A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Toda manhã, na África, uma gazela acorda. Ela sabe que tem que correr mais rápido do que o leão para não ser alcançada e morta por ele. Toda manhã, na.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Toda manhã, na África, uma gazela acorda. Ela sabe que tem que correr mais rápido do que o leão para não ser alcançada e morta por ele. Toda manhã, na."— Transcrição da apresentação:

1 Toda manhã, na África, uma gazela acorda. Ela sabe que tem que correr mais rápido do que o leão para não ser alcançada e morta por ele. Toda manhã, na África, um leão acorda. Ele sabe que tem que correr mais rápido do que a gazela, ou morrerá de fome. Não importa se você é o leão ou a gazela. Quando o sol nascer é melhor começar a correr.

2 Fé na Prevenção Fé na Prevenção O que é a Prevenção ? É chegar antes, no caso, antes das drogas. É promover ações que divulguem informações acerca das drogas. É educar os jovens a adotarem hábitos saudáveis e produtivos em vossas vidas.

3 Fé na Prevenção Fé na Prevenção Prevenção Primária: evitar que o uso inicie ou retardar o máximo o inicio Prevenção Primária: evitar que o uso inicie ou retardar o máximo o inicio Prevenção Secundária: evitar que o uso aumente de frequência, se agrave ou resulte em dependência. Prevenção Secundária: evitar que o uso aumente de frequência, se agrave ou resulte em dependência. Prevenção Terciária: tratar a dependência e suas comorbidades Prevenção Terciária: tratar a dependência e suas comorbidades

4 Fé na Prevenção Fé na Prevenção Drogas – qualquer substância capaz de alterar funções físicas e ou psíquicas do organismo. Drogas – qualquer substância capaz de alterar funções físicas e ou psíquicas do organismo. Estão presentes na maioria das comemorações, são associadas a alívio de tensão e tristeza, relaxamento, desinibição,animação... Estão presentes na maioria das comemorações, são associadas a alívio de tensão e tristeza, relaxamento, desinibição,animação...

5 Fé na Prevenção Fé na Prevenção As drogas estão no nosso cotidiano,mesmo no das pessoas que não fazem uso, uma vez que as drogas aparecem nas notícias de televisão e jornal, nos relacionamentos sociais etc. As drogas estão no nosso cotidiano,mesmo no das pessoas que não fazem uso, uma vez que as drogas aparecem nas notícias de televisão e jornal, nos relacionamentos sociais etc.

6 Fé na Prevenção Fé na Prevenção O brasileiro gasta mais com cigarro do que com arroz e feijão, compromete 1,25% do orçamento familiar enquanto com arroz gasta 0,85% (FGV 2009) O brasileiro gasta mais com cigarro do que com arroz e feijão, compromete 1,25% do orçamento familiar enquanto com arroz gasta 0,85% (FGV 2009) 15% da população é dependente de álcool 15% da população é dependente de álcool 0,6% da população dependente de crack e cocaína 0,6% da população dependente de crack e cocaína

7 FÉ NA PREVENÇÃO FÉ NA PREVENÇÃO Para trabalhar com Prevenção é necessário desmistificar a questão da droga Para trabalhar com Prevenção é necessário desmistificar a questão da droga É necessário entender a dependência de drogas como uma doença séria, progressiva e incurável É necessário entender a dependência de drogas como uma doença séria, progressiva e incurável É importante e necessário unir as frentes – educação, saúde e religiosidade É importante e necessário unir as frentes – educação, saúde e religiosidade

8 FÉ NA PREVENÇÃO FÉ NA PREVENÇÃO Não devemos nos iludir pensando que falar sobres drogas é nos restringirmos a fazer palestras ou dar uma aula apontando para os jovens quais efeitos que a mesma causa. Não devemos nos iludir pensando que falar sobres drogas é nos restringirmos a fazer palestras ou dar uma aula apontando para os jovens quais efeitos que a mesma causa. Falar sobre drogas é falar de várias esferas da vida destes jovens e também de nossas vidas, é tocar em um número muito maior de questões com amplitudes maiores que a droga em si. Falar sobre drogas é falar de várias esferas da vida destes jovens e também de nossas vidas, é tocar em um número muito maior de questões com amplitudes maiores que a droga em si.

9 Falar sobre drogas é educar Falar sobre drogas é educar Pode-se considerar que os adolescentes são mais vulneráveis as drogas, daí a importância da prevenção primária na escola, família e comunidade. Pode-se considerar que os adolescentes são mais vulneráveis as drogas, daí a importância da prevenção primária na escola, família e comunidade. Pesquisa em uma escola de São Paulo indica que dos jovens entre 13 e 17 anos 48% usam álcool, 22,5% tabaco, 14% maconha e 3% cocaína (UNIFESP) Pesquisa em uma escola de São Paulo indica que dos jovens entre 13 e 17 anos 48% usam álcool, 22,5% tabaco, 14% maconha e 3% cocaína (UNIFESP)

10 Falar sobre drogas é educar Quanto mais se fala a respeito das drogas mais diminui o estigma em torno da mesma. Quanto mais se fala a respeito das drogas mais diminui o estigma em torno da mesma. O estigma em torno da dependência de drogas principalmente associado a violência gera afastamento O estigma em torno da dependência de drogas principalmente associado a violência gera afastamento Pesquisa aponta que o estigma faz com que 68% das pessoas prefiram manter- se distante do assunto Pesquisa aponta que o estigma faz com que 68% das pessoas prefiram manter- se distante do assunto

11 Prevenção na Escola Prevenção na Escola A escola deve se envolver na prevenção pois as drogas interferem direta ou indiretamente na vida de todos nós. A escola deve se envolver na prevenção pois as drogas interferem direta ou indiretamente na vida de todos nós. Professores e pais devem falar sobre drogas porque se não falarem correm o risco de alguém falar no seu lugar Professores e pais devem falar sobre drogas porque se não falarem correm o risco de alguém falar no seu lugar A escola é um lugar privilegiado para ações preventivas pois congrega crianças e jovens, é um lugar confiável que estimula o conhecimento e construção de valores A escola é um lugar privilegiado para ações preventivas pois congrega crianças e jovens, é um lugar confiável que estimula o conhecimento e construção de valores

12 Prevenção na Escola Prevenção na Escola A escola tem o privilégio de observar o aluno em situações que os pais não presenciam: aspecto cognitivo (como se dá a aquisição de conhecimento, interesse, participação) e aspecto social (como se relaciona com o grupo, cidadania, solidariedade) A escola tem o privilégio de observar o aluno em situações que os pais não presenciam: aspecto cognitivo (como se dá a aquisição de conhecimento, interesse, participação) e aspecto social (como se relaciona com o grupo, cidadania, solidariedade)

13 Prevenção na Escola Educação compartilhada entre escola e família Educação compartilhada entre escola e família Promover atividades para os pais que favoreçam o acesso a informações confiáveis sobre temas pertinentes ao desenvolvimento dos seus filhos incluindo informações sobre drogas Promover atividades para os pais que favoreçam o acesso a informações confiáveis sobre temas pertinentes ao desenvolvimento dos seus filhos incluindo informações sobre drogas Diálogo aberto e constante entre escola e pais Diálogo aberto e constante entre escola e pais

14 Prevenção na Escola Os professores devem ter em mente que: Toda e qualquer atividade educativa pode ser promotora de saúde Toda e qualquer atividade educativa pode ser promotora de saúde Nenhuma atividade promotora de saúde é perda de tempo Nenhuma atividade promotora de saúde é perda de tempo Ter atitudes coerentes entre as atividades preventivas e o cotidiano da sala de aula Ter atitudes coerentes entre as atividades preventivas e o cotidiano da sala de aula

15 Prevenção na Escola Prevenção na Escola Direção e Coordenação das escolas: Devem apoiar iniciativas de prevenção Devem apoiar iniciativas de prevenção Favorecer a formação dos professores Favorecer a formação dos professores Atitudes coerentes com diversos setores da instituição tendo especial atenção as regras que devem valer para toda escola Atitudes coerentes com diversos setores da instituição tendo especial atenção as regras que devem valer para toda escola Inserir no projeto global da escola atividades de saúde e prevenção Inserir no projeto global da escola atividades de saúde e prevenção

