A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reciclando Nossos Conhecimentos sobre Resíduos Sólidos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reciclando Nossos Conhecimentos sobre Resíduos Sólidos."— Transcrição da apresentação:

1

2 Reciclando Nossos Conhecimentos sobre Resíduos Sólidos

3 O que o brasileiro pensa do meio ambiente? Fonte: ISER

4 Nível de informação sobre o meio ambiente Fonte: ISER

5 Estaria disposto a conviver com mais poluição se isto trouxesse mais empregos? Fonte: ISER

6 O que você estaria disposto a fazer para ajudar na proteção do meio ambiente? Fonte: ISER

7 Por onde tudo começa...

8 População urbana e rural do Brasil Fonte: ISER

9 Relação do homem com o lixo

10 Saneamento e qualidade de vida A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saneamento como o controle de fatores que atuam sobre o meio ambiente e que exercem, ou podem exercer, efeitos prejudiciais ao bem estar físico, mental ou social do homem. O objetivo final do saneamento é a promoção da saúde, um direito fundamental de todos os seres humanos.

11 Pesquisa nacional Saneamento Básico Municípios sem abastecimento de água Cidades sem coleta de lixo Municípios sem rede de esgoto Em Em Fonte: Revista Veja – 3 de abril de 2002 A cada R$ 1,00 investido em saneamento, as cidades economizam R$ 5,00 em medicina curativa da rede hospitais e ambulatórios públicos. (Sistema Único de Saúde) A pobreza, combinada com baixos índices de saneamento básico, é responsável pela morte de uma criança a cada 10 segundos. (PNSB-IBGE).

12 Pesquisa nacional Saneamento Básico IBGE 2000 No Brasil, apenas 52% dos municípios e 33% dos domicílios têm serviço de coleta de esgoto. Na Região Norte, 2% dos domicílios tem rede de esgoto. Os 68,5% dos resíduos das grandes cidades são jogados em lixões e alagados. Apenas 451 municípios dos existentes no Brasil fazem coleta seletiva.

13 Pesquisa nacional Saneamento Básico IBGE Quadro Comparativo – quantidade de lixo produzido e destino final Estado Habita ntes Total Produ ção de Lixo tonela da/dia Lixo por habita nte quilos/ dia Lixão % Aterro control ado % Aterr o sanitá rio % Compostag em % Triag em % Incinera ção % Não coleta do % Amazo nas ,0 00,98211,4584,640,96 **0,022,91 Ceará , 000,73227,100,7671,98 ***0,15 São Paulo ,000,3503,0753,5736,55 4,480,650,740,94 Santa Cata rina ,0 01,10121,8623,1750,48 2,440,620,161,25

14 Dados do Estado de São Paulo Fatores Ambientais Problemas Ambientais Recursos Florestais Apenas 5% da cobertura vegetal está preservada devido à ação antrópica Recursos Hídricos Contaminação devido ao lançamento de esgotos sem tratamento.Perda de água via redução da capacidade de armazenamento em lagos e represas devido ao assoreamento foi estimada em 13 bilhões de m3 Problemas Urbanos Congestionamentos e alto índice de poluição sonora, visual e eletromagnética. Ar Muito prejudicada na região metropolitana e Baixada Santista principalmente pelo pólo industrial de Cubatão. Resíduos Sólidos O lixo sólido domiciliar no estado representa mais de 18 mil toneladas/dia, sendo a maior parte lançada no solo a céu aberto.Os resíduos industriais chegam a toneladas/dia; mais da metade é constituído por bagaço de cana. Degradação dos Ecossistemas Grande erosão o solo (cerca de 80% das terras cultivadas sofrem com o processo erosivo)

15 O impacto do lixo A cada dia são descartadas 2 milhões de toneladas de lixo domiciliar no mundo. É um volume diário que equivale a 10 montanhas como o Pão de Açúcar.

