A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 1 Desenvolvimento e administração de projetos Culturais 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 1 Desenvolvimento e administração de projetos Culturais 2010."— Transcrição da apresentação:

1 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 1 Desenvolvimento e administração de projetos Culturais 2010

2 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 2 Ementa do Programa Pontos de partida para o desenvolvimento de projetos culturais; Identidade Cultural como base do projeto; As interfaces da Cultura com a educação, social, meio ambiente, turismo, saúde, trabalho e outras áreas Fontes de recursos e financiamento para projetos culturais; Marketing Cultural;

3 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 3 Ementa do Programa Utilização de algumas ferramentas de administração na produção cultural; –Visão de Futuro –Planejamento estratégico – Matriz SWOT - Análise do Ambiente Interno e Externo – Gestão da Qualidade Pontos críticos na administração de projetos culturais; Exemplos de projetos realizados pelo palestrante nos 24 anos de atuação na área cultural

4 Projeto Cultural Interesse Público Capacidade de Executar Projeto patrocinado via editais públicos.

5 Projeto Cultural Público de interesse Patrocinador Projeto patrocinado por empresas. Desafio de ligar os pontos os pontos

6 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 6 Solucionar um problema; Para atender a um determinado público; Realizar um sonho; Atender a um pedido; Gerar notícias na mídia Um projeto é criado para:

7 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 7 Caminhos do Marketing: –Podemos partir de três pontos principais para montar nossas estratégias de marketing nas áreas da cultura: –Partindo do Produto ou da Idéia do proponente; –Partindo do Patrocinador; –Partindo do Interesse do Público e da Informação.

8 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 8 Cultura Atividade - Eventos – Shows – Exposições - Lançamentos - Espetáculos – Feiras – Palestras - Cursos -Seminários – Workshops – Exibições – Recitais-Apresentações – Manifestações -Mostras Cultura Identidade -Valores – Hábitos – Crenças – Leis – Moral- Costumes – Conhecimento– Características - Acervos- Memória- Patrimônio – Etnia – Diversidade – Regionalismos- Folclore – Tradições - Marcas – Símbolos- Tipicidade – Clima – Raízes - Vocações Interfaces Culturais - Social – Turismo – Educação – Gastronomia – Urbanismo – Meio Ambiente – Saúde – Agricultura – Lazer – Esportes – Entretenimento – Artesanato – Moda - Trabalho Cultura Segmento Teatro – Dança – Circo - Audiovisual - Música em Geral - Música Erudita - Música Instrumental – Artes Plásticas – Artes Plásticas – Gráficas - Fotografia etc.. Conjuntos Culturais

9 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 9 Edward Tylor ( ) criou o vocábulo inglês CULTURE, unindo o termo alemão KULTUR (aspectos espirituais de uma comunidade), com a palavra francesa CIVILIZATION (realizações materiais de um povo). Conceito de Cultura

10 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 10 Cultura Cultura-Conhecimento Cultura-Identidade Cultura- Artes Cultura-Atividade Cultura e suas Interfaces Cultura-Negócio

11 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 11 Produção Produto Cultural Público Sonho Projeto Estratégia de Negociação Mercado Idéia Pesquisa e Planejamento Ciclo da Produção Cultural

12 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 12 Projeto PROJETO BÁSICO PROJETO ESPERADO PROJETO AMPLIADO PROJETO POTENCIAL

13 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 13 Versões do Projeto Básico Projeto para Aprovação em Leis de Incentivo PROJETO BÁSICO Projeto de Venda para Patrocinadores CERTIFICADO DE ENQUADRAMENTO Projeto para os editais ;

14 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 14 Montagem do Projeto Básico PROJETO BÁSICO Bom plano de trabalho Boa equipe de execução Custos viáveis de execução

15 Editais públicos, de acordo com a política de cada governo (Município, Estado e União); Editais públicos, de acordo com a política de cada governo (Município, Estado e União); Emendas Parlamentares; Emendas Parlamentares; Recursos Incentivados provenientes das leis de incentivo à cultura. Recursos Incentivados provenientes das leis de incentivo à cultura. Recursos Públicos

16 Programas do Ministério do Turismo do Turismo EVENTOS CULTUAIS GERADORES DE FLUXO TURÍSTICO (Artigo 16) Carnaval;Carnaval; Carnaval fora de época;Carnaval fora de época; Festas Juninas;Festas Juninas; Festividades Natalinas;Festividades Natalinas; Festivais de Cinema;Festivais de Cinema; Festivais Culturais;Festivais Culturais; Festivais Folclóricos;Festivais Folclóricos; Festivais Gastronômicos;Festivais Gastronômicos; Festivais de Inverno;Festivais de Inverno; Feiras e Exposições de Produtos Locais e RegionaisFeiras e Exposições de Produtos Locais e Regionais Portaria nº153 de 06 de outubro de 2009

