A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CUSTO DO PEDIDO Para calcularmos os custo anual de todos os pedidos, usamos a fórmula: N – Número de pedidos efetuados B – Custo do pedido CTP – Custo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CUSTO DO PEDIDO Para calcularmos os custo anual de todos os pedidos, usamos a fórmula: N – Número de pedidos efetuados B – Custo do pedido CTP – Custo."— Transcrição da apresentação:

1 CUSTO DO PEDIDO Para calcularmos os custo anual de todos os pedidos, usamos a fórmula: N – Número de pedidos efetuados B – Custo do pedido CTP – Custo total anual de pedidos B x N = CTP

2 O que compõe o CTP? Mão de obra – emissão e processamento Salários e encargos para:R$/ANO Gerente de compras ,00 Compradores 6.000,00 Diligenciadores 4.800,00 Secretárias 6.000,00 Motoristas Boy6.000,00 Total da mão de obra34.800,00

3 Material – Utilizado na confecção do pedido MaterialR$/ANO Formulários1.000,00 Material auxiliar 500,00 Total de material1.500,00

4 Custos indiretos – telefone, energia, depto de compra, etc... Custo indiretoR$/ANO Telefone1.200,00 Energia 600,00 Correios 300,00 Reprodução 200,00 Viagens5.000,00 Custo da área ocupada ,00 Total de custos indiretos ,00 CTP = Mão de obra + Material + Custos indiretos

5 CUSTO FALTA DE ESTOQUE Podem ser calculados através da seguinte maneira: * Lucros cessante: Incapacidade do fornecimento, perda de lucros com cancelamentos de pedidos; * Custeios adicionais: Fornecimento em substituição com material de terceiros; * Custeios causados pelo não cumprimento de prazos: Multas contratuais, prejuízos, bloqueio de reajuste; * Quebra de imagem da empresa, e consequentemente, beneficia o concorrente.

6 CUSTO TOTAL CT = (C/Q) x B + (PxQ / 2) x I; onde: CT – Custo total; C – Consumo total anual; B – Custo unitário do pedido; P – Preço unitário da peça; Q – Número de peças compradas por pedido; I – taxa de armazenagem anual.

7

8

9

10

11 Estoque mínimo Pontos analisados : Oscilação no consumo; Oscilação nas épocas de aquisição ( atraso no tempo de reposição ); Variação na qualidade; Remessas divergentes do solicitado.

12 Cálculos para Estoque Mínimo(Emin) - Fórmula Simples E.Mn = C x K Onde: E.Mn = Estoque mínimo C = Consumo médio mensal K = Fator de segurança arbitrário com o qual se deseja garantir contra um risco de ruptura Obs – A fórmula não contém precisões matemáticas, devido sua simplicidade !

13 Cálculos para Estoque Mínimo(Emin) - Método da Raiz Quadrada Onde: E.Mn = Estoque mínimo C = Consumo médio mensal TR = Prazo de entrega do fornecedor Obs – Esse método considera o tempo de reposição não variando mais do que a raiz quadrada do seu valor. Porém ele só deve ser usado se : - O consumo durante o tempo de reposição for pequeno (menor que 20 unidades) -O consumo do material for irregular - A quantidade requisitada ao almoxarifado seja igual a 1

14 Cálculos para Estoque Mínimo(Emin) - Método da Porcentagem de Consumo E.Mn = (C.Máx – C.Médio) x TR Onde: E.Mn = Estoque mínimo C.Max = Consumo máximo C.Médio = Consumo médio TR = Prazo de entrega do fornecedor Obs – Esse método considera o tempo de reposição fixo

15 Cálculos para Estoque Mínimo(Emin) - Método considerando alteração de consumo e tempo de reposição E.Mn = T1 (C2 – C1) + C2 x T4 Onde: E.Mn = Estoque mínimo T1 = tempo para consumo C1 = Consumo normal mensal C2 = Consumo mensal maior que o normal T4 = Atraso no tempo de reposição

16 DIMENSIONAMENTO E CONTROLE DE ESTOQUES E) Estoque mínimo com grau de atendimento definido Os modelos anteriores determinavam um estoque mínimo para que suportasse uma alteração de consumo e impedisse o estoque de chegar a zero, e, não atendesse o usuário. Vamos estudar agora um modelo que admita o estoque zero, e o não atendimento do usuário. Para conseguirmos isso, temos de determinar o grau de atendimento desejado. E.Mn = (C.Mx – Ĉ) Sendo que: E.Mn – estoque mínimo C.Mx – consumo máximo Ĉ – consumo médio

17 DISTRIBUIÇÃO NORMAL A figura representa uma distribuição normal, mediante a determinação do desvio-padrão; podemos encontrar os valores dos consumos superiores ao consumo médio conhecendo a probabilidade de ocorrência desse consumo.

18 Cálculo do desvio-padrão Onde: x i = consumo máximo previsto x = consumo médio mensal n = número de períodos

19 EXEMPLO: Determinada peça tem o consumo mensal durante um período de 8 meses e com um grau de atendimento de 95%, demonstrado conforme abaixo: 1°mês °mês °mês °mês °mês °mês °mês °mês- 440 Logo, total = 3792 unidades Consumo mensal ( x) = 3792 / 8 = 474 unidades/mês

20 Calculando o desvio-padrão Logo, total de (xi - x) 2 = desvio-padrão = raiz de (67216/7) = 98 mêsxi(xi - x)(xi - x) 2 1° ° ° ° ° ° ° °

21 Calculando o estoque mínimo e consumo máximo Valores de K em função do risco assumido : Para um grau de atendimento 95% : Risco = 1 - 0,95 = 0,05 Logo; E.Mn = K x desvio-padrão = 1,645 x 98 = 161 unidades C.Mx = Ĉ + E.Mn C.Mx = C.Mx = 635 unidades KRisco(%)K K 3,090,0011,2820,10,3850, ,0051,0360,150,2530,4 2,3260,010,8420,20,1260,45 1,960,0250,6740,2500,5 1,6450,050,5240,3

22 Para um grau de atendimento de 90% : R = 1 – 0,9 = 0,1 Logo, k = E.Mn = 1,282 x 98 = 126 unidades C.Mx = = 600 unidades Observemos que, com um G.A. de 90%, temos um estoque mínimo de 126 unidades e com um G.A. de 95% temos um estoque mínimo de 161 unidades. Por causa de 5% a mais na segurança desejada, tivemos de aumentar o estoque mínimo em 28%.

23 Rotatividade A rotatividade ou giro de estoque é uma relação entre o consumo anual e o estoque médio do produto. Rotatividade = consumo médio mensal/estoque médio Exemplo: O consumo anual de um item foi de 800 unidades e o estoque médio, de 100 unidades R = 800/100 = 8 Logo, o giro de estoque foi de 8 vezes ao ano, ou o estoque girou 8 vezes ao ano

24 Antigiro O antigiro indica quantos meses de consumo equivalem ao estoque real ou ao estoque médio Antigiro = estoque médio/consumo Exemplo: Um item que tem um estoque de 3000 unidades é consumido a uma taxa de 2000 unidades por mês. Quantos meses cobre a taxa de consumo ? Antigiro = 3000/2000 = 1,5 meses Para fins de controle deve-se determinar a taxa de rotatividade adequada à empresa e compará-la com a taxa real.


Carregar ppt "CUSTO DO PEDIDO Para calcularmos os custo anual de todos os pedidos, usamos a fórmula: N – Número de pedidos efetuados B – Custo do pedido CTP – Custo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google