A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRC n Vários tamanhos: –CRC-12, 16, 32 –CRC-16: equivale a divisão binária pelo poliômio X**16 + X**15 + X**2 + X + 1 –Divisão por: 1100000000000111 –FCS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRC n Vários tamanhos: –CRC-12, 16, 32 –CRC-16: equivale a divisão binária pelo poliômio X**16 + X**15 + X**2 + X + 1 –Divisão por: 1100000000000111 –FCS."— Transcrição da apresentação:

1 CRC n Vários tamanhos: –CRC-12, 16, 32 –CRC-16: equivale a divisão binária pelo poliômio X**16 + X**15 + X**2 + X + 1 –Divisão por: –FCS de 16 bits

2 HDCL - High-level Data Link Control n Características Básicas –Três tipo de estação Primary Station Secondary Station Combined Station –Dois modos de configuração do enlace unbalanced - uma estação primária e uma ou mais estações secundárias balanced - duas estações combinadas

3 HDLC n Três modos de transferência de dados –Normal Response Mode (NRM) –Asynchronous Balanced Mode (ABM) –Asynchronous Response Mode (ARM)

4 Modos de Transferência HDLC (1) n Normal Response Mode (NRM) –configuração não baleanceada –est. primária inicia a comunicação com secundária –secundária pode transmitir dados somente em resposta a primária –usado em linhas multi ponto –computador hospedeiro como primário –terminais como secundários

5 Modos de TransferênciaHDLC (2) n Asynchronous Balanced Mode (ABM) –configuração balanceada –ambas estações podem iniciar a transmissao sem receber permissão –mais utilizada –não há overhead de polling

6 Modos de Transferência HDLC (3) n Asynchronous Response Mode (ARM) –configuração não balanceada –secundária pode iniciar a transmissão sem permissão da primária –primária é responsável pela linha –raramente usada

7 Estrutura do Frame

8 Campo Flag n Delimita frames nos dois lados n n pode acabar um frame e começar outro n receptor analisa entrada procurando os flags para sincronização n Bit stuffing é utilizado para não confundir com dados contendo –0 inserido depois de cada sequência de 5 uns –se receptor detecta cinco 1s, testa próximo bit –se for 0: bit é deletado –se for 1 e sétimo bit é 0: flag é reconhecido –se sexto e sétimo bits forem 1: enviador sinaliza abort

9 Bit Stuffing

10 Campo de endereço n Identifica estação secundária que recebe ou manda o frame n em ponto a ponto: não é necessário n 8 bits, usualmente n pode ser extendido para múltiplos de 7 bits –bit mais a esquerda (LSB) de cada octeto indica se é o último (1) ou não (0) n tudo 1 ( ) é broadcast

11 Operação n Fases –inicialização –transferência –desconexão

12 Operação n Fases: inicialização –pede inícialização do link –especifica modo (NRM, ABM, ARM) –especifica tamanho dos números de sequencia 3 ou 7 bits –aceite pelo outro lado: manda unnumbered ack (UA) –rejeição: manda disconnected mode (DM)

13 Operação n Fases: transferência de dados –em NRM –bit P/F indica um computador ou concentrador fazendo polling em terminal –bit setado em P: computador convida terminal a mandar dados –frames de resposta tem bit setado em P, exceto o último que tem F –frames I : informação do usuário

14 Operação n Fases: transferência de dados –em ABM –N(S) e N(R) são números de sequência para controle de erros e fluxo –enviador numera frames sequencialmente, módulo 8 ou 128, dependendo se 3 ou 7 bits de sequencia –N(R): ack para frames recebidos, indica próximo a receber –frames I

15 Operação n Fases: transferência de dados –em ABM –frames S (supervisor) –RR: usado quando não há fluxo contrario para carregar confirmações (piggybacking) –RNR: ack de um frame e pedido de parada –quando novamente pronta, manda RR –REJ: go back N ARQ, iniciando em R de N(R) –SREJ: selective reject

16 Campo de Controle n Information –P/F –N(S) - send seq number –N(R) - rec. seq. Number - ack n Supervisor –S - função do supervisor

17 Campo de Controle

18 Exemplos de Operação (1)

19 Exemplos de Operação (2)

20 Campo Frame Check Sequence n FCS n detecção de erros n CRC de 16 bits n opcionalmente de 32 bits

21 SLIP - Serial Line IP n Protocolo Orientado a caracter n Caracter delimitador –0xC0 n Caracter Stuffing –substitui 0xC0 por 0xDB 0xDC –caso o texto contenha um caracter 0xDB, este também é substituído pela seqüência Frame IP 0xC0

22 SLIP - Serial Line IP n Não tem controle de erros n endereços IP tem que ser previamente conhecidos n não tem autenticação n há várias versões diferentes (não é um padrão)

23 PPP - Point to Point Protocol n O PPP –tem detecção de erros –suporta múltiplos protocolos –negocia endereços IP –permite a autenticação –utilizado em conexões discadas e em linhas privativas

24 PPP n Este protocolo provê –uma forma não ambígua de delimitação do pacote –detecção de erros –um subprotocolo de enlace para estabelecer e testar a conexão, negociar opções e finalizar conexões. (LCP - Link Control Protocol) –subprotocolos de rede que negociam opções do nível de rede. (NCP - Network Control Protocol) Um NCP diferente para cada nível de rede suportado

25 PPP n Protocolo orientado a caracter n Campo de Endereço –valor default para indicar que todas as estções devem aceitar o frame n Campo de Controle –valor default que indica um frame não numerado –transmissão sem reconhecimento Endereço Controle Protocolo Dados Checksum byte 1 ou 2 bytesVariável2 ou 4 byte1 byte

26 PPP n Campo Protocolo –inicia por 0 para os protocolos IP, IPX, OSI CLNP –inicia por 1 para os protocolos LCP, NCP

27 CRC Message M : Padrão : M*2**5 = <== R

28 CRC Message M : Padrão : Message+FCS = <== R FCS : 01110


Carregar ppt "CRC n Vários tamanhos: –CRC-12, 16, 32 –CRC-16: equivale a divisão binária pelo poliômio X**16 + X**15 + X**2 + X + 1 –Divisão por: 1100000000000111 –FCS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google