A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento do Turismo II Prof.ª Ana Cristina Morais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento do Turismo II Prof.ª Ana Cristina Morais."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento do Turismo II Prof.ª Ana Cristina Morais

2 Planejamento Cálculo que precede e preside a ação. Carlos Matus Preparar-se de modo ordenado para interferir na realidade, pensando no futuro, é que constitui na essência da atividade de planejamento. INTG Planejar é pensar o antes, o durante e o depois.

3 Planejamento Planejamento: Metodologia de administração que consiste, basicamente, em determinar os objetivos a alcançar, as ações a serem realizadas, compatibilizando-as com os meios disponíveis para sua execução. Essa concepção da ação planejada é também conhecida como planejamento normativo. Fonte: Tesouro Nacional Planejamento: Metodologia de administração que consiste, basicamente, em determinar os objetivos a alcançar, as ações a serem realizadas, compatibilizando-as com os meios disponíveis para sua execução. Essa concepção da ação planejada é também conhecida como planejamento normativo. Fonte: Tesouro Nacional O planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, estruturando o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o planejamento se destina. Sendo, portanto, o lado racional da ação. Tratando-se de um processo de deliberação abstrato e explícito que escolhe e organiza ações, antecipando os resultados esperados. Esta deliberação busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objetivos pré-definidos. O planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, estruturando o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o planejamento se destina. Sendo, portanto, o lado racional da ação. Tratando-se de um processo de deliberação abstrato e explícito que escolhe e organiza ações, antecipando os resultados esperados. Esta deliberação busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objetivos pré-definidos.

4 Planejamento Estratégico Estratégia Estratégia A palavra estratégia evoluiu do grego strategós, que, na Grécia Antiga, significava um misto de governante e comandante militar, cuja tradução livre poderia ser aquele que domina a arte de conduzir a tropa para a vitória. A palavra estratégia evoluiu do grego strategós, que, na Grécia Antiga, significava um misto de governante e comandante militar, cuja tradução livre poderia ser aquele que domina a arte de conduzir a tropa para a vitória. A essência do conceito de estratégia é a idéia de construção do futuro desejado, com a peculiaridade de ser um futuro compartilhado, que interessa a muitos, pressupondo a noção de um empreendimento coletivo. A essência do conceito de estratégia é a idéia de construção do futuro desejado, com a peculiaridade de ser um futuro compartilhado, que interessa a muitos, pressupondo a noção de um empreendimento coletivo.

5 Planejamento Estratégico Gestão Ato de ordenar os fatores de produção visando a eficiência e buscando conseguir determinados resultado. Ato de ordenar os fatores de produção visando a eficiência e buscando conseguir determinados resultado. ato de gerir (um negócio, por exemplo). ato de gerir (um negócio, por exemplo). Gerência, administração. Gerência, administração.

6 Planejamento Estratégico X Gestão Estratégica Há uma grande diferença entre Gestão Estratégica e Planejamento Estratégico. Há uma grande diferença entre Gestão Estratégica e Planejamento Estratégico. O Planejamento Estratégico é um processo gerencial que diz respeito à formulação de objetivos para a seleção de programas de ação e para sua execução, levando em conta as condições internas e externas à empresa e sua evolução esperada. O Planejamento Estratégico é um processo gerencial que diz respeito à formulação de objetivos para a seleção de programas de ação e para sua execução, levando em conta as condições internas e externas à empresa e sua evolução esperada. Já a Gestão Estratégica é uma forma de acrescentar novos elementos de reflexão e ação sistemática e continuada, a fim de avaliar a situação, elaborar projetos de mudanças estratégicas e acompanhar e gerenciar os passos de implementação. Como o próprio nome diz, é uma forma de gerir toda uma organização, com foco em ações e estratégicas em todas as área. Já a Gestão Estratégica é uma forma de acrescentar novos elementos de reflexão e ação sistemática e continuada, a fim de avaliar a situação, elaborar projetos de mudanças estratégicas e acompanhar e gerenciar os passos de implementação. Como o próprio nome diz, é uma forma de gerir toda uma organização, com foco em ações e estratégicas em todas as área.

