A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CORPORATE CULTURA E C.R.M. Drª Selma Ribeiro. CORPORATE Como Aumentar a Produtividade da sua Empresa?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CORPORATE CULTURA E C.R.M. Drª Selma Ribeiro. CORPORATE Como Aumentar a Produtividade da sua Empresa?"— Transcrição da apresentação:

1 CORPORATE CULTURA E C.R.M. Drª Selma Ribeiro

2 CORPORATE Como Aumentar a Produtividade da sua Empresa?

3 CORPORATE CULTURA Conjunto de características humanas que não são inatas, e que se criam e se preservam ou aprimoram através da comunicação e cooperação entre indivíduos em sociedade (Holanda, 2001). Influencia os valores, a opinião e os comportamentos que nós compartilhamos com os outros membros de nossos vários grupos sociais. Fornece um contexto no qual as coisas acontecem. Compreender este contexto é uma determinante importante do desempenho humano e das suas limitações.

4 CORPORATE CULTURA ORGANIZACIONAL NACIONALPROFISSIONAL CULTURA CORPORATIVA DE SEGURANÇA

5 CORPORATE CULTURA CORPORATIVA DE SEGURANÇA Ajusta o comportamento humano aceito no ambiente de trabalho estabelecendo suas normas e seus limites. É a atmosfera criada pela gerência que dá forma às atitudes dos trabalhadores em direção à segurança. É o resultado dos comportamentos de segurança compartilhados por TODOS os níveis da organização.

6 CORPORATE CLIMA ORGANIZACIONAL estado em que se encontra a empresa ou parte dela em dado momento, estado momentâneo e passível de alteração mesmo em curto espaço de tempo em razão de novas influências surgidas, e que decorre das decisões e ações pretendidas pela empresa, postas em prática ou não, e/ou das reações dos empregados a essas ações ou à perspectiva delas. (OLIVEIRA, 1995) CULTURA CLIMA

7 CORPORATE CARACTERÍSTICAS DE DIFERENTES CULTURAS DE SEGURANÇA Cultura de segurança Características POBREBUROCRÁTICAPOSITIVA Informações sobre perigo SuprimidasIgnoradasAtivamente buscadas Mensageiros da segurança Desencorajados e punidos ToleradosTreinados e encorajados Responsabilida de pela segurança EvitadaFragmentadaCompartilhada Disseminação/ informações DesencorajadaPermitida, mas desenvorajada Reforçada FalhasEscondidasConsertos locais Pesquisas e reformas sistêmicas Novas idéiasIgnoradas Novos problemas (não oportunidades) Bem-vindas

8 CORPORATE DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL O QUE É? Processo para apurar e descrever a Cultura corporativa de uma Organização. Tem por objetivos: (Cummings et al, 1993) Compreender sistematicamente a organização Desenvolver intervenções consistentes Orientar o rumo de ações Apontar soluções para os problemas encontrados Indicar as melhores formas e procedimentos para remediá-los.

9 CORPORATE POR QUE FAZER? Avaliar o funcionamento de uma organização, departamento ou trabalho para descobrir fontes de problemas e áreas de melhoramento. OBJETO DO DIAGNÓSTICO Como os conceitos de CRM são compreendidos e praticados na organização. Comunicação e Tomada de Decisão Formação e Manutenção de Equipe Fatores Individuais/Estresse/Efeitos no Desempenho Automação Conceito de Erro (IAC A Cap. 4) DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL

10 CORPORATE QUANTO CUSTA A SEGURANÇA?

11 CORPORATE Segurança X Custos Proteção CustosCustos Custos Totais Redução dos riscos Perdas

12 CORPORATE Segurança X Custos A cultura de uma organização se reflete na forma como a gerência valoriza o investimento a ser feito em ações de segurança. A segurança é um pré-requisito para um negócio sustentável na aviação. Ela deve fazer parte do negócio. Uma empresa pode operar por anos com muitas condições potencialmente inseguras sem conseqüências adversas. Na realidade, ela teve sorte!

13 CORPORATE SEGURANÇA X CUSTOS Acidentes a) Custos diretos: danos físicos danos ao equipamento (ex. aeronave) danos a propriedades. Cobertos pelos investimentos com seguros. b) Custos indiretos. uso do equipamento, produtividade da equipe, aumento da carga de trabalho, investigação e restauração, deduções do seguro, ações legais, reivindicações de danos, multas impostas pelas autoridades, incluindo a suspensão de operações inseguras, perda do negócio e danos à reputação da organização.

14 CORPORATE SEGURANÇA X CUSTOS Incidentes a) Atrasos e cancelamentos; b) Transporte alternativo para o passageiro, acomodação, queixas, etc.; c) Mudança e reposição de tripulação; d) Perda do rendimento e da reputação, etc.. e) Recuperação da aeronave ou equipamento, vôo de teste; e f) Investigação do incidente.

15 CORPORATE Segurança X Custos Os custos da segurança mais difíceis de quantificar. Dificuldade em avaliar o valor dos acidentes que foram prevenidos. Importância da análise de custo-benefício. A alta gerência não é inclinada a gastar dinheiro se não houver nenhum benefício quantificável. Uma forma de tratar esta questão é tentar separar os custos dos empreendimentos com segurança daqueles utilizados para corrigir deficiências de segurança.

16 CORPORATE "Segurança de vôo não se mede pelo número de acidentes. É uma cultura, um conjunto de procedimentos e iniciativas adotado por uma organização para tentar evitar acidentes. Linda Tavlin (SIPAER - SET/99)


Carregar ppt "CORPORATE CULTURA E C.R.M. Drª Selma Ribeiro. CORPORATE Como Aumentar a Produtividade da sua Empresa?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google