A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 1 Aula 3 Como Projetar Mylene Melly.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 1 Aula 3 Como Projetar Mylene Melly."— Transcrição da apresentação:

1 ´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 1 Aula 3 Como Projetar Mylene Melly

2 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas2 As Quatro Regras do Método Cartesiano (René Descartes, 1637) A primeira consistia em nunca aceitar algo como verdadeiro sem conhecê-lo evidentemente como tal: isto é evitar cuidadosamente a precipitação e a prevenção; não incluir nos meus juízos nada que não se apresente tão clara e distintamente à minha inteligência a ponto de excluir qualquer possibilidade de dúvida A primeira consistia em nunca aceitar algo como verdadeiro sem conhecê-lo evidentemente como tal: isto é evitar cuidadosamente a precipitação e a prevenção; não incluir nos meus juízos nada que não se apresente tão clara e distintamente à minha inteligência a ponto de excluir qualquer possibilidade de dúvida A segunda era dividir o problema em tantas partes quantas fossem necessárias para melhor poder resolvê-lo. A segunda era dividir o problema em tantas partes quantas fossem necessárias para melhor poder resolvê-lo. A terceira, conduzir por ordem os meus pensamentos, começando pelos objetos mais simples e mais fáceis de conhecer, para subir pouco-a-pouco, gradualmente, até o conhecimentos dos mais complexos; e admitindo uma ordem mesmo entre aqueles que não apresentam nenhuma ligação natural entre sí. A terceira, conduzir por ordem os meus pensamentos, começando pelos objetos mais simples e mais fáceis de conhecer, para subir pouco-a-pouco, gradualmente, até o conhecimentos dos mais complexos; e admitindo uma ordem mesmo entre aqueles que não apresentam nenhuma ligação natural entre sí. Por último, sempre fazer enumerações completas e revisões tão gerais, que tivesse a certeza de nada ter omitido. Por último, sempre fazer enumerações completas e revisões tão gerais, que tivesse a certeza de nada ter omitido.

3 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas3 Por que precisamos de método? Nosso objetivo é construir sistemas interativos hipermídia Nosso objetivo é construir sistemas interativos hipermídia Objetivam formas mais eficientes de recuperar informação Objetivam formas mais eficientes de recuperar informação Devem permitir um papel mais pró ativo do leitor (leitor também é autor) Devem permitir um papel mais pró ativo do leitor (leitor também é autor) Podem ser difíceis de se usar Podem ser difíceis de se usar Construir sistema interativo é uma tarefa complexa Construir sistema interativo é uma tarefa complexa Necessita de método Necessita de método De projeto: para lidar com as várias frentes De projeto: para lidar com as várias frentes De metodologia específicas para se criar um produto editorial De metodologia específicas para se criar um produto editorial

4 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas4 Design também precisa de método Projetar não é mais que uma série de operações necessárias dispostas em ordem lógica (ditada pela experiência) Projetar não é mais que uma série de operações necessárias dispostas em ordem lógica (ditada pela experiência) Também no campo do design não se pode projetar sem método, pensar de forma artística procurando logo a solução, sem antes fazer uma pesquisa sobre o que já foi feito de semelhante Também no campo do design não se pode projetar sem método, pensar de forma artística procurando logo a solução, sem antes fazer uma pesquisa sobre o que já foi feito de semelhante 10% inspiração, 90% transpiração 10% inspiração, 90% transpiração

5 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas5 Projetar Projetar é fácil quando sabemos exatamente como proceder para alcançar a solução de um problema Projetar é fácil quando sabemos exatamente como proceder para alcançar a solução de um problema Deve-se sempre quebrar um problema em problemas menores Deve-se sempre quebrar um problema em problemas menores Forma de projetar não muda muito Forma de projetar não muda muito Sozinho x envolvimento de vários especialistas Sozinho x envolvimento de vários especialistas Uso na procura de soluções para os problemas menores de metodologias e técnicas específicas Uso na procura de soluções para os problemas menores de metodologias e técnicas específicas Cozinhar arroz verde x Construir uma aeronave Cozinhar arroz verde x Construir uma aeronave