17 Poder Público - PrefeiturasPoder Público - Prefeituras Entidades Sociais - Rotary etc...Entidades Sociais - Rotary etc... Entidades Patronais – Sesi, Sindicatos etc..Entidades Patronais – Sesi, Sindicatos etc.. Empresas – Fornecedores e clientesEmpresas – Fornecedores e clientes Comunidade – Associações de moradoresComunidade – Associações de moradores Alianças estratégicas

18 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 18 Porque a empresa investe em cultura –Fortalecimento da Imagem Institucional –Fortalecimento da Marca no Mercado –Compromisso com a Comunidade –Venda de Produtos –Realização de Negócios –Incentivos Fiscais Fonte:Fundação João Pinheiro Marketing & Cultura

19 Ações que beneficiem as comunidades onde a empresa está instalada ou atua;Ações que beneficiem as comunidades onde a empresa está instalada ou atua; Ações com os colaboradores;Ações com os colaboradores; Relacionamento com o poder público;Relacionamento com o poder público; Relacionamento com clientes;Relacionamento com clientes; Imagem da Marca;Imagem da Marca; Incentivo aos artistas por simpatia;Incentivo aos artistas por simpatia; Retorno comercial;Retorno comercial; Incentivo Fiscal.Incentivo Fiscal. Interesses Corporativos

20 Responsabilidade Social: Projetos para a Comunidade; Responsabilidade Social: Projetos para a Comunidade; Recursos Humanos: Formação de Grupos de Teatro, Coral, Dança, Música, oficinas de artes com funcionários; Recursos Humanos: Formação de Grupos de Teatro, Coral, Dança, Música, oficinas de artes com funcionários; Comunicação: Notícia positiva com a mídia espontânea; Comunicação: Notícia positiva com a mídia espontânea; Marketing: Relacionamento com os clientes e resultados positivos nas vendas; Marketing: Relacionamento com os clientes e resultados positivos nas vendas; Patrocínio mediante Leis de Incentivo; Patrocínio mediante Leis de Incentivo; Editais das empresas. Editais das empresas. Recursos das empresas

21 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 21 Estímulos –Desenho e pintura: atuam na coordenação motora, na capacidade de organização e, graças às cores, ajudam a equilibrar as emoções; –Música: promove a Sinapses; –Escultura: ativa a sensibilidade tátil e a musculatura, além de esvaziar a mente; –Dança: favorece o uso do espaço, a coordenação motora, o equilíbrio e o desenvolvimento do corpo (Revista Saúde, jul.2007) Atividade Artística e a saúde

22 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 22 Estímulos –Teatro: amplia a capacidade de se colocar no lugar do outro e desenvolve a autopercepção; –Bordado e tricô: desenvolvem o raciocínio lógico. –Leitura: É antigo o conhecimento de que certas atividades têm a capacidade de proporcionar ao sujeito momentos de prazer. A leitura é uma delas (Revista Saúde, jul.2007) Atividade Artística e a saúde

23 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 23 Benefícios –Ambientação do trabalhador –Humanização –Melhoria no desempenho –Integração –Produtividade –Relacionamento empresa-comunidade –Relacionamento empresa-cliente Atividade Artística e o trabalho

24 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 24 LEI ROUANET –A Lei Nº 8.313/ 91, mais conhecida como Lei Rouanet, tem como finalidade incentivar a produção de cultura em todo o país, destinando dinheiro público para a realização de projetos culturais. Aplica-se de Três formas: Mecenato; Fundo Nacional de Cultura e Fundo de Investimento Cultural e Artístico (Ficart). Este conteúdo vai tratar especificamente do mecenato. Leis de Incentivo à Cultura

25 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 25 Quem pode solicitar apoio Podem encaminhar projetos para financiamento através de incentivos fiscais: Pessoas Físicas que tenham atuação na área cultural; Pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos (ONGs, OSCIPs, empresas, associações, cooperativas etc), de natureza cultural e fundações públicas. –Importante: Relatório de atividades do proponente na área cultural. Leis de Incentivo à Cultura

26 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 26 –Quem pode apoiar Pessoas Jurídicas: 4% sobre o I.R a pagar - só poderão investir no projeto por via Mecenato as tributadas com base no lucro real. Pessoas Físicas:6% do I.R a pagar - Declaração com Modelo Completo Leis de Incentivo à Cultura

