A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As TIC e as Novas Áreas Curriculares Resíduos Sólidos Urbanos: lixo ou recursos ? Grupo: - Carlota Silva Grupo: - Carlota Silva - Luisa Ferreira - Luisa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As TIC e as Novas Áreas Curriculares Resíduos Sólidos Urbanos: lixo ou recursos ? Grupo: - Carlota Silva Grupo: - Carlota Silva - