A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Um modelo de desenvolvimento descentralizado de sistemas: dando poder ao usuário e ampliando a Governança de TI Paulo André Mattos de Carvalho Tribunal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Um modelo de desenvolvimento descentralizado de sistemas: dando poder ao usuário e ampliando a Governança de TI Paulo André Mattos de Carvalho Tribunal."— Transcrição da apresentação:

1 Um modelo de desenvolvimento descentralizado de sistemas: dando poder ao usuário e ampliando a Governança de TI Paulo André Mattos de Carvalho Tribunal de Contas da União

2 Desenvolvimento descentralizado no TCU Desconhecimento das iniciativas de informatização Falta de alinhamento estratégico das iniciativas Duplicidade de esforços nas unidades Diversidade de ferramentas de desenvolvimento Elevado risco de descontinuidade Comprometimento da segurança da informação

3 Estratégia de ação Aceitar a realidade do desenvolvimento de sistemas por unidades de negócio e reconhecer a legitimidade dessas iniciativas Construir parcerias e aproveitar essa realidade para ampliar a capacidade produtiva da área de TI Articular esforços e recursos necessários para apoiar e garantir o sucesso das unidades parceiras Criar mecanismos para aprimorar a gestão e a Governança de TI Pensar grande, começar pequeno e criar um modelo de negócio sustentável

4 Pensando alguns conceitos

5 Desenvolvimento por usuário final End-User Development can be defined as a set of methods, techniques, and tools that allow users of software systems, who are acting as non-professional software developers, at some point to create, modify or extend a software artifact. Fonte: [Lieberman et al. 2006] End-User Development: an emerging paradigm

6 Paradigma do usuário desenvolvedor Fonte: [Fischer, Sutcliffe et al.] Univ. of Colorado - USA, Univ. of Manchester - UK Meta-Design: A Manifesto for End-User Development

7 Empowerment Autoridade Responsabilidade Recursos Qualidade Produtividade Resultado Confiança Colaboração

8 Empowering people (Data.gov) É política formal de governo nos EUA e no Reino Unido (data.gov e data.gov.uk) A primary goal of Data.gov is to improve access to Federal data and expand creative use of those data beyond the walls of government by encouraging innovative ideas (e.g., web applications).

9 Modelo de negócio do TCU

10 Desenvolvimento Descentralizado Modelo de negócio do TCU Pessoas Seleção Capacitação Colaboração Processos Normas Métodos Padrões Ferramentas Padronização Ferramenta RAD Governança e Gestão

11 Desenvolvimento Descentralizado Modelo de negócio do TCU Pessoas Seleção Capacitação Colaboração Processos Normas Métodos Padrões Ferramentas Padronização Ferramenta RAD Governança e Gestão

12 Processos Normas, métodos e padrões Fonte: [Fischer, Sutcliffe et al.] Univ. of Colorado - USA, Univ. of Manchester - UK Meta-Design: A Manifesto for End-User Development Área de TI Comunidade de usuários Área de TI Comunidade de usuários Área de TI Normas e orientações Área de TI Ferramenta RAD padronizada Área de TI Ferramenta RAD padronizada Área de TI Normas e orientações Área de TI Normas e orientações

13 Solução de TI Corporativa Impacto significativo sobre os resultados e o funcionamento do Tribunal Departamental Atendimento de necessidades de uma unidade ou de um conjunto limitado de unidades Provimento Centralizado Desenvolvimento, aquisição ou manutenção realizado pela área de TI do Tribunal Descentralizado Desenvolvimento, aquisição ou manutenção realizado por outra unidade do Tribunal, sob orientação da área de TI Processos Normas: Política de Governança de TI (PGTI) Fonte: adaptado da Política de Governança de TI - PGTI/TCU (Minuta)

14 Processos Método: Processo de desenvolvimento

15 Processos Método: procedimentos, papéis e responsabilidades Unidade de Negócio Identifica necessidade/problema de negócio e formaliza demanda Aloca equipe de desenvolvimento (Servidor ou vaga de estagiário) Define prioridade, escopo e prazos Desenvolve e documenta o sistema Treina os usuários Implanta e mantém o sistema Atualiza o portfólio de sistemas Área de TI Análise da necessidade/problema de negócio (viabilidade e solução) Seleciona e capacita a equipe Orienta e acompanha o projeto de desenvolvimento (escopo, riscos e prazos) Orienta e acompanha o desenho da solução (requisitos, modelagem e interface) Provê acesso a dados corporativos por meio de viewsEfetua testes e homologação Presta consultoria por meio de reuniões agendadas (métodos e técnicas) Provê infraestrutura (Banco de dados, Ferramenta RAD, Ferramentas de colaboração)

