A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO A GESTÃO DA PISCICULTURA UCDB JULHO/2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO A GESTÃO DA PISCICULTURA UCDB JULHO/2005."— Transcrição da apresentação:

1 DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO A GESTÃO DA PISCICULTURA UCDB JULHO/2005

2 Estrangulamentos falta de organização dos produtores e coordenação entre os segmentos; falta de assistência técnica; falta de informações sobre o setor (banco de dados); baixa agregação de valor ao produto; deficiência na comercialização (escala de produção insuficiente para atender a demanda) e desconhecimento do mercado consumidor; sazonalidade da produção (conforme a espécie cultivada); alto custo dos insumos apropriados (principalmente ração); baixa utilização de insumos apropriados (rações comerciais, equipamentos de controle da qualidade da água); inobservância das legislações ambientais e sanitárias.

3 Objetivos do Projeto de APL_Piscicultura/ SEPROTUR&MI –Elaborar o Planejamento estratégico do APL de Piscicultura na microrregião de Dourados; –Elaborar o MANUAL DE BOAS PRÁTICAS para os piscicultores do APL; –Elaborar e implantar o Programa de SELO DE QUALIDADE & ORIGEM (PSQ&O) da produção de pescado do APL. –Elaborar e implantar o PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA para pequenos piscicultores do APL; –Monitorar e avaliar o Programa de SELO DE QUALIDADE & ORIGEM e ASSISTÊNCIA TÉCNICA da produção de pescado do APL.

4 PROGRAMA DE SELO DE QUALIDADE E ORIGEM Controle de qualidade da água –DBO; DQO; Fósforo total; Nitrogênio amoniacal; Nitrogênio nitrato; Nitrogênio nitrito; Nitrogênio total; Oxigênio dissolvido; pH; Sólidos sedimentáveis; Sólidos dissolvidos totais; Sólidos totais. Controle de qualidade da infra-estrutura da propriedade; –Licenciamento ambiental; sistema de coleta de água; manutenção dos tanques; tratamento de resíduos; etc.

5 Controle de qualidade da produção –Origem dos alevinos; biometria; tipos de alimentação; doenças; etc.

6 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Cadastro do piscicultor e propriedade: dados gerais sobre o piscicultor e seu empreendimento. Controle da entrada de peixes (alevinos ou juvenis):condições gerais do lote; nível de oxigênio na chegada; número de perdas no transporte; condições sanitárias; quarentena; procedimentos básicos de manejo e recepção; Qualidade de água: tanque; hora; oxigênio dissolvido; temperatura; amônia; nitrito; dióxido de carbono; alcalinidade; dureza e observações gerais

7 Alimentação: atividade alimentar; tipo de ração; hora; sobra de ração; mortalidade; tipo de medicamento; temperatura do ambiente; temperatura da água; Controle de entrada de ração: data de recebimento; documento fiscal; quantidade; lote de fabricação; data de fabricação; valor unitário; local de estocagem; condições de estocagem; valor do transporte; empresa transportadora; tipo de ração; quantidade de finos; umidade da ração. Controle da sanidade dos peixes: data, hora, unidade de produção; peso, sexo;; comprimento total; observações gerais; parasitas; condições dos órgãos (estomago, intestinos, rim, fígado, brânquias, baço) observação e descrição das condições e características.

8 Controle de patologias (medicamentos); lote; número de peixes; peso médio; biomassa; inicio do tratamento; tipo de medicamento; dosagem; tipo de tratamento; quantidade de ração; atividade alimentar; sobra ração; número de perdas (morte); oxigênio dissolvido e temperatura. Equipamentos utilizados; tipos de equipamentos usados no manejo; despesca. Controle Biométrico: número de peixes pesados, biomassa total; comprimento dos peixes; lote; data; horário.

9 Custo de Produção: cálculo dos custos de produção nas diferentes etapas de crescimento. Controle de movimentação de peixes (rastreabilidade): transferência parcial ou total; meio de transporte; quantidade e número de peixes; data; lote; oxigênio no inicio e no final; origem e destino; biomassa transferida.

10 Estrutura do Programa de Assistência Técnica 3 técnicos (zootecnistas ou veterinários) –Kit de apoio –Veículo –Capacitação 3 grupos de 20 piscicultores –Capacitação Realizar uma visita por mês a propriedade para apoio ao piscicultor e análise dos dados; Coleta diária de dados pelo piscicultor

11 PROJETO _ UCDB Projetar e implementar um Sistema de Informação para auxiliar no processo de difusão, controle, rastreabilidade e de apoio à tomada de decisão baseado em técnicas de banco de dados para a cadeia produtiva da piscicultura Apoio: FUNDECT_MS

12 ETAPAS Levantamento Bibliográfico Estado da Arte de sistema similares Formalização das parcerias com os envolvidos no projeto Entrevista com os agentes da Cadeia Produtiva da Piscicultura diretamente relacionados com o projeto Modelagem do Sistema e Bando de Dados Definição das tecnologias a serem aplicadas no sistema Coleta de dados reais no campo para alimentação do sistema Implementação dos sistemas e integração software/hardware Teste do protótipo / carga de dados Revisão do sistema Entrega do produto

13 EQUIPE Jeferson Pistori / UCDB José F. Vianna / UCDB & Câmara Setorial de Piscicultura Danielle Passos de Ruchkys / UCDB André Riyuiti Hirakawa / USP-Consultor Hemerson Pistori / UCDB Leonardo Souza Campos / UCDB João Lorena Campos / Câmara Setorial Piscicultura Mario Ferreira / Thiago / MAR & TERRA Carlos Alexandre / Piscicultura Piracema


Carregar ppt "DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO A GESTÃO DA PISCICULTURA UCDB JULHO/2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google