A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Campanha 2009 Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Campanha 2009 Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão."— Transcrição da apresentação:

1 Campanha 2009 Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão

2 A importância desta data Em 26 de abril, comemora-se o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as Doenças Crônicas Não Transmissíveis –DCNT – (a hipertensão é uma delas) são responsáveis por 59% dos óbitos no mundo e chegando a 75% das mortes nos países das Américas e do Caribe. No Brasil, 62,8% do total de mortes por causas conhecidas, em 2004, estavam relacionados às DCNT. A campanha anual do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão (26 de abril) é organizada desde 2002, quando foi instituído o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial pela Lei Federal Em abril próximo, novamente vamos abordar o mote Tratar a Pressão Alta é um Ato de Fé na Vida, e dos 10 Mandamento para a Prevenção e Controle da Pressão Alta, devido ao sucesso obtido no ano passado.

3 Sobre a hipertensão A hipertensão é grave, também, por ser uma inimiga silenciosa, pois muitas vezes o paciente não sente nada. As manifestações mais comuns a ela atribuídas, entre as quais dor de cabeça, cansaço, tonturas, sangramento pelo nariz podem não ter uma relação de causa e efeito com a elevação da pressão arterial. A hipertensão arterial ou pressão alta é a maior causa de derrames cerebrais, insuficiência renal ou paralisação dos rins, infarto do coração, insuficiência cardíaca, angina do peito, lesões nas artérias e alterações na retina que podem levar à cegueira.

4 Por que conscientizar A pressão alta não tem cura, mas seu controle melhora muito a qualidade de vida do paciente. Entretanto, atitudes como medir a pressão arterial regularmente, adotar uma alimentação saudável, reduzir o consumo de sal, manter um peso ideal, evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso, praticar atividade física regularmente, não fumar e diminuir o estresse ainda não são hábitos comuns da maioria da população. As conseqüências graves da hipertensão, que prejudicam a qualidade de vida da população e oneram a saúde pública, podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam a sua condição e mantenham-se em tratamento.

5 Tratar a Pressão Alta é um Ato de Fé na Vida O tema Tratar a Pressão Alta é um ato de Fé na Vida traz como objetivo fazer com que a adesão ao tratamento, a um novo estilo de vida e orientações médicas seja ampliada. Apenas 23% dos hipertensos controlam corretamente a doença. 36% não fazem controle algum e 41% abandonam o tratamento, após melhora inicial da pressão arterial. O tratamento da pressão alta exige uma dedicação extrema dos indivíduos, pois envolve mudanças de comportamento e novos hábitos alimentares. Independente da religião, a fé é importante no cuidado diário de doenças crônicas. A fé significa crença a compromissos e promessas. E é nesse sentido, de comprometimento com o tratamento que a nossa campanha foca. E o apoio das diversas religiões ajuda que a mensagem chegue a um maior número de pessoas.

6 Tratar a Pressão Alta é um Ato de Fé na Vida Data Início: 26 de abril – Dia Nacional de Combate à Pressão Alta Tema: Tratar a Pressão Alta é um Ato de Fé na Vida Entidades Organizadoras: SBC - Sociedade Brasileira de Cardiologia, SBH - Sociedade Brasileira de Hipertensão / SBN - Sociedade Brasileira de Nefrologia / FENAPHA - Federação Nacional das Associações de Portadores De Hipertensão Arterial Entidades Apoiadoras: – Religiosas: CNBB – Confederação Nacional dos Bispos do Brasil / CONIC – Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil / CONIB – Confederação Israelita do Brasil / AME – Associação dos Médicos Espíritas / – Governamentais: Ministério Saúde / Secretarias Estaduais de Saúde Patrocinadores Nacionais: – Especial: EMS – Master: Daiichi-Sankyo e Euro RSCG Life

7 Tratar a Pressão Alta é um Ato de Fé na Vida Atividades desenvolvidas pela organização da Campanha Parceria Ultragaz Caminhadas Entidades religiosas Lançamento oficial da Campanha. Caminhadas em São Paulo Recife Brasília Distribuição de material educativo nas igrejas de todo o Brasil 5 milhões de 10 Mandamentos Distribuição de material educativo pela Ultragaz nas residências 5 milhões de 10 mandamentos

