A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade Sistema Agropecuário de Produção Integrada – SAPI 21/01/2014São Paulo (SP), Felipe José de Carvalho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade Sistema Agropecuário de Produção Integrada – SAPI 21/01/2014São Paulo (SP), Felipe José de Carvalho."— Transcrição da apresentação:

1 Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade Sistema Agropecuário de Produção Integrada – SAPI 21/01/2014São Paulo (SP), Felipe José de Carvalho Corrêa Fiscal Federal Agropecuário CPICP/CGSPR/DEPROS/SDC/MAPA

2 Patamares para a Inovação e Competitividade na Agropecuária Brasileira Ações de Conscientização Básica Produtor com BPA BPA APPCC PPHO SAPI Legenda: SAPI – Sistema Agropecuário de Produção Integrada EUREP – GAP - Protocolo Europeu de Boas Práticas Agropecuárias APPCC – Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle PPHO – Procedimentos Padrões de Higiene Operacional BPA – Boas Práticas Agropecuárias Nível 5 Nível 3 Nível 2 Nível 1 Produtor sem BPA EUREPGAP Nível 4 Fonte: Senai / Sebrae e Embrapa Adaptado por JRA/ARK/FJC - MAPA

3 O que o consumidor atual valoriza: Preocupação com segurança alimentar; Preocupações com saúde (hormônios, OGM, antibióticos); Preocupações induzidas por foco de mídia; Qualidade e segurança dos produtos versus preços; Rastreabilidade (de onde vem o que eu como?); Rotulagem; Preocupações Sociais: meio-ambiente, bem-estar animal, sustentabilidade; e Consciência social e participação – era do engajamento. Mudança dos Hábitos dos Consumidores

4 Conceito de Produção Integrada - PI É um sistema de produção baseado na Sustentabilidade, aplicação dos recursos naturais e regulação de mecanismos para a substituição de insumos poluentes, utilizando instrumentos adequados de Monitoramento dos procedimentos e a Rastreabilidade de todo o processo, tornando-o economicamente viável, ambientalmente correto e socialmente justo.

5 Produção de Alimentos Seguros; Preservação do Meio Ambiente; Higiene e Segurança no Trabalho; Saúde e Bem-Estar Animal; Rastreabilidade dos Procedimentos; Viabilidade Técnico-Econômica; Integração da Cadeia Clientes/Fornecedores; e Organização da Base Produtiva. Princípios e Fundamentos da Produção Integrada

6

7 Vantagens da Produção Integrada para o Produtor Organização da base produtiva Valorização de seu produto: Produto diferenciado Maximização dos lucros: Diminuição dos custos de produção Permanência no mercado: Competitividade Sustentabilidade do processo de produção

8 Vantagens da Produção Integrada para a Indústria Produtos de melhor qualidade Quebra da sazonalidade de determinados produtos Produtos padronizados

9 Vantagens da Produção Integrada para o Setor Varejista Certeza de levar ao consumidor um produto seguro com qualidade

10 Vantagens da Produção Integrada para o Consumidor Garantia de alimentos de alta qualidade e saudáveis Livre de resíduos ou de acordo com o permitido

11 Etapas para Estruturação dos Projetos de Produção Integrada Identificação e seleção dos pólos estratégicos; Constituição do Comitê técnico-operacional; Descrição das áreas temáticas específicas; Organização de base produtiva (Cooperativas, Associações, Sindicatos, Consórcio e Condomínios); Levantamento Cadastral dos Atores Interessados; Registro dos procedimentos para fins de rastreabilidade; Elaboração do Planos de Treinamento e Capacitação (Saúde e Segurança no Trabalho, BPA e APPCC, Saúde e Bem estar Animal, Educação Sócio-Ambiental, Rastreabilidade de Processos, Gestão dos Fatores de Produção, Integração Agricultura/Pecuária, Seleção de Raças/Variedades e Padronização e Classificação dos Produtores);

12 Etapas para Estruturação dos Projetos de Produção Integrada Geração, validação e normatização de procedimentos técnico- Geração, validação e normatização de procedimentos técnico- operacionais específicos; operacionais específicos; Geração, validação e regulamentação de sistema de avaliação da Geração, validação e regulamentação de sistema de avaliação da conformidade conformidade; Implementação do Sistema de monitoramento e auditoria; e Institucionalização das Normas e Procedimentos técnico- operacionais.