7 Gestão Pública do Turismo no Brasil Cronologia 1937/1945 – As poucas políticas indiretamente relacionadas ao turismo destinavam-se à proteção dos bens históricos e artísticos nacionais e à fiscalização de agências e vendas de passagens. Criação da Associação da Indústria de Hotéis –ABIH. 1937/1945 – As poucas políticas indiretamente relacionadas ao turismo destinavam-se à proteção dos bens históricos e artísticos nacionais e à fiscalização de agências e vendas de passagens. Criação da Associação da Indústria de Hotéis –ABIH – Segundo Joandre Antonio Ferraz, em Regime Jurídico do Turismo, a primeira menção à atividade legal do turismo no Brasil ocorreu através do Decreto-Lei 406, de 04/05/1938, que dispunha sobre a entrada de estrageiros em território nacional – Segundo Joandre Antonio Ferraz, em Regime Jurídico do Turismo, a primeira menção à atividade legal do turismo no Brasil ocorreu através do Decreto-Lei 406, de 04/05/1938, que dispunha sobre a entrada de estrageiros em território nacional.

8 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1946/1947 – O turismo ficou sob responsabilidade do Ministério da Justiça e Negócios. 1946/1947 – O turismo ficou sob responsabilidade do Ministério da Justiça e Negócios – Proibição dos jogos de azar no Brasil. Os principais cassinos eram o Copacabana, Urca e Atlântico, no Rio de Janeiro; Icaraí, em niterói; Quitandinha, em Petrópolis; Grande Hotel, em Recife; e Central, em Salvador – Proibição dos jogos de azar no Brasil. Os principais cassinos eram o Copacabana, Urca e Atlântico, no Rio de Janeiro; Icaraí, em niterói; Quitandinha, em Petrópolis; Grande Hotel, em Recife; e Central, em Salvador.

9 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1953 – Em 28 de dezembro, foi fundada, no Rio de Janeiro, a Associação Brasileira de Agentes de Viagens (ABAV). Posteriormente, outras ABAVs foram estruturadas em cada Estado da federação – Em 28 de dezembro, foi fundada, no Rio de Janeiro, a Associação Brasileira de Agentes de Viagens (ABAV). Posteriormente, outras ABAVs foram estruturadas em cada Estado da federação – O Decreto-Lei nº criou a Comissão Brasileira de Turismo (Combratur), extinta em fevereiro de 1972 pelo Decreto nº – O Decreto-Lei nº criou a Comissão Brasileira de Turismo (Combratur), extinta em fevereiro de 1972 pelo Decreto nº 572.

10 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1966 – O Decrito-Lei nº 55, de 18 de novembro, definiu a Política Nacional de Turismo, criou o Conselho de Turismo e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). O Decreto nº , de 23 de maio, regulamentou as agências de viagens e turismo – O Decrito-Lei nº 55, de 18 de novembro, definiu a Política Nacional de Turismo, criou o Conselho de Turismo e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). O Decreto nº , de 23 de maio, regulamentou as agências de viagens e turismo Em outubro, aconteceu no Rio de Janeiro o I encontro Oficial do Turismo Nacional, primeira iniciativa da Embratur Em outubro, aconteceu no Rio de Janeiro o I encontro Oficial do Turismo Nacional, primeira iniciativa da Embratur.

11 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1968 – Os dados estatísticos sobre turismo receptivo no Brasil começaram a ser sistematizados pela Embratur a partir desse ano (com estimativas para 1966 e 1967) – Os dados estatísticos sobre turismo receptivo no Brasil começaram a ser sistematizados pela Embratur a partir desse ano (com estimativas para 1966 e 1967) – Surgiram as primeiras preocupações com a formação profissional em turismo. Nesse ano, foi criada a Faculdade de Turismo do Morumbi, em São Paulo, pioneira no ensino superior no país. Criação de incentivos fiscais como o FUNGETUR – Fundo Geral do Turismo (DECRETO- LEI Nº 1.191, de 27 de outubro) – Surgiram as primeiras preocupações com a formação profissional em turismo. Nesse ano, foi criada a Faculdade de Turismo do Morumbi, em São Paulo, pioneira no ensino superior no país. Criação de incentivos fiscais como o FUNGETUR – Fundo Geral do Turismo (DECRETO- LEI Nº 1.191, de 27 de outubro).

12 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1972 – Criado o curso de Turismo da Universidade de São Paulo, sediado na escola de Comunicações e Arte (ECA) – Criado o curso de Turismo da Universidade de São Paulo, sediado na escola de Comunicações e Arte (ECA) – Decreto nº , de 11 de março, deu nova regulamentação ao passaporte brasileiro e extinguiu o visto de saída. O visto de saída era uma medida do regime militar. Além do passaporte válido por quatro anos, o cidadão precisava tirar um visto a cada seis meses para que o governo tivesse um controle rigoroso de quem deixava o pais – Decreto nº , de 11 de março, deu nova regulamentação ao passaporte brasileiro e extinguiu o visto de saída. O visto de saída era uma medida do regime militar. Além do passaporte válido por quatro anos, o cidadão precisava tirar um visto a cada seis meses para que o governo tivesse um controle rigoroso de quem deixava o pais.