27 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 27 –Pessoa Jurídica: Artigo 18, as empresas poderão investir até o limite de 4% do imposto de Renda devido. O retorno será de 100% do valor incentivado. Artigo 26 as empresas poderão deduzir do imposto devido até 30% do valor incentivado. A legislação permite que o investimento seja lançado como despesa operacional, obtendo assim mais 33% de redução no Imposto de renda e CSLL. Leis de Incentivo à Cultura

28 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 28 –Dedução Fiscal Enquadram-se no Artigo 18 da Lei Rouanet (100% de retorno) projetos nos seguintes segmentos culturais: –1. Artes Cênicas; –2. Livros de valor artístico, literário ou humanístico; –3. Música erudita ou instrumental; –4. Circulação de exposições de artes plásticas; –5. Doações de acervos para bibliotecas públicas, museus, arquivos públicos e cinematecas, bem como treinamento de pessoal e aquisição de equipamentos para a manutenção desses acervos; –6. produção de obras cinematográficas e videofonográficas de curta e média metragem e preservação e difusão desse acervo; –7. preservação do patrimônio cultural material e imaterial. –8.Centros culturais em cidades com menos de hab. Leis de Incentivo à Cultura

29 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 29 Capacidade de Investimento por meio da Lei Rouanet Projeto no valor de R$ ,00 Empresa com lucro liquido superior a R$ ,00 Imposto de Renda devido R$ ,00 Projeto no valor de R$ ,00 Empresa com lucro liquido superior a R$ ,00 Imposto de Renda devido R$ ,00 Projeto no valor de R$ ,00 Empresa com lucro liquido superior a R$ ,00 Imposto de Renda devido R$ ,00 Leis de Incentivo à Cultura

30 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 30 TABELA - I ÁREAS E SEGMENTOS CULTURAIS ÁREA CULTURAL SEGMENTO Artes Cênicas Teatro Dança Circo Mímica e outros Audiovisual Longa, Média e Curta Metragem Vídeo Cd-rom Rádio TV infra-estrutura Técnica Distribuição Exibição Eventos Multimídia Música Música em Geral Música Erudita Música Instrumental

31 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 31 TABELA - I ÁREAS E SEGMENTOS CULTURAIS ÁREA CULTURAL SEGMENTO Artes Visuais Plásticas Gráficas Filatelia Gravura Cartazes Fotografia Exposição Exposição Itinerante Patrimônio Cultural Histórico Arquitetônico Arqueológico Ecológico Museu Acervo Acervo Museológico Cultura Indígena Artesanato Folclore

32 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 32 TABELA - I ÁREAS E SEGMENTOS CULTURAIS ÁREA CULTURAL SEGMENTO Humanidades Edição de Livros Obras de Referência Acervo Bibliográfico Biblioteca Arquivo Periódicos História Filosofia Evento literário Artes Integradas Quando o projeto envolver mais de uma área, por exemplo: um festival de arte e cultura, ou oficinas de música e artes plásticas, estará classificado como Artes Integradas

33 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 33 TABELA – II MODALIDADE Acervo Bibliográfico Acervo Museológico Aquisição de equipamentos cênicos Aquisição de equipamentos e instrumentos musicais Bolsas Canto Coral Capacitação de Artistas e Técnicos Catalogação Catálogos Circulação Concertos Concurso Construção Dicionários Edição de Partituras Emenda Enciclopédias/Atlas Estudos e Pesquisas Fascículos/Encartes/ Cadernos Feiras Festival Formação Infanto Juvenil Formação de platéia Gravação de CD Guias/Agendas História/Ciências Sociais Jornais Literatura Geral Montagem Mostra Multimídia Oficina/Curso/Workshop Orquestras Brasileiras Orquestras Estrangeiras Patrimônio Paisagístico Natural Plano Anual de Atividades Prêmio Preservação de Livros/Documentos Promoção da Leitura Promoção de Intercâmbio Promoção de Leitura em Biblioteca Reforma e Modernização de Espaços Reforma/Ampliação/ Adaptação Regional/Folclore Restauração Revistas Seminários Show de música Técnico/Paradidático Técnico-artístico Tratamento de Acervo

34 Entidades com potencial de apoio via Lei Rouanet Pessoa Física: OAB OAB UNIMED UNIMED ROTARY ROTARY LIONS LIONS ASSOCIAÇÃO DE MAGISTRADOS ASSOCIAÇÃO DE MAGISTRADOS LOJAS MACONICAS LOJAS MACONICAS EMPRESAS EMPRESAS LEI Rouanet Pessoa Física