16 Política nacional de resíduos sólidos Novos rumos para o lixo Obrigatoriedade em separar o lixo em seco e úmido. Responsabilização dos municípios pela coleta e gerenciamento do lixo urbano. Caberá as industrias e importadores o gerenciamento dos resíduos decorrentes de suas atividades. Criação da empresa ou entidade recicladora, que será isenta de impostos Incentivo à formalização das cooperativas de catadores

17 Política nacional de resíduos sólidos Ações Educativas Conscientização da população sobre a importância do consumo consciente e sustentável. Redução de resíduos através de atividades ou tecnologias ambientalmente sustentáveis. Valorização de resíduos - através da reutilização, reciclagem, valorização energética e tratamento para fins de compostagem. Capacitar recursos humanos envolvidos em atividades relacionadas com o gerenciamento de resíduos sólidos, bem como de catadores de materiais recicláveis.

18 Catadores de lixo Fonte: IBGE

19 Destino do Lixo no Brasil Fonte: IBGE

20 Lixo Úmido 1.5% do lixo sólido orgânico urbano gerado no Brasil é reciclado. (fonte: Cempre)

21 Compostagem A implantação de usinas de compostagem depende de uma série de condições favoráveis, como a existência de áreas de cultura agrícola nas imediações, onde o composto produzido possa ser aplicado e tenha indústrias não muito distante, para o aproveitamento daquilo que pode ser reciclado. Vantagens: elimina o problema de catação de lixo; impede a proliferação de ratos e insetos e recicla o lixo úmido, devolvendo-o aos campos de cultivo em forma de adubo.

22 Aterros sanitários Critérios de engenharia e normas operacionais para o controle da poluição e proteção à saúde pública Camadas sucessivas de lixo compactado são recobertas por camadas de terra. Há um tratamento especial para o chorume e para os gases oriundos da decomposição do lixo Desde que projetado para essa finalidade, o aterro sanitário permite o aproveitamento do gás gerado pela decomposição do lixo, para a produção de calor e energia, para indústrias próximas ou como combustível da frota pública de veículos. Vantagens: impede a proliferação de ratos e insetos; permite a recuperação de áreas, que um dia foram aterros sanitários, para atividades como recreação e esporte populares;

23 Aterro industrial ou resíduos especiais Os resíduos sólidos industriais podem ser extremamente nocivos ao solo. Compete ao órgão estadual de saneamento ambiental aprovar o método de disposição final para cada tipo de resíduo sólido industrial. Os aterros industriais, são áreas que possuem características apropriadas para a disposição final dos resíduos industriais no solo, utilizados no mundo inteiro. Entre os componentes nocivos destacam-se os metais pesados (o cádmio, chumbo etc.); os materiais radioativos (o chamado lixo radioativo) e muitos tipos de produtos químicos e tóxicos.

24 Incineradores Local onde é feita a queima do lixo, indicada para o lixo hospitalar por eliminar os contaminantes. Os incineradores devem ter sistema de filtragem para eliminar a fuligem e substâncias químicas cancerígenas como dioxinas e furanos. Vantagens: redução significativa do volume de lixo; possibilidade de transformação do lixo em energia; não há contato direto dos trabalhadores com o lixo.

25 Práticas sustentáveis Desenvolvimento Sustentável é uma forma de desenvolvimento que procura conciliar as necessidades da sociedade atual com a preservação dos recursos naturais sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atender suas necessidades. Essa noção de limite é a única capaz de colocar um freio a um processo já em curso, mas ainda reversível: o fim dos recursos naturais do planeta e conseqüentemente destruição da atual humanidade.

26 Práticas sustentáveis Medidas que devem ser tomadas segundo o Relatório Brundtland, entre elas: Limitação do crescimento populacional; Garantia de alimentação a longo prazo; Preservação da biodiversidade e dos ecossistemas; Diminuição do consumo de energia e desenvolvimento de tecnologias que admitem o uso de fontes energéticas renováveis; Aumento da produção industrial nos países não-industrializados à base de tecnologias ecologicamente adaptadas; Controle da urbanização selvagem e integração entre campo e cidades menores; As necessidades básicas devem ser satisfeitas.

27 Desenvolvimento sustentável X Educação ambiental Somos o que comemos AR, ÁGUA, ALIMENTOS e PENSAMENTOS.

28 Pensamento Velho paradigma Racional Análise Reducionista Linear Novo paradigma Intuitivo Sintético Holístico Não linear

29 Valores Velho paradigma Expansão Competição Quantidade Dominação Novo paradigma Conservação Cooperação Qualidade Associação


Carregar ppt "Reciclando Nossos Conhecimentos sobre Resíduos Sólidos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google