16 Prevenção nas Empresas. Prevenção nas Empresas. A partir da década de 90 as empresas passam a se preocupar mais com as questões de saúde mental A partir da década de 90 as empresas passam a se preocupar mais com as questões de saúde mental Empresas como Pirelli, EMBRAER e Mercedez Bens tem adotado políticas de prevenção e apoio nos casos de tratamento de dependência de álcool e outras drogas Empresas como Pirelli, EMBRAER e Mercedez Bens tem adotado políticas de prevenção e apoio nos casos de tratamento de dependência de álcool e outras drogas

17 Prevenção nas Empresas Prevenção nas Empresas 71% dos dependentes de álcool e outras drogas estão empregados 71% dos dependentes de álcool e outras drogas estão empregados O prejuízo das empresas com o uso de álcool e outras drogas é de 4,5% do PIB (roubo, danos em equipamentos) O prejuízo das empresas com o uso de álcool e outras drogas é de 4,5% do PIB (roubo, danos em equipamentos) Entre os 10 motivos de falta o alcoolismo está entre os 5 primeiros motivos Entre os 10 motivos de falta o alcoolismo está entre os 5 primeiros motivos

18 Prevenção nas Empresas Prevenção nas Empresas 20 a 30% dos acidentes de trabalho tem relação com intoxicação por uso de álcool e drogas 20 a 30% dos acidentes de trabalho tem relação com intoxicação por uso de álcool e drogas Licenças e ausência em períodos são 3 vezes maiores entre usuários de álcool e outras drogas Licenças e ausência em períodos são 3 vezes maiores entre usuários de álcool e outras drogas

19 Prevenção na Família Prevenção na Família A família tem o dever de promover a saúde de seus membros através de: Vínculos saudáveis Vínculos saudáveis Apoio da família no processo de autonomia Apoio da família no processo de autonomia Normas claras em relação aos comportamentos sociais Normas claras em relação aos comportamentos sociais

20 Prevenção na Família Prevenção na Família Preservação da autoridade dos pais – pais são pais e filhos são filhos – não é possível uma boa educação se existir confusão de papéis Preservação da autoridade dos pais – pais são pais e filhos são filhos – não é possível uma boa educação se existir confusão de papéis Responsabilidade em se cuidar e auxiliar quem precisa Responsabilidade em se cuidar e auxiliar quem precisa Respeito as características de cada um – ninguém é igual a ninguém Respeito as características de cada um – ninguém é igual a ninguém

21 Prevenção na Família Valorizar as conquistas da criança e do adolescente Valorizar as conquistas da criança e do adolescente Conhecer os amigos e os respectivos pais Conhecer os amigos e os respectivos pais Cobrar os compromissos assumidos Cobrar os compromissos assumidos

22 Prevenção Sistêmica Prevenção Sistêmica É fundamental que todos os setores, educação, saúde e assistência social se envolvam no processo É fundamental que todos os setores, educação, saúde e assistência social se envolvam no processo Os serviços de saúde em todos os níveis (primário, secundário e terciário) devem se articular Os serviços de saúde em todos os níveis (primário, secundário e terciário) devem se articular Que os serviços funcionem integrados e em consonância com a realidade da clientela que atende Que os serviços funcionem integrados e em consonância com a realidade da clientela que atende

23 Prevenção Sistêmica Prevenção Sistêmica Mobilizar todos os recursos da comunidade Mobilizar todos os recursos da comunidade Prevenção centrada no conhecimento da realidade e prevenção de risco Prevenção centrada no conhecimento da realidade e prevenção de risco

24

25 Obrigado. Cibele Cesco


Carregar ppt "Toda manhã, na África, uma gazela acorda. Ela sabe que tem que correr mais rápido do que o leão para não ser alcançada e morta por ele. Toda manhã, na."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google