A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2009. Aspectos que devem compor o Projeto Pedagógico dos Cursos de Graduação Coordenação Geral dos Cursos de Graduação PROACAD - DDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2009. Aspectos que devem compor o Projeto Pedagógico dos Cursos de Graduação Coordenação Geral dos Cursos de Graduação PROACAD - DDE."— Transcrição da apresentação:

1 2009

2 Aspectos que devem compor o Projeto Pedagógico dos Cursos de Graduação Coordenação Geral dos Cursos de Graduação PROACAD - DDE

3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO-UFPE Reitor [...] Campus Recife Av. Prof. Moraes Rêgo, nº 1.235, Cidade Universitária, Recife-PE, CEP Telefone: (81) CENTRO [...] Diretor [...] DEPARTAMENTO [...] Chefe [...] COORDENAÇÃO DO CURSO [...] Coordenador [...] NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE [...] IDENTIFICAÇÃO DO CURSO: Nome: Diretrizes curriculares: Título conferido: Modalidade: Vagas: Entrada: Turno: Carga horária: Duração: Início do curso Vigência da reforma :

4 1.Histórico: A história do Curso contextualizada com a história da Instituição; A história da área ou do objeto de estudo do curso de graduação estabelecendo relação com os currículos anteriores, quando for o caso. 2.Justificativa para a proposta ou reformulação: Deve basear-se em dados de diagnostico do curso, fundamentado em possíveis resultados de avaliações institucionais e/ou inovações propostas.

5 3.Marco teórico: Concepções teóricas e epistemológicas que fundamentam o PP do curso, tais como: Concepção de ser humano e de mundo, de sociedade, de educação, de universidade, de cidadão, de profissional, de conhecimento, de currículo e de sua sistemática de operacionalização. 4. Objetivos do Curso: De acordo com as diretrizes do MEC e da UFPE.

6 5. Perfil profissional: O que se espera do egresso do curso frente às exigências do mercado de trabalho. 6. Campo de atuação do profissional como meio de viabilizar a articulação entre o mundo do trabalho e o mundo acadêmico. Apresentar espaços possíveis de atuação do profissional egresso do curso.

7 7. Competências, atitudes e habilidades: Devem estar coerentes com os objetivos do Curso e com o perfil profissional. 8. Sistemáticas de avaliação ( da aprendizagem dos estudantes e outras formas de avaliação): Apresentação de estratégias de avaliação efetivadas ao longo do curso.

8 Estes itens são essencialmente regulatórios, por isso não fazem parte do cálculo do conceito da avaliação. Os avaliadores apenas farão o registro do cumprimento ou não do dispositivo legal e normativo por parte da instituição para que o Ministério da Educação, de posse dessa informação, possa tomar as decisões cabíveis. Dispositivo LegalExplicitação do DispositivoObservações 1Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso. O PPC está coerente com as Diretrizes Curriculares Nacionais? NSA para cursos que não têm Diretrizes Curriculares Nacionais. Este dispositivo terá que está explicitado e referenciado no texto do PPC. Além disso, sua proposição deverá está em consonância com as mesmas. 2 Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana (Resolução CNE/CP N° 01 de 17 de junho de 2004) A Educação das Relações Étnico-Raciais, bem como o tratamento de questões e temáticas que dizem respeito aos afrodescendentes estão inclusas nas disciplinas e atividades curriculares do curso? Para que fique claro que este dispositivo está contemplado no projeto pedagógico, este deverá estar indicado no Item Dispositivos legais e normativos, constante no PPC. Caso o modelo não preveja este item, explicitar de forma textual no mesmo. A forma de cumprimento deste dispositivo deve ser indicada, a saber: se através de componente curricular específico ou se através da abordagem do tema dentro de um componente curricular. Em qualquer das situações deve ser indicado de forma expressa o componente curricular que trata o assunto. 3 Titulação do corpo docente (Art. 66 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996) Todo Corpo Docente tem formação em Pós-Graduação? Ao propor a tabela com titulação, sugere-se que seja destacado que todos os docentes atendem ao disposto na Lei nº em seu art. 66, a saber: não há nenhum professor apenas com graduação. Caso haja, destacar se o docente encontra-se em processo capacitação (realizando alguma pós- graduação) 9. Dispositivos Legais e Normativos