6 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas6 Projetos resolvem necessidades Necessidade – Problema a ser resolvido Necessidade – Problema a ser resolvido Resolução de problemas – implica numa solução Resolução de problemas – implica numa solução Um problema não se resolve por sí só; no entanto contém todos os elementos para sua solução. É necessário conhecê-los e utilizá-los no projeto de solução Um problema não se resolve por sí só; no entanto contém todos os elementos para sua solução. É necessário conhecê-los e utilizá-los no projeto de solução Para se resolver um problema é sempre bom dividi-lo em sub-problemas Para se resolver um problema é sempre bom dividi-lo em sub-problemas Para se ter certeza que a solução a ser dada será útil é preciso compreender o problema / qual necessidade o iniciou, que público irá usá-lo Para se ter certeza que a solução a ser dada será útil é preciso compreender o problema / qual necessidade o iniciou, que público irá usá-lo

7 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas7 Por que projetos falham? Tempo, dinheiro ou recursos insuficiente Tempo, dinheiro ou recursos insuficiente Objetivos e expectativas não claras Objetivos e expectativas não claras Divergências não resolvidas entre os membros da equipe Divergências não resolvidas entre os membros da equipe Audiência pobremente definida – tentando agradar a todos Audiência pobremente definida – tentando agradar a todos Bom gerenciamento de projeto aumenta a chance do projeto dar certo Bom gerenciamento de projeto aumenta a chance do projeto dar certo

8 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas8 Gerenciamento de Projeto As 5 fases de um projeto As 5 fases de um projeto Inicio: Inicio: Articular a visão do projeto, estabelecer metas, reunir time, definir expectativas e escopo do projeto Articular a visão do projeto, estabelecer metas, reunir time, definir expectativas e escopo do projeto Planejamento Planejamento Refinar o escopo, identificando tarefas e atividades a serem finalizadas, desenvolvimento de cronograma e budget (qdo for o caso) Refinar o escopo, identificando tarefas e atividades a serem finalizadas, desenvolvimento de cronograma e budget (qdo for o caso) Execução Execução Liderar o time para que todos atinjam suas metas, resolvendo problemas e construindo o projeto Liderar o time para que todos atinjam suas metas, resolvendo problemas e construindo o projeto Controle Controle Monitorar mudanças no projeto, fazer correções, ajustar cronograma ou as expectativas Monitorar mudanças no projeto, fazer correções, ajustar cronograma ou as expectativas Fechamento Fechamento Entregar o projeto, verificação dos resultados e medição do sucesso.Escrever uma avaliação do projeto e do esforço de desenvolvimento enumerando também todas as lições aprendidas Entregar o projeto, verificação dos resultados e medição do sucesso.Escrever uma avaliação do projeto e do esforço de desenvolvimento enumerando também todas as lições aprendidas

9 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas9 Início do Projeto Baseado no trabalho já realizado: Baseado no trabalho já realizado: Escrever o máximo possível sobre as metas do site, de forma que faça sentido para todos os envolvidos. Considere para isso os seguintes critérios: Escrever o máximo possível sobre as metas do site, de forma que faça sentido para todos os envolvidos. Considere para isso os seguintes critérios: Todos os envolvidos concordam Todos os envolvidos concordam Realísticas Realísticas Específicas Específicas Mensuráveis (podem ser colocados num cronograma) Mensuráveis (podem ser colocados num cronograma) Tem um fim Tem um fim Seja possível definir um responsável pela execução Seja possível definir um responsável pela execução Não confundir metas com funcionalidades. Corte tudo que não esteja diretamente ligado ao projeto. Considere o fim e não os passos para conseguir chegar a ele Não confundir metas com funcionalidades. Corte tudo que não esteja diretamente ligado ao projeto. Considere o fim e não os passos para conseguir chegar a ele Toda a equipe deve possuir uma cópia deste documento. Toda a equipe deve possuir uma cópia deste documento.

