A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centro de Atenção Integral à Saúde do Adolescente – CASA – FULIBAN / F.C.M.M.G.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centro de Atenção Integral à Saúde do Adolescente – CASA – FULIBAN / F.C.M.M.G."— Transcrição da apresentação:

1 Centro de Atenção Integral à Saúde do Adolescente – CASA – FULIBAN / F.C.M.M.G.

2

3 Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais

4 CASO CLÍNICO: Nome: Maria das Dores Sexo: Feminino. Data de Nascimento: 11/10/1989 Primeira consulta em 20/04/2005, aos 15 anos. Acompanhante: mãe Motivo da Consulta: Dor nas costas, lesões verrucosas e corrimento vaginal. Paciente relata que desde os 9 anos vem apresentando dores nas costas, junto com aparecimento de corrimento fétido e amarelado, além de pintas com características suspeitas e crescimento rápido. Relata sentir também dor epigástrica com pontadas, constipação intestinal e sangramento anal... Mãe confirma e acrescenta que a adolescente chora muito, sozinha, no quarto...

5 Diagrama Familiar : Família: Pai: Motorista, 1º grau completo Mãe: do Lar, 2º grau imcompleto

6 Família: Percepção da Família pela adolescente: Boa Relacionamento familiar: Bom Orientação Religiosa: Católica Condições habitacionais: Energia Elétrica; água encanada; casa com três quartos. Antecedentes familiares: Hipertensão Arterial (pai e mãe). Antecedentes pessoais: NDN

7 Educação: 2º grau Projeto de Vida: Aeromoça Trabalho: Ajuda a mãe nos serviços domésticos. Hábitos: Segundo a mãe, alimenta-se mal: evita carne, verduras e usa muito carboidrato. Não bebe ou fuma.cSexualidade: Não teve relações sexuais Telarca: 10 anos; Pubarca: 11 anos; Menarca:12 anos. Situação Psicossocial: Tem amigos; namorado; sente-se aceita; auto-estima positiva; auto- percepção alegre; imagem corporal conforme. Adulto de referência: nenhum.

8 Exame Físico: Peso: 52,50(50%); Estatura:1,64(70%); IMC:21(50%) Tanner:M4; P4; Pressão Arterial:90/60; F.Cardíaca: 60. Aspecto Geral: Normal. Coluna: escoliose; Pele: nevus com características atípicas. Demais aparelhos sem alterações. Diagnósticos: Síndrome da Adolescência Normal Corrimento vaginal a esclarecer; sangramento anal a esclarecer; Constipação intestinal; Escoliose. Conduta: Exames de rotina; Orientação dietética e higiênica; Encaminhamento para Ortopedia, Dermatologia e Ginecologia.

9 Primeiro Retorno: 18/05/2005 – 15 anos Paciente relata que a constipação intestinal melhorou com a mudança de hábitos alimentares. Consultou dermatologista e foi retirado o nevus lombar. Não consultou ginecologista, mas está seguindo orientações de higiene local. Aguarda consulta com Ortopedista. Exames de rotina normais. Exame físico normal. Mas as dores continuam... Insiste que ajuda a mãe nos serviços domésticos, lavando roupa e varrendo a casa a deixam muito cansada.

10 Segundo Retorno:...4 anos depois, 03/03/ anos Paciente relata olíguria, dor e urgência miccional. Início de atividade sexual há um ano; ciclos menstruais irregulares, corrimento e prurido vulvar. Pedido exame de urina rotina e cultura: normais. Tomou sulfametoxazol-trimetropim por 20 dias, apesar do exame.

11 Terceiro Retorno:...1 ano e 5 meses depois, 30/08/2010 – 20 anos Sente dores há 8 anos. Há semanas que come muito, sente-se gorda e perde a vontade de se alimentar. Percebe, às vezes, um nó na garganta que a impede de comer. Relata um episódio de paralisia no braço esquerdo. Irritabilidade intensa há 3 anos, desde que começou a trabalhar no Shopping. Tem dificuldade de trabalhar devido às dores. Dorme 8 horas por dia, mas tem a sensação de não descansar. Acha-se feia, seios pequenos e tortos, mamilos grandes e tem vergonha de mostrar os seios e o corpo gordo para o namorado.

