A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável1 Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Pós.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável1 Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Pós."— Transcrição da apresentação:

1 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável1 Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Pós Gestão em Turismo Sustentável UNIFRA

2 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável2 Princípio da gestão turística dos espaços Elaboração de estratégias com o controle dos resultados; Elaboração de estratégias com o controle dos resultados; Melhorar a diversificação de recursos, dos atrativos e dos serviços turísticos; Melhorar a diversificação de recursos, dos atrativos e dos serviços turísticos; Melhorar a experiência turística do visitante; Melhorar a experiência turística do visitante; Gestão Compartilhada; Gestão Compartilhada; Melhorar a imagem do destino; Melhorar a imagem do destino; Legislação ambiental e urbana. Legislação ambiental e urbana.

3 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável3 Princípio da gestão turística dos espaços Sustentabilidade e qualidade de vida; Sustentabilidade e qualidade de vida; Cooperação inter-institucional e liderada; Cooperação inter-institucional e liderada; Participação de todos os agentes econômicos,ambientais e sociais envolvidos no sistema turístico; Participação de todos os agentes econômicos,ambientais e sociais envolvidos no sistema turístico; Melhorar os recursos e a acessibilidade; Melhorar os recursos e a acessibilidade; Potencializar o capital humano; Potencializar o capital humano;

4 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável4 Objetivos da gestão Incremento do número de visitantes; Incremento do número de visitantes; Incremento da permanência média dos visitantes no destino; Incremento da permanência média dos visitantes no destino; Estimativa de capacidade de carga (área total de uso dividido pelo percentual da área necessária para cada turista); Estimativa de capacidade de carga (área total de uso dividido pelo percentual da área necessária para cada turista);

5 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável5 Capacidade de acolhida Capacidade física: número de visitantes X espaços físicos; Capacidade física: número de visitantes X espaços físicos; Capacidade de social: limite que a população local tolera o turismo; Capacidade de social: limite que a população local tolera o turismo; Capacidade de econômica: Limite da integração da função turística sem que desaparece as outras atividades; Capacidade de econômica: Limite da integração da função turística sem que desaparece as outras atividades; Capacidade psicológica: limite que casa turista busca outros destinos, perda da experiência turística Capacidade psicológica: limite que casa turista busca outros destinos, perda da experiência turística Capacidade institucional: limite de administração, de regular e controlar o crescimento. Capacidade institucional: limite de administração, de regular e controlar o crescimento.

6 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável6 Controle de impactos ambientais Construção de indicadores ambientais; Construção de indicadores ambientais; Atmosfera, resíduos, os recursos naturais, a infra-estrutura, transporte público, acessibilidade de espaços públicos, limite de ruídos, educação ambiental, limpeza urbana, segurança, preços, profissionais qualificados, etc; Atmosfera, resíduos, os recursos naturais, a infra-estrutura, transporte público, acessibilidade de espaços públicos, limite de ruídos, educação ambiental, limpeza urbana, segurança, preços, profissionais qualificados, etc; Controle da Imagem;. Controle da Imagem;.

7 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável7 Formação da imagem dos destinos turísticos 1. Características pessoais, valores e crenças; 2. Informação; 3. Pensamento Interno; 4. Processo de memória, individual e coletiva; 5. Nova Informação; 6. Imagem Turística.

8 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável8 A cidade reduzida ao jogo da pura imagem tem íntima vinculação com a lógica do consumo e a venda de estilos de vida para o tempo de lazer... Ver a cidade hoje não pode escapar de ver um enorme, pulsante e atraente espaço de venda.... O teatro do consumo é que fornece a matriz do olhar paisagístico contemporâneo.

9 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável9 À aceitação tácita de uma situação assim posta, determinada principalmente pelos interesses e pela mão invisível do mercado, contrapõe-se a necessidade de diretrizes de ação que considerem as dimensões do patrimônio ambiental urbano enquanto imagem e imaginário, vetores qualitativos de requalificação do espaço urbano, e portadores de uma dimensão didática das questões relativas à cidadania. À aceitação tácita de uma situação assim posta, determinada principalmente pelos interesses e pela mão invisível do mercado, contrapõe-se a necessidade de diretrizes de ação que considerem as dimensões do patrimônio ambiental urbano enquanto imagem e imaginário, vetores qualitativos de requalificação do espaço urbano, e portadores de uma dimensão didática das questões relativas à cidadania.

