A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aspectos Estratégicos da Computação Distribuída Mudanças no Ambiente de Negócios Reengenharia Padrões e Sistemas Abertos Computação Distribuída Computação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aspectos Estratégicos da Computação Distribuída Mudanças no Ambiente de Negócios Reengenharia Padrões e Sistemas Abertos Computação Distribuída Computação."— Transcrição da apresentação:

1 Aspectos Estratégicos da Computação Distribuída Mudanças no Ambiente de Negócios Reengenharia Padrões e Sistemas Abertos Computação Distribuída Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

2 Questões para Discussão Processos e Ambientes de Negócios Padronização Introdução à Computação Distribuída Infra-Estrutura das Tecnologias de Informação Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

3 Processos de Negócios Representam as atividades relacionadas a negócios do dia-a-dia de uma empresa. Centralizados ou Distribuídos em múltiplos sites (carros são projetados em um lugar, montados em muitos lugares e comercializados em diversos outros lugares). Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

4 Anos 60, 70 e 80: Processos de Negócios Centralizados Sistemas de Informação centralizados. Processamento centralizado. Poder dos negócios centralizado. Aplicações centralizadas. Indústria dos computadores guiada mais pela tecnologia do que pelas necessidades dos usuários. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

5 Processos de Negócios Centralizados Vendedores são controladores do mercado. Mercado de massa. Tempo longo para mercado. Tempo longo entre concepção e entrega. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

6 Anos 90 Novo Ambiente de Negócios Demanda cada vez mais sofisticada. Maior número de concorrentes. Concorrência acirrada. Necessidades de respostas rápidas: novos produtos e novos serviços. Os vendedores já não mais controlam o mercado. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

7 Novo Ambiente de Negócios Clientes é que mandam: - tratamento individualizado; - informam o que desejam, como desejam e quanto pagarão; - produtos configurados; - cronogramas de entrega; - prazos de pagamentos mais convenientes. - organizações novatas não obedecem as regras, elas definem as regras. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

8 Novo Ambiente de Negócios Dispersão dos Sistemas de Informações. Dispersão dos negócios. Dispersão do poder de processamento. Dispersão das aplicações. Diminuição dos sistemas proprietários. Departamentos adquirem recursos computacionais. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

9 Novo Ambiente de Negócios Para atender a estas exigências: –Interação e cooperação crescentes entre grupos de trabalhos e departamentos nas empresas, assim como entre empresas. –Mudanças organizacionais drásticas Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

10 Reengenharia Empresarial Mudanças maiores nas próprias estruturas organizacionais: Reengenharia Empresarial: O repensar fundamental e a reestruturação radical dos processos empresariais, objetivando alcançar drásticas melhorias em indicadores críticos e contemporâneos de níveis de desempenho: custos, qualidade, atendimento e rapidez. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

11 Mudanças Organizacionais As empresas dos anos 90 em diante, são tipicamente caracterizadas por suas estruturas organizacionais interconectadas, demandas aumentadas visando flexibilidade, pressões para responder rapidamente às condições de mercado, intensa competição local e global, reengenharia do processo de negócios e melhoramentos para eficiência da empresa. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

12 Tecnologia da Informação Para satisfazer estes e outros desafios competitivos, empresas estão crescendo contando com as Tecnologias da Informação. Negócios estão sendo fundamentalmente transformados através das Tecnologias da Informação. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

13 Uso da Tecnologia da Informação Exemplos podem ser encontrados em quase todos os setores, desde pequenos negócios (anúncios comerciais na Internet) até os grandes negócios de organizações internacionais (fabricantes de automóveis, instituições financeiras,...), contando exclusivamente com a Tecnologia da Informação. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

14 Tecnologias da Informação RPC, Middleware Orientados a Mensagem, OSF DCE, Middleware de Dados Distribuídos (gateways SQL, ODBC, JDBC), Middleware de Processamento de Transações Cliente/Servidor, Serviços de rede (sockets TCP/IP), Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

15 Tecnologias da Informação Servidores de Replicação Groupware Multimídia WWW (gateways, servidores e browsers) Objetos Distribuídos (CORBA, OLE, OpenDoc) Middleware para Computação Móvel). Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