10 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas10 Planejamento Transcrever metas em tarefas específicas (quebrar o problema em tantos pedaços quantos forem necessários) Transcrever metas em tarefas específicas (quebrar o problema em tantos pedaços quantos forem necessários) Criar um plano para completar cada uma das tarefas. Criar um plano para completar cada uma das tarefas. Diferentemente de metas, tarefas são passos a serem seguidos em um cronograma que devem ser atribuídos a uma dada pessoa. Tarefas devem ser Diferentemente de metas, tarefas são passos a serem seguidos em um cronograma que devem ser atribuídos a uma dada pessoa. Tarefas devem ser Não ambiguas (devem ser descritas em uma ou duas sentenças) Não ambiguas (devem ser descritas em uma ou duas sentenças) Devem ser executadas sem interrupções (sem outras tarefas no meio) Devem ser executadas sem interrupções (sem outras tarefas no meio) Associadas a uma pessoa ou a um grupo Associadas a uma pessoa ou a um grupo Uma única pessoa deve ser responsável por dizer que a tarefa está finalizada Uma única pessoa deve ser responsável por dizer que a tarefa está finalizada Num primeiro momento não se preocupe em listar as tarefas em seqüência, e sim no que precisa ser feito (ex: gravar trilhas de música, digitalizar vídeo ou áudio, otimizar imagens, etc) Num primeiro momento não se preocupe em listar as tarefas em seqüência, e sim no que precisa ser feito (ex: gravar trilhas de música, digitalizar vídeo ou áudio, otimizar imagens, etc)

11 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas11 Planejamento Uma vez que se tenha a lista de tarefas deve-se iniciar um plano para completá-las. Algumas tarefas são independentes, outras possuem dependência cronológica. Organize as tarefas em seqüências lógicas. Identifique quem deve ser responsável por cada uma delas, e quais recursos serão necessários (ferramentas, parcerias, espaço em disco, etc). Atente para as tarefas que dependam de outras. Uma vez que se tenha a lista de tarefas deve-se iniciar um plano para completá-las. Algumas tarefas são independentes, outras possuem dependência cronológica. Organize as tarefas em seqüências lógicas. Identifique quem deve ser responsável por cada uma delas, e quais recursos serão necessários (ferramentas, parcerias, espaço em disco, etc). Atente para as tarefas que dependam de outras. Uma vez que se tenha uma seqüência deve-se colocar as mesmas em um cronograma. Tente listar pontos de controle, conjunto de tarefas que representem resultados importantes.Exemplo: todas as mídias digitalizadas, todos os textos escritos, todas as telas-tipo finalizadas, etc. Especifique bem as data em que estes pontos de controle acontecerão. Uma vez que se tenha uma seqüência deve-se colocar as mesmas em um cronograma. Tente listar pontos de controle, conjunto de tarefas que representem resultados importantes.Exemplo: todas as mídias digitalizadas, todos os textos escritos, todas as telas-tipo finalizadas, etc. Especifique bem as data em que estes pontos de controle acontecerão. Durante o projeto, o cronograma deve ser sempre atualizado e comunicado a todos os envolvidos Durante o projeto, o cronograma deve ser sempre atualizado e comunicado a todos os envolvidos Tenha uma lista de como contactar todas as pessoas envolvidas Tenha uma lista de como contactar todas as pessoas envolvidas

12 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas12 Execução Inicie o projeto com uma reunião formal para discussão do plano do projeto. Planeje reuniões regulares durante o projeto para sincronizar a equipe e discutir problemas. Inicie o projeto com uma reunião formal para discussão do plano do projeto. Planeje reuniões regulares durante o projeto para sincronizar a equipe e discutir problemas. Lider de projeto deve manter contato constante com a equipe. Utilizar as ferramentas de comunicação escolhidas diariamente. Lider de projeto deve manter contato constante com a equipe. Utilizar as ferramentas de comunicação escolhidas diariamente. Lider deve pedir para a equipe enviar constantemente status do projeto, e comunicar o status global para todos. Lider deve pedir para a equipe enviar constantemente status do projeto, e comunicar o status global para todos.

