A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTOXICAÇÃO ALIMENTAR ESTAFILOCÓCICA Ocorrência Mundial: Não existem notificações na maioria dos países.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTOXICAÇÃO ALIMENTAR ESTAFILOCÓCICA Ocorrência Mundial: Não existem notificações na maioria dos países."— Transcrição da apresentação:

1 INTOXICAÇÃO ALIMENTAR ESTAFILOCÓCICA Ocorrência Mundial: Não existem notificações na maioria dos países

2 Tamanho dos Surtos: Poucos indivíduos. Os maiores relatados: a) Estados Unidos b)Japão c) Tendência a um aumento dos surtos

3 Origem da contaminação de alimentos Manipuladores de alimentos: Infecções Cutâneas e de Vias respiratórias

4 Animais: Gado leiteiro, animais domésticos e outros

5 Equipamentos: tanques misturadores trituradores mesas, etc.

6 CONDIÇÕES PARA A OCORRÊNCIA DE INTOXICAÇÃO ESTAFILOCÓCICA Tipo de Alimento

7 Presença de estafilococos enterotoxinogênicos Nº microrganismos acima de 10 5 /G de alimento Presença de alguma das enterotoxinas estafilocócicas em [ ] de 100 a 200 ng/G de alimento

8 Temperaturas adequadas ao crescimento do microrganismo Tempo adequado ao crescimento do microrganismo em condições ideais (4h ou mais)

9 ALIMENTOS RELACIONADOS A SURTOS DE INTOXICAÇÃO ESTAFILOCÓCICA Produtos de laticínios: leite, queijos, creme, sorvetes

10 Produtos de confeitaria: bolos, tortas com recheio cremoso

11 Saladas de vegetais, contendo carne, peixes e/ou crustáceos

12 Produtos cárneos: embutidos

13 Alimentos prontos para consumo: Fast Food

14 Refeições coletivas, institucionais e industriais Alimentos cozidos muito manipulados, (bares e lanchonetes)

15 Alimentos com teores de sal elevados

16 Alimentos preparados com antecedência e mal conservados

17 INFLUÊNCIA DA MICROBIOTA NORMAL DO ALIMENTO Crescimento de Staphilococcus -> Sensível à competição com microrganismos antagonistas Produção de enterotoxinas é sensivelmente diminuída

18 De uma forma geral Staphylococcus sp não é um bom competidor

19 MEDIDAS PREVENTIVAS PARA CONTROLE DO MICRORGANISMO Difícil eliminação das fontes de contaminantes, 50% dos indivíduos são portadores Controle rigoroso dos manipuladores de alimentos

20 Temperaturas; elevadas nos processos e refrigeração constante até o consumo Relação Tempo x Temperatura em condições críticas (ambiente)

21 Dimensões das porções a serem armazenadas Antecedência com que os alimentos são preparados

22 CONTAGEM DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS Meio Ágar Baird-Parker Composição do meio basal Emulsão de gema de ovo 5ml S. de telurito de potássio a 1% 1ml

23 Características do Crescimento Colônias negras, lustrosas, convexas, rodeados por halo claro

24 PROVAS BIOQUÍMICAS Caldo de infusão de cérebro e coração (Caldo B.H.I) Meio de enriquecimento não seletivo Composição

25 PROVA DE DNAse TERMORRESISTENTE Meio de Cultura: ágar azul de toluidina-DNA (Ágar TBD) Forma de atuação: Testar a capacidade de produção de DNase Resultado: Positivo: formação de Halo rosa ao redor do inoculado – Presença de nuclease

26 PROVA DA COAGULASE Plasma de coelho Cultivo: horas em B.H.I

27 PROVA DA CATALASE Usa-se água oxigenada e caldo B.H.I Resultado: Positivo: presença de borbulhamento

28 OBRIGADO !


Carregar ppt "INTOXICAÇÃO ALIMENTAR ESTAFILOCÓCICA Ocorrência Mundial: Não existem notificações na maioria dos países."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google