A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escorpião. ESCORPIÃO Os escorpionídeos pertencem : Filo dos artrópodes Classe dos aracnídeos O maior de todos os escorpiões, em comprimento, é provavelmente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escorpião. ESCORPIÃO Os escorpionídeos pertencem : Filo dos artrópodes Classe dos aracnídeos O maior de todos os escorpiões, em comprimento, é provavelmente."— Transcrição da apresentação:

1 escorpião

2 ESCORPIÃO Os escorpionídeos pertencem : Filo dos artrópodes Classe dos aracnídeos O maior de todos os escorpiões, em comprimento, é provavelmente o sul - africano Hadogenes troglodytes, cujos machos podem atingir até 21 cm. Entre as espécies de pequeno comprimento, o menor dos escorpiões talvez seja o Microtityus waeringi, que mal chega a 12 mm, quando adulto

3 ESCORPIÃO Habitat: Vivem sob pedras, madeiras, troncos podres, alguns enterram-se no solo úmido da mata, outros na areia do deserto, outros ainda vivem em bromélias, que crescem no chão ou mesmo a grandes alturas nas árvores. Outros dão preferência às proximidades das residências humanas onde se escondem no entulho, em madeiras empilhadas; é freqüente aparecerem junto às linhas de trem, escondendo-se sob lajes dos túmulos.

4 ESCORPIÃO Alimentação: Os escorpiões são predadores de insetos, como baratas, grilos, cupins, etc. Alimentam-se também de aranhas e de outros escorpiões. O escorpião segura a presa com a pinça dos palpos, curva para frente o metassoma e injeta o veneno com o ferrão, paralisando a presa quase imediatamente.

5 ESCORPIÃO Várias espécies de aranhas, lagartos, louva-a-deus, corujas, seriemas, macacos e pássaros estão incluídos entre os "inimigos" dos escorpiões. Galinhas e sapos também comem escorpiões. Sendo os sapos e os escorpiões ambos de hábitos noturnos, as probabilidades de encontro são grandes e cada sapo pode comer vários escorpiões em seguida. As galinhas, porém, por serem diurnas, encontram os escorpiões eventualmente, quando ciscam os terrenos.

6 ESCORPIÃO O ferrão do escorpião fica localizado na extremidade do metassoma, conhecida como "cauda", embora não seja propriamente uma cauda, e sim a parte final do abdômen. O último anel abdominal -- o telso -- constitui a base do ferrão e contém a vesícula, que tem forma globular e vai se afinando posteriormente até terminar em um espinho curvo, chamado acúleo. A vesícula contém um par de glândulas que produzem e armazenam os vários constituintes do veneno do escorpião.Cada saco glandular liga-se, através de dois canais, a duas aberturas perto da ponta, por onde sai o veneno. Ao dar a ferroada, o escorpião regula a quantidade de veneno injetado através da contração dos músculos da vesícula. Alguns escorpiões não injetam veneno algum quando cravam o ferrão.

7 ESCORPIÃO O veneno de escorpiões tipo T.Serrulatus age sobre o sistema nervoso periférico. Causa dor muito intensa, com pontadas intermitantes, provoca abaixamento de temperatura do corpo e acelera a pulsação. Comumente a vítima fica prostada. O sinal da picada às vezes não se percebe, porém a dor forte e imediata que ela provoca faz com que a vítima possa ver o animal causador. É importante saber se a picada foi produzida por escorpião ou aranha, uma vez que os sintomas das picadas de escorpião são semelhantes aos das picadas de aranhas com veneno neurotóxico. O escorpião T. serrulatus é mais importante sob o ponto de vista médico que o T. bahiensis, por provocar mais ocorrências graves. O veneno do T. serrulatus pode não ser mais tóxico, mas este escorpião injeta, em cada picada, praticamente o dobro de peçonha injetada pelo T. bahiensis.

8 ESCORPIÃO Devido a seu pequeno tamanho, as crianças sofrem maior risco de envenenamento grave do que os adultos. A maior parte das mortes resultantes de picadas de escorpião ocorre em crianças pequenas. Algumas pessoas são alérgicas ao veneno dos escorpiões, da mesma forma que outras podem ser ao veneno das abelhas. Nestes casos, conseqüências muito graves, inclusive a morte, podem ocorrer rapidamente, mas não têm relação à toxicidade do veneno. Mortes ocorridas por envenenamento causado por espécies de escorpião sem importância médica resultam de choque anafilático induzido por alergia.

9 ESCOPIÃO Ação do veneno das duas espécies: Neurotoxina Sintomas: Dor local com sensação de formigamento adjacente ao local da picada: paralisia dos músculos respiratórios; morte por asfixia. Tratamento: Soro antiescorpiônico ou 5 a 10 ampolas de soro antiaracnídico; Anil de lidocaína a 2%, sem adrenalina, até 3 vezes, com intervalo de 1 hora.

10 ESCORPIÃO Prevenção de acidentes: Limpar periodicamente os terrenos baldios, próximos às residências; evitar o acúmulo de entulho, pilhas de tijolos, madeiras; não deixar lixo descoberto, procurar enterrá-lo ou ensacá- lo. Cuidar do jardim, aparando a grama, evitando trepadeiras e folhagens muito densas junto às casas. Vedar as soleiras das portas e fechar as janelas, se possível com tela, antes do anoitecer.

11 ESCORPIÃO Limpar a casa periodicamente. Principalmente em zonas rurais sacudir as roupas e calçados antes de usá-los. Não virar paus, pedras, ou enfiar as mãos desprotegidas em buracos. Andar calçado e usar luvas de raspa de couro para trabalhar em zona rural, ou dependendo do serviço (limpeza de jardim, remoção de madeira, entulho, etc.)

12 ESCORPIÃO CONDUTA: Encaminhar ao Pronto Socorro e se possível levar o escorpião para identificação. Lembre-se sempre que a rapidez de atendimento em acidentes com qualquer animal peçonhento pode significar a diferença entre a vida e a morte. A auto medicação pode ser fatal e não deve ser realizada. Procure sempre um médico e o pronto socorro mais próximo.

13 ESCORPIÃO KAREN GOMES KARINA LUCIANE CHAVES PAULA MOREIRA SILVIA THADEU OBRIGADO PELA ATENÇÃO!


Carregar ppt "Escorpião. ESCORPIÃO Os escorpionídeos pertencem : Filo dos artrópodes Classe dos aracnídeos O maior de todos os escorpiões, em comprimento, é provavelmente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google