13 Projetos Complementares ou de Apoio ao SAPI Rede de Difusão de Tecnologia Controle e Monitoramento da Água Análise de Resíduos e Contaminantes Organização e Gestão da Base Produtiva Treinamento e Capacitação Promoção e Divulgação do Sistema Manutenção da Base de Dados Melhoramento Genético Infra-estrutura e Logística Rural

14 Áreas Temáticas Específicas para Pecuária de Corte 1. Caracterização agro-ambiental da exploração 2. Rastreabilidade dos processos 3. Saúde e segurança no trabalho 4. Monitoramento do solo e água 5. Adubação mineral e orgânica 6. Recursos hídricos e irrigação 7. Identificação animal 8. Saúde e bem estar animal

15 Áreas Temáticas Específicas para Pecuária de Corte 9. Alimentação dos animais 10. Recursos Genéticos 11. Manejo dos dejetos 12. Paisagem e biodiversidade 13. Proteção das forrageiras 14. Selo de conformidade

16 Projetos em Andamento 1. PI MS (Esther Cardoso – Embrapa CNPGC) 2. PI SP (Sergio Novita Esteves – Embrapa Sudeste) 3. PI SP (Arlindo L. Costa – Embrapa Caprinos)

17 Interação Ministério da Agric., Pec., e Abast. - SAPI Legislações pertinentes; e Treinamento e capacitação em BPA`s (princípios básicos): Promover a conscientização dos produtores rurais à adoção de práticas tecnológicas que garantam o desenvolvimento sustentado das atividades agropecuárias; Reduzir a presença de perigos de natureza biológica, química e física por representarem riscos à saúde humana; Estabelecer a rastreabilidade dos processos de produção, com vistas a garantir os padrões de identidade e qualidade dos produtos agro-alimentares; Difundir conceitos, princípios e procedimentos agronômicos, veterinários e zootécnicos que evitem a degradação do meio ambiente e assegurem a saúde e o bem estar animal; e Fixar parâmetros tecnológicos de referência global para a avaliação da conformidade que possibilitem a realização de análises comparativas de homologação.

18 DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO E SUSTENTABILIDADE Diretor – Paulo César Nogueira Coordenação Geral de Sistemas de Produção Integrada e Rastreabilidade JOSÉ ROZALVO ANDRIGUETO Coordenação Geral de Sistemas de Produção Integrada e Rastreabilidade JOSÉ ROZALVO ANDRIGUETO Assistente Técnico CELSO LEMOS ROSAL Coordenação Geral de Desenvolvimento Sustentável ROGÉRIO PEREIRA DIAS Coordenação Geral de Desenvolvimento Sustentável ROGÉRIO PEREIRA DIAS Coordenação de Produção Integrada da Cadeia Pecuária JADER JACOMINI FERREIRA Coordenação de Produção Integrada da Cadeia Agrícola LUIZ CARLOS BHERING NASSER Coordenação de Sistema de Rastreabilidade SERGUEI BRENER

19 Coordenação de Produção integrada da Cadeia Pecuária JADER JACOMINI FERREIRA Divisão de Bovideocultura Divisão de Aves e Suínos FELIPE JOSÉ DE CARVALHO CORRÊA Divisão de OvinoCaprino- cultura e Apicultura ROGÉRIO DOS SANTOS LOPES

20 Referências

21 José Rozalvo Andrigueto Coordenador Geral de Sistemas de Produção Integrada e Rastreabilidade CGSPR/DEPROS/SDC/MAPA Esplanada dos Ministérios Bloco D Anexo B sala 128 CEP Brasília-DF Fone: (0xx61) (0xx61) Fax: (0xx61) Jader Jacomini Ferreira Coordenador da Produção Integrada da Cadeia Pecuária Fiscal Federal Agropecuário CPICP/CGSPR/DEPROS/SDC/MAPA Esplanada dos Ministérios Bloco D Anexo B sala 120 CEP Brasília-DF Fone: (0xx61) Fax: (0xx61)


Carregar ppt "Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade Sistema Agropecuário de Produção Integrada – SAPI 21/01/2014São Paulo (SP), Felipe José de Carvalho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google