertezas. Desejo de lidar simultaneamente com o meio ambiente e com os processos internos. Ausência do consumidor. Dificuldade em elaborar novos conceitos de produtos ou serviços. 16ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES A ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE MICHAEL E. PORTER

17 FIM 17ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES


Carregar ppt "5.A estratégia competitiva de Michael E. Porter 1ESTRATÉGIA PARA CORPORAÇÕES E EMPRESAS: TEORIAS ATUAIS E APLICAÇÕES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google