10 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável10 Instrumentos de Gestão Estatuto da Cidade Estatuto da Cidade Planos Diretores Planos Diretores Planos e programas de desenvolvimento Planos e programas de desenvolvimento Legislações Legislações

11 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável11 A Gestão Ambiental, um novo paradigma de desenvolvimento Um conjunto de ferramentas que visam uma melhor gestão dos recursos naturais e a diminuição dos impactos ambientais das atividades humanas, tendo em vista uma racionalização dos recursos, um maior controle e inovação dos processos produtivos e sobretudo uma alteração profunda da percepção e conscientização dos problemas, que se espera induzir uma alteração comportamental a nível individual e da organização das instituições. Um conjunto de ferramentas que visam uma melhor gestão dos recursos naturais e a diminuição dos impactos ambientais das atividades humanas, tendo em vista uma racionalização dos recursos, um maior controle e inovação dos processos produtivos e sobretudo uma alteração profunda da percepção e conscientização dos problemas, que se espera induzir uma alteração comportamental a nível individual e da organização das instituições.Ferramentas: Sistemas de Gestão Ambiental Sistemas de Gestão Ambiental Auditorias Ambientais Auditorias Ambientais Rotulagem ecológica Rotulagem ecológica Avaliação do Desempenho Ambiental Avaliação do Desempenho Ambiental

12 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável12 Gestão e Certificação: econômica, educativa e ambiental Dimensão econômica: Dimensão econômica: Melhoria de desempenho em 6 aspectos: (1i) Melhoria da imagem com a possibilidade de utilização de logotipos específicos após a certificação/registo ou atribuição do rótulo; (1i) Melhoria da imagem com a possibilidade de utilização de logotipos específicos após a certificação/registo ou atribuição do rótulo; (2i) Uma redução dos custos, através de uma melhoria na gestão dos consumos de água e de energia; (2i) Uma redução dos custos, através de uma melhoria na gestão dos consumos de água e de energia; (3) Mais valias resultantes da valorização dos produtos tradicionais de qualidade decorrentes da sua certificação/registo e rotulagem; (4) Melhoria das relações com a comunidade e as instituições públicas decorrente de um melhor desempenho ambiental; (5) Melhoria das condições de trabalho e motivação dos colaboradores, o que trará acréscimo de produtividade; (6) Cumprimento da legislação.

13 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável13 Gestão e Certificação: econômica, educativa e ambiental Dimensão ambiental: (1) Um uso eficiente dos recursos, nomeadamente da água e energia. (1) Um uso eficiente dos recursos, nomeadamente da água e energia. (2) A redução dos impactos ambientais negativos no meio envolvente, já por si sensível. Entre estes podemos referir, por exemplo, a redução dos riscos de erosão, de perda de biodiversidade, de utilização de substâncias perigosas; (2) A redução dos impactos ambientais negativos no meio envolvente, já por si sensível. Entre estes podemos referir, por exemplo, a redução dos riscos de erosão, de perda de biodiversidade, de utilização de substâncias perigosas; (3) A redução de riscos ambientais associados, como, por exemplo, a redução do risco de incêndio, da atuação de pragas,..., decorrente da implementação de práticas mais cuidadas e de uma filosofia ativa de conservação e gestão dos espaços. (3) A redução de riscos ambientais associados, como, por exemplo, a redução do risco de incêndio, da atuação de pragas,..., decorrente da implementação de práticas mais cuidadas e de uma filosofia ativa de conservação e gestão dos espaços. (4) A conservação e valorização dos ecossistemas só é possível através dos rendimentos gerados pelo turismo em espaços rurais e naturais. (4) A conservação e valorização dos ecossistemas só é possível através dos rendimentos gerados pelo turismo em espaços rurais e naturais.

14 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável14 Gestão e Certificação: econômica, educativa e ambiental (1) A educação ambiental pode constituir-se como um motor para a conscientização dos problemas e para a aceitação da necessidade de os resolver e para a discussão e aceitação das soluções para sua resolução (1) A educação ambiental pode constituir-se como um motor para a conscientização dos problemas e para a aceitação da necessidade de os resolver e para a discussão e aceitação das soluções para sua resolução (2) Constitui-se ainda como um efeito multiplicador das práticas ambientais, através da sua rápida difusão pelos que procuram o turismo em espaços rurais e naturais, com possíveis repercussões no dia a dia. (2) Constitui-se ainda como um efeito multiplicador das práticas ambientais, através da sua rápida difusão pelos que procuram o turismo em espaços rurais e naturais, com possíveis repercussões no dia a dia. (3) A educação ambiental pressupõe ainda a formação ambiental dos técnicos e normas de conduta dos turistas, que por exemplo deverão assimilar o funcionamento intrínseco dos ecossistemas e respeitar essa dinâmica. (3) A educação ambiental pressupõe ainda a formação ambiental dos técnicos e normas de conduta dos turistas, que por exemplo deverão assimilar o funcionamento intrínseco dos ecossistemas e respeitar essa dinâmica.

15 Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável15 Exercício Estudar a implantação de um centro de acolhida e de interpretação da cidade, onde se explique a história, a morfologia, sensibilize a comunidade e os visitantes para a preservação; Estudar a implantação de um centro de acolhida e de interpretação da cidade, onde se explique a história, a morfologia, sensibilize a comunidade e os visitantes para a preservação; Número de alojamentos, espaços de lazer, alimentação, equipamentos e mobiliário público. Número de alojamentos, espaços de lazer, alimentação, equipamentos e mobiliário público. Visitas guiadas e teatralizadas; Visitas guiadas e teatralizadas; Sinalização interpretativa Sinalização interpretativa


Carregar ppt "Profª. Adriana Pisoni da Silva - Pós Gestão em Turismo Sustentável1 Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Gestão das Cidades e dos Espaços Rurais Pós."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google