A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROBLEMAS AMBIENTAIS No Campo Na Cidade. No Campo Queimadas; Desmatamentos; Agrotóxicos; Plantio em encostas; Pisoteio do gado; Lixiviação; Laterização;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROBLEMAS AMBIENTAIS No Campo Na Cidade. No Campo Queimadas; Desmatamentos; Agrotóxicos; Plantio em encostas; Pisoteio do gado; Lixiviação; Laterização;"— Transcrição da apresentação:

1 PROBLEMAS AMBIENTAIS No Campo Na Cidade

2 No Campo Queimadas; Desmatamentos; Agrotóxicos; Plantio em encostas; Pisoteio do gado; Lixiviação; Laterização; Desertificação; Erosão.

3 1. Queimadas O fogo é normalmente empregado para fins diversos na agropecuária, na renovação de áreas de pastagem, na remoção de material acumulado, no preparo do corte manual em plantações de cana-de-açúcar, etc.; Trata-se de uma alternativa geralmente eficiente, rápida e de custo relativamente baixo se comparado a outras técnicas; Não é uma prática proibida mas só pode acontecer quando autorizadas pelo Ibama; As queimadas clandestinas são responsáveis por acidentes graves que podem levar a morte de animais e moradores.

4 É Proibido / Penalidades Fazer queimadas a menos de 15m dos limites nas faixas de segurança das linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica; Numa faixa de 100m ao redor da área de domínio de subestação de energia elétrica; Numa faixa de 50m ao redor de unidades de conservação; Numa faixa de 15m de cada lado de rodovias estaduais e federais e de ferrovias. O que acontece quem desrespeita essas normas: –À obrigação de reparar qualquer dano ambiental; –À pena ou restrição de benefícios concedidos pelo Poder Público; –Pagamento de multas; –À perda ou suspensão de linhas de financiamento em estabelecimentos oficiais de crédito do Estado; –A processo criminal,com possibilidade de prisão, de acordo com o dispositivo de lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 6.905/98).

5 2. Desmatamento Processo de desaparecimento de massas florestais, fundamentalmente causada pela atividade humana; Ocorre principalmente devido a abates realizados pela indústria madeireira, tal como para a obtenção de solo para cultivos agrícolas; Em alguns países são causadas pelas chuvas ácidas; Uma das conseqüências é o desaparecimento de absorventes de dióxido de carbono, reduzindo a capacidade do meio ambiente em absolvê-los; No Brasil três fatores são responsáveis pelo desmatamento: as madeireiras, a pecuária e o cultivo da soja. Área no Mato Grosso – 2002 e 2006

6

7 3. Agrotóxicos São produtos químicos usados na lavoura, na pecuária e mesmo no ambiente doméstico (inseticidas); O Brasil é um dos 5 maiores consumidores de agrotóxicos do mundo; Causam problemas tanto para o meio ambiente, quanto para os seres humanos e animais; Seu uso tem causado vítimas fatais, além de abortos, fetos com má-formação, suicídios, câncer, dermatoses e outras doenças. Certo Errado

8 4. Plantio em Encostas O conhecido plantio morro abaixo desencadeia uma séries de problemas ambientais na região onde ocorre; É mais utilizado em países pobres onde os agricultores não tem acesso às técnicas de preservação dos solos; A prática é muito utilizada devido a facilidade do manuseio dos equipamentos pelos agricultores; Os sulcos formados facilitam o escoamento torrencial das águas pluviais, que carreiam os sedimentos para os sopés dos morros e as vezes para os leitos dos rios, assoreando-os.

9 5. Pisoteio do gado O pisoteio animal ocasiona redução da porosidade total e aumento da densidade do solo; A compactação do solo dificulta a absorção das águas pluviais que passa a escoar pela superfície arrastando o material desagregado, dando início a erosão (ravina); Essa mesma compactação dificulta o desenvolvimento das raízes e conseqüente aparecimento de nova vegetação.

10 6. Lixiviação Processo que ocorre no solo quando o humos (nutriente vegetal ou não) é levado até o lençol freático pelo movimento descendente da água as superfície (chuva ou irrigação) ao longo das camadas do perfil do solo; Trata-se da lavagem do solo pelas chuvas; Esse processo se intensifica quando o solo se encontra desnudo e sem possibilidade de reposição de matéria orgânica.

11 7. Laterização Processo no qual o solo apresenta grande concentração de hidróxidos de ferro e alumínio; Esse processo ocorre em função da lixiviação, com o excesso de chuvas ou irrigação; Pode formar uma crosta constituída por nutrientes do solo, como Fe e Al, impedindo assim a penetração de água até níveis de profundidade superiores ao do laterito formado; Os solos formados por este processo são os solos lateríticos; A laterita é muito utilizada em aquários, sendo enterrado para servir de fonte de ferro para as plantas.

