A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 DIRETRIZ CURRICULAR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA... aprender uma língua estrangeira é um empreendimento essencialmente humanístico e não uma tarefa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 DIRETRIZ CURRICULAR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA... aprender uma língua estrangeira é um empreendimento essencialmente humanístico e não uma tarefa."— Transcrição da apresentação:

1 1 DIRETRIZ CURRICULAR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA... aprender uma língua estrangeira é um empreendimento essencialmente humanístico e não uma tarefa afecta às elites ou estritamente metodológica, e a força de sua importância deve decorrer da relevância de sua função afirmativa, emancipadora e democrática. Henry A Giroux, 2004.

2 2 Com o objetivo de resgatar o valor educativo, a função social e o respeito à diversidade (cultural, identitária e linguística) desta disciplina dentro do Currículo da Educação Básica, buscou-se uma nova concepção teórico- metodológica que correspondesse a este objetivo. (DCE/Página 16)

3 3 Desta forma, fundamenta-se esta diretriz na teoria do Círculo de Bakhtin, que concebe a língua como discurso, ou seja, um espaço de produção de sentidos. (DCE/Página 17)

4 4 Para Bakhtin, cada palavra transforma-se na arena onde competem as entonações sociais. Toda enunciação, envolve a presença de pelo menos duas vozes: a voz do eu e a voz do outro. (DCE/Página 22)

5 5 É no engajamento discursivo com o outro que damos forma ao que dizemos e ao que somos. A língua é concebida como discurso, não como estrutura ou código a ser decifrado. Constrói significados e não apenas os transmite. (DCE/Página 26)

6 6 Sendo assim, a Língua Estrangeira Moderna apresenta-se como espaço para ampliar o contato com outras formas de conhecer, com outros procedimentos interpretativos da construção da realidade, considerando a imensa quantidade de informações que circulam na sociedade. (DCE/Página 23)

7 7 Isso significa participar dos processos sociais de construção de linguagem e de seus sentidos legitimados, e desenvolver uma criticidade de modo a atribuir o próprio sentido aos textos. (DCE/Página 23)

8 8 Assim, ao tomar a língua como interação verbal, como espaço de produção de sentido, o conteúdo estruturante discurso, como prática social, a tratará de forma dinâmica, por meio das práticas da leitura, da oralidade e da escrita. (DCE/Página 26)

9 9 O aprendizado de uma língua estrangeira pode proporcionar uma consciência sobre o que seja a potencialidade desse conhecimento na interação humana. (DCE/Página 21)

10 10 Ao ser exposto às diversas manifestações de uma língua estrangeira e às suas implicações político-ideológicas, o aluno constrói recursos para compará-la à língua materna, de maneira a alargar horizontes e expandir sua capacidade interpretativa e cognitiva. (DCE/Página 21)

11 11 Ressalta-se, como requisito, a atenção para o modo como as possibilidades lingüísticas definem os significados construídos nas interações sociais. Ainda, deve-se considerar que o aluno traz para a escola determinadas leituras de mundo que constituem sua cultura e, como tal, devem ser respeitadas. (DCE/Página 21)

12 12 Ao estudar uma língua estrangeira, o aluno/sujeito aprende também como atribuir significados para entender melhor a realidade. A partir do confronto com a cultura do outro, torna-se capaz de delinear um contorno para a própria identidade. Assim, atuará sobre os sentidos possíveis e reconstruirá sua identidade como agente social. (DCE/Página 22)

13 13 Discurso Texto Oralidade Leitura Escrita Conteúdo Estruturante

14 14 Metodologia O ponto de partida para o trabalho em sala de aula de Língua Estrangeira Moderna será o texto, verbal ou não- verbal, como unidade de linguagem em uso. Antunes ( 2007, p. 130) esclarece que

15 15 (...) o texto não é a forma prioritária de se usar a língua. É a única forma. A forma necessária. Não tem outra. A gramática é constitutiva do texto, e o texto é constitutivo da atividade da linguagem. Tudo o que nos deve interessar no estudo da língua culmina com a exploração das atividades discursivas. (DCE/Página 28)

16 16 Deve-se considerar que o texto se organiza em formas relativamente estáveis, determinadas pelas condições de produção, denominadas por Bakhtin de Gêneros do discurso. (DCE/Página 28)

17 17 A riqueza e a variedade dos gêneros do discurso são infinitas, pois a variedade virtual da atividade humana é inesgotável, e a cada esfera dessa atividade comporta um repertório de gêneros do discurso que vai diferenciando-se e ampliando-se à medida que a própria esfera se desenvolve e fica mais complexa ( BAKHTIN, 1992, p. 279). (DCE/Página 28)

18 18 Ao interagir com textos diversos, o aluno perceberá que as formas linguísticas não são sempre idênticas, não assumem sempre o mesmo significado, mas são flexíveis e variam conforme o contexto e a situação em que a prática social de uso da língua ocorre. (DCE/Página 28)

19 19 Por exemplo, se o professor opta por trabalhar com um texto que pertence ao gênero biografia, ele explorará as marcas desse gênero, os elementos linguísticos essenciais à compreensão ( verbos no passado, numerais, nacionalidade, etc) do mesmo, o vocabulário, os recursos gráficos, outras leituras e atividades de produção textual.

