A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão Empresarial Material de Aula Baseado no livro Gestão Empresarial, de Maria Inês Caserta Scatena, Editora Uninter, Curitiba, 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão Empresarial Material de Aula Baseado no livro Gestão Empresarial, de Maria Inês Caserta Scatena, Editora Uninter, Curitiba, 2010."— Transcrição da apresentação:

1

2 Gestão Empresarial Material de Aula Baseado no livro Gestão Empresarial, de Maria Inês Caserta Scatena, Editora Uninter, Curitiba, 2010

3 Apresentação Empresário Brasileiro Coragem Ciclo de vida das empresas – 2 anos

4 Capítulo 1 - Administração empresarial: Conceito e Teorias

5 Administração de Empresas Dar direção Normas Funções Ordem Princípios Dar direção Normas Funções Ordem Princípios Comércio Indústria Hospitais Clubes Escolas Serviços Públicos Comércio Indústria Hospitais Clubes Escolas Serviços Públicos Chiavenato (2003): Tarefa Estrutura Pessoas Tecnologia Ambiente Mercado Chiavenato (2003): Tarefa Estrutura Pessoas Tecnologia Ambiente Mercado

6 Gerir Fazer com que um conjunto de pessoas, em comum acordo e de forma harmônica, execute uma atividade com qualidade, de maneira adequada ao que foi proposto pela organização

7 Abordagem Histórica Revolução Industrial 1780 a a 1895

8 INÍCIO INGLATERRA CARACTERÍSTICAS: Produção industrial em larga escala voltada para o mercado mundial. Especialização das tarefas. Uso intensivo de máquinas - mecanização da indústria. Relação Social – Burguesia X Proletariado Sistema Econômico – capitalismo Industrial. Construção de estradas de ferro, locomotivas, vagões, navios e máquinas industriais.

9 Etapas da Industrialização ARTESANAL quando o artesão tinha o domínio de toda a produção (matéria-prima até o produto final). MANUFATUREIRA os artesãos se reuniam em oficinas, havia uma divisão de trabalho, porém os instrumentos de trabalho eram manuais e o ritmo de trabalho era imposta pela força humana. Mecanizada uso de máquinas a vapor, impondo o ritmo de trabalho ao operário, especialização da produção Mecanizada uso de máquinas a vapor, impondo o ritmo de trabalho ao operário, especialização da produção

10 Newcomen inventa uma máquina para drenar a água acumulada nas minas de carvão. Patenteada em 1705 por James Watt foi a primeira máquina movida a vapor.

11 PIONEIRISMO INGLÊS Acúmulo de capitais,Acúmulo de capitais, Cercamento,Cercamento, Disponibilidade de mão-de-obra,Disponibilidade de mão-de-obra, Jazidas de minérios,Jazidas de minérios, Supremacia navalSupremacia naval Desenvolvimento tecnológica,Desenvolvimento tecnológica,

12 Impactos do Avanço Industrial Trabalho infantil Trabalho Feminino Altas jornadas de trabalho

13 Lutas de classe Ludismo Formação dos Union Trade – Movimento Cartista

14 FASES DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL 1ª 1760 a 1860 limitada basicamente a Inglaterra. Indústria têxtil,1ª 1760 a 1860 limitada basicamente a Inglaterra. Indústria têxtil, aperfeiçoamento da máquina a vapor, aperfeiçoamento da máquina a vapor, utilização do carvão e do ferro. utilização do carvão e do ferro. 2ª 1860 a 1900 espalhou-se pela Europa, América e2ª 1860 a 1900 espalhou-se pela Europa, América e Ásia Ásia inovações tecnológicas (aço, eletricidade, inovações tecnológicas (aço, eletricidade, petróleo) petróleo) desenvolvimento na telecomunicação. desenvolvimento na telecomunicação. 3ª meados do século XX se traduz pelo impacto 3ª meados do século XX se traduz pelo impacto tecnologias: microcomputador,microeletrônica tecnologias: microcomputador,microeletrônica robótica, engenharia genética. robótica, engenharia genética.

15 Principais Expoentes

16 Adam Smith A Riqueza das Nações – 1776 Divisão do Trabalho

17 Administração Científica Abordagem Clássica da Administração Teoria Clássica Ênfase nas Tarefas Ênfase na Estrutura FREDERICK W. TAYLOR HENRY FAYOL ESCOLA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO – PRINCIPAIS EXPOENTES (DAFT) Ênfase na Produtividade com Economia Principais Expoentes HENRY FORD

18 Henry Ford Henry Ford ( ) de mecânico a engenheiro-chefe de uma fábrica... Empreendedor e inventivo... Gestor e referência mundial... ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO

19 precursores Henry Ford O mais conhecido dos precursores da Administração Moderna, Henry Ford ( ) iniciou sua vida como mecânico e chegou a engenheiro- chefe de uma fábrica... Ford: Principais Expoentes

