A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Por que estudar IHC ? Heloísa Vieira da Rocha - IHC'2002 Fatores Humanos em IHC Heloisa Vieira da Rocha IC/NIED- UNICAMP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Por que estudar IHC ? Heloísa Vieira da Rocha - IHC'2002 Fatores Humanos em IHC Heloisa Vieira da Rocha IC/NIED- UNICAMP."— Transcrição da apresentação:

1 Por que estudar IHC ? Heloísa Vieira da Rocha - IHC'2002 Fatores Humanos em IHC Heloisa Vieira da Rocha IC/NIED- UNICAMP

2

3

4

5

6

7 Referência no Assunto Card, Moran e Newell (1983) –Como características do ser humano afetam a maneira como ele interage com computadores –Bases para as abordagens cognitivas ao design e avaliação de sistemas computacionais

8 O M odelo do P rocessador de I nformação H umano Sistemas envolvidos: –Sistema Perceptual –Sistema Cognitivo –Sistema Motor PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

9 O M odelo do P rocessador de I nformação H umano MLD – Memória de Longa Duração MIV – Memória da Imagem Visual MIA – Memória da Imagem Auditiva MCD/MT – Memória de Curta Duração ou Memória de Trabalho PP – Processador Perceptual PC – Processador Cognitivo PM – Processador Motor PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

10 Sistema Perceptual Após a apresentação de um estímulo visual, uma representação dela aparece na MIV Se for estímulo auditivo, na MIA PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

11 Sistema Perceptual O armazenamento destas informações são afetados pelas propriedades físicas do estímulo, por exemplo a intensidade. Todos os processadores trabalham em ciclos. O tempo do Ciclo dos processadores variam inversamente com a intensidade do estímulo. Estímulos que ocorrem dentro de um mesmo ciclo, dão a impressão de continuidade. PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

12 Sistema Cognitivo Trabalha com a recuperação de fatos e resolução de tarefas. Neste sistema, a MCD armazena informações utilizadas no momento da atividade e a MLD armazena informações para serem acessadas a longo prazo. A MCD é constituída de chamadas (chunks) à MLD. PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

13 Sistema Cognitivo O que é mais fácil lembrar? S-L-B-A-R-I-P-N-A-U-R-I B-R-A-S-I-L-U-N-I-P-A-R PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

14 Sistema Motor Após o processamento perceptual e congitivo, o pensamento é traduzido em ação pela ativação de músculos pelo PM. PP PC PM MLD MCD/MT MIAMIV

15 Reconhecimento X Lembrança Conhecimento no mundo X conhecimento na cabeça Reconhecer é muito mais efetivo que lembrar –reduzir na interface o número de componentes que tem que ser lembrados

16 Memória e Soluções de Interfaces

17

18

19 O Modelo GOMS Modelo de engenharia de interface composto por metas (Goals), operadores (Operators), métodos (Methods), regras de seleção (Selection) Metas O que o usuário deseja realizar com o software Operadores Ações que o software possibilita ao usuário realizar Métodos Sequencia de operadores para realizar uma tarefa Regras de Seleção São regras que o usuário escolhe para decidir que método usar

20 Mecanismos da Percepção Humana E sua influência no design de interfaces

21 Percepção O usuário deve perceber a informação apresentada na interface, através dos sinais que a constituem

22 Várias teorias... Construtivistas –A informação que captamos é construída envolve processos cognitivos Ecologistas –A informação é detectada em um processo direto noção de affordance

23 Quais são os botões da figura? Os objetos carregam certas características que dirigem nossa percepção sobre eles... Time &Chaos (Shame, 1999)

24 Percepção Como os sinais externos que chegam aos órgãos sensoriais são convertidos em experiências perceptuais significativas?

25 Degradando a imagem... Foto de R.C.James

26 Colocando organizações competitivas... M C Escher, Cavaleiros

27 Salvador Dalí, The Slave Market with Disappearing Bust of Voltaire

28

29 Nosso aparato visual evolui em mundo 3D... Atribuindo profundidade (e contexto) à imagem R. Magritte, Les Promenades d´Éuclide

30

31 Anomalias da Percepção

32 Perceber é muito mais que ver... A demanda por memorização e a carga cognitiva exigida pelas interfaces de comandos, nas interfaces gráficas é deslocada para o processamento perceptual e viso-motor (Shame, 1999)

33 Percepção Existem duas teorias principais sobre percepção: construtivista e ecológica –A abordagem construtivista tem sido usada para auxiliar no design de display de informações de forma a torná-la rapidamente perceptível –A abordagem ecológica tem sido usada para auxiliar no design de objetos da interface - affordance

34 Modelo Mental Representação dinâmica sobre qualquer sistema ou objeto, que evolui naturalmente na mente de um sujeito –Quantas janelas tem a sua casa? é o modelo que as pessoas tem de si próprias, dos outros, do ambiente, e das coisas com as quais interagem. Pessoas formam modelos mentais por meio da experiência, treinamento e instrução (Norman)

35 Modelos Mentais Interagindo com o ambiente, com outros, com artefatos tecnológicos, as pessoas constróem MMs das coisas com as quais interagem Os MMs são incompletos, imprecisos e inconsistentes Nossa habilidade para executar MMs é limitada pelos mecanismos perceptuais e cognitivos

36 Porque Modelos Mentais? Como designers devemos desenvolver interfaces que ajudem o usuário a construir MMs adequados à sua interação com o sistema É necessário desenvolver um poder de predição e explicação necessários para condução da interação Modelo do Designer Modelo do Usuário


Carregar ppt "Por que estudar IHC ? Heloísa Vieira da Rocha - IHC'2002 Fatores Humanos em IHC Heloisa Vieira da Rocha IC/NIED- UNICAMP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google