A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O clima e as paisagens naturais DISCIPLINA :GEOGRAFIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O clima e as paisagens naturais DISCIPLINA :GEOGRAFIA."— Transcrição da apresentação:

1 O clima e as paisagens naturais DISCIPLINA :GEOGRAFIA

2 O AZUL DO CÉU E A PRESENÇA DE NUVENS SÃO ALGUMAS DAS PRINCIPAIS EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA DE UMA CAMADA DE AR QUE NOS ENVOLVE: A ATMOSFERA A ATMOSFERA É FORMADA POR UM CONJUNTO DE GASES, PRINCIPALMENTE PELO NITROGÊNIO (78% E PELO OXIGÊNIO (21%) E, EM QUANTIDADES MENORES, POR OZÔNIO, HÉLIO, GÁS CARBÔNICO, HIDROGÊNIO, PELO VAPOR DAGUA E POR PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO COMO A POEIRA E A FUMAÇA

3 A ATMOSFERA APRESENTA VARIAÇÕES.Graças à ação da gravidade, ela se modifica conforme nos afastamos da superfície.Próximo à altitude zero no nível do mar, o ar é mais concentrado e, consequentemente, a pressão atmosférica é maior.Conforme a altitude aumenta, o ar torna- se mais rarefeito e a pressão diminui.

4 As camadas da Terra A camada mais próxima da Terra é a Troposfera, é nela que ocorrem os principais fenômenos atmosféricos(nuvens, chuvas, ventos) e onde as condições do tempo mudam com frequência. Acima da troposfera está a estratosfera, nela o ar é bem rarefeito e, em virtude da presença de gases que absorvem os raios solares, como o ozônio, a temperatura aumenta progressivamente. A existência da camada de ozônio na estratosfera é muito importante para a vida na Terra. A partir dos 50 Km de altitude encontramos a mesosfera.Acima dela, entre 90 e 500 km estende-se a termosfera ou ionosfera, onde o ar é extremamente rarefeito.Por fim, chega-se a exosfera que começa entre 500 e 750 Km de altitude e vai progressivamente desaparecendo no espaço.

5 Tempo Tempo é o estado da atmosfera num determinado momento.O tempo atmosférico é bastante dinâmico e pode permanecer estável por alguns dias ou alterar-se de uma hora para a outra. Por meio de recursos técnicos e da observação de imagens de satélites, é possível prever o tempo com alguns dias de antecedência, e com grande probabilidade de acerto.

6 Clima Tempo e clima são conceitos diferentes.O tempo está relacionado a uma situação momentânea e pode variar ao longo do dia.O clima, por sua vez, corresponde a uma situação média da atmosfera, registrada ao longo de pelo menos 30 anos seguidos. A ciência que estuda a atmosfera e seus fenômenos é a meteorologia. Com a utilização de instrumentos sofisticados, a previsão do tempo tornou-se mais precisa.Os satélites artificiais mostram o deslocamento das massas de ar...

7

8 Radiação solar A principal fonte de energia responsável pelas condições climáticas do planeta é proveniente do Sol localizado a 150 milhões de Km da Terra.Porém, nem toda energia solar que chega à Terra atinge a superfície. A energia que é absorvida pelos continentes e oceanos será liberada da Terra para a atmosfera como radiação infravermelha, fonte de calor responsável pelo aquecimento do ar.

9 Temperatura Ao redor do planeta podemos identificar regiões onde faz forte calor, com temperaturas que chegam facilmente aos 40º C, e áreas de frio intenso, abaixo de 20º C.Esses são exemplos de como a temperatura influencia a determinação do tempo e do clima. O aparelho utilizado para medir a temperatura é o termômetro. A diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima é chamada de amplitude térmica. Para verificar a temperatura de um lugar é preciso analisar três fatores:a latitude, a proximidade ou não dos oceanos, que chamamos de continentalidade e maritimidade, e a altitude. Além desses, deve-se observar a presença da água na atmosfera, a interferência do relevo e a influência da vegetação.