16 Processos Padrões: interfaces, usabilidade e documentação

17 Desenvolvimento Descentralizado Modelo de negócio do TCU Pessoas Seleção Capacitação Colaboração Processos Normas Métodos Padrões Ferramentas Padronização Ferramenta RAD Governança e Gestão

18 Pessoas Seleção, capacitação e colaboração Seleção e capacitação de estagiários Treinamento e capacitação de servidores Treinamento EaD autoinstrucional Comunidade de prática Fórum e lista de discussão ativa Wiki – publicação dinâmica de conteúdos

19 Pessoas Gestão do conhecimento e colaboração Comunidade de prática e biblioteca digital (Portal do TCU) Treinamento EaD e Fóruns de discussão Wiki Listas de discussão

20 Desenvolvimento Descentralizado Modelo de negócio do TCU Pessoas Seleção Capacitação Colaboração Processos Normas Métodos Padrões Ferramentas Padronização Ferramenta RAD Governança e Gestão

21 Ferramentas Sistemas Centralizados Sistemas Descentralizados TCU Banco de dados Área 1 Área 2 Área n Views WEB

22 Ferramentas Desenvolvimento [Fischer, Sutcliffe et al.] Meta-Design: A Manifesto for End-User Development

23 Modelo de negócio do TCU Evolução e resultados

24 2007 Núcleo de suporte ao desenvolvimento departamental na área de atendimento ao usuário 2008 Envolvimento da alta administração Planejamento estratégico 2009 Estruturação da área específica de suporte ao desenvolvimento descentralizado 2010 Plano Diretor de TI Definição de Indicadores 2011 PGTI Ampliação da equipe Evolução no TCU

25 Resultados

26 Colabora em mais de 50% dos objetivos estratégicos

27 Vantagens e limitações

28 Vantagens Melhoria da governança e gestão de TI Ampliação da capacidade produtiva da área de TI Alocação de colaboradores de outras unidades Um analista de TI pode acompanhar aproximadamente 4 projetos de novos sistemas 6 sistemas em produção Ampliação de unidades atendidas e da satisfação dos clientes Mais de 30 unidades atendidas

29 Vantagens Permite o desenvolvimento de soluções de natureza departamental ou corporativa de médio e grande porte Sispar : +150 telas Sisconjur, Sisjur, Sigeste, Pesquisar: +100 telas Sisouv: +80 telas Elevada produtividade e robustez Ferramenta padronizada Relatórios interativos e consumo de Web Services Banco de dados corporativo (Integração, Segurança, backup)

30 Limitações Capacidade de atendimento da equipe de TI Equipe: 1 chefe e 4 analistas Média de 16 sistemas por analista (Acima da capacidade) Filas para novos projetos e dificuldade de atendimento de demandas por suporte Contratação de estagiários Necessidade de processo seletivo rigoroso Necessidade de reposição e contratação para novos projetos Oferta limitada de bons estagiários

31 Limitações Ferramenta RAD de desenvolvimento adequada para sistemas transacionais (CRUD) Não se aplica ao desenvolvimento de qualquer tipo de sistema Ferramenta RAD de desenvolvimento e padrões definidos impõem restrições de usabilidade Resultados a médio e longo prazos (Sisconjur, Pesquisar, Sisouv: 1,5 anos) Exigência de processo de trabalho, padronização e documentação Apoio e suporte limitados à capacidade da equipe de TI Pouca experiência de desenvolvedores

32 Fatores críticos de sucesso Estabelecimento de uma cultura de cooperação, confiança e compartilhamento de responsabilidade Treinamento e capacitação Ferramentas adequadas Equipe de suporte de TI qualificada

33 Desenvolvimento Descentralizado Modelo de negócio do TCU Pessoas Seleção Capacitação Colaboração Processos Normas Métodos Padrões Ferramentas Padronização Ferramenta RAD Governança e Gestão

34 Governança e gestão de TI Arranjo decisório no TCU Fonte: [Weill e Ross, 2004] Domínio Estilo PrincípiosArquitetura Infra- estrutura AplicaçõesPriorização Monarquia de negócios Monarquia de TI Federativo Duopólio Feudal Anarquia Desenvolvimento centralizado Antes - Desenv. descentralizado (sist. departamentais) Hoje - Desenv. descentralizado (sist. departamentais)

35 Paulo André Mattos de Carvalho Tribunal de Contas da União (61) / Um modelo de desenvolvimento descentralizado de sistemas: dando poder ao usuário e ampliando a Governança de TI


Carregar ppt "Um modelo de desenvolvimento descentralizado de sistemas: dando poder ao usuário e ampliando a Governança de TI Paulo André Mattos de Carvalho Tribunal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google