A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CULTURA E ENSINO DE LÍNGUAS Mariza Riva de Almeida

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CULTURA E ENSINO DE LÍNGUAS Mariza Riva de Almeida"— Transcrição da apresentação:

1 CULTURA E ENSINO DE LÍNGUAS Mariza Riva de Almeida

2 De acordo com a antropóloga Margaret Mead: Cultura significa cultura humana, todo o conjunto de comportamento tradicional desenvolvido pela raça humana e que é aprendido sucessivamente por cada geração...

3 ...Já uma cultura é menos precisa. Pode significar as formas de comportamento tradicional que são características de uma certa sociedade, ou de um grupo de sociedades, ou de uma certa raça, ou de uma certa área, ou de um certo período de tempo. MEAD, M. Cooperation and Competition among Primitive People. N. York: McGraw Hill, 1973.P

4 Na verdade, as culturas são dinâmicas. Elas crescem, desenvolvem-se e mudam, o que torna a análise de comportamentos e valores culturais um desafio. Existe também uma grande diversidade de valores, crenças e tradições intrínseca a toda cultura. Cada generalização tem muitas exceções, especialmente em sociedades multiculturais, mas quais coexistem uma grande variedade de atitudes e opiniões. SHULMAN, M. Cultures in Context. Ann Harbor: The University of Michigan Press, 1998.

5 Os elementos da cultura, de acordo com Gail Robinson: PRODUTOS COMPORTA- MENTOS IDÉIAS LITERATURA ARTE CRENÇAS COSTUMES HÁBITOS VALORES MÚSICA FOLCLORE INSTITUIÇÕES VESTUÁRIO ALIMENTAÇÃO ARTEFATOS LAZER

6 Os elementos da cultura, de acordo com Gail Robinson: PRODUTOS COSTUMESCRENÇAS LITERATURA ARTE FOLCLORE MÚSICA ARTEFATOS IDÉIAS COMPORTA- MENTOS VALORES INSTITUIÇÕES VESTUÁRIO LAZER ALIMENTAÇÃO HÁBITOS

7 Algumas pessoas acreditam que uma língua estrangeira carrega consigo o poder de impor valores culturais. Estudar uma língua estrangeira, portanto, significaria submeter-se a uma cultura estrangeira.

8 Outros vêem o ensino e a aprendizagem de uma língua estrangeira como um modo de refletir sobre sua própria língua e identidade, criando assim uma conscientização intercultural.

9 ... O propósito dos estudos culturais é aguçar a observação, encorajar o pensamento crítico sobre estereótipos culturais e desenvolver a tolerância à diversidade e ao mesmo tempo conduzir a uma compreensão mais ampla de nossa própria cultura...

10 Respeitando, porém, as diferenças! A cultura como bolo Como são os britânicos, os brasileiros, os poloneses? Isso vai depender de... REGIÃO ETNIAS SEXO GRUPO SOCIAL E STATUS IDADE CONTEXTO ÉPOCA EDUCAÇÃO CLASSE NAÇÃO CIDADE Zoon In: Hungarian textbook for secondary schools

11 Por que ensinar cultura? Tornar o aprendizado real – a linguagem a serviço da comunicação; Evitar desentendimentos culturais – consciência de sinais não-lingüísticos (gestos, contato ou distância física);

12 A consciência do comportamento cultural do outro leva ao desenvolvimento da tolerância e melhor compreensão da diversidade, além da compreensão de nossa própria cultura e comportamento; Visa não a mudar um comportamento, porém a aumentar a aceitação e a compreensão das influências culturais que afetam nossas atitudes.

13 Sugestões de atividades: 1. Cartazes- contrastes e similaridades 2. Postais- observação/julgamento O que é estereótipo? Tendência a buscar o típico e o comum; geralmente atribuído a nível nacional. Que tipo de estereótipo está sendo mostrado? Que aspectos culturais são ressaltados?

14 4. Pontualidade Decida a quais eventos seria prudente chegar adiantado, pontualmente ou atrasado no Brasil e na Grã-Bretanha: uma aula um encontro romântico um encontro com um amigo uma reunião de negócios um jantar

15 Estudos Culturais: Um recurso rico e motivador para o aprendizado de línguas

16 Ao tentar compreender e apreciar uma língua estrangeira, tendemos a presumir que nossas expectativas e atitudes são válidas. Um dos conceitos fundamentais dos estudos culturais é que não existe um modo fixo ou correto de se fazer as coisas, mas existem muitos modos diferentes e válidos de se viver, trabalhar e crer...

17 ...Finalmente, não importam as diferenças culturais, porém o fato de que as pessoas compartilham de uma humanidade comum. Jack Scholes

18 Referências Bibliográficas: MEAD,M. Cooperation and Competition Among Primitive Peoples. N.Y.: McGraw Hill, SHULMAN, M. Cultures in Context. Ann Harbor: The University of Michigan Press, MCLAREN, P. Multiculturalismo Crítico. São Paulo: Cortez, PENNYCOOK, A. The Cultural Politics of English as na International Language. London: Longman,1994.

19 Sites: http: elt.britcoun.org.pl


Carregar ppt "CULTURA E ENSINO DE LÍNGUAS Mariza Riva de Almeida"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google