10 Latitude,continentalidade e maritimidade A latitude determina as diferenças no grau de exposição às radiações solares. As áreas de temperatura mais elevadas estão próximas do Equador.Nas regiões polares, onde os raios incidem de forma muito mais inclinada, as temperaturas permanecem baixas o ano todo. Continentalidade e maritimidade A distância de uma localidade em relação aos mares e oceanos é outro importante fator climático.Como a superfície dos continentes se aquece e se esfria mais rápido que os oceanos,as variações de temperaturas serão maiores nas áreas mais afastadas.Esse efeito é denominado de continentalidade. As águas marinhas também interferem no clima de uma região.Essa ação é conhecida como maritimidade.

11

12 O relevo também interfere diretamente na temperatura.Quanto maior for a altitude, menor será a temperatura.Observe que a temperatura varia conforme a altitude.

13

14 O vento ou o movimento do ar origina-se de diversas formas.A principal delas é a diferença de pressão atmosférica:áreas onde a pressão é menor atraem o ar de áreas onde ela é maior(alta pressão), impulsionando a circulação atmosférica. Ventos

15 Ventos locais No litoral, a diferença entre o aquecimento da superfície continental e o da oceânica é a responsável pela formação da brisa. De dia o ar do oceano vai para o continente e a noite, o ar do continente vai para o oceano.

16 Chuvas frontais Chuvas frontais, são aquelas que se originam do encontro de duas massas de ar com características diferentes de temperatura e umidade.

17 Chuvas de convecção Convecção significa transporte e também define o movimento em que o ar quente, mais leve, sobe, enquanto o ar frio, mais pesado, desce.Durante um dia de sol forte, comum nas áreas equatoriais as manhãs costumam apresentar céu azul.Ao longo do dia, o aquecimento intenso faz com que o ar quente e úmido se eleve rapidamente.Ao subir para as camadas mais altas, ele se resfria e a umidade se condensa dando início à formação de nuvens.No final da tarde, uma forte chuva, conhecida também como aguaceiros podem se prolongar por uma ou duas horas.

18 Chuvas de relevo (ou orográficas) As chuvas de relevo também são resultado do resfriamento do ar, só que motivadas pela presença de elevações no relevo.

19 Ilhas de calor Em várias cidades do mundo, nos centros urbanos, a falta de vegetação e o predomínio de áreas cobertas por asfalto e concreto das edificações provocam o fenômeno conhecido como ilhas de calor. lha de calor é um fenômeno climático que ocorre a partir da elevação da temperatura de uma área urbana se comparada a uma zona rural, por exemplo. Isso quer dizer que nas cidades, especialmente nas grandes, a temperatura é superior a de áreas periféricas, consolidando literalmente uma ilha (climática).

20 Dinâmicas Climáticas Massas de ar são grandes porções de ar da atmosfera com características semelhantes de pressão, temperatura e umidade. Elas se originam sobre os continentes ou oceanos e se deslocam de um lugar para outro

21 Brasil- climas

22

23 Climas quentes e frios O clima equatorial- é o mais quente e mais úmido e amplitude térmica quase nula e precipitações anuais elevadas acima de 3.000mm. Clima tropical- ocorre nas áreas entre os trópicos.Apresenta temperaturas médias elevadas e duas estações do ano bem definidas com verões quentes e chuvosos e invernos secos Clima desértico quente. Tem como principal característica a pouca umidade durante todo o ano, com índices pluviométricos abaixo dos 300mm por ano. O clima polar predomina no extremo norte e na Antártida.Apresenta temperaturas médias mensais negativas. O clima frio de montanha - apresenta baixas temperaturas durante grande parte do ano e precipitações abundantes em forma de neve.Ocorre nos relevos de maior altitude como o Himalaia, Andes... Clima subpolar –apresenta características do polar e do temperado, com predominância de temperaturas baixas.