9 4 Núcleo Docente Estruturante (NDE) (Resolução CONAES N° 1, de 17/06/2010) O NDE atende à normativa pertinente? Para que fique claro que este dispositivo está contemplado no projeto pedagógico, este deverá estar indicado no Item Núcleo Docente Estruturante constante no PPC, referendando a Resolução da CONAES e a resolução da UFPE. Caso o modelo não preveja este item, explicitar de forma textual no mesmo. 5 Carga horária mínima, em horas – para Bacharelados e Licenciaturas Resolução CNE/CES N° 02/2007 (Graduação, Bacharelado, Presencial). Resolução CNE/CES N° 04/2009 (Área de Saúde, Bacharelado, Presencial). Resolução CNE/CP 2 /2002 (Licenciaturas) Resolução CNE/CP Nº 1 /2006 (Pedagogia) O curso atende à carga horária mínima em horas estabelecidas nas resoluções? Este dispositivo terá que está explicitado e referenciado no texto do PPC. Além disso, a proposição de carga horária designada para o curso deverá está em consonância com a resolução da CNE. 6 Tempo de integralização Resolução CNE/CES N° 02/2007 (Graduação, Bacharelado, Presencial). Resolução CNE/CES N° 04/2009 (Área de Saúde, Bacharelado, Presencial). Resolução CNE/CP 2 /2002 (Licenciaturas) O curso atende ao Tempo de Integralização proposto nas resoluções? Este dispositivo terá que está explicitado e referenciado no texto do PPC. Além disso, sua proposição deverá está em consonância com a Resolução do CNE, de acordo com a área e modalidade. É importante escrever textualmente que o tempo de integralização atende à referida resolução.

10 7 Condições de acesso para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida (Dec. N° 5.296/2004, com prazo de implantação das condições até dezembro de 2008) A IES apresenta condições de acesso para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida? Para que fique claro que este dispositivo está contemplado no projeto pedagógico, este deverá estar indicado no Item INFRAESTRUTURA, sub- item Condições de acesso para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida, constante no PPC, referendando o decreto em tela. 8 Disciplina obrigatória/optativa de Libras (Dec. N° 5.626/2005) O PPC prevê a inserção de Libras na estrutura curricular do curso (obrigatória ou optativa, depende do curso)? Para que fique claro que este dispositivo está contemplado no projeto pedagógico, este deverá estar indicado no Item Componente Curricular LIBRAS, constante no PPC. Caso o modelo não preveja este item, é importante destacar que no caso de cursos de bacharelado a disciplina deverá ser ofertada como eletiva, a exceção de Fonoaudiologia que deverá ser ofertado como obrigatória. No caos das licenciaturas, a disciplina também deverá ser obrigatória. 9 Informações acadêmicas (Portaria Normativa N° 40 de 12/12/2007, alterada pela Portaria Normativa MEC N° 23 de 01/12/2010, publicada em 29/12/2010) As informações acadêmicas exigidas estão disponibilizadas na forma impressa e virtual? Destacar no PPC que através do o aluno tem acesso às informações acadêmicas exigidas. 10 Políticas de educação ambiental (Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999 e Decreto Nº de 25 de junho de 2002) Há integração da educação ambiental às disciplinas do curso de modo transversal, contínuo e permanente? É importante se ter a compreensão que não basta apenas inserir uma disciplina, pois se trata de uma política. É um conteúdo que tem que ser abordado de forma transversal e contínua. Neste caso, pontuar em que componentes curriculares a educação ambiental está sendo tratada e fluxo da mesma na formação do aluno.

