A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANTIMICROBIANOS. ANTI-SÉPTICOS Procedimento simples e prático Pode reduzir o número de microorganismos presentes na cavidade oral na proporção de 75 a.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANTIMICROBIANOS. ANTI-SÉPTICOS Procedimento simples e prático Pode reduzir o número de microorganismos presentes na cavidade oral na proporção de 75 a."— Transcrição da apresentação:

1 ANTIMICROBIANOS

2 ANTI-SÉPTICOS Procedimento simples e prático Pode reduzir o número de microorganismos presentes na cavidade oral na proporção de 75 a 99,9%, Diminui a contaminação através do aerossol. Antimicrobianos

3 SOLUÇÕES ANTI-SÉPTICAS Iodopovidona = libera iodo progressivamente quando em contato com a pele. Átivo contra mcg nas formas não esporuladas, vírus e fungos. Clorexidina (acetato, cloridrato e o gluconato) = amplo espectro de ação bactericida para Gram-positivas e negativas, fungos e leveduras. Antimicrobianos

4 IODOPOVIDONA Anti-sepsia extra-oral: mãos e braços da equipe, preparo dos pacientes, embebido gaze estéril, por 10 min. depois remover excesso. SABOFEN 10% 10% iodopovidona 1% iodo ativo APRESENTAÇÃO Sabofen® 10% sabonete líquido, frasco de 100 mL. COMPOSIÇÃO Solução com tensoativo. Cada mL contém: iodopovidona ,1 g veículo q.s.p mL PVPI degermante 1000 ml (Iodopovidona a 10%) Antimicrobianos

5 CLOREXIDINA Substância química eficiente no controle químico do biofilme (placa bacteriana) Bochechos _ soluções 0,12% a 0,2% Aplicação local _ 0,2% a 2% Irrigação placa subgengival _ 0,02% e 0,2% Anti-sepsia intra-oral _ na forma de bochecho Preparação pré-cirúrgica da pela do paciente Antimicrobianos

6 ANTIBIÓTICOS AÇÃO BIOLÓGICA AÇÃO BIOLÓGICA ESPECTRO DE AÇÃO ESPECTRO DE AÇÃO MECANISMOS DE AÇÃO MECANISMOS DE AÇÃO Antimicrobianos

7 AÇÃO BIOLÓGICA Bactericidas = morte dos microrganismos susceptíveis. Bacteriostáticos = inibem o crescimento e multiplicação dos microrganismos sensíveis. Antimicrobianos

8 ESPECTRO DE AÇÃO macrolídeos penicilinas amoxicilina penicilinas tetraciclinasmetronidazol Gram-positivas: penicilinas G, penicilinas V, macrolídeos, lincosaminas, rifamicina, vancomicina. Gram-negativas: aminoglicosídeos (gentamicina) e polimixinas. Gram positívas e Gram-negativas: penicilinas semi-sintéticas (amoxicilina, ampicilina) cefalosporinas, tetraciclinas, cloranfenicol. Anaeróbios: penicilinas, lincosaminas, tetraciclinas, cloranfenicol, metronidazol. Antimicrobianos

9 ESPECTRO DE AÇÃO penicilinas tetraciclinas nistatinaderivados triazólicos. Espiroquetas: penicilinas, cefalosporinas, eritromicina, tetraciclinas. Fungos: nistatina, anfotericina B, derivados triazólicos. Outros microrganismos _ riquétsias, micoplasmas, micobactérias e clamídas. Antimicrobianos

10 MECANISMOS DE AÇÃO GRUPOS PAREDE CELULAR SÍNTESE DE PROTEÍNAS SÍNTESE DE ÁC. NUCLEICOS MAMBRANA CITOPASMÁTICA Antimicrobianos

11 Célula Bacteriana Antimicrobianos

12 Fármacos que agem sobre a síntese da parede celular da bactéria, produzindo uma parede com defeitos estruturais alterando o processo de replicação celular. São seletivos para bactérias, pois a célula de mamífero não tem parede celular. penicilinas Incluem os beta-lactâmicos (ex.: penicilinas, cefalosporinas, bacitracinas, etc) e vancomicina PAREDE CELULAR Antimicrobianos

13 PENICILINAS Antimicrobianos

14 Penicilina Natural e Sintética Penicillium chrysogenum Penicillium notatum Antimicrobianos

15 Penicilinas inibidoras da beta-lactamase Atuam sobre haemophilus resistentes, actinobacter e anaeróbios. São eles : Amoxacilina/ Ácido Clavulânico : Amoxacilina/ Ácido Clavulânico : dose de 50 mg/kg/dia de 8/8 ou 12/12h, v.oral, ex: Clavulin, Novamox, Sigma-clav Ampicilina/Sulbactan Ampicilina/Sulbactan :dose de 50 mg/kg/dia de 6/6h via oral, ex: Unasyn Antimicrobianos