12 Tem-se irritado com o irmão há um ano, porque ele implica com ela. Não faz exercícios físicos; parou de estudar, por incompatibilidade com o trabalho. Está triste... Tentou suicídio 3 vezes, usando medicamentos e tentando pular da pedreira... Inquérito para Depressão de HARD : Humor:Tristeza:6; Desinteresse:3; Apetite:4. Ansiedade: Psíquica:2; Somática:6; Insônia:4. Lentificação:Astenia:5; Concentração:não referido. Perigo: Autodesvalorização:4; Idéias suicidas:6. Total: 40 Depressão forte

13 DIAGNÓSTICO: TRANSTORNO SOMATOFORME DEPRESSÃO GRAVE Transtorno de Personalidade ? CONDUTA: Encaminhado à Psicologia Cloridrato de Fluoxetina -20 mg, para início de tratamento. Retorno em um mês

14 Transtornos Somatoformes –DSM-IV-TR: -Sugerem uma condição médica geral. -Apresentam um padrão de múltiplas queixas somáticas e clinicamente significativas. -Sintomas proeminentes de ansiedade e humor depressivo são muito comuns. -O exame físico é notório pela ausência de sintomas e sinais objetivos que expliquem as queixas subjetivas dos pacientes. -Prevalência: sexo feminino – 0,2% a 2% e sexo masculino- 0,2% -É observado em 10 a 20% dos parentes biológicos de primeiro grau do sexo feminino. -As queixas somáticas devem se iniciar antes dos 30 anos e ocorrer por período de vários anos.

15 Níveis de Conduta: Axiológico Psicológico- social Biológico Físico-químico NÍVEIS DE CONDUTA CONDUTA NORMAL E PATOLÓGICA

16 Conduta:Manifestação unitária de um ser total. Conjunto de respostas significativas, pelas quais um ser vivo em determinada situação integra as tensões que ameaçam a unidade e o equilíbrio do organismo- Lagache Conjunto de operações fisiológicas, motoras, verbais, mentais, pelas quais um organismo, em determinada situação, reduz as tensões que o motivam e realiza suas possibilidades. Lagache A conduta é funcional; implica conflito ou ambivalência; só pode ser compreendida em função do campo ou contexto no qual ocorre; todo organismo tende a preservar um estado de máxima integração ou consistência interna. Kluckhohn e Mowrer

17 Condutas são manifestações da vida estudadas no nível psicológico! A conduta normal traz à vista a capacidade humana de mostrar o ser humano a si mesmo e ao mundo na sua identidade e autenticidade! A conduta patológica é aquela que mostra a capacidade humana de se afastar da própria vida tanto no nível individual quanto social.

18 Existem condutas compatíveis com cada idade da vida! Para o sujeito em desenvolvimento, NORMALIDADE significa movimento dinâmico em crescente espiral na busca de novos equilíbrios; processo de adaptação a situações novas, esforço da natureza na conquista de novas manifestações. Os sintomas são manifestações de situação de crise normativa, revolucionária, que o organismo forja para se superar e transcender modos arcaicos que já não são mais conciliáveis com a própria evolução. Ninguém atravessa um rio duas vezes...

19 1 211 Coexistência, predominância de área, alternância e contradições de áreas :

20 Toda conduta, no momento em que se manifesta, é a melhor conduta, no sentido de que é a mais ordenada e melhor organizada que o organismo pode manifestar nesse momento e é a que pode regular a tensão no máximo possível para essas condições. J.Bleger,1983

21 COMPORTAMENTO é o visível da conduta, a representação fotográfica da conduta... Características da Conduta: Por que? Motivação Para que? Finalidade Com que? Objeto O que? Significado Como? Estrutura De onde? Gênese, fonte e níveis de integração.

22 As normas só são reconhecidas como tal nas infrações. As funções só são reveladas pelas suas faltas. A vida só se eleva à consciência pela inadaptabilidade, pelo fracasso e pela dor. GEORGES CANGUILHEM,1943.

23 A GENTE SÓ QUER SER FELIZ!


Carregar ppt "Centro de Atenção Integral à Saúde do Adolescente – CASA – FULIBAN / F.C.M.M.G."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google