13 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1985/1986 – Liberação do mercado para o exercício e a exploração de atividades turísticas e consequente redução da clandestinidade e aumento do número de agências registradas. Estímulo à criação de albergues da juventude, um meio econômico de hospedagem. 1985/1986 – Liberação do mercado para o exercício e a exploração de atividades turísticas e consequente redução da clandestinidade e aumento do número de agências registradas. Estímulo à criação de albergues da juventude, um meio econômico de hospedagem – A Embratur (Instituto Brasileira de Turismo) iniciou o Projeto Turismo Ecológico, criando dois anos depois a Comissão Técnica Nacional constituída conjuntamente com o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), primeira iniciativa direcionada a ordenar o segmento – A Embratur (Instituto Brasileira de Turismo) iniciou o Projeto Turismo Ecológico, criando dois anos depois a Comissão Técnica Nacional constituída conjuntamente com o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), primeira iniciativa direcionada a ordenar o segmento.

14 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1987 – A Embratur lança o turismo ecológico como produto novo produto – A Embratur lança o turismo ecológico como produto novo produto – O Turismo foi citado na Constituição brasileira em seu artigo 180, no qual se atribuiu responsabilidades iguais a todos os níveis governamentais da área – O Turismo foi citado na Constituição brasileira em seu artigo 180, no qual se atribuiu responsabilidades iguais a todos os níveis governamentais da área.

15 Gestão Pública do Turismo no Brasil O Turismo passou a ser responsabilidade do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo. Apresentando o Plano Nacional de Turismo. Criado o Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste – Prodetur/NE O Turismo passou a ser responsabilidade do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo. Apresentando o Plano Nacional de Turismo. Criado o Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste – Prodetur/NE. 1993/1994 – Implantação do Prodetur/NE; lançamento de diretrizes para uma Política Nacional de Ecoturismo. 1993/1994 – Implantação do Prodetur/NE; lançamento de diretrizes para uma Política Nacional de Ecoturismo.

16 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1994 – Publicada na revista Turismo em Análise (vol.5, nº1, de maio de 1994), da Universidade de São Paulo, o primeiro levantamento geral sobre os cursos superiores (Bacharel e Tecnólogo) em Turismo e Hotelaria no Brasil (ANSARAH e REJOWSKI, 1994). Nesse levantamento, havia 32 cursos superiores, sendo 29 de turismo, dois de hotelaria e um de Turismo e Hotelaria em todo o Brasil – Publicada na revista Turismo em Análise (vol.5, nº1, de maio de 1994), da Universidade de São Paulo, o primeiro levantamento geral sobre os cursos superiores (Bacharel e Tecnólogo) em Turismo e Hotelaria no Brasil (ANSARAH e REJOWSKI, 1994). Nesse levantamento, havia 32 cursos superiores, sendo 29 de turismo, dois de hotelaria e um de Turismo e Hotelaria em todo o Brasil – Publicação das Diretrizes para uma Política Nacional de Ecoturismo pela Embratur e Ministérios do Meio Ambiente – Publicação das Diretrizes para uma Política Nacional de Ecoturismo pela Embratur e Ministérios do Meio Ambiente.

17 Gestão Pública do Turismo no Brasil 1994 – Lançamento, em agosto, o Programa Nacional de Municipalização do Turismo (PNMT) – Lançamento, em agosto, o Programa Nacional de Municipalização do Turismo (PNMT). 1996/2002 – Criado o Ministério do Esporte e Turismo. Apresentação da nova política Nacional de Turismo , com dez objetivos estratégicos. Flexibilização da legislação, resultando na queda das tarifas aéreas e na autorização de cruzeiros com navios de bandeiras estrangeiras na costa brasileira. 1996/2002 – Criado o Ministério do Esporte e Turismo. Apresentação da nova política Nacional de Turismo , com dez objetivos estratégicos. Flexibilização da legislação, resultando na queda das tarifas aéreas e na autorização de cruzeiros com navios de bandeiras estrangeiras na costa brasileira.

18 Gestão Pública do Turismo no Brasil 2003 – Criação do Ministério do Turismo e lançamento do PNT – Criação do Ministério do Turismo e lançamento do PNT – Lançamento do Plano Nacional de Turismo – PNT – Um Viagem de Inclusão – Lançamento do Plano Nacional de Turismo – PNT – Um Viagem de Inclusão.


Carregar ppt "Planejamento do Turismo II Prof.ª Ana Cristina Morais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google