20 20 Nos textos que permitem, as questões reflexivas devem ser contempladas, assim como a pesquisa e a discussão. A orientação e o objetivo da pesquisa devem ser colocados com clareza para o aluno.

21 21 Como trabalhar o texto: llamada por teléfono El doctor llama por teléfono a su paciente: - Don Juan, hemos terminado con sus análisis y tengo una buena y una mala noticia que darle. - Por Dios Doctor, me asusta... dígame primero la buena. - Los resultados del análisis indican que le quedan 24 horas de vida. - ¿Esa es la buena?, no puedo creerlo y ¿qué puede ser peor que eso ? - Que estamos intentando localizarlo desde ayer...

22 22 1.Responda: (em espanhol) Você reconhece o gênero a que pertence o texto acima? 2. Identifique as caracteŕísticas deste gênero textual: ( ) texto descritivo ( ) humor ( ) elemento surpresa ( )linguagem literária

23 23 3. Você percebeu a importância do significado da palavra ayer para a compreensão da piada? Então, vamos saber um pouco mais sobre ela. qual a função que ela exerceu no texto? você conhece outras palavras que exerçam esta mesma função? quais são elas?

24 24 As palavras que alteram o sentido dos verbos são chamados de advérbios. Ayer é um advérbio de tempo. E as outras palavras que você citou, o que exprimem?

25 25 4. A piada está escrita em discurso direto, ou seja, as falas são realizadas pelos personagens sem interferência de terceiros e são marcadas por travessões. Transforme-a em discurso indireto, recorrendo as orientações recebidas.

26 26 5. Em duplas, ouça a piada do colega e escreva-a na língua alvo. Feito isto, conte uma piada para o seu colega, para que ele faça o mesmo.

27 27 Texto: Chamada ao telefone. Conteúdos básicos e específicos: Gênero- piada ( marcas do gênero) Elementos linguísticos do texto : Advérbios- advérbios de tempo. Discurso direto e indireto- discurso direto e indireto.

28 28 Cheese & Pickle Sandwich Recipe Ingredients: 1. 2 Slices of White Bread 2. Cheddar Cheese 3. Pickle

29 29 Instructions: 1. Lay a piece of bread on your chopping board, and chop 3 thick slices of cheddar cheese and place on bread. 2. Spread a layer of Pickle on to the cheese. 3. There you have it, a simple British sandwich recipe.

30 30 Vocabulary: to lay – por, colocar chopping board – tabúa de cozinha layer – camada to spread – espalhar Task ( em inglês) 1. Responda: Você pode identificar o gênero acima? Quem escreve este gênero?

31 31 Quem lê este tipo de gênero? Onde você pode procurar por uma receita? Sobre o que esta receita está falando? 2. Pesquise em livros de receitas culinárias, e observe quais são as possíveis partes deste gênero e divida a informação com os seus colegas.

32 32 3. Observe algumas medidas utilizadas em receitas e busque o equivalente em português: ¼ teaspoon - 2 cups - 1 grain - 1 dram -

33 33 Em receitas, é comum que algumas ações aconteçam como: bata, aqueça, corte, etc. São ações utilizadas para orientar as pessoas sobre o que elas devem fazer. Estes verbos são usados para dar ordens ou orientações e estão no tempo Imperativo. Para formá-lo, não usamos o to diante do verbo e o verbo permanece inalterado. Observe : to beat - Beat

34 34 Task 1.Escolha uma das receitas que sua mãe faz, traga-a e em dupla transforme-a para o inglês, observando as partes que compõe a receita, os verbos no tempo Imperativo e as medidas utilizadas.

35 35 Texto: Cheese & Pickle Sandwich Recipe Conteúdos Básicos e específicos: Gênero – Receita ( marcas do Gênero) Elementos linguísticos do texto: verbos – verbos no Imperativo Medidas – medidas utilizadas em receitas culinárias.


Carregar ppt "1 DIRETRIZ CURRICULAR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA... aprender uma língua estrangeira é um empreendimento essencialmente humanístico e não uma tarefa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google