12 8. Desertificação É o fenômeno que corresponde à transformação de uma área em um deserto; Esse termo tem sido muito utilizado para a perda da capacidade produtiva dos ecossistemas causada pela atividade antrópica; Há erosão genética da fauna e flora, extinção de espécies e proliferação eventual de espécies exóticas; Os desertos arenosos se originam devido o empobrecimento do solo e conseqüente morte da vegetação. Navio encalhado no Mar do Aral

13 9. Erosão Sulcos Ravinas Voçoroca

14 (*) 1. Terreno desmatado. 2. Terreno cultivado morro abaixo. 3. Assoreamento de rios e açudes. 4. Erosão com voçoroca invade terras cultivadas. 5.Êxodo rural. 6. Lavouras cultivadas sem proteção. 7.Pastagem exposta à erosão. 8. Inundações (*) 1. Terreno com exploração florestal. 2. Terreno cultivado em curva de nível e outras práticas conservacionistas. 3. Rios e açudes livres de assoreamento. 4. Culturas com práticas conservacionistas. 5. Desenvolvimento de comunidades agrícolas. 6. Áreas de pastagens protegidas contra a erosão. 7. Áreas de pastagens protegidas. 8. Inundações controladas e áreas agrícolas reaproveitadas

15 Na Cidade Ilhas de Calor; Resíduos Sólidos; Inversão Térmica; Poluição Visual; Poluição Sonora.

16 1. Ilhas de Calor É uma anomalia térmica, onde o ar da cidade se torna mais quente que os das regiões vizinhas; O aquecimento da camada de ar mais próxima dos solos se dá devido à grande quantidade de poluentes na atmosfera; A grande concentração de edifícios impede a chegada de energia solar na superfície; A retirada da vegetação e a diminuição de superfícies líquidas diminuem a evapotranspiração e aumentam o calor.

17 Cont. Células locais de circulação criadas pela ilha de calor na cidade

18 Cont. Efeito obstáculo das edificações sobre o fluxo de ar influenciando a deposição de partículas

19 2. Resíduos Sólidos Qualquer atividade humana é por natureza geradora de resíduos; Em função de sua natureza, podem gerar impactos à atmosfera, solo, lençol freático e ecossistemas, durante todo seu ciclo de vida; Os resíduos podem ser: domiciliar; comercial; público; serviço de saúde e hospitalar; portos, aeroportos, terminais rodoviários e ferroviários; industrial; agrícola; e entulho; São responsáveis atualmente por um dos maiores problemas enfrentados pelas grandes cidades: os alagamentos.

20 Curiosidades Os mais velhos resíduos do mundo foram encontrados na África do sul e têm cerda de 140 mil anos de idade; No ano de 500 a.C., Atenas criou o primeiro lixão municipal, exigindo que os detritos fossem jogados a pelo menos 1,6km das muralhas da cidade; O inventor inglês Peter Durand patenteou a lata de lixo em 1810; Os americanos produzem 212 milhões de toneladas de lixo por ano, das quais 43 milhões são restos de comida; Isso significa 711kg por habitante a cada ano; No Brasil são 470 kg por habitante; Das toneladas de lixo produzidas na cidade de São Paulo, apenas 1% é reciclado; Curitiba é o município que mais recicla: 20% de todos os resíduos; No mundo, o Japão é o país que mais recicla: 50% é reaproveitado; Os americanos jogam fora 50 bilhões de latas de alumínio por ano. Todo esse material jogado nas ultimas três décadas valem quase US$ 20 bilhões; Brasil é o país que mais recicla latas no planeta: 96% da produção total.

21 3. Inversão Térmica Ocorre quando há uma mudança abrupta de temperatura devido à inversão das camadas de ar frias e quentes; Esse fenômeno climático ocorre principalmente nos grande centros urbanos, regiões onde o nível de poluição é muito elevado; Ocorre mais no inverno, quando as chuvas são mais raras; Afeta diretamente a saúde das pessoas, principalmente crianças, provocando doenças respiratórias, cansaço entre outros problemas de saúde.

22 Cont. Ocorre quando a camada de ar fria, por ser mais pesada, acaba descendo e ficando numa região próxima a superfície terrestre, retendo os poluentes; O ar quente, por ser mais leve, fica numa camada superior, impedindo a dispersão dos poluentes.

23 4. Poluição Visual É o excesso de elementos ligados à comunicação visual (cartazes, anúncios, propagandas, banners, placas, etc.); Esse excesso enfeia as cidades modernas, desvalorizando-as; Também estão inclusos nesse meio os grafites, pixações, fios de eletricidade e telefônicos, edificações com falta de manutenção, lixo exposto e outros resíduos; Geralmente se soma a outros tipos como poluição: do ar, das águas e luminosa; Podem provocar acidentes de transito e afetar a saúde mental das pessoas com o excesso de informações desnecessárias a serem assimiladas.

24 5. Poluição Sonora Ocorre quando num determinado ambiente o som altera a condição normal de audição; Embora não se acumule no meio ambiente, como outros tipos de poluição, causa vários danos ao corpo e à qualidade de vida das pessoas; É provocado pelo som excessivo das indústrias, canteiros de obras, meios de transporte, áreas de recreação,etc.

25 Níveis de Ruídos A Organização Mundial de Saúde considera que um som deve ficar até 50 decibéis para não causar prejuízos aos ser humano; –Torneira gotejando (20 db); –Conversa tranqüila (40 – 50 db); –Secador de cabelo (90 db); –Caminhão (100 db); –Turbina de avião (130 db); –Show musical, próximo as caixas de som (acima de 130 db).

26 Efeitos negativos da poluição sonora Insônia Estresse Depressão Gastrite e úlcera

27 Cont. Aumento da pressão arterial Agressividade Perda de memória Cansaço

28 Revista Eletrônica Wikipédia; Revista Eletrônica Pangea Mundo; Atlas Eletrônico; Prof.: Frank P. Santos FONTES DE PESQUISA Google Earth Elaboração: Lusiane Freitas (Geógrafa)


Carregar ppt "PROBLEMAS AMBIENTAIS No Campo Na Cidade. No Campo Queimadas; Desmatamentos; Agrotóxicos; Plantio em encostas; Pisoteio do gado; Lixiviação; Laterização;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google