A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MELHORAMENTO GENÉTICO ANIMAL Prof. Dr. Breno de Faria e Vasconcellos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MELHORAMENTO GENÉTICO ANIMAL Prof. Dr. Breno de Faria e Vasconcellos."— Transcrição da apresentação:

1 MELHORAMENTO GENÉTICO ANIMAL Prof. Dr. Breno de Faria e Vasconcellos

2 Produção Animal A produção animal baseia-se prioritariamente em três pilares de sustentação: a nutrição, o manejo e o melhoramento genético. Cabe aos técnicos orientar os produtores rurais sobre a utilização racional de sua propriedade, respeitando a natureza e explorando ao máximo o potencial genético dos animais.

3 Aumento da produção e da produtividade AnoPopulação Humana milhões milhões milhões milhões milhões

4 Aumento da produção e da produtividade Desafio técnico e político face à demanda crescente de proteína de origem animal pelas populações humanas. A população humana dobra a cada 30 anos = novos indivíduos/dia 2/3 são subnutridos, principalmente na região inter-tropical

5 Desenvolvimento sustentável Revolução verde (grandes produções agrícolas devido ao melhoramento genético, uso de fertilizantes e controle de ervas daninhas ). Au mento da produção e produtividade levou à dependência de insumos e maquinário que, mal usados, degradam e poluem o ambiente.

6 Cenário para as próximas três décadas Escassez de alimento devido: –Crescimento populacional –Aumento renda Ásia e América latina –Retirada de subsídios agrícolas pelos países ricos

7 Cenário para as próximas três décadas Aumento da demanda de alimentos X decréscimo da produção mundial Solução: aplicação de tecnologias que permitam aumento de produtividade, redução da pressão das áreas de cultivo sobre os ecossistemas naturais, diminuição da poluição, redução dos custos e aumento da competitividade do agronegócio.

8 Países tropicais: Maioria da população vive em estado de miséria e subnutrição Níveis de produção baixos Populações de baixo valor genético Deficiências nas condições ambientais

9 MELHORAMENTO ZOOTÉCNICO (maior produtividade = produção/área) Maior quantidade Maior qualidade Menor custo Menor tempo

10 MELHORAMENTO ZOOTÉCNICO (MAIOR PRODUTIVIDADE) = MELHORAMENTO GENÉTICO + MELHORAMENTO AMBIENTAL

11 MELHORAMENTO ZOOTÉCNICO (maior produtividade) = MELHORAMENTO GENÉTICO Ilimitado e Permanente + MELHORAMENTO AMBIENTAL (sanidade, manejo, alimentação) Limitado eTemporário

12 Melhoramento Genético Animal Conjunto de métodos e técnicas que visam o aumento da freqüência dos genes desejáveis ou das boas combinações genéticas em uma população ou a diminuição da freqüência dos genes indesejáveis ou das combinações genéticas ruins. (modificado de Briquet Jr. 1967)

13 Melhoramento Genético Animal O MELHORAMENTO GENÉTICO TEM POR OBJETIVO ESCOLHER O MELHOR MATERIAL GENÉTICO PARA MAXIMIZAR A PRODUÇÃO NAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS EXISTENTES.

14 Melhoramento Genético Animal Estatística Genética de populações Genética quantitativa ++

15 Histórico

16 Robert Bakewell ( ) Inglaterra 1ºs registros genealógicos Formação e registros de raças

17 Histórico Gregor Mendel (1865) Áustria 1ª teoria sobre transmissão de caracteres biológicos

18 Histórico Sir Francis Galton Criador da Genética Biométrica

19 teorema fundamental da genética de populações, conhecido como Equilíbrio de Hardy- Weinberg. Godfrey Harold Hardy ( ) Wilhelm Weinberg ( ) Histórico

20 geneticista inglês Ronald Alymer Fisher publica um trabalho que é considerado como a formalização da síntese entre o mendelismo e a biometria R. A. Fisher ( ) junto com o geneticista americano Sewall Wrigth e o inglês John Burdon Sanderson Haldane construíram os pilares da Genética de populações fornecendo subsídios sólidos para toda a genética do melhoramento animal ou vegetal, também forma a base da teoria sintética da evolução. Histórico