24 Os climas temperados Temperado Oceânico- presente nos litorais e nas ilhas com temperaturas que variam entre 10°C e 20°C durante o ano. Temperado continental- presente no interior do continente, com menores precipitações(em torno de 500mm anuais) e temperaturas mais baixas em relação ao temperado oceânico (entre 5° C e 15°C). Mediterrâneo -ocorre nas proximidades do Mar Mediterrâneo, no sul da Europa, e em alguns pontos isolados da África e dos Estados Unidos (Califórnia ). Sua principal característica são os verões quentes e secos e os invernos frios e chuvosos, com índices pluviométricos entre 500 mm e 1000mm anuais.Durante o verão, as temperaturas variam entre 25°C e 35 °; no inverno oscilam entre 0°C e 10° C

25 Biosfera e vida no planeta A biosfera é o ambiente da vida que envolve a Terra. O conjunto de relações que se estabelece entre os seres vivos, incluindo os seres humanos e os outros elementos físicos da natureza (como os minerais, solo e gases da atmosfera)em determinado local ou ambiente de dimensões variáveis, é chamado de ecossistema. Os ecossistemas podem ser de vários tipos e formam grandes conjuntos chamados de biomas. As espécies vegetais que se encontram na superfície terrestre, associados ao clima, relevo, solo e hidrografia, com suas interações, podem ser agrupadas em conjuntos chamados de domínios naturais.

26 O domínio das florestas Florestas tropicais- são formadas por árvores de médio e grande porte e se localizam na região intertropical.No litoral do Brasil é a Mata Atlântica. Florestas equatoriais- são formadas, principalmente por árvores de grande porte em regiões atravessadas pela linha do Equador.As principais florestas equatoriais do mundo são : A Floresta Amazônica, localizada na América do Sul e a Floresta do Congo na África Central. Florestas tropicais e equatoriais

27 Florestas temperadas Florestas temperadas-ocorre em regiões de clima bem marcado por períodos quentes e frios.Sua principal característica são árvores de grande e médio porte com as folhas largas e finas que se desprendem no inverno para que o vegetal transpire menos e sobreviva nos períodos mais secos do ano.Essas florestas cobriam boa parte da Europa, dos Estados Unidos e da Ásia, regiões que hoje são os lugares mais povoados do mundo. Floresta boreal- localiza-se no hemisfério norte, nos continentes da América, Europa e Ásia, onde o clima é subpolar.O pinheiro é a árvore predominante.Essa floresta também é chamada de coníferas.As folhas têm forma de agulha, o que dificulta o acúmulo de neve.

28 O domínio das formações arbustivas e herbáceas savana A savana é constituída de arbustos e árvores dispersas, além de um conjunto herbáceo, ou seja, de vegetação rasteira que recobre o solo tanto na região bosques como nas áreas com menor quantidade de árvores.No Brasil é chamado de cerrado.

29 Estepes e Pradarias A estepe é a formação vegetal composta de arbustos bem espaçados e solo coberto por gramínea.Surge em áreas com pouca precipitação, como o semiárido. A pradaria é caracterizada pelos grandes campos naturais, embora apresente árvores de pequeno porte.No sul da América do Sul essa formação é conhecida como campos.Os campos ocorrem em áreas isoladas no sul do Brasil, embora predominem no estado do Rio Grande do Sul e se espalhem pela Argentina e Uruguai.

30 Vegetação mediterrânea A vegetação mediterrânea localiza-se nas regiões de clima mediterrâneo, com verões quentes e secos e invernos frios e chuvosos.Na parte mediterrânea, europeia e africana as plantas mais comuns são a videira e a oliveira.

31 Tundra e deserto A tundra apresenta uma vegetação rasteira, formada por liquens e musgos.Localiza-se em áreas de clima polar. Desertos – são áreas extremamente áridas e podem ser quentes e frios. As chuvas são escassas e os índices pluviométricos chegam a apenas 250 mm anuais. O maior deserto do mundo é o Saara, localizado no norte do continente africano. Os desertos frios estão nas zonas polares e temperadas,como o deserto de Gobi, no centro da Ásia.


Carregar ppt "O clima e as paisagens naturais DISCIPLINA :GEOGRAFIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google