A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EMPREENDEDORIS MO E INOVAÇÃO Prof. Fábio Marinho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EMPREENDEDORIS MO E INOVAÇÃO Prof. Fábio Marinho."— Transcrição da apresentação:

1 EMPREENDEDORIS MO E INOVAÇÃO Prof. Fábio Marinho

2 O papel das idéias Supervalorização x escolhas Boa idéia: produtos e serviços que possam ser vendidos em grande quantidade e a um bom preço – performance e conveniência Idéia brilhante é rara Muita experimentação até chegar ao produto ou serviço que alguém está disposto a comprar

3 Caso Polaroid Patente: polarização de ondas de luz Idéia original: faróis de automóveis polarizados – evitariam ofuscamento noturno; venderia milhões para as montadoras Produto: fotografia instantânea. Levou a Polaroid a US$ 2 bi em vendas

4 Burroughs e Univac sempre tiveram as arquiteturas tecnologicamente mais elegantes do mercado de computadores de grande porte IBM sempre vendeu mais A melhor idéia

5 Falácia da ratoeira Se um homem faz uma ratoeira melhor que se vizinho, mesmo que more na floresta o mundo fará uma trilha até a sua porta. Ralph Waldo Emerson (técnicos geralmente possuem esta miopia pois desconhecem a realidade do mercado)

6 Ser o primeiro Não é garantia: De um lado pode significar o domínio de um determinado mercado, criando uma barreira para novos entrantes Por outro lado pode testar o mercado para concorrentes que virão mais bem preparados

7 O Brasil já fabricava aviões (Neiva, Aerotec) Visão de Ozires Silva: ocupar nicho (aviação regional) nos mercados nacional e internacional Lançamentos bem- sucedidos: Bandeirante, EJ 145 Caso Embraer

8 Fonte de oportunidades Mudanças regulatórias: telecomunicações Desigualdades sociais: educação Descontinuidades tecnológicas: internet, microprocessador Reconstrução da cadeia de valor: venda direta da Dell Mudança na forma de distribuição: consultoras Avon

9 Janela de oportunidade Tempo (anos) Tamanho do Mercado (US$ milhões)

10 Algumas percepções equivocadas... Não existe razão para alguma pessoa ter um computador em casa. Ken Olson, fundador e presidente da Digital, 1977 Não existe a menor indicação de que a energia nuclear será um dia capaz de ser obtida. Einstein, 1937

11 Critério de avaliação de negócios Aspectos de mercado Aspectos econômicos Vantagem competitiva Equipe dirigente Erros fatais

12 Aspectos mercadológicos competição perfeita ou muito concentrada, mercado maduro ou declinante competição imperfeita ou mercado emergente estrutura de mercado e # de compradores e vendedores; diferenciação de produtos e elasticidade de demanda perecível antes do pay-back durável além do pay-back vida do produto baixoaltovalor criado ou agregado mais de 3 anosmenos de 1 anoROI para o usuário inacessíveis, leais a outros acessíveis, receptivos clientes Necessidades, Desejos

13 Aspectos mercadológicos menos que 5% 20% ou mais; líder fatia de mercado alcançável visão de 5 anos menos de 20%; frágeis 40% a 50% mais; duráveis margens brutas contraindo ou menos de 10% crescendo de 30 a 50% ou mais faixa de crescimento do mercado desconhecido ou menos de US$ 10 mm US$ 100 mm em vendas tamanho do mercado Necessidades, Desejos

14 Ponto de Equilíbrio Lucro Prejuízo Ponto de Equilíbrio Receitas Custos Totais Produção Vendas e Custos Custos Fixos Lucro Líquido Custos Variáveis Custos Fixos

15 Aspectos financeiros muito alta; não financiável baixa à moderada; financiável necessidade de capital menos de 15% por ano 25% ou mais por ano ROI potencial mais de 3 anosmenos de 2 anos tempo para ponto de equilíbrio/fluxo de caixa positivo menos de 5%; frágil de 10 a 15%; durável lucro após impostos Necessidades, Desejos

16 Diferenciação estratégica baixoperto do líderpreço adaptação lenta, teimosa adaptação rápidaflexibilidade remando contra a maré; conservador remando contra a maré; inovando time to market conceito de produtosconceito de serviçosgerência de serviços time Bmelhor possívelequipe Necessidades, Desejos desconhecido; inacessível acessíveis; rede montada canais de distribuição

17 Vantagem competitiva nenhuma propriedade ou exclusividade vantagens legais, contratuais não consegue sustentar por muito tempo competidores lentos, desatentos vantagem por começar antes não temtem ou pode ter barreiras de entrada; vantagens regulatórias fracomoderado a forte controle de custos, preços e distribuição altosbaixos custos fixos e variáveis Necessidades, Desejos limitados; restrita; sofrível bem desenvolvido; alta qualidade; top contatos; networking; time

18 Equipe dirigente quebra sobre pressãobambútolerância ao stress não querem saber o que não sabem sabem o que não sabem honestidade intelectual duvidosaalto padrãointegridade aventureiro desempenho comprovado experiência no setor fraquezas em fundamentos; desentrosado time de estrelas; harmônico equipe Necessidades, Desejos

19 It aint what you dont know that hurts you. Its what you know that aint true! Robert Solow 1987 Nobel Prize in Economics

20 Em 1999, de 3,5 a 4 milhões de empresas foram criadas nos EUA Somente de 10 a 15% são boas oportunidades (faturamento maior que US$ 1 milhão) Examinando oportunidade s

21 Se investidores profissionais só apostam em 2,5% de cada 100 projetos, fica claro para o empreendedor a necessidade de se descartar idéias que não tem o potencial para se tornar uma boa oportunidade Examinando oportunidades

22 Boa oportunidade Cria ou adiciona valor para o cliente Soluciona problema ou necessidade a um preço premium Mercado com alta taxa de crescimento (>20%) Alta margem (>40%) Baixa necessidade de investimento e de capital de giro Lucro potencial alto (10- 15%) Coincidem com as características do empreendedor e equipe, naquele momento e mercado

23 EMPREENDEDORIS MO E INOVAÇÃO Prof. Fábio


Carregar ppt "EMPREENDEDORIS MO E INOVAÇÃO Prof. Fábio Marinho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google