21 R. A. Fisher ( ) Histórico P = G + E

22 Objetivos do melhoramento

23 AUMENTAR AS TAXAS DE CRESCIMENTO, MUSCULATURA E DIMINUIR A GORDURA

24 CONSERVAR ESPÉCIES RARAS

25 COMO? GENÉTICA QUANTITATIVA

26 FERRAMENTAS SELEÇÃO ACASALAMENTO

27 AVALIAÇÃO GENÉTICA Identificação dos animais com melhores genótipos

28 DEPS E ÍNDICES

29 SELEÇÃO QUAIS ANIMAIS SERÃO SELECIONADOS ?

30 DEVE SE ESTAR INTERESSADO NOS GENES E NÃO NA APARÊNCIA DO ANIMAL SÃO NECESSÁRIAS MENSURAÇÃO + AVALIAÇÃO GENÉTICA

31 Criadores de Elite MULTIPLICADORES CRIADORES COMERCIAIS SELEÇÃO

32 ACASALAMENTO Endogamia ou Exogamia?

33 Como obter maiores benefícios com o melhoramento genético?

34 Métodos Tradicionais de Melhoramento Mudanças genéticas graduais (porém dramáticas) obtidas em grande período de tempo (100 anos) pela observação de acasalamento seletivo

35 Realidade atual do melhoramento A competitividade no mercado e o atual desenvolvimento tecnológico forçam o melhoramento genético a ser mais abrangente, envolvendo fatores como o investimento e o gerenciamento. No entanto, isso gera grande inquietação nos pesquisadores e selecionadores brasileiros, pois nem sempre é fácil separar a aptidão, o amor ao rebanho ou os interesses científicos da necessidade de gerar lucro e, conseqüentemente, maiores divisas ao país.

36 FERRAMENTAS DISPONÍVEIS OBSERVAÇÃO VISUAL

37 INFORMAÇÃO DO PEDIGREE

38 OBSERVAÇÃO VISUAL INFORMAÇÃO DO PEDIGREE INFORMAÇÃO DE DESEMPENHO MEDIDAS TRADICIONAIS : CRESCIMENTO, FERTILIDADE, PRODUÇÃO DE LEITE

39 MEDIDAS AVANÇADAS: CARCAÇA (ULTRA-SOM), CONVERSÃO ALIMENTAR

40 MARCADORES MOLECULARES (FUTURO): MARMOREIO, FERTILIDADE

41 Procedimentos como a rastreabilidade e a certificação de origem, proporcionam maiores chances de conquista dos mercados interno e externo, já que o Brasil possui um dos maiores rebanhos bovinos do mundo, criado exclusivamente a pasto, sem receber qualquer tipo de alimentação que possa comprometer a saúde humana.

42 PEDIGREE + DESEMPENHO = DEP

43 A informação dos valores das DEP's (Diferença Esperada na Progênie) dos animais é uma ferramenta de suma importância utilizada na predição do desempenho futuro dos rebanhos. As DEP's dos animais são obtidas por meio das avaliações genéticas e expressam o quanto se espera que os filhos daquele reprodutor sejam superiores ou inferiores ao restante da população envolvida na avaliação

44 Dada a necessidade, por parte dos criadores, de ferramentas auxiliares ao processo de tomada de decisão, os programas de melhoramento animal têm disponibilizado softwares ou acessos a e-business ou e-commerce em suas home-pages.

45 Além do benefício direto obtido com o uso do melhoramento genético, como a venda mais valorizada dos animais, toda a cadeia produtiva, estaria sendo influenciada pela melhoria no padrão produtivo dos rebanhos comerciais. Auxiliado, ainda, por aplicações de biotecnologias de ponta, como a identificação de marcadores moleculares e a fecundação in vitro, o melhoramento genético animal tende a ser cada vez mais presente nos sistemas de produção brasileiros.

46 Não subestime o poder da genética


Carregar ppt "MELHORAMENTO GENÉTICO ANIMAL Prof. Dr. Breno de Faria e Vasconcellos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google