16 Reengenharia, Tecnologia da Informação e Computação Distribuída Tecnologia da Informação, com as funcionalidades oferecidas pela Computação Distribuída, adequa-se perfeitamente como fornecedora de soluções para as organizações que buscam os modelos adotados pela Reengenharia. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

17 Sistemas Proprietários A indústria de computadores era guiada mais pela tecnologia do que pelas necessidades do mercado. Muitas empresas fornecedoras de sistemas de computadores consideravam seu diferencial de competitividade baseado em tecnologias proprietárias. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

18 Sistemas Proprietários Conseqüências: - Produtos no mercado, com poucas pessoas habilitadas para utilizá-los; - Portabilidade de aplicações era quase impossível; - Clientes presos a uma política única de aquisição de produtos. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

19 Sistemas Proprietários Migração de aplicações implicava custos extras para treinar pessoal e desenvolver software. Difícil portabilidade de pessoal. Preços exagerados, gerando grandes lucros para os fornecedores. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

20 Sistemas Abertos Anos 80: Tudo começa a mudar ! Com o advento de microprocessador, os fabricantes viram seu poder começar a ser contestado. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

21 Padrões e Sistemas Abertos Grupos de interesse: - Grupo de Desenvolvedores de Software - Grupos de Usuários - Grupo dos Fabricantes de Hardware Exigência: padrões para os produtos de Tecnologia da Informação. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

22 Padrões e Sistemas Abertos Com o uso de soluções padronizadas em nível de HW e SW, constatou-se que seria possível disponibilizar facilmente a portabilidade de pessoal, aumentando, significativamente, a oferta de profissionais qualificados no mercado de trabalho. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

23 Padrões e Sistemas Abertos Os padrões também permitem que as inovações tecnológicas sejam amplamente divulgadas, tornando-as viáveis pelo menor preço possível. Os sistemas padronizados são chamados Sistemas Abertos. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

24 Sistemas Abertos Os sistemas abertos formam um conjunto compreensivo de padrões internacionais para a Tecnologia da Informação, que especificam interfaces, serviços e suporte a formatos que possam atender à interoperabilidade e portabilidade de aplicações, dados e pessoas. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

25 Sistemas Abertos Uma metodologia para a integração de tecnologias divergentes, permitindo que se crie um ambiente flexível para resolver os problemas de negócios de uma organização, através do uso de software e hardware abertos, isto é não proprietários. A força de sustentação dos sistemas abertos é a independência de fornecedores. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

26 Órgãos de Padronização Públicos: - ANSI (American National Standards Institute) - ISO (International Organization for Standardization) - IEEE (Institute of Eletrical and Eletronic Engineers) - JIS (Japanese Institute for Standards) Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

27 Públicos - CENELEC (European Committee for Eletrotechnical Standardization) - ITU-T (International Telecommunications Union- Telecommunications) Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

28 Órgãos da Indústria OSF (Open Software Foundation) - IBM, DEC e HP Para endossar padrões já existentes no mercado; Disponiblizar produtos para atender aos padrões internacionais. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

29 Órgãos de Usuários Organizações governamentais ou militares - NIST (National Institute for Standards and Technology) (licitações) - GM e Boeing (padrões de comunicações e aplicações de manufatura e automação de escritórios) - VISA (segurança e transferência eletrônica de fundos) Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

30 Categorias de Padrões Padrões de Jure São aqueles endossados por órgãos públicos de padronização. Padrões de Facto Emergem de idéias inovadoras e produtos de grande sucesso no mercado (TCP/IP). Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

31 Padrões para Aplicações API (Interface de Programação de Aplicações) Principal idéia: permitir que um mesmo sistema operacional suporte diversos conjuntos de interfaces, no sentido de que as aplicações possam ser executadas em qualquer sistema operacional que suporte esse conjunto de interfaces. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

32 API Aplicações escritas para um ambiente de sistema operacional pode rodar em outros sistemas operacionais, porque existe uma interface de programação para o desenvolvedor comum aos dois sistemas operacionais. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

33 Computação Distribuída A Computação Distribuída fornece toda a infra-estrutura necessária para a construção e operação efetiva de aplicações distribuídas e engloba todos os produtos necessários para permitir que essas aplicações sejam construídas e possam ser executadas em um ambiente de rede heterogêneo, ou em um ambiente centralizado. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