13 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas13 Controle Não importa quanto planejamento se faça, mudanças sempre ocorrem. Cronograma e planejamento precisarão de constante atualização Não importa quanto planejamento se faça, mudanças sempre ocorrem. Cronograma e planejamento precisarão de constante atualização Nunca perca contato com a equipe e com o andamento do projeto. Se re-planejamentos são necessários, é melhor revisar o escopo que comprometer o projeto inteiro. Nunca perca contato com a equipe e com o andamento do projeto. Se re-planejamentos são necessários, é melhor revisar o escopo que comprometer o projeto inteiro. Lembre-se que os 10% finais são os intermináveis. Identifique todas as tarefas faltantes e faça um plano detalhado para cada uma delas. Se não for possível fazer tudo, revise o escopo e expectativas Lembre-se que os 10% finais são os intermináveis. Identifique todas as tarefas faltantes e faça um plano detalhado para cada uma delas. Se não for possível fazer tudo, revise o escopo e expectativas

14 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas14 Fechamento Escreva detalhadamente o que ocorreu no projeto: Escreva detalhadamente o que ocorreu no projeto: Quais metas foram alcançada e quais não foram? Quais metas foram alcançada e quais não foram? Lider manteve comunicação com o time durante todo o projeto? Lider manteve comunicação com o time durante todo o projeto? Os problemas técnicos foram resolvidos? Os problemas técnicos foram resolvidos? Houve problemas com o time ou com outros recursos? Houve problemas com o time ou com outros recursos? Para quem se pediu aconselhamento? Foi útil? Para quem se pediu aconselhamento? Foi útil? Que conselhos você daria para outros que serão responsáveis por projetos semelhantes? Que conselhos você daria para outros que serão responsáveis por projetos semelhantes? Liste as lições aprendidas Liste as lições aprendidas Incluir cópia das metas originais, lista de tarefas, e cronograma. O antes e o depois são importantes para análise do projeto. Incluir cópia das metas originais, lista de tarefas, e cronograma. O antes e o depois são importantes para análise do projeto.

15 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas15 Metas Exemplos de metas a serem detalhadas: Exemplos de metas a serem detalhadas: Ser um site de crítica musical de rock britânico (passado e presente) Ser um site de crítica musical de rock britânico (passado e presente) Exemplo de tarefas seqüenciais Exemplo de tarefas seqüenciais Listar álbuns que serão criticados (responsável: XX) Listar álbuns que serão criticados (responsável: XX) Critica dos álbuns (responsável: XX) Critica dos álbuns (responsável: XX) Exemplo de pontos de controles Exemplo de pontos de controles Todas as críticas de álbuns finalizadas (isto é texto final das críticas prontos) – Data: 09/09 Todas as críticas de álbuns finalizadas (isto é texto final das críticas prontos) – Data: 09/09

16 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas16 Cronograma – Exemplo

17 ´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 17 Projeto de Sistemas Centrados no Usuário

18 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas18 Design centrado em sistemas

19 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas19 Aonde os sistemas falham? Síndrome do umbigo – sintomas crônicos Todos os usuários são iguais a mim

20 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas20 Aonde os sistemas falham? Síndrome do umbigo – sintomas agudos Se eles não são iguais a mim, não deveriam ser usuários Pensa-se no sistema, e não nos usuários

21 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas21 Design centrado em usuários Design é baseado em: Design é baseado em: Habilidades e necessidades reais do usuário Habilidades e necessidades reais do usuário Contexto Contexto Tarefas Tarefas Regra de ouro: Conheça seu usuário Regra de ouro: Conheça seu usuário Desafio: atenda aos objetivos do que se constrói atendendo seus usuários. Desafio: atenda aos objetivos do que se constrói atendendo seus usuários.