11 10. Organização Curricular do curso: Indicação e caracterização de áreas de concentração (ênfase) ou habilitações, quando houver. 11. Quadro ou estrutura curricular com identificação completa dos componentes curriculares (disciplinas, atividades complementares, estagio supervisionado, trabalho de conclusão de curso): Departamento responsável; Carga horária teórica e prática de cada componente; Pré-requisitos de componente ou de carga horária e co-requisitos; Caráter do componente curricular: obrigatório, eletivo ou optativo; Tempo de integralização curricular (mínimo e máximo); Detalhamento da carga horária total do curso: número de horas dos componentes obrigatórios (inclusive Estágios e TCC); eletivos da UFPE (na estrutura do próprio curso); eletivos livres (que podem ser cursados em outros cursos de graduação e pós-graduação da UFPE; bem como em outras IES nacionais e internacionais ) e de atividades complementares; turno(s) de funcionamento.

12 12. Ementas, resumos dos conteúdos relativos aos componentes curriculares e suas respectivas bibliografias básicas e complementares. 13. Programas dos componentes curriculares: Elaborados sob a forma de plano de ensino, preenchidos em formulário disponível na Pró- Reitoria para Assuntos Acadêmicos;

13 14. Corpo Docente: Detalhamento do perfil profissional, titulação e competências. Ficha do Curso - Docentes Curso: Vinculação: [Deptº/Centro/Pró-Reitoria]: NOMECPFÁREA DE CONHECIMENTO*TITULAÇÃO QUALIFICAÇÃO ** PROFISSIONAL REGIME DE TRABALHO VÍNCULO EMPREGATÍCIO OBS: * Área em que o Docente prestou o Concurso * * A Qualificação Profissional é o Curso de Graduação

14 15 Suporte para funcionamento do curso (estrutura física, biblioteca, acervo, laboratórios etc). 16. Sistemática de concretização do Projeto Pedagógico: Indicação de critérios e de condições indispensáveis à sua operacionalização e avaliação. 17. Trechos de atas relativos à aprovação do Projeto Pedagógico pelo respectivo Colegiado do Curso, Pleno de Departamento e Conselho Departamental do Centro. OBS: Os componentes curriculares que pertencerem a outros Departamentos deverão estar devidamente autorizados pelos respectivos Departamentos.

15 Formulário do Componente Curricular F

16 TIPO DE COMPONENTE (Marcar um x na opção) Disciplina; Estágio; Atividade complementar; Prática de ensino; Monografia; Módulo. STATUS DO COMPONENTE (Marcar um X na opção) Obrigatório Eletivo Optativo.

17 Dados do Componente Código; Nome; Carga horária semanal: (teórica e prática); N°. de créditos Período; Pré-requisitos Co-requisitos; Requisitos Carga Horária.

18 Dados do Componente cont. Ementa; Conteúdo programático; Bibliografia Básica; Departamento a que pertence a disciplina; Homologado pelo Colegiado de Curso; Assinaturas do chefe do Departamento e do Coordenador do curso ou área

19 Informações pra o Discente Vinculação a um perfil curricular no ato da 1° matrícula acadêmica; Procurar verificar em que perfil esta vinculado; Verificar os códigos dos componentes curriculares (disciplinas), carga horária e equivalência, pré e co-requisitos Verificar o tempo de integralização – mínimo/máximo Carga horária total do Curso Carga horária dos componentes obrigatórios Carga horária dos componentes eletivos ( se esta carga horária pode ser cursada no perfil do curso; em outras instituições ou em atividade complementares:extensão; iniciação científica e monitoria.).

20 Lúcia Helena Magalhães Franca Coordenadora Geral dos Cursos de Graduação

21 Não posso continuar sendo humano, se faço desaparecer em mim a esperança Paulo Freire


Carregar ppt "2009. Aspectos que devem compor o Projeto Pedagógico dos Cursos de Graduação Coordenação Geral dos Cursos de Graduação PROACAD - DDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google