A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Repensando a Gestão Escolar para a construção de uma escola pública de qualidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Repensando a Gestão Escolar para a construção de uma escola pública de qualidade."— Transcrição da apresentação:

1 Repensando a Gestão Escolar para a construção de uma escola pública de qualidade

2 CONCEPÇÕES DE GESTÃO: CLÁSSICA OU TRADICIONAL: relações pessoais e intuitiva, sem preocupação de se ter um plano de trabalho. RACIONAL BUROCRÁTICA: regras definidas verticalmente, relações formais e valorização da competência técnica; mudanças funcionais. ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA: mudanças estruturais; sujeitos protagonista; incorpora valores de liberdade, cidadania e ética.

3 Características da gestão democrática Gerenciamento colegiado Gerenciamento colegiado Descentralização das decisões Descentralização das decisões Superação das especializações estanques Superação das especializações estanques Criação de instrumentos de formulação de políticas de gestão e de fiscalização Criação de instrumentos de formulação de políticas de gestão e de fiscalização

4 GESTÃO DEMOCRÁTICA DA ESCOLA PÚBLICA LDB Atribui à escola a incumbência de elaborar e executar sua proposta pedagógica. Atribui aos docentes a incumbência de participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.

5 Atribui aos sistemas de ensino a incumbência de definir as normas da gestão democrática do ensino público na educação básica, tendo como princípios a participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola, bem como da comunidade escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes GESTÃO DEMOCRÁTICA DA ESCOLA PÚBLICA LDB

6 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO OU PROPOSTA POLÍTICO PEDAGÓGICA (Ordenamento político, filosófico, pedagógico da escola) PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO OU PROPOSTA POLÍTICO PEDAGÓGICA (Ordenamento político, filosófico, pedagógico da escola) Plano Global ou Plano de Ação ou Plano de Desenvolvimento da Escola PDE (Ordenamento Operacional ) Plano Global ou Plano de Ação ou Plano de Desenvolvimento da Escola PDE (Ordenamento Operacional ) Regimento Escolar ( Ordenamento Legal) Regimento Escolar ( Ordenamento Legal) Projetos Escolares

7 Instrumento em que se definem, entre outros aspectos, a missão da escola, sua visão de homem, de sociedade, de currículo, de aprendizagem, de avaliação, de conduta ética e moral; os direitos e deveres de toda a comunidade escolar, enfim, nessa perspectiva, é a doutrina da escola. Projeto Político Pedagógico

8 É o instrumento que explicita o planejamento dos trabalhos da escola para um determinado período de tempo. Embasa-se no PPP. O Plano de Desenvolvimento da Escola não é doutrinário e sim operacional. A comunidade escolar após a realização do Diagnóstico, irá definir, neste Plano, os objetivos a serem alcançados mediante ações, metas e estratégias, no decorrer de um pré-determinado espaço de tempo. Plano Global ou Plano de Ação ou Plano de Desenvolvimento da Escola

9 Baseia-se no Projeto Político Pedagógico da escola sem, entretanto, confundir-se com ele. É o instrumento que normatiza a estrutura e o funcionamento da escola, que lhe dá um ordenamento legal. Define as competências dos diversos segmentos da comunidade escolar; os direitos e deveres, assim como ordena as relações intra e interinstitucionais. Regimento Escolar

10 1- Expressa a ideologia, a filosofia, a linha política e pedagógica. 2- Realização: médio e longo prazos. O Projeto é político no sentido de que expressa um compromisso com a formação do cidadão para um determinado tipo de sociedade. 3- O Projeto é político no sentido de que expressa um compromisso com a formação do cidadão para um determinado tipo de sociedade. 4- O Projeto é pedagógico porque possibilita a efetivação da intencionalidade da escola. O Projeto Político Pedagógico

11 1- Protagonismo de todos os envolvidos. 2- Participação sistematizada, organizada, superação do senso comum. 3- Reflexão sobre os temas básicos que serão abordados e detalhados, a partir da reflexão e discussão. 4- Reflexão sobre os desdobramentos dos temas básicos. Condições para elaborar o PPP

12 1- Identificação e contextualização da escola em uma perspectiva histórica. 2- Definição dos Princípios e Finalidades. 3- Definição dos temas e sub-temas a serem abordados. Partes do Projeto Político Pedagógico

