A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEPG Conference ´97. Sumário l Algumas estatísticas l CMM v2.0 l Novos CMMs l Projetos de Watts Humphrey (PSP e TSP) l O Modelo IDEAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEPG Conference ´97. Sumário l Algumas estatísticas l CMM v2.0 l Novos CMMs l Projetos de Watts Humphrey (PSP e TSP) l O Modelo IDEAL."— Transcrição da apresentação:

1 SEPG Conference ´97

2 Sumário l Algumas estatísticas l CMM v2.0 l Novos CMMs l Projetos de Watts Humphrey (PSP e TSP) l O Modelo IDEAL

3 Estatísticas e Comentários l Percentuais nos Níveis de Maturidade das empresas avaliadas (Abril 1996) »Nível 1: 68,8 % »Nível 2: 18,0 % »Nível 3: 11,3 % »Nível 4: 1,5 % »Nível 5: 0,4 % l Maturidade US x Internacional comparáveis l Crescente o percentual de empresas comuns, ultrapassando a Indústria de Defesa

4 Estatísticas e Comentários l Tempos médios »Do nível 1 ao nível 2: 27 meses »Do nível 2 ao nível 3: 24 meses l Maior variância na mudança de L1 para L2 do que de L2 para L3

5 SW-CMM v2.0 l Contínua evolução do modelo l Recolhe sugestões e críticas dos usuários l Aperfeiçoamento dos níveis 4 e 5 conforme estes vão sendo melhor entendidos l Harmonização com outros padrões e demais CMMs l Previsto para Novembro/1997

6 SW-CMM v2.0 l Algumas mudanças »Novo nome para o nível 4: Quantitatively Managed »KPA Subcontratação de Software (L2) renomeada para Gerenciamento de Fornecedores de Software –Inclui Componentes, Software fornecido pelo cliente e reutilização de software –Cobre ferramentas de Engenharia de Software e software embutido no produto »Inclusão da KPA L3 Gerenciamento de Risco de Software (controverso)

7 Níveis de Maturidade Melhoria de Processo Controle de Processo QualitativoQuantitativo 3- Definido 5 - Otimizado 4 - Gerenciado 2 - Repetível 1 - Inicial

8 SW-CMM v2.0 l Ênfase dos níveis: »Repetível –Controle qualitativo do processo pelo emprego de gerenciamento básico de projeto »Definido –Melhoria qualitativa do processo através da aprendizagem organizacional »Gerenciado Quantitativamente –Controle quantitativo do processo através do uso sistemático de medição »Otimizado –Melhoria contínua do processo baseada na compreensão quantitativa das implicações da mudança de processo

9 Diversificação l P-CMM l SA-CMM l SE-CMM l IPD-CMM l CMM Integration Project

10 P-CMM l People CMM l Aumento da Maturidade na gestão de recursos humanos em software l Motivado pela constatação de que a variável mais importante na qualidade de software é o nível dos próprios desenvolvedores l Pode ser implantado em paralelo ao SW-CMM

11 SA-CMM l Software Acquisition CMM l Aumento da maturidade da organização em sua capacitação na aquisição de software l Inclui »Compra de Pacotes »Compra de Componentes »Outsourcing do desenvolvimento »Outsourcing do suporte ao ciclo de vida (operação, manutenção etc.)

12 SE-CMM l Systems Engineering CMM l Generalização do CMM para sistemas completos, que incluam por exemplo hardware l Porções de software do sistema são tratadas pelo SW-CMM

13 IPD-CMM l Integrated Product Development CMM l Extensão do CMM ao ciclo de vida completo do produto (qualquer produto ou serviço) l Foco na integração de disciplinas e áreas da empresa l Linha entre SE e IPD CMM ainda pouco clara

14 IPD-CMM SE-CMM SW-CMM SA-CMM P-CMM Relacionamento entre os CMMs

15 Integração de CMMs l Problemas »Sobreposições e Redundâncias »Inconsistências de conceitos e terminologias »Dificuldade em entender o contexto para a seleção do CMM mais aplicável l Solução »Projeto de integração de CMMs »Visa criar um framework comum »CMMs atuais seriam adaptadas ao framework »Novos CMMs seriam criados no framework »SW-CMM v2.0 já no novo framework

16 PSP l Personal Software Process l Aplicação dos conceitos do CMM ao nível individual l Ensina aos desenvolvedores a aumentar sua maturidade pessoal no processo de software l Diferente do P-CMM (este é organizacional)

17 PSP l No paradigma do PSP, cada desenvolvedor »Estabelece metas pessoais »Define os métodos que usará »Mede seu trabalho »Analisa seus resultados »Ajusta os métodos para aproximar-se das metas l Tem sido usado com sucesso em outras atividades pessoais estruturadas »Escrever um livro »Desenvolver um treinamento

18 PSP l Funciona como treinamento para o CMM l Muito útil se empregado em conjunto com o CMM l Têm mostrado resultados significativos »Aumento de 30 % na produtividade »Precisão em estimativas aumentada para +/- 10% »Injeção de defeitos no desenvolvimento reduzida em 60% »Defeitos encontrados no teste de unidade reduzidos em 75%

19 TSP l Team Software Process l Visa capacitar desenvolvedores treinados no PSP a trabalharem em conjunto numa equipe l Watts Humphrey está trabalhando neste projeto atualmente l Estão sendo realizados pilotos

20 IDEAL l Modelo para realizar projetos de aumento do nível de maturidade l Pode ser usado em qualquer CMM e mesmo com outros modelos l Baseado no PDCA l Utilizado tipicamente para se ir de um nível de maturidade para o próximo

21 Leveraging Acting Establishing Diagnosing Initiating Definir Contexto e Estabelecer Patrocínios Estímulo para a Melhoria Estabelecer Infra-estrutura para a Melhoria Avaliar e Caracterizar a Prática Atual Desenvolver Recomendações e Documentar Resultados da Fase Definir Estratégias e Prioridades Estabelecer Equipes de Ação Planejar Ações Planejar, Executar e Acompanhar Implantação Planejar e Executar Pilotos Definir Processo e Medidas Documentar e Analisar Lições Revisar Abordagem Organizacional O Modelo IDEAL SM


Carregar ppt "SEPG Conference ´97. Sumário l Algumas estatísticas l CMM v2.0 l Novos CMMs l Projetos de Watts Humphrey (PSP e TSP) l O Modelo IDEAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google