A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 AULA 3. 2 Cadeia Logística :. Logística de Suprimentos. Logística de Produção. Logística de Distribuição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 AULA 3. 2 Cadeia Logística :. Logística de Suprimentos. Logística de Produção. Logística de Distribuição."— Transcrição da apresentação:

1 1 AULA 3

2 2 Cadeia Logística :. Logística de Suprimentos. Logística de Produção. Logística de Distribuição.

3 3 LOGÍSTICA CIRCUNSCRITA À EMPRESA OPERAÇÃO FORNECEDOR CLIENTE LOGÍSTICA INBOUND Suprimento Físico OUTBOUND Distribuição Física LOGÍSTICA REVERSA OPERAÇÕES LOGÍSTICA DA PRODUÇÃO No âmbito da empresa, as atividades logísticas estão distribuídas entre quatro diferentes segmentos: Logística de Inbound ou de suprimento físico Logística de produção Logística de outbound ou distribuição física Logística reversa (preocupação recente das empresas e dos governos)

4 4 Estratégia de suprimento de produtos em que os colaboradores da cadeia de abastecimento trabalham conjuntamente para: Eliminar custos em excesso. Eliminar investimentos em capital de giro. Aumentar a disponibilidade e qualidade dos produtos no ponto de venda. Logística de Suprimentos

5 5 Logística de Produção / Planejamento e Programação da Produção. / C apacidades (máquinas, mão-de-obra, etc.). / Processos de Fabricação ( gerando recursos para realizar os processo de fabricação). / Movimentação e Armazenagem de Materiais ** Recebimento, Armazenagem, Expedição ** Layout e Fluxo de Material ** Embalagem ** Veículos Industriais ** Equipamentos de Movimentação ** Equipamentos de Estocagem A administração eficiente deste processo é Missão da Logística da Produção.

6 6 EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA DE PRODUÇÃO Dos anos 1980 aos anos 1990 Produção para mercado Forte adoção do sistema Kanban. Pull system. Pequenos lotes. Mix elevado Até anos 1980 Produção para estoques Production out Push system Grandes lotes Baixo mix

7 7 Século XXI Customização em massa Postponement Lote unitário EVOLUÇÃO DA LOGÍSTICA DE PRODUÇÃO Masserati Anos 1990 à 2000 Adoção de sistemas de gerenciamento integrado. * Forte adoção de sistemas de Informação ERP/MRP. Terceirização.

8 8 Movimentação e Armazenagem de Materiais

9 9 MOVIMENTO: Peças, materiais e produtos acabados devem ser movimentados de um lugar para outro. LUGAR: O material é de pouco significado em qualquer atividade,a não ser que esteja no local próprio para o uso. TEMPO:Cada passo ou processo numa empresa requer que os materiais estejam, disponíveis no momento que são necessários. QUANTIDADE: A demanda varia no mercado e entre operações em qualquer processo de produção. ESPAÇO : Espaço para guarda dos materiais usados ou não. É um dos mais importantes elementos em qualquer empresa, pois ele custa dinheiro. MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS :

10 10 Layout - Fluxo

11 11 EMBALAGEM

12 Embalagem da Mercadoria EMBALAGEM DE TRANSPORTE DEVEMOS PENSAR EM EMBALAGEM QUE RESISTA COM SEGURANÇA E DURABILIDADE LONGAS DISTÂNCIAS

13 O que é Embalagem? Genericamente podemos definir como sendo o elemento que protege o que vende, além de vender o que protege, sendo assim uma integração de arte e ciência, exigindo conhecimentos diversos (design, logistica, materiais, cadeia de Fornecedores, etc..)