16

17 Efeitos Colaterais Hipersensibilidade: desde exantemas (ampicilina) até choque anafilático(penicilina G cristalina). Trato gastro-intestinal: náuseas e vômitos alteração na agregação plaquetária levando a hemorragias Hematológico: pancitopenia, alteração na agregação plaquetária levando a hemorragias nefrite intersticial dose-dependente amoxacilina Rim: nefrite intersticial dose-dependente (penicilinas G, ampicilina e amoxacilina) Antimicrobianos

18 INIBIDORES DE BETALACTAMESES Sulbactam Ácido clavulânico Tazobactam Antimicrobianos

19 PENICILINAS Amoxicilina Oxacilina, cloxacilina e dicloxacilina PENICILINAS Benzilpenicilina Fenoximetilpenicilina Ampicilina e Amoxicilina Oxacilina, cloxacilina e dicloxacilina Carbenicilina e ticarcilina Azlocilina, mezlocilina e piperacilina Antimicrobianos

20 CEFALOSPORINAS CEFALOSPORINAS Cefalotina e cefazolina (1a. G, injetáveis) Cefalexina e cefadroxil (1a. G, orais) Cefoxitina, cefaclor, (2a. G) Cefepima (4a. G) Antimicrobianos

21 CARBAPENÊMICOS Imipenem e meropenem Antimicrobianos

22 MONOBACTÂMICOS Aztronam Antimicrobianos

23 Classificação das Reações Alérgicas às Penicilinas Classificação das Reações Alérgicas às Penicilinas Tipo de Reação Tempo Início (horas) Manifestação Antimicrobianos

24 Imediata 0 -1 Anafilaxia Hipotensão ou choque Urticária Broncoespasmo Antimicrobianos

25 Aceleradas 1 – 72 Urticária Broncoespamo Antimicrobianos

26 Tardias > 72 Erupções morbiformes Nefrite interticial Anemia hemolítica Febre (isolada) Infiltrado pulmonar Antimicrobianos

27 Tipos de Hipersensibilidades Classificação de 1963 Tipo I : imediata, mediada por anticorpos IgEs (2 a 30 minutos) asma, eczema e anafilaxia Tipo II: citotóxica, mediata por anticorpos IgM e IgG (5 a 8 horas) transfusões de sangue Tipo III: mediada por imunocomplexo (2 a 8 horas) artrites e glomerolunefrites Tipo IV: mediada por células (24 a 72 horas) Teste de DTH tuberculina Antimicrobianos

28 CEFALOSPORINAS Antimicrobianos

29 Cefalosporinas São antibióticos betalactâmicos, cujo mecanismo de ação é a lise da parede bacteriana. Existem 4 gerações de cefalosporinas no mercado. De Primeira Geração : atua mais gram positivos. Ex : Cefalexina (Keflex) 6/6h Cefadroxila (Cefamox) 12/12h Dose : 50 mg/kg/dia Antimicrobianos

30 Cefalosporinas De Segunda Geração : melhora o espectro para gram negativos. Podemos citar : Cefaclor (Ceclor) dose de 20 a 40 mg/kg/dia de 12/12 h Cefprozil (Cefzil) dose de 30 mg/kg/dia de 12/12 h Cefuroxima (Zinnat) dose de 10 mg/kg/dia de 12/12 h Antimicrobianos

31 Cefalosporinas De Terceira Geração : tem forte espectro para gram negativos, tem especial uso hospitalar. Podemos citar para uso oral a Cefpodoxima (Orelox) dose de 8 mg/kg/dia de 12/12 h. De Quarta Geração : de uso exclusivo hospitalar, somente por via parenteral. Antimicrobianos

32 Efeitos Colaterais Gastro-intestinais : diarréia, dor abdominal, dispepsia, gastrite e icterícia. Hipersensibilidade: exantema, urticária, angioedema e raramente eritema multiforme, Síndrome de Stevens-Johnson, epidermólise tóxica e anafilaxia. Outras reações : prurido anal e genital, enjôos, cefaléia e alucinações; artralgias, nefrite intersticial, eosinofilia, neutropenia, trombocitopenia e elevação transitória de transaminases. Antimicrobianos