22 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas22 Design centrado em usuários Resultado: satisfação do usuário Resultado: satisfação do usuário Envolve um processo de colaboração entre designers e usuários Envolve um processo de colaboração entre designers e usuários Processo de trabalho em grupo multidisciplinar Processo de trabalho em grupo multidisciplinar

23 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas23 Abordagem Participativa Vantagens: Vantagens: Apresentando-se coisas concretas: usuários reagem de forma excelente Apresentando-se coisas concretas: usuários reagem de forma excelente Usuários trazem conhecimentos que designers não teriam acesso Usuários trazem conhecimentos que designers não teriam acesso Produto final gerando satisfação para o usuário Produto final gerando satisfação para o usuário Desvantagens Desvantagens Difícil selecionar usuários reais: caro Difícil selecionar usuários reais: caro Usuários detectam problema, não solucionam Usuários detectam problema, não solucionam Nem sempre sabem tudo o que querem Nem sempre sabem tudo o que querem

24 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas24 Abordagem Participativa Usuários participam de todas as etapas do projeto Usuários participam de todas as etapas do projeto Colaboradores ativos ao invés de participantes passivos Colaboradores ativos ao invés de participantes passivos Usuários considerados como experts Usuários considerados como experts Processo interativo Processo interativo Revisão da cada estágio do projeto Revisão da cada estágio do projeto

25 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas25 Teoria e Prática Teoria Teoria Novos produtos deveriam surgir de necessidades reais de públicos Novos produtos deveriam surgir de necessidades reais de públicos Entendimento das necessidades, gaps, contextos, etc.. Entendimento das necessidades, gaps, contextos, etc.. Prática Prática Muitas vezes é difícil, caro saber as reais necessidades do público Muitas vezes é difícil, caro saber as reais necessidades do público Tem-se uma idéia, e tenta-se moldar a idéia as necessidades do público Tem-se uma idéia, e tenta-se moldar a idéia as necessidades do público Risco: idealizar produtos não necessários Risco: idealizar produtos não necessários Inovação: idealizar produtos que revolucionam Inovação: idealizar produtos que revolucionam

26 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas26 Teoria e Prática In 1950, Tokyo Telecommunications Engineering Corp. faced a dilemma. It had developed Japan's first tape recorder, making a tape by grinding up magnets and sticking the powder to strips of paper with rice paste. Now it had a product, but hardly anyone had a use for it - until a number of educators thought this new-fangled and little-understood gadget had possibilities in the classroom. The company responded enthusiastically, putting educational radio programs on tape to suit teaching curriculums. It visited schools to lecture on how to use the new audio aids. Sales began to take off. Tokyo Telecom had learned its first valuable lesson in commercial life - don't just create a product to fill a market need; create the market with the product. It was an insight that co-founder Morita Akio would apply over the years as the tiny company grew to become the world giant Sony. In 1950, Tokyo Telecommunications Engineering Corp. faced a dilemma. It had developed Japan's first tape recorder, making a tape by grinding up magnets and sticking the powder to strips of paper with rice paste. Now it had a product, but hardly anyone had a use for it - until a number of educators thought this new-fangled and little-understood gadget had possibilities in the classroom. The company responded enthusiastically, putting educational radio programs on tape to suit teaching curriculums. It visited schools to lecture on how to use the new audio aids. Sales began to take off. Tokyo Telecom had learned its first valuable lesson in commercial life - don't just create a product to fill a market need; create the market with the product. It was an insight that co-founder Morita Akio would apply over the years as the tiny company grew to become the world giant Sony. Ver oc/aoc.morita.html Ver oc/aoc.morita.html

27 ´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 27 Visão Geral da Metodologia para Construção de Mídias Interativas

28 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas28 Exercício 20 minutos + 10 discussão 20 minutos + 10 discussão Escrevam as etapas da construção de um livro. Escrevam as etapas da construção de um livro.

29 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas29 Visão Geral Regras básicas de desenvolvimento de projetos se aplicam. Regras básicas de desenvolvimento de projetos se aplicam. Similaridade com a produção de qualquer outro produto editorial Similaridade com a produção de qualquer outro produto editorial A mídia no entanto é diferente e suas particularidades devem ser respeitadas A mídia no entanto é diferente e suas particularidades devem ser respeitadas Maior enfoque na usabilidade Maior enfoque na usabilidade

30 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas30 Visão Geral Entender a Mídia em que se trabalha é fundamental Entender a Mídia em que se trabalha é fundamental (20 minutos + 10 discussão) (20 minutos + 10 discussão) Exercício: Comparar caracterísiticas da mídia impressa e eletrônica Exercício: Comparar caracterísiticas da mídia impressa e eletrônica Espaço para as informações Espaço para as informações Custo de produção e reprodução Custo de produção e reprodução Formas de acesso Formas de acesso Capacidade de atualização Capacidade de atualização Resolução x Facilidade de leitura Resolução x Facilidade de leitura Competências envolvidas Competências envolvidas Maturidade da mídia Maturidade da mídia Etc... Etc...