35 Projetos com Rede de apoiadores ou mantenedores: Eu faço Cultura: Caixa Econômica Eu faço Cultura: Caixa Econômica Clube dos Amigos do Ponto de Partida Clube dos Amigos do Ponto de Partida (Grupos de Teatro Mineiro de Barbacena) (Grupos de Teatro Mineiro de Barbacena) Voluntários da GE Celma de Petrópolis; Voluntários da GE Celma de Petrópolis; Amigos da Biblioteca Erico Veríssimo –Leopoldina-MG Amigos da Biblioteca Erico Veríssimo –Leopoldina-MG Rede de Colaboradores da FIRJAN Rede de Colaboradores da FIRJAN LEI Rouanet Pessoa Física

36 Utilização de algumas ferramentas de administração na produção cultural; Visão de Futuro Planejamento estratégico Matriz SWOT - Análise do Ambiente Interno e Externo Gestão da Qualidade

37 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 37 VISÃO DE FUTURO VISÃO DE FUTURO A Visão deve ser ambiciosamente voltada para o futuro e simultaneamente inspiradora, clara, concisa, coerente com a Missão, de modo a que todos a compreendam e a sintam. A Visão deve, ainda, ser suficientemente atrativa e constituir um desafio – ao mesmo tempo, atingível, por forma a motivar todos os colaboradores.

38 Análise dos Ambientes Interno e Externo A Análise SWOT é uma ferramenta utilizada para fazer análise de cenário (ou análise de ambiente), sendo usado como base para gestão e planejamento estratégico de uma empresa público ou privada, mas podendo, devido a sua simplicidade, ser utilizada para qualquer tipo de análise de cenário, desde a criação de um projeto a gestão de um grupo de teatro, centro cultural ou uma secretaria de cultura.. Ambiente Interno –Forças/Fraquezas Ambiente Externo -OportunidadesAmeaças

39 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Tendências de Futuro Desconhecimento dos impactos da Globalização nas formas atuais de trabalho; Desconhecimento dos impactos da Globalização nas formas atuais de trabalho; Inadequação pessoal à Era do Conhecimento; Inadequação pessoal à Era do Conhecimento; Atuação profissional sem visão de futuro; Atuação profissional sem visão de futuro; Atuação profissional sem atualização permanente; Atuação profissional sem atualização permanente; Atuação profissional sem capacidade de reinvenção dos sistemas de trabalho; Atuação profissional sem capacidade de reinvenção dos sistemas de trabalho;

40 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Cadeia Produtiva do Mercado Cultural Desconhecimento das etapas fundamentais da Cadeia Produtiva; Desconhecimento das etapas fundamentais da Cadeia Produtiva; Não construção de elos fortes entre cada etapa da Cadeia Produtiva; Não construção de elos fortes entre cada etapa da Cadeia Produtiva; Interrupção da Cadeia Produtiva por despreparo profissional; Interrupção da Cadeia Produtiva por despreparo profissional; Ausência de comportamento empreendedor.

41 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Pesquisa Projeto cultural sem público-alvo claramente definido; Projeto cultural sem público-alvo claramente definido; Projeto cultural sem levantamento de patrocinadores potenciais; Projeto cultural sem levantamento de patrocinadores potenciais; Projeto cultural sem subsídios para Plano de Mídia e Divulgação; Projeto cultural sem subsídios para Plano de Mídia e Divulgação; Ausência de fontes de pesquisa; Ausência de fontes de pesquisa; Desconhecimento sobre como fazer Pesquisa no Mercado Cultural; Desconhecimento sobre como fazer Pesquisa no Mercado Cultural; Ausência de profissionais especializados em Pesquisa.

42 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural -ICCV Projeto Básico Projeto cultural com linguagem confusa ou inadequada para os compradores; Projeto cultural com linguagem confusa ou inadequada para os compradores; Projeto cultural sem justificativa de marketing cultural; Projeto cultural sem justificativa de marketing cultural; Projeto cultural sem retornos básicos; Projeto cultural sem retornos básicos; Projeto cultural com orçamento incompleto ou mal estruturado; Projeto cultural com orçamento incompleto ou mal estruturado; Projeto com canal errado de distribuição do produto cultural; Projeto com canal errado de distribuição do produto cultural; Projeto com má apresentação visual. Projeto com má apresentação visual.

43 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Enquadramento em Leis de Incentivo à Cultura Desconhecimento dos trâmites de enquadramento de projetos; Desconhecimento dos trâmites de enquadramento de projetos; Dificuldades para preenchimento correto dos formulários padronizados; Dificuldades na montagem do orçamento do projeto conforme previsto nas planilhas dos formulários; Dificuldades na montagem do orçamento do projeto conforme previsto nas planilhas dos formulários; Ausência de pessoa jurídica para ser proponente do projeto; Ausência de pessoa jurídica para ser proponente do projeto; Falta de documentação habilitadora para o enquadramento; Falta de comportamento pró-ativo no acompanhamento dos trâmites de obtenção da certificação do enquadramento.

44 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Plano de Negócios Projeto/Produto Cultural inviável do ponto de vista econômico ou financeiro; Projeto/Produto Cultural inviável do ponto de vista econômico ou financeiro; Projeto cultural sem estratégia eficaz de venda; Projeto cultural sem estratégia eficaz de venda; Despreparo do agente cultural em marketing, administração e finanças; Despreparo do agente cultural em marketing, administração e finanças; Seleção errada dos canais de venda e/ou distribuição do produto cultural; Seleção errada dos canais de venda e/ou distribuição do produto cultural; Produto cultural sem demanda real por parte do público-alvo. Produto cultural sem demanda real por parte do público-alvo.

45 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Captação de Recursos Projeto não enquadrado em lei de incentivo, sem oferecer vantagens fiscais ao comprador em potencial; Projeto não enquadrado em lei de incentivo, sem oferecer vantagens fiscais ao comprador em potencial; Projeto com linguagem inadequada ao comprador em potencial; Projeto com linguagem inadequada ao comprador em potencial; Projeto com apresentação visual descuidada; Projeto com apresentação visual descuidada; projeto com muitos erros de português; projeto com muitos erros de português; Captador de recursos com problemas político-ideológicos na sua relação com empresários; Captador de recursos com problemas político-ideológicos na sua relação com empresários; Captador de recursos com a postura do pires na mão Captador de recursos com a postura do pires na mão

46 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Captação de Recursos Desconhecimento da Curva de amadurecimento organizacional; Desconhecimento da Curva de amadurecimento organizacional; Desconhecimento dos critérios de Marketing Cultural adotados pelo patrocinador em potencial do projeto/produto cultural; Barreiras no acesso ao executivo que decide a compra; Barreiras no acesso ao executivo que decide a compra; Dificuldades no uso consciente da Lei das Influências; Dificuldades no uso consciente da Lei das Influências; Desconhecimento de técnicas de vendas; Desconhecimento de técnicas de vendas; Falta de habilidade nas negociações interpessoais; Falta de habilidade nas negociações interpessoais;

47 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Captação de Recursos Projeto cultural não personalizado para o patrocinador em potencial;Projeto cultural não personalizado para o patrocinador em potencial; Retornos fracos ou inexistentes para conquistar o interesse; Retornos fracos ou inexistentes para conquistar o interesse; Desconhecimento dos percentuais oferecidos como benefícios pelas leis de incentivo; Desconhecimento dos percentuais oferecidos como benefícios pelas leis de incentivo; Desconhecimento da sistemática da prestação de contas ao Poder Público, após a realização de projeto cultural; Desconhecimento da sistemática da prestação de contas ao Poder Público, após a realização de projeto cultural; Orçamento superfaturado ou subfaturado; Orçamento superfaturado ou subfaturado; Cronograma de Execução do projeto inviável ou problemático. Cronograma de Execução do projeto inviável ou problemático.

48 Marketing & Cultura SITUAÇÕES CRÍTICAS – Estratégias de Marketing Cultural - ICCV Produção Falta de experiência concreta em produção cultural; Falta de experiência concreta em produção cultural; Não incorporação de princípios de Qualidade Total no decorrer da execução do projeto; Não incorporação de princípios de Qualidade Total no decorrer da execução do projeto; Má administração dos recursos financeiros; Má administração dos recursos financeiros; Má gestão da execução do projeto; Má gestão da execução do projeto; Não cumprimento de prazos; Não cumprimento de prazos; Falta de informações e/ou de atenção para o comprador do projeto/produto cultural; Falta de informações e/ou de atenção para o comprador do projeto/produto cultural;

49 Três Centros

50

51 27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 51 Rogério Carnasciali Tel: Sucesso a todos !


Carregar ppt "27/3/2014 Carnasciali & Vermelho 1 Desenvolvimento e administração de projetos Culturais 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google