A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Palestrante: Dra. Zilda Arns Neumann Médica Pediatra e Sanitarista Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança Representante Titular da CNBB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Palestrante: Dra. Zilda Arns Neumann Médica Pediatra e Sanitarista Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança Representante Titular da CNBB."— Transcrição da apresentação:

1 Palestrante: Dra. Zilda Arns Neumann Médica Pediatra e Sanitarista Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança Representante Titular da CNBB no Conselho Nacional de Saúde Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social

2 Prática da sociedade que tem como objetivo fiscalizar os recursos públicos, dialogar com o governo e propor programas, projetos e outras iniciativas que visem aplicar os recursos públicos em benefício da população!

3 os serviços sociais prestados à população pelas ações e programas do governo; qualquer uma das ações e gastos que estão ligados aos recursos provenientes do governo.

4 discutir sobre o que a população mais precisa - suas necessidades; planejar como resolver as necessidades; acompanhar como será executado o que foi planejado junto.

5 O Controle Social nas áreas de Saúde, Direitos da Criança e do Adolescente, Assistência Social, Educação, Segurança Alimentar e Nutricional e outros é é feito por meio de: Conselho Nacionais, Estaduais e Municipais.

6 Reuniões Macrorregionais, Plenárias de Conselhos Plenárias de Conselheiros Conferências Estaduais e Nacionais

7 As Conferências e Plenárias indicam caminhos para compreender qual é a necessidade da população e o que é possível ser feito para que todos os tenham acesso aos serviços sociais com qualidade e humanização, isto é, com muito respeito.

8 Conselhos devem escutar o que o povo estão sentindo. Depois que ouvem, devem propor ao órgão executor, um plano de ação participativo, com alocação dos recursos, e controlar a execução do Orçamento Programa com transparência e responsabilidade.

9 O grande segredo é saber bem o que está acontecendo com a população: Do que estão morrendo ou ficando doentes? Quais os principais sofrimentos que afligem as famílias? Quais as suas necessidades? Como a comunidade participa do planejamento das ações de como acompanha a aplicação dos recursos?

10 A Pastoral da Criança tem um método muito simples, fácil de aprender e que pode ser um bom instrumento de ligação entre o Conselho e a comunidade: VER JULGAR AGIR AVALIAR CELEBRAR

11 A) O conselheiro ajuda a comunidade fazer uma boa identificação das necessidades – importante que isto seja feito com a maior participação possível das pessoas. saber B) Depois, as necessidades são enumeradas para saber o que é prioridade. Esse diagnóstico pode ser iniciado em rodas de conversa locais.

12 Fazer um debate para conhecer como aquelas necessidades afetam a comunidade e descobrir uma solução. Existem soluções que dependem de mudança e esforço da própria comunidade e existem soluções que envolvem pessoas de fora, como governo e outras entidades da sociedade.

13 Definir as tarefas, os prazos, os recursos necessários para que a solução seja colocada em prática e chegue à raiz do problema.

14 Os momentos de VER, JULGAR e AGIR precisam ser monitorados, isto é acompanhados, para saber como as pessoas estão participando e assumindo as responsabilidades sobre prazos e uso de recursos.

15 Comunidade e os Conselhos partilham da alegria da conquista.

16

17 Índice de Desenvolvimento Humano

18

19

20

21 No Brasil há crianças menores de seis anos, das quais são pobres (48,6%) Fonte: Indicadores Sociais Municipais, 2000 Brasil. RJ, IBGE 2002

22

23 Em 2.003, em todo o mundo, morreram aproximadamente 11 milhões de crianças antes dos 5 anos de vida Cerca de 6 milhões destas crianças morreram por causas facilmente preveníveis ou tratáveis: 2 milhões por diarréia 98% das mortes seriam prevenidas pelo uso de soro caseiro

24 2,1 milhões por pneumonia mais de 90% das mortes seriam prevenidas por simples penicilina 1 milhão por malária prevenidas pelo uso de redes inseticidas e por tratamento com anti-maláricos centenas de milhares por sarampo prevenidas por vacina efetiva e barata contra sarampo Fonte: The Lancet – vol 361 – June, 28, 2003

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35 Situação de Abrangência Setor de Brasília/DF - Ano 2003 Nº de líderes atuantes (média mensal) ,83 Voluntários em nível comunitário ,50 Nº de famílias cadastradas ,93 Nº de crianças de 0 a 6 anos cadastradas Nº de gestantes cadastradas ,02 % de crianças nascidas com baixo peso ,05 % de crianças desnutridas ,53 % de crianças em situação de risco (INOC) ,63 Média mensal de Mortes em menores de 1 ano ,13 Mortalidade por mil nascidos ,24 Crianças por Líder (razão) ,28 Fonte: Pastoral da Criança, média mensal referente a FABS digitadas entre 21/02/03 e 21/05/04.

36 Situação de Abrangência Meta e Cobertura Setor de Brasília/DF Ano 2003 Total de Crianças Total de crianças pobres Total de crianças atendidas pela Pastoral da Criança Meta alcançada % A meta da Pastoral da Criança é acompanhar todas as crianças pobres (100%) cuja a renda do chefe de família seja menor ou igual a dois salários mínimos. Fonte: IBGE - Indicadores Sociais Municipais 2000: Brasil/Rio de Janeiro: IBGE 2002

37

38

39

40 A vida da população vai melhorar muito e será tanto mais rápida a transformação quanto mais participação comunitária se propiciar, o que deve ser respeitado pelos governantes e reforçada como ação de Controle Social nos conselhos da área social.

41 Rua Jacarezinho, Mercês Curitiba/PR Cep Fone: (41) Fax (41) CNPJ: / Home-Page:


Carregar ppt "Palestrante: Dra. Zilda Arns Neumann Médica Pediatra e Sanitarista Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança Representante Titular da CNBB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google