33 SÍNTESE DE PROTEÍNAS SÍNTESE DE PROTEÍNAS A interrupção, em qualquer ponto dessa cadeia, susta o crescimento, com consequente eliminação da bactéria Para que haja reprodução bacteriana é necessário a união de aminoácidos que constituirão as inúmeras proteínas microbianas. A interrupção, em qualquer ponto dessa cadeia, susta o crescimento, com consequente eliminação da bactéria. tetraciclinas macrolídeos clindamicina Incluem: cloranfenicol, tetraciclinas, macrolídeos (eritromicina, azitromicina e claritromicina) e clindamicina. Antimicrobianos

34 MACROLÍDEOS Antimicrobianos

35 Macrolídeos É um bacteriostático, ligando-se à subunidade 50S dos ribossomos bacterianos, suprimindo sua síntese protéica. azitromicina Compõem : eritromicina, azitromicina e claritromicina Antimicrobianos

36 Macrolídeos Gram-positivas Atua em Gram-positivas (pneumococos, estreptococos do grupo A, Corynebacterium diphtheriae, S. aureus e difteróides). Também Também em Mycoplasma pneumoniae, Chlamydia trachomatis. É um dos antibióticos mais isentos de efeitos colaterais É um dos antibióticos mais isentos de efeitos colaterais. Cerca de 93% dos indivíduos que apresentaram colestase como manifestação tóxica da eritromicina haviam tomado a forma de estolato, devendo ser portanto evitada. Antimicrobianos

37 Macrolídeos Eritromicina _ adultos: comp revestidos de 250 mg e 500 mg (pode ter ação bactericida em altas doses ou contra microrganimos sensíveis) a cada 6 horas ou 4g dia _ Ex.: Eritran; crianças:de 30 a 50 mg/kg/dia de 6/6h. Ex : Eritrex, Pantomicina, Ilosone. Azitromicina (azalídeos) Azitromicina (azalídeos) _ adulto: comp revestidos de 500 mg, pode ser ingerido c/refeições a cada 24 horas; crianças: de 30 mg/kg/dia em dose única diária de 3 a 5 dias. Ex : Novatrex, Selimax, Zitromax. Claritromicina _ adultos: comp rev de 250 mg e 500 mg a cada 12 ou 8 horas; crianças: de 7,5 mg/kg/dose de 12/12 h. Ex : Klaricid Antimicrobianos

38 Clindamicina Apresentação Apresentação _ capsula gelatinosa dura de 300 mg (cloridrato de clindamicina) e sol ingetável de 150 mg/mL (fosfato de clindamicina): 800 mg a mg/dia VO de 8/8 ou 6/6 horas. Em casos graves pode aumentar para 4,8g/dia.

39 SÍNTESE DE ÁC. NUCLEICOS SÍNTESE DE ÁC. NUCLEICOS Inibe Inibe a síntese dos ácidos nucléicos (cromossomos). Podem atuar no DNA e na síntese do RNA = alterar a estrutura dos mesmos ou reduzir a formação dos nucleotídeos. Estão nesse grupo as quinolonas Antimicrobianos

40 GLICOPEPTÍDEOS Antimicrobianos

41 Glicopeptídeos eritromicina Atua por bloqueio da síntese protéica bacteriana ao interferir na transpeptidação ao nível da subunidade ribossômica 50S. Possui um efeito antimicrobiano similar ao da eritromicina sobre os microorganismos. Deve ser evitado em menores de 2 anos de idade Antimicrobianos

42 Glicopeptídeos Efeitos colaterais : Ocasionalmente, diarréia, náuseas, vômitos, colite pseudomembranosa por Clostridium difficile. Lincosaminas : de 30 a 60 mg/kg/dia via oral de 6/6 h. De 10 mg/kg/dia IM de 24/24 h. Ex : Frademicina, Lincomicina Antimicrobianos

43 AltaINCIDÊCIA Exodontias Procedimentos periodontais, incluindo cirurgias, implante subgengival de fibras ou tiras antibióticas, alisamento radicular necessitando de maior manutenção Implantes e reimplantes de dentes avulsionados Instrumentação endodôntica ou cirurgia (apicetomia) Implante inicial de banda ortodôntica, mas não brackets Injeção de AL intraligamento ou intraósseos Limpeza profilática dos dentes ou implantes onde o sangramento é previsto BaixaINCIDÊN Dentística restauradora (operatória e preparatória) Injeção de AL (não-intraligamentário e não-intraósseo) Endodontia intracanal: pós colocação e preparação Colocação de dique de borracha Pós-operatório de remoção de sutura Tomada de impressões orais e radiografias Tratamentos com flúor Ajustes ortodônticos Incidência de bacteriemia nos procedimentos dentários Antimicrobianos


Carregar ppt "ANTIMICROBIANOS. ANTI-SÉPTICOS Procedimento simples e prático Pode reduzir o número de microorganismos presentes na cavidade oral na proporção de 75 a."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google