20 Trabalhador Manual Abandonou Faculdade Direito Torneiro 1874 a 1878 Siderúrgica 1878 a 1890 Engenheiro Chefe Fábrica de Papel 1890 a 1893 Gerente Consultor Taylor Fundador da Administração Científica 3 Etapas: Sistema eliminar problema dos salários Enfocou a Tarefa

21 tarefa Na Administração Científica a ênfase era colocada apenas na tarefa que realiza cada operário... Teoria ClássicaFayol ESTRUTURA Na Teoria Clássica de Fayol e seus seguidores a ênfase já começa a ser posta na ESTRUTURA da organização. Teoria CLÁSSICA DA ADM Teoria CLÁSSICA DA ADM

22 Três aspectos suportam o sistema de Ford: P rogressão do produto: através do processo produtivo-planejado, ordenado e contínuo; Trabalho distribuído ao trabalhador: Trabalho distribuído ao trabalhador: em vez de deixá-lo com a iniciativa de ir buscá-lo; Operaçõesanalisadas (precursor AQ) Operações são analisadas em seus elementos constituintes (precursor AQ)... ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO

23 Para Henry Fayol... - Organizar vai além de maximizar os recursos - Deve otimizar a sua obtenção. Trabalho dividido = empresa eficiente; Trabalho semelhante = facilidade de treinamento; Poucos subordinados para cada chefe = Facilita supervisão Papel do Administrador = Criar uma estrutura ideal. A organização para os Clássicos... Teoria CLÁSSICA DA ADM Teoria CLÁSSICA DA ADM

24 Ford Motor Fundou, em 1903, a Ford Motor. 800 Em 1913, fabricava 800 carros por dia. repartiu com seus empregados Em 1914, repartiu com seus empregados uma parte do controle acionário da sua empresa. ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO salário mínimocinco dólares (US$ 5.00) países da Europa 10 e 12 horas Estabeleceu um salário mínimo de cinco dólares (US$ 5.00) por dia e jornada diária de 8 (oito) horas de trabalho, quando na época, na maioria dos países da Europa, salário e jornada diária variava entre US$3,00/10 e 12 horas.

25 maiores fortunas do mundo métodosprocessosprodutos Fez uma das maiores fortunas do mundo graças ao constante aperfeiçoamento de seus métodos, processos e produtos... racionalização da produção Linha de Montagem produção em série grandes quantidades padronizadamente Pela racionalização da produção, idealizou a Linha de Montagem, o que lhe permitiu a produção em série, método que permite fabricar grandes quantidades de um determinado produto padronizadamente... ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO

26 Ford T. Ficou famoso depois de iniciar a fabricação do Ford T., um carro popular, barato (!?) e que rodava com uma ótima velocidade para a época... ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO

27 Resumo: Aperfeiçoou o sistema de produção em linhas de montagem; As peças eram transportadas, as pessoas ficavam paradas aguardando as peças para montar; Buscou eliminar os movimentos desnecessários; Busca do mínimo consumo de força de vontade e esforço mental; Buscou democratizar o uso do automóvel; Pagamento com bases em bônus. ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADM FORDISMO

28 Ford z Robotização da mão de obra; z Linha de montagem sem alternativas de outro modelo; qualidade? zBusca EXAUSTIVA da quantidade (qualidade?); z Visão voltada para o produto e não para o mercado; z Sistema não permitia inovações e adaptações ao mercado; z Excessos no controle de pessoal... CRÍTICAS

29 Linha do Tempo Revolução Ind Início Revolução Industrial 1760 Adam Smith Riqueza das Nações Divisão do Trabalho 1776 Início da II Revolução Ind Escola Clássica ADM ADMINISTRAÇÃO Taylor Administração Científica Henry Fayol Teoria Clássica

30

31 Teoria das Relações Humanas Intuito de Evidenciar a importância das pessoas no processo produtivo 1929 – Crise Nova Iorque Estado passou a exercer postura intervencionista Motivação Liderança Comunicação

32 Teoria da Burocracia Weber Formalidade Baseadas em leis Impessoalidade Formada por cargos e não pessoas Profissionalismo Formação de Carreira

33 Teoria Comportamental 1974 – Livro Comportamento Administrativo – Herbert Alezander Simon Teoria X e Y Pirâmide de Maslow Teoria dos Dois Fatores

34 Teoria X e Y Mc Gregor (1906 a 1964)

35 Pirâmide de Maslow Abraham Harold Maslow (1908 a 1970)

36 Teoria dos Dois Fatores Frederick Herzberg (1923 a 1981) Fatores Higiênicos Salário Benefícios Chefia Ambiente Fatores Motivacionais Autorrealização Merecimento