14 É uma carga constituída de materiais (embalados ou não) arranjados e acondicionados de modo a possibilitar a movimentação e armazenagem por meios mecanizados como uma única unidade. UNITIZAÇÃO DE CARGAS Fonte : IMAM

15 Carga Geral FCL – Full container loaded (Carga cheia)

16 Carga Geral LCL – Less than a container loaded (Carga fracionada)

17 Carga a Granel: Sólida, Liquida, Gasosa Carga a Granel: Sólida, Liquida, Gasosa

18 Carga Perecível

19 Carga Perigosa

20 Carga de Dimensões ou Pesos Especiais

21 Avarias Embalagem danificada pode prejudicar os negócios entre países, pois os custos dos danos às embalagens geralmente são do importador, diminuindo seu lucro e podendo até diminuir sua confiança no exportador. Correto Incorreto Empilhamento

22 22 VEÍCULOS INDUSTRIAIS

23 23

24 24 TRANSPORTADORES INDUSTRIAIS

25 25

26 26

27 27 SISTEMAS DE ARMAZENAGEM

28 28 GONDOLAS (SUPERMERCADO) ESTRUTURA PORTA PALETES

29 29 Logística de Distribuição Planejamento dos Recursos de Distribuição 2 Armazenagem de Produtos Acabados 2 Transporte Sistema de Informações Sistema de Controle de Estoque Crossdocking Sistema de Picking

30 Gestão Eficiente da Cadeia Logística Os 2 momentos da verdade: 1. Meu produto está na gôndola ? Não = perdi Sim = continuo no jogo 2. Meu produto está no carrinho de compra ? Não = perdi Sim = GANHEI !...Enfim, é necessário a manutenção De ESTRATÉGIAS LOGÍSTICAS... O Serviço ao Cliente é um componente vital do gerenciamento da logística

31 31 Podemos definir como sendo o caminho percorrido pelo produto desde o fornecedor até o consumidor final.a fim de realizar as tarefas planejadas por marketing. LOJASLOJAS FORNECEDORESFORNECEDORES CONSUMIDOR FINALCONSUMIDOR FINAL Canal de Distribuição:

32 32 CANAL ATACADISTA VAREJISTA FABRICANTE DISTRIBUIÇÃO FISICA DEPOSITO CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DEPOSITO DA FABRICA TRANSPORTE DEPOSITO VAREJISTA TRANSPORTE CONSUMIDOR FINAL MARKETINGMARKETING LOGÍSTICALOGÍSTICA

33 33 OBJETIVO E FUNÇÕES DOS CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO: Garantir a rápida disponibilidade dos produtos nos segmentos do mercado identificados como prioritários. Identificados o tipo de varejo adequado ao produto, definir o melhor sistema de distribuição para o produto. Aumentar ao maximo o potencial de vendas do produto, buscando entre os fabricantes e varejista parcerias permitindo a exposição dos produtos da forma mais adequada. Garantir o nível de serviço contratado pelos parceiros da Cadeia de Suprimentos.

34 Expectativas do Cliente com Relação à Integração de Canais Possibilidade de encomendar um produto on-line e retirá-lo em um ponto-de-venda com localização conveniente. Possibilidade de devolver um produto encomendado on-line em uma loja próxima. Direito de receber descontos com base no total de compras realizadas on-line e off-line.

35 Como um Distribuidor aumenta a eficiência?

36 Funções dos Membros do Canal Reunir informações. Desenvolver e disseminar mensagens persuasivas. Entrar em acordo sobre preços e outras condições. Formalizar os pedidos com os fabricantes. Levantar os recursos para financiar estoques. Assumir riscos. Fornecer condições para a armazenagem. Fornecer condições para o pagamento das faturas dos compradores. Supervisionar a transferência real de propriedade

37 Níveis de Produção de Serviços Tamanho do lote Tempo de espera Conveniência espacial Variedade do produto Apoio de serviço

38 Identificação de Opções de Canal Tipos de intermediário Número de intermediários Direitos e responsabilidades


Carregar ppt "1 AULA 3. 2 Cadeia Logística :. Logística de Suprimentos. Logística de Produção. Logística de Distribuição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google