8 Apoio das Organizadoras As Sociedades atuam estimulando a realização de atividades comunitárias e educacionais por parte de suas ligas de hipertensão (equipes multiprofissionais que realizam trabalho voluntário de assistência e educação em hipertensão) e entidades parceiras, como postos de saúde, universidades e escolas, clínicas médicas e planos de saúde. Esses voluntários, com o apoio da SBH, organizam pontos de aferição de pressão, caminhadas, palestras, exibição de vídeos, etc. As atividades são concentradas na semana do dia 26 de abril. Como é o apoio das Sociedades? Os organizadores promovem a campanha do dia 26 de abril em nível institucional. A partir da escolha do tema e diretrizes gerais da campanha, transmite as informações sobre: o que os profissionais precisam saber sobre o tema, o que deve ser divulgado à população, quais atividades podem ser organizadas. Os organizadores também produzem uma série de materiais promocionais e educativos distribuídos gratuitamente a cada liga ou parceiro. Esses materiais, além de despertarem o interesse da população, fixam a mensagem de prevenção e auxiliam o trabalho dos profissionais, como é o caso dos vídeos, das apresentações de aulas e das diretrizes científicas.

9 Como participar? Quanto mais voluntários mobilizarmos para promover a campanha em cada localidade, maior será a abrangência junto à população brasileira.Para isso, cada sociedade promove um cadastramento de atividades. O cadastro consiste em um formulário (que será encaminhado por cada entidade), no qual devem ser informados os detalhes das atividades que serão promovidas, o endereço para envio de material de apoio, entre outros dados. Ao final do cadastramento das ligas e parceiros, o material promocional é selecionado e são formados kits, que são enviados gratuitamente. A contrapartida exigida de cada parceiro é a submissão de relatório de atividades para que se possa, posteriormente, avaliar o impacto da campanha. Também é exigido que o coordenador das atividades seja profissional da saúde. O ideal é que as ligas e parceiros busquem outras parcerias em suas localidades e com isso ampliem a estrutura da campanha.

10 Sobre logotipos e patrocínios É obrigatória a manutenção – em todos os materiais – dos logos dos Organizadores da Campanha. É desejável o logo dos Apoiadores Religiosos. Os logos dos Patrocinadores Locais devem ser negociados regionalmente. Os logos dos Patrocinadores Nacionais estarão em todos os materiais distribuídos nas Igrejas e Ultragaz. Para saber os Organizadores, Apoiadores e Patrocinadores, vide página 6. Patrocínio regional: deve suportar a atividade no local Lay-out e materiais: deve seguir modelo nacional, com inclusão dos logos regionais – SEMPRE CONSTAR LOGO DOS ORGANIZADORES. O conteúdo materiais educativos - cartilhas e dez mandamentos - não devem ser alterado. Os materiais devem SEMPRE CONSTAR LOGO DOS ORGANIZADORES.

11 Atividades possíveis As Sociedades incentivam a realização de atividades educacionais. A atividade- padrão é a organização de pontos de aferição de pressão, onde a população pode verificar seus níveis de pressão arterial. É importante que os profissionais estejam capacitados a realizar a medida correta da pressão e a orientar a população, por enviarmos as diretrizes de hipertensão e slides para atividades pedagógicas. Deve-se estar atento aos procedimentos corretos de medida. Para trabalhar o incentivo à prática de atividade física, pode ser organizado um torneio esportivo contra a hipertensão. Outra possibilidade é organizar uma caminhada, com atividades educativas sobre hipertensão, obesidade e alimentação. Também é possível aproveitar o evento para aplicar pesquisas para avaliar os hábitos de vida desse público, e, com isso, elaborar ações que podem ser desenvolvidas após a campanha. É importante inserir a medida da pressão nas atividades, para a conscientização sobre a importância de se medir uma vez ao ano de sobre o acompanhamento da doença, sem abandono.

