A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 INTERAÇÕES E GRANDEZAS 1 Índice Ponto de ebulição e forças intermoleculares Óxidos metálicos nomenclatura e propriedades Lei Volumétrica de Gay-Lussac.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 INTERAÇÕES E GRANDEZAS 1 Índice Ponto de ebulição e forças intermoleculares Óxidos metálicos nomenclatura e propriedades Lei Volumétrica de Gay-Lussac."— Transcrição da apresentação:

1 1 INTERAÇÕES E GRANDEZAS 1 Índice Ponto de ebulição e forças intermoleculares Óxidos metálicos nomenclatura e propriedades Lei Volumétrica de Gay-Lussac e Princípio de Avogadro Forças intermoleculares Óxidos definição e classificação Massa atômica e massa molecular Solubilidade e forças intermoleculares Óxidos ametálicos nomenclatura e propriedades

2 2 Forças intermoleculares As forças intermoleculares resultam das interações entre as moléculas de um material. Forças de van der Waals:interação entre moléculas polares ou apolares. moléculas polaresmoléculas apolares atração por meio de dipolos permanentes atração por meio de dipolos temporários ou induzidos interação: dipolo permanente – dipolo permanente interação: dipolo induzido – dipolo induzido (forças de London) intensidade: forteintensidade: fraca exemplos: HCl, HNO 3 exemplos: CH 4, N 2 Ligações de hidrogênio: ocorrem entre moléculas em que o átomo de hidrogênio está ligado diretamente a átomos muito eletronegativos, como F, O, N. intensidade: muito forte exemplos: H 2 O, NH 3

3 Ponto de ebulição e forças intermoleculares Pontos de ebulição (PE): depende da intensidade da força intermolecular e do n o de elétrons na molécula. Quanto mais intensa a força intermolecular e maior o n o de elétrons na molécula, maior será o PE. SUBSTÂNCIAGás hidrogênio Tetracloreto de carbono Água FÓRMULAH2H2 CCl 4 H2OH2O ESTRUTURA POLARIDADEapolar polar INTERAÇÃOdipolo induzido – dipolo induzido ligação de hidrogênio N o DE ELÉTRONS PE (ºC)

4 Solubilidade e forças intermoleculares Regra geral: o semelhante dissolve o semelhante, ou seja, substâncias polares tendem a dissolver substâncias polares, e substâncias apolares dissolvem substâncias apolares. tintasrampazzo.com.br A limpeza de pincéis utilizados com tintas à base de solventes orgânicos não pode ser feita com água (polar). Isso porque os solventes e pigmentos que constituem a tinta são substâncias apolares e, portanto, serão solúveis apenas em outros compostos apolares. As moléculas das substâncias polares são capazes de interagir umas com as outras. O mesmo raciocínio se aplica às apolares. Interação entre moléculas de etanol (polar) e água (polar), que explica a solubilidade do etanol em água.

5 Óxidos definição e classificação Óxidos são compostos binários em que o elemento mais eletronegativo é o oxigênio. Os óxidos são classificados em: Óxidos ametálicos (ligações covalentes) Óxidos metálicos (ligações iônicas) Exemplo: óxido de ferro (Fe 2 O 3 ) Exemplo: dióxido de carbono (CO 2 ) minério de ferro – hematita (F 2 O 3 ) educacaoadventista.org.br gelo seco – dióxido de carbono (CO 2 ) no estado sólido

6 Óxidos metálicos – nomenclatura e propriedades Nomenclatura dos óxidos metálicos ÓXIDO + DE + NOME DO CÁTION (METAL) Exs.: MgO óxido de magnésio Al 2 O 3 óxido de alumínio Quando o cátion puder apresentar 2 cargas distintas deve-se acrescentar a carga ao nome ou usar a terminação oso para o cátion de menor carga e a terminação ico para o de maior carga. Ex.: NiO óxido de níquel II ou óxido niqueloso Ni 2 O 3 óxido de níquel III ou óxido niquélico Propriedades dos óxidos metálicos São sólidos com altos pontos de fusão e ebulição (características de compostos iônicos). carga +2 carga +3

7 Óxidos ametálicos nomenclatura e propriedades Nomenclatura dos óxidos ametálicos PREFIXO + ÓXIDO + DE + PREFIXO + NOME DO ELEMENTO Exs.: CO monóxido de carbono CO 2 dióxido de carbono P 2 O 5 pentóxido de difósforo Propriedades dos óxidos ametálicos São sólidos com baixos pontos de fusão e ebulição (características de compostos moleculares). PREFIXOS: indicação do número de átomos do elemento na molécula. mono 1 átomo di 2 átomos tri 3 átomos tetra 4 átomos e assim por diante.

8 Lei volumétrica de Gay-Lussac e Princípio de Avogadro Lei de Gay-Lussac: em uma reação química envolvendo gases o volume dos reagentes e o volume dos produtos guardam uma proporção simples. Princípio de Avogadro: volumes iguais de gases diferentes, medidos nas mesmas condições de temperatura e pressão, contêm o mesmo número de moléculas. H2H2 HClO2O2 O mesmo volume de gases diferentes conterão o mesmo n o de moléculas. 2 H 2 (g) + O 2 (g) 2 H 2 O (g) 2 volumes de H Volume de O 2 2 volumes de água Proporção: 2 : 1: 2

9 Massa atômica e massa molecular Massa atômica: é a massa do átomo do elemento químico relativa a um padrão de comparação denominado unidade de massa atômica (u). Carbono 12 ElementoMassa atômica (u) hidrogênio1 carbono12 nitrogênio14 oxigênio16 Massa molecular: é a massa de uma molécula relativa a um padrão de comparação denominado unidade de massa atômica (u). Exemplo: massa molecular da amônia (NH 3 ): 1 (N) + 3 (H) 1 (14) + 3 (1) = 17 u 1 u


Carregar ppt "1 INTERAÇÕES E GRANDEZAS 1 Índice Ponto de ebulição e forças intermoleculares Óxidos metálicos nomenclatura e propriedades Lei Volumétrica de Gay-Lussac."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google