31 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas31 Visão Geral A construção de um sistema virtual está ligado a um empreendimento: A construção de um sistema virtual está ligado a um empreendimento: Deve, portanto seguir regras e modelos de criação e de negócios. Deve, portanto seguir regras e modelos de criação e de negócios. A origem das idéias pode vir de diferentes pontos na organização, empresa, etc. A origem das idéias pode vir de diferentes pontos na organização, empresa, etc. Para o sucesso, como em todo empreendimento, envolvera um time multidisciplinar Para o sucesso, como em todo empreendimento, envolvera um time multidisciplinar

32 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas32 Visão Geral Metodologia de Desenvolvimento Metodologia de Desenvolvimento Porque há muito mais projetos de sistemas virtuais que falham? Porque há muito mais projetos de sistemas virtuais que falham? Falta de conhecimento do usuário Falta de conhecimento do usuário Falta de know-how sobre as tecnologias Falta de know-how sobre as tecnologias Conceito de rápido vence o lento Conceito de rápido vence o lento Omissão de conceituações Omissão de conceituações Omissão das boas práticas de desenvolvimento Omissão das boas práticas de desenvolvimento Omissão de controle de qualidade Omissão de controle de qualidade Parcerias complexas Parcerias complexas Falta de gerenciamento adequado Falta de gerenciamento adequado Mau uso da mídia Mau uso da mídia

33 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas33 Metodologia para Construção de Sites Conceituação Conceituação Modelo Conceitual Modelo Conceitual Concepção Concepção Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Desenvolvimento da linha gráfica e telas tipo Desenvolvimento da linha gráfica e telas tipo Desenvolvimento do estilo editorial – tom de voz Desenvolvimento do estilo editorial – tom de voz Implementação Implementação Desenvolvimento de Conteúdo Desenvolvimento de Conteúdo Diagramação + HTML Diagramação + HTML Projeto de TI Projeto de TI Integração e aceite Integração e aceite Publicação Publicação Monitoração e-performance Monitoração e-performance

34 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas34 Exercício Imagine que você fosse construir uma casa Imagine que você fosse construir uma casa Abstraia quais seriam as ações a serem realizadas nas etapas de: Abstraia quais seriam as ações a serem realizadas nas etapas de: Conceituação Conceituação Concepção Concepção Implementação Implementação Teste Teste

35 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas35 Exercício Conceituação (objetivos, necessidades, restrições) Conceituação (objetivos, necessidades, restrições) Que tipo de moradia desejo (prédio, casa) Que tipo de moradia desejo (prédio, casa) Qual a distância que estou disposto a morar do centro de São Paulo Qual a distância que estou disposto a morar do centro de São Paulo Quantas pessoas irão morar na casa Quantas pessoas irão morar na casa Existem restrições (crianças, idosos, deficientes) Existem restrições (crianças, idosos, deficientes) Qual o meu orçamento Qual o meu orçamento Vou construir (quanto tempo tenho) ou comprar pronta Vou construir (quanto tempo tenho) ou comprar pronta Quais as referências que tenho (revistas, moradias de amigos, etc) Quais as referências que tenho (revistas, moradias de amigos, etc)

36 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas36 Exercício Concepção (mapeamento dos conceitos em modelos palpáveis) Concepção (mapeamento dos conceitos em modelos palpáveis) Que espaços gostaria de ter Que espaços gostaria de ter Amplitude de cada um deles Amplitude de cada um deles Proximidade de espaços Proximidade de espaços Privacidade Privacidade Qual o estilo que desejo Qual o estilo que desejo Acabamentos / decoração / iluminação / pintura Acabamentos / decoração / iluminação / pintura