34 Computação Distribuída A infra-estrutura para a Computação Distribuída não precisa basear-se, obrigatoriamente, em sistemas abertos. Podem ser suportados elementos abertos ou proprietários. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

35 Computação Distribuída Porém, à medida que a complexidade e o n° de aplicações construídas em uma plataforma de CD forem crescendo, então diferentes ambientes operacionais e plataformas de HW vão estar presentes. Nestas circunstâncias, é prudente o uso de interfaces o mais abertas possíveis. Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

36 Computação Distribuída Três níveis de implantação para infra- estruturas de computação distribuída são vislumbrados: –Nível de Grupos de Trabalho –Nível Departamental –Nível Corporativo Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

37 Computação Distribuída Aplicações simples, isoladas, e com um número restrito de usuários (até 20), com topologia de rede simples e homogênea, sem a necessidade de serviços avançados; aplicações desenvolvidas sob demanda para atender às necessidades urgentes de pequenos grupos de usuários. Grupos de Trabalho Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

38 Protocolo de transporte padronizado através de toda a inter-rede, facilitando a interoperabilidade das aplicações; usuários de 20 a 200; emprega SOs para redes locais, que fornecem serviços básicos como segurança, diretórios e arquivos distribuídos; interfaces abertas são uma necessidade; ferramentas de gerenciamento e desenvolvimento de aplicações. Departamental Computação Distribuída Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

39 Computação Distribuída Usuários acima de 200; aplicações mais sofisticadas; redes locais e de longa distância, com nível de gerenciamento elaborado; com contabilização do uso dos recursos; suporte a vários tipos de tráfego de dados; uso de protocolos padronizados; gateways; permite acesso a ambientes proprietários. Corporativo Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

40 Computação Distribuída Fisicamente, as redes que dão sustentação às infra-estruturas para CD configuram-se como: heterogêneas de microcomputadores, vários tipos de servidores, sistemas de médio porte e de grande porte (tratando grandes volumes de dados e aplicações críticas que exigem o processamento em lotes - sistemas herdados) Corporativo Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

41 Custos da Computação Distribuída Infra-estrutura em CD poderá custar mais que em uma estrutura Centralizada. Não haverá redução de custos a curto prazo Hw e Sw barato Sistemas Abertos Suporte Técnico Administração dos sistemas e da rede. Investimentos Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

42 Desafios para a Computação Distribuída Complexidade –Grande rede envolvida –Heterogeneidade dos sistemas –Distribuição dos recursos –Administração dos nomes dos objetos –Necessidade urgente de segurança Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

43 Desafios para a Computação Distribuída Mudanças Organizacionais –Reorganizar a utilização dos recursos financeiros - Depto de usuários finais –Ambiente de CD altamente complexo - pessoal especializado Segurança e Integridade dos Dados –Autenticação, controle de acesso, criptografia... –Políticas de segurança para todos os Deptos. Continuação Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

44 Treinamento –Técnicos especializados em Redes e em SO –Treinamento usuários finais Migração –Deve ou não mudar para um Sistema Distribuído? –Treinamento em novas tecnologias –Suporte Suporte local para um grupo de usuários finais Desafios para a Computação Distribuída Continuação Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

45 Migração –Custos de hardware Servidores, capacidade de armazenamento secundário, infra-estrutura para a rede –Custos com aquisição dos softwares Sw para CD, ferramentas para gerência de sistemas –Desenvolvimento de Aplicações Horas de analistas e programadores Desafios para a Computação Distribuída Continuação Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro

46 Migração –Operações em Paralelo Sistemas antigos e os novos processados em paralelo. –Conversão de dados Estrutura dos dados a serem migrados devem ser analisados antes. Novas plataformas exigem novas estrutura de dados Não migrar dados previamente inadequados Desafios para a Computação Distribuída Continuação Computação Distribuída UNIRONDON - Cuiabá - MT João Bosco Mangueira Sobral Daniela Barreiro Claro


Carregar ppt "Aspectos Estratégicos da Computação Distribuída Mudanças no Ambiente de Negócios Reengenharia Padrões e Sistemas Abertos Computação Distribuída Computação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google