A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria Geral da Administração INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS 2º PERÍODO SISTEMA DE INFORMAÇÃO AULAS 07 e 08.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria Geral da Administração INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS 2º PERÍODO SISTEMA DE INFORMAÇÃO AULAS 07 e 08."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria Geral da Administração INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS 2º PERÍODO SISTEMA DE INFORMAÇÃO AULAS 07 e 08

2 INTELIGÊNCIA A inteligência é a capacidade de articulação entre habilidades e competências adquiridas ou desenvolvidas através de processos educacionais (formal, informal, não formal, intencional ou não intencional) escolares ou não escolares aliados à prática.

3 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Corporativa Para planejar o desenvolvimento humano nas organizações são necessários: Visão holística sobre o comportamento das pessoas no mundo corporativo. Atualização constante sobre a área de atuação da empresa onde atua. Profundo conhecimento dos paradigmas educacionais em discussão na atualidade.

4 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Corporativa É o desenvolvimento humano que se dá por meio de palestras, minicursos, seminários, comunicações e dinâmicas. Relacionamento colaborativo entre os colegas de trabalho. Criação de procedimentos administrativos eficazes. Disseminação de normas de conduta na empresa. Estratégias para projeção da organização no mercado. Políticas de bom uso dos recursos disponíveis. O conceito de desenvolvimento humano está relacionado com alguns fatores importantes que estão presentes no cotidiano das empresas, dos quais se destacam:

5 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Corporativa A atuação da inteligência corporativa será efetiva no momento em que as organizações estiverem preocupadas com o desenvolvimento humano de forma eficaz onde existirá a potencialização da inteligência de cada um individualmente e da organização como um todo.

6 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Inteligências Múltiplas Tipos de Inteligências Lógico-matemática: é a inteligência que determina a habilidade para raciocínio dedutivo, além da capacidade para solucionar problemas envolvendo números e demais elementos matemáticos. Pictórica: é a capacidade de reproduzir, pelo desenho, objetivos e situações reais ou mentais. E também de organizar elementos visuais de forma harmônica, estabelecendo relações estéticas entre elas.

7 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Inteligências Múltiplas Tipos de Inteligências Musical: é a inteligência que permite a alguém organizar sons de maneira criativa, a partir da discriminação de elementos como tons, timbres e temas. As pessoas dotadas desse tipo de inteligência geralmente não precisam de aprendizado formal para exercê-la, como é o caso de muitos famosos da música popular brasileira. Intrapessoal: é a competência de uma pessoa para conhecer-se e estar bem consigo mesma. Administrando seus sentimentos e emoções a favor de seus projetos. Enfim, é a capacidade de formar um modelo real de si e utilizá-lo para se conduzir proveitosamente na vida, característica dos indivíduos "bem resolvidos", como se diz na linguagem popular.

8 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Inteligências Múltiplas Tipos de Inteligências Interpessoal: é a capacidade de uma pessoa dar-se bem com as demais, compreendendo-as, percebendo suas motivações e sabendo como satisfazer suas expectativas emocionais. Esse tipo de inteligência ressalta nos indivíduos de fácil relacionamento pessoal, como líderes de grupos, políticos, terapeutas, professores e animadores de espetáculos. Espacial: é a capacidade de formar um modelo mental preciso de um situação espacial e utilizar esse modelo para orientar-se entre objetos ou transformar as características de um determinado espaço. Ela é especialmente desenvolvida, por exemplo, em arquitetos, navegadores, pilotos, cirurgiões, engenheiros e escultores.

9 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Inteligências Múltiplas Tipos de Inteligências Lingüística: manifesta-se na habilidade para lidar criativamente com as palavras nos diferentes níveis da linguagem (semântica, sintaxe), tanto na formal como na escrita, no caso de sociedades letradas. Particularmente notável nos poetas e escritores, é desenvolvida também por oradores, jornalistas, publicitários e vendedores, por exemplo. Corporal-cinestésica: é a inteligência que se revela como uma especial habilidade para utilizar o próprios corpo de diversas maneiras. Envolve tanto o autocontrole corporal quanto a destreza para manipular objetos (cinestesia é o sentido pelo qual percebemos os movimentos musculares, o peso e aposição dos membros). Atletas, dançarinos, malabaristas e mímicos têm essa inteligência desenvolvida.

10 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Inteligência Emocional Entre as múltiplas inteligências figuram as chamadas Inteligências Emocionais. Conhecidas e treinadas, podem levar o homem a superar limitações antes consideradas imutáveis e seguir uma brilhante carreira. Intrapessoal Esta inteligência se relaciona com os estados interiores do ser, com a auto-reflexão, com a sensibilidade diante das realidades espirituais. É o conhecimento dos sentimentos, da intensidade das respostas emocionais, um senso de intuição avançado. O perfil indica concentração total da mente, preocupação, percepção e expressão de diferentes sentimentos, senso de auto-conhecimento, capacidade de raciocínio. Interpessoal Esta inteligência está relacionada ao convívio humano e a comunicação. Envolve o trabalho cooperativo com outros grupos e a habilidade de comunicação verbal e não- verbal, distinguindo alterações de humor, temperamentos, motivações e intenções.

11 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Competitiva Realizar um monitoramento contínuo e dinâmico do ambiente externo. Agilizar os processos de planejamento. Atualizar o levantamento de informações para definição de estratégias. OBJETIVOS

12 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Competitiva A criação de um sistema de inteligência competitiva pode ser compreendido em: coleta, tratamento, análise e disseminação de informação sobre as atividades dos concorrentes, fornecedores, clientes, tecnologias e tendências gerais dos negócios. SISTEMA DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

13 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Competitiva INFORMAÇÃO É uma excelente fonte para fomentar a inteligência competitiva. São dados que fazem a diferença quando são organizados e comunicados. Proporciona a possibilidade de adquirir novos pontos de vista para a interpretação de eventos ou situações. É considerada um meio de se extrair e construir conhecimento.

14 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Competitiva O processo de inteligência competitiva envolve: Planejamento e coordenação Quando são definidos os fatores críticos de sucesso e as necessidades de informação. Coleta, processamento e armazenamento Quando são identificas e avaliadas as fontes de informação e extraídas, processadas e armazenadas. Análise, validação e formatação de produtos Quando são validadas e complementadas as informações, elaborados resumos qualitativos e relatórios que irão orientar a tomada de decisões. Disseminação e utilização São definidos os mecanismos de apresentação dos produtos do processo de inteligência competitiva.

15 INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS Competitiva Ciclo de inteligência competitiva: COLETA ANÁLISE DISSEMINAÇÃO PLANEJAMENTO DIREÇÃO Fonte: Kahaner, 1996


Carregar ppt "Teoria Geral da Administração INTELIGÊNCIAS NAS EMPRESAS 2º PERÍODO SISTEMA DE INFORMAÇÃO AULAS 07 e 08."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google