37 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas37 Exercício Implementação (tornar o modelo concebido realidade) Implementação (tornar o modelo concebido realidade) Obra propriamente dita Obra propriamente dita Implementação não é possível sem concepção Implementação não é possível sem concepção Concepção sem conceituação pode levar a espaços inabitáveis Concepção sem conceituação pode levar a espaços inabitáveis Percebam: profissionais envolvidos não podem construir a casa sem obter informações dos donos a cada etapa (abordagem participativa) Percebam: profissionais envolvidos não podem construir a casa sem obter informações dos donos a cada etapa (abordagem participativa)

38 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas38 Implementação Abordagem Participativa Estratégia Visão – Missão - Objetivos Arquitetura de Informação Look & Feel Arquitetura + Projeto de IT Conteúdo Back office infra-estrutura, parcerias,etc Integração Testes Aceite Publicação Gerenciamento de Projetos Boas Práticas / Guideline Modelo de negócios Modelagem Conceitual Operação e Manutenção Piloto

39 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas39 Gaps mesmo com abordagem participativa Expectativa Usuários Usuário não sabe verbalizar suas necessidades Usuário não foi compreendido Custo, legado, políticas Modelagem Conceitual (sistema) Modelo Mental (usuário) Exercicio: quais os tipos de testes podem ser aplicados em cada uma das fases para Que se mantenham / diminuam os gaps acima. Proponha realimentações para Diminuição de gaps. Tarefas/ contexto do usuário não forma entendidas Falhas de consistências (AI + L&F) Custo, legado,políticas Interface

40 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas40 Conceituação Visão Visão Missão Missão Objetivos Objetivos Público Alvo e suas Necessidades Público Alvo e suas Necessidades Levantamento de Requisitos, Escopo, Limitações Levantamento de Requisitos, Escopo, Limitações Modelo de Negócios (viabilidade) Modelo de Negócios (viabilidade) Análise da Concorrência Análise da Concorrência Metáforas Metáforas Parcerias Parcerias Planejamento Planejamento Necessidaes Opercionais Necessidaes Opercionais

41 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas41 Concepção Transformação de conceitos em modelos funcionais Transformação de conceitos em modelos funcionais Simplificação do complexo Simplificação do complexo Uso de wireframes e maquetes Uso de wireframes e maquetes Envolve as etapas de: Envolve as etapas de: Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Projeto Gráfico – Identidade Visual Projeto Gráfico – Identidade Visual Estilo Editorial – Tom de voz Estilo Editorial – Tom de voz

42 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas42 Implementação Usando os modelos concebidos implementar as várias páginas Usando os modelos concebidos implementar as várias páginas Envolve Envolve Editoria de todos os conteúdos Editoria de todos os conteúdos Diagramação em HTML Diagramação em HTML Projeto de TI Projeto de TI

43 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas43 Integração Unir todas as partes Unir todas as partes Testes e Aceite Publicação Monitoramento

44 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas44 Comunicações Ler para próxima aula: Ler para próxima aula: Cognitive Engineering – Donald Norma (xerox) Cognitive Engineering – Donald Norma (xerox) A user based design process for web sites – E. G. Abels, M.D. White, K. Hahn A user based design process for web sites – E. G. Abels, M.D. White, K. Hahn

45 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas45 Leituras Complementares 3.ibm.com/ibm/easy/eou_ext.nsf/publish/ ibm.com/ibm/easy/eou_ext.nsf/publish/5 58 ml - capítulo 1 ml - capítulo 1 ml ml

46 Aula 2Metodologia de Produção de Mídias Interativas46 Maus exemplos (MENU) (MENU) gineering/iarchitect/index-1.htm (hall of shame e hall of fame) gineering/iarchitect/index-1.htm (hall of shame e hall of fame) gineering/iarchitect/index-1.htm gineering/iarchitect/index-1.htm


Carregar ppt "´Metodologia de Produção e Mídias Interativas 1 Aula 3 Como Projetar Mylene Melly."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google