13 Todo ser humano é capaz de aprender e de se desenvolver desde que lhe seja assegurado, além do acesso, boas condições para sua inclusão e permanência na escola. A escola deve efetivar não apenas a formação intelectual, mas também a formação moral, emocional e física de cada aluno. Exemplos de Princípios Exemplos de Princípios

14 Proporcionar condições para que o aluno compreenda a realidade social em que está inserido e, assim, possa exercer sua cidadania. Formar o aluno com competências cognitivas, relacionais e comunicativas necessárias para que ele viva e atue plenamente na sociedade. Levar o aluno a gostar de aprender, pesquisar, estudar, incentivando sua curiosidade, a fim de dotá-lo de autonomia intelectual. Exemplos de Finalidades Exemplos de Finalidades

15 Sugestões de aspectos que devem ser contemplados: 1- A prática pedagógica: currículo; metodologia; organização do tempo e do espaço escolar; formas de enturmação; acompanhamento e avaliação do desenvolvimento do aluno; classificação e reclassificação do aluno; ambiente educativo, utilização dos recursos e materiais didáticos, novas tecnologias aplicadas à educação; disciplina e formação ética dos alunos, entre outras. Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico

16 2 – A escola e seus profissionais: visão do papel do professor; perfil dos profissionais; processo de escolha dos gestores e de outros profissionais; capacitação continuada; avaliação de desempenho dos profissionais; código de convivência, entre outras. Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico

17 3 – A escola e sua relação com a família e a comunidade: formas de representatividade da comunidade; formas de utilização das dependências da escola pela comunidade e serviços que lhe são oferecidos; a escola e sua relação com o Conselho Tutelar, entre outras. Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico

18 4 – Infra-estrutura, equipamentos, recursos e materiais didáticos e de suporte: merenda escolar; rede física, mobiliário e equipamentos; Caixa Escolar, entre outras. Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico

19 5 – Avaliação externa e auto-avaliação da escola: formas de se avaliar internamente; avaliação pelo Colegiado Escolar; avaliação pela comunidade externa; acompanhamento dos alunos egressos; conhecimento e aplicação dos resultados das avaliações externas, entre outras. Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico Desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico

20 É o instrumento que explicita o planejamento dos trabalhos da escola para um determinado período de tempo. Embasa-se no PPP. O Plano de Desenvolvimento da Escola não é doutrinário e sim operacional. A comunidade escolar após a realização do Diagnóstico, irá definir, nesse Plano, os objetivos a serem alcançados mediante ações, metas e estratégias, no decorrer de um pré-determinado espaço de tempo, que não deve ser muito longo. Plano Global ou Plano de Ação ou Plano de Desenvolvimento da Escola

21 É o instrumento que possibilita a superação de rotinas, visando organizar e disciplinar a ação. Deve ser realizado pela comunidade para que, nesta perspectiva, haja a possibilidade da transformação social, haja um elemento essencial que é o diálogo, haja um posicionamento crítico. O que é o planejamento ?

22 1- Elaboração: a)definição da realidade desejada; b) realização do diagnóstico; c)definição da programação. 2- Execução 3- Avaliação Fases do Planejamento

23 É a expressão, a concretização do planejamento. É a expressão, a concretização do planejamento. Deve ser a referência para todo o trabalho da escola. Deve ser a referência para todo o trabalho da escola. A escola possui autonomia para decidir a forma de registrar o seu planejamento. A escola possui autonomia para decidir a forma de registrar o seu planejamento. O Plano de Desenvolvimento da Escola ou Plano de Ação

24 Implementação Implementação Monitoramento Monitoramento Avaliação e Replanejamento Avaliação e Replanejamento Passos do Plano de Desenvolvimento da Escola

25 1- Caracterização da escola 2- Definição da missão da escola 3- Definição da realidade desejada 4- Diagnóstico 5- Programação: a)Objetivos b)Metas c)Ações O que deve ser contemplado em um Plano de Ação?

26 1- Execução do plano de ação 2- Monitoramento 3- Avaliação do Plano 4- Replanejamento, se necessário. Passos seguintes :

27 2002 © ALL RIGHTS RESERVED. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Nós vos pedimos com insistência: não digam nunca isso é natural. Sob o familiar, descubram o insólito. Sobre o cotidiano, desvelem o inexplicável. Que tudo o que é considerado habitual provoque a inquietação. Na regra descubram o abuso. E sempre que o abuso for encontrado, encontrem o remédio. Bertold Brecht


Carregar ppt "Repensando a Gestão Escolar para a construção de uma escola pública de qualidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google