37 Teoria Estruturalista Anos 50 Enfoca níveis hierárquicos Recompensas salariais e materiais Análise interna e externa Diversos Tipos de Organizações Sintetizar teoria clássica e relações humanas

38 Teoria dos Sistemas

39 Teoria Neoclássica

40 Após 1960 Pós Guerra Crescimento econômico Releitura da Teoria Clássica Funções Planejar Organizar Dirigir Controlar

41 Divisão do Trabalho Especialização Hierarquia Amplitude CentralizaçãoDescentralização Decisores no topo da hierarquia, possuem visão global Decisões podem ser tomadas em níveis menores Reduz custos e esforços duplicados Aumenta agilidade, eficiência e motivação Decisões alinhadas com os objetivos da empresa Reduz complexidade das decisões Nível hierárquico mais alto é mais preparado Níveis mais baixos, tornam-se mais motivados por tornarem tomadores de decisão Princípios

42 Tipos de Organização LinearFuncional Simples Autoridade Linear Linhas formais Comunicação Centralização Autoridade Funcional Linhas direta Comunicação Descentralização Especialização

43 Departamentalização Funcional Produtos ou Serviços Clientela Processo Projeto

44 Administração por Objetivos (APO) Qualquer empreendimento empresarial tem de montar uma verdadeira equipe e unir esforços individuais em esforço conjunto. Cada participante da empresa contribui com algo diferente, mas todos devem contribuir para um objetivo comum. Todos os seus esforços devem ser feitos na mesma direção, e suas contribuições devem ser ajustadas para produzir um todo harmonioso – sem lacunas, sem atritos, sem duplicação desnecessária de esforços. O desempenho da empresa, por conseguinte, exige que cada tarefa seja direcionada aos objetivos da empresa inteira. E, em particular, o trabalho de cada administrador deve ser focado no sucesso do conjunto Drucker(2002)

45 Planejamento Estratégico Estratégia: Refere-se a organização como um todo e é o meio que esta define para alcançar seus objetivos a longo prazo Tática: São os meios que a organização escolhe para que os departamentos alcancem seus objetivos a curto e médio prazo

46 Clima e Cultura Organizacional Cultura OrganizacionalClima Organizacional Crenças Hábitos Valores Tradições Aspectos psicológicos Comportamento dos funcionários

47 Teoria da Contingência Necessidade de se explicar por que algumas ferramentas de gestão funcionam e outras não. Organização Mecanística: Teoria Clássica, estrutura burocrática, centralizada, Organização Orgânica: Estrutura flexível, pouca divisão de trabalho, cargos redefinidos, descentralizada

48 Mecanístico e Orgânico

49 Administração Estratégica A arte da guerra implica cinco fatores principais, que devem ser o objetivo de nossa continua meditação e de todo cuidado, como fazem os grandes artistas ao iniciarem uma obra prima. Eles tem sempre em mente o objetivo a que visam, e aproveitam tudo que veêm e ouvem, esforçando-se para adquirir novos conhecimentos e todos os subsídios que possam conduzi-los ao êxito. Se quisermos que a glória e o sucesso acompanhem nossas armas, jamais devemos perder de vista os seguintes fatores: a doutrina, o tempo, o espaço, o comando, a disciplina (Sun Tzu, 2007)

50 Ferramentas de Estratégia Porter e Ansoff

51 Swot e BCG

52 Administração Japonesa Just-in Time: Diminuição de estoques Kanban: sistema de sinais Muda: Eliminação de desperdícios Kaizen: Melhoria Contínua

53 Ferramentas

54 Síntese Taylor conferiu ordem ao chão de fábrica, Fayol contribuiu para as funções administrativas, Weber com a burocracia, os humanistas destacaram a importância das pessoas, a teoria estruturalista integra as várias teorias. A teoria neoclássica, surge como uma releitura da teoria clássica adaptada aos novos modelos de organização.

55 Questões Qual a influência da administração científica de Taylor nas empresas de hoje? Explique como a teoria das relações humanas influenciou o surgimento da teoria comportamental. A administração estratégica é um desdobramento da teoria neoclássica? Explique a relação entre as duas.

56 Questões Quais são as seis variáveis que a teoria geral da administração tem estudado ao longo de sua jornada histórica? Como elas integram entre si? Do ponto de vista da gestão empresarial, qual a importância do surgimento da teoria da burocracia de Weber?

57 Capítulo 2 - Gestão Empresarial na Prática

58 Capítulo 3 - Organização, sistemas e métodos - OSM

59 Capítulo 4 - Gestão de Pessoas

60 Capítulo 5 - Sustentabilidade: progresso econômico, preservação do meio ambiente e responsabilidade social

61 Muito Obrigado!


Carregar ppt "Gestão Empresarial Material de Aula Baseado no livro Gestão Empresarial, de Maria Inês Caserta Scatena, Editora Uninter, Curitiba, 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google