12 Materiais - Kits Materiais dos kits: – Bonés das Sociedades - podem ser usados pela equipe promotora. – Cartilhas do Hipertenso - Informações sobre a doença para a população. – Cartaz de divulgação – Cartaz para divulgar a atividade a ser realizada ( dia, hora, local). – Cartão de controle de PA - é um cartão individual onde o paciente ou seu médico podem registrar os diversos valores de PA medidos ao longo do tempo. – Manual de medida de pressão, exemplares das V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial e guias de bolso - para auxiliar os profissionais na campanha Materiais de apoio da campanha: – Cartilha 2008 – já disponível no site – Cartaz de divulgação – Logomarca da campanha e Logomarcas Organizadores e Apoiadores – Ficha de registro de aferição de PA – V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial – Modelo de release para a imprensa – Slides para aulas e palestras

13 Divulgação A divulgação é uma etapa essencial ao sucesso da campanha, pois é através dela que convidamos a população a participar. Cabe aos Organizadores o contato com a imprensa nacional e regional para a divulgação do evento. As Sociedades vão disponibilizar textos para a imprensa e também farão a divulgação regional – com as atividades das ligas daquela região. Nada impede, porém, que as Ligas entrem em contato com a imprensa local. Nas cidades menores, por exemplo, os atores envolvidos costumam utilizar faixas e carros de som para convidar a população.

14 Regras para Entrevistas Veículos nacionais: toda solicitação de imprensa sobre a Campanha, dos veículos de imprensa com circulação nacional, como Folha, Estado, Veja, IstoÉ, Época e demais revistas, devem ser encaminhadas para as assessorias de imprensa da Campanha ( DocPress + Advice ), que discutirão o porta-voz adequado. Veículos regionais: toda solicitação de imprensa sobre a Campanha de veículos regionais, que circulam na cidade ou no Estado, também devem ser encaminhadas para as assessorias da Campanha (DocPress + Advice ), que discutirão o porta-voz local mais adequado para o atendimento. Porta-voz: são porta-vozes da Campanha, os coordenadores nacionais, os presidentes das Sociedades e regionalmente os coordenadores das atividades locais. Os porta-vozes DEVEM SEMPRE LEMBRAR que a Campanha é DAS 3 SOCIEDADES: SBC/ SBH / SBN E FENAPHA.

15 Principais Mensagens É preciso medir a pressão uma vez ao ano, usando o dia de seu aniversário para marcar a data. Não abandonar o tratamento médico, pois a pressão alta não tem cura, mas pode ser controlada. Os 10 mandamentos para prevenção e controle da pressão alta: 01. Meça a pressão pelo menos uma vez por ano. 02. Pratique atividades físicas todos os dias. 03. Mantenha o peso ideal, evite a obesidade. 04. Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes. 05. Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba. 06. Abandone o cigarro. 07. Nunca pare o tratamento, é para a vida toda. 08. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde. 09. Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer. 10. Ame e seja amado.

16 Relatórios A submissão de um relatório de atividades após a realização da campanha é indispensável para a avaliação, por parte dos Organizadores, da abrangência da campanha e dos resultados obtidos. Ele também é um requisito para a obtenção dos Certificados de Participação de cada Sociedade. Este relatório deve conter a discriminação das atividades realizadas, os profissionais envolvidos, o número de atendidos, avaliação dos valores de PA obtidos, casos de hipertensão identificados, conclusão (balanço da campanha), fotos e outras informações pertinentes.

17 Agenda 24 de março (terça-feira): Início do Cadastramento de Atividades – envio de material por pelas Sociedades. 3 de abril (sexta-feira): Fim do prazo para cadastramento. 9 de abril (quinta-feira): Encerramento da remessa de kits de materiais 26 de abril (DOMINGO): Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão 27 de abril (segunda-feira): Início do envio de relatórios, fotos e impressões sobre a campanha. Estas informações serão divulgadas em reportagem sobre o balanço da campanha em maio. 8 de maio (sexta-feira): Encerramento do prazo para submissão dos relatórios de atividades e da relação de profissionais envolvidos para obtenção do Certificado de Participação.

18 Contatos Sociedade Brasileira de Cardiologia Diretoria de Promoção de Saúde Cardiovascular/ FUNCOR Departamento de Hipertensão Arterial Gerente SBC São Paulo Gislaine da Fonseca Departamento de Projetos Sociais Grazzielle Fredericci: Beatriz Sano: Doc Press - Assessoria de Imprensa SBC -Luchetti: Luiz Roberto: ou


Carregar ppt "Campanha 2009 Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google