A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma breve retrospectiva Sinepe Rio agosto/08. É preciso acreditar no estudante para poder avaliar. Importante é a busca do melhor resultado. Identificar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma breve retrospectiva Sinepe Rio agosto/08. É preciso acreditar no estudante para poder avaliar. Importante é a busca do melhor resultado. Identificar."— Transcrição da apresentação:

1 Uma breve retrospectiva Sinepe Rio agosto/08

2 É preciso acreditar no estudante para poder avaliar. Importante é a busca do melhor resultado. Identificar o aluno como um ser em evolução. A alma é como uma semente. Sto. Agostinho

3 Avaliar é investigar para tomar decisão: 1. Descrição da realidade- bons instrumentos são indispensáveis: - linguagem precisa e clara - objetividade - entendimento do aluno (diálogo) 2. Qualificação da realidade- comparar a realidade com a expectativa: - observar cultura local - cuidar do nível do trabalho levar em conta a bagagem - qualificar o resultado descrito 3- intervir na realidade: o que falta aprender? - avaliação para futuro

4 Para descrever a conduta do aluno: A mediação deve ser feita através de uma variedade de instrumentos: Experimentos Vivências Demonstrações Entrevistas Fichamentos Resenhas Observações Monografia Auto-avaliação Nunca desistir do aluno. Avaliação deve ser um ato amoroso.

5 Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema, pergunta o que Deus quis fazer com este mundo. Mario Quintana

6 Avaliar é fazer uma intervenção; é diagnosticar se a aprendizagem está ocorrendo. A avaliação tem que ser significativa. Avaliação é uma relação com o outro (o aprendiz). A avaliação é uma mediação.

7 Entrar em sintonia com o pensamento do aluno. Precisa conhecer os diferentes estágios da evolução do pensamento do aluno. Reconhecer as diferenças.

8 Classificatória Mediadora Julgar Testar Medir Comparar Classificar Ver resultados Selecionar Observar Interpretar Compreender Acompanhar Orientar Mediar Promover Usar múltiplos instrumentos para poder mediar. Lembrar que há múltiplas inteligências. Avaliar, SEMPRE, o crescimento do aluno.

9 A avaliação só é eficaz se provocar uma interferência no processo de aprendizagem. Para bem avaliar: O professor precisa saber exatamente o que deseja do aluno. O professor precisa ter claro o que o aluno precisa saber.

10 Formal: para promover ou não (seleção) para gerar diagnósticos (interferências) Onde houve falha no processo? Que processos terapêuticos podem ser aplicados? Comparativa: quem é melhor? gera hierarquia

11 Para ser efetivo precisa atender a duas vertentes: Abranger a totalidade do que foi trabalhado Nível de complexidade – para atender à diversidade de estilos de aprendizagem. Construir um instrumento de avaliação requer precisão e abrangência.

12 Pense, converse com seu colega ao lado e discuta. Depois, abra para o grupo: O que você viu de comum entre os três estudiosos de avaliação?

13 Tão logo um individuo empreende uma ação, qualquer que seja, esta começa a escapar de suas intenções. Esta ação entra em um universo de interações e é finalmente o meio que se apossa dela, em sentido que pode contrariar a intenção inicial (Edgard Morin)

14 A serviço da aprendizagem. A serviço da seleção.

15 Amar primeiro, educar depois. Libertar primeiro, para ensinar depois. Agir primeiro, julgar depois. Mario Quintana Começar, então, a conhecer melhor seus alunos; porque, certamente, você não os conhece bem. Jean Jacques Rousseau

16 Meus queridos jovens, vejo a luz em seus olhos, a energia em seus corpos e a esperança que existe em seus espíritos. Sei que são vocês, não eu, que farão o futuro. São vocês, não eu, que consertarão nossos erros e levarão adiante tudo o que é certo no mundo. Nelson Mandela

17 Bibliografia sugerida Demo, Pedro ;Avaliação Qualitativa ; Editora Autores Associados Avaliação sob o olhar Propedêutico; Papirus Editora Mitologias da Avaliação, de como ignorar, em vez de enfrentar problemas; Editora Autores Associados Hoffmann, Jussara; AVALIAÇÃO MITO E DESAFIO, uma perspectiva construtivista AVALIAÇÃO MEDIADORA, uma prática em construção da pré-escola à universidade AVALIAR, respeitar primeiro, educar depois Avaliação na Pré-escola, um olhar sensível e reflexivo sobre a criança Pontos e Contrapontos, do pensar ao agir em avaliação Todos publicados pela Editora Mediação Luckesi, Cipriano; Avaliação da aprendizagem escolar, Cortez Editora Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e recriando a prática, Malabares Comunicação e Eventos Morin, Edgar; Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro ; Cortez; Brasília, DF: UNESCO A Cabeça Bem Feita ; repensar a reforma, reformar o pensamento; Bertrand Brasil Perrenoud, Philippe; Avaliação. Da Excelência à Regulação das Aprendizagens; Avaliação. Da Excelência à Regulação das Aprendizagens Artmed Editora Perrenoud, Ph., Gather Thurler, M., De Macedo, L., Machado, N.J. e Allessandrini, C.D. ; As Competências para Ensinar no Século XXI. A Formação dos Professores e o Desafio da Avaliação : Artmed Editora. As Competências para Ensinar no Século XXI. A Formação dos Professores e o Desafio da Avaliação


Carregar ppt "Uma breve retrospectiva Sinepe Rio agosto/08. É preciso acreditar no estudante para poder avaliar. Importante é a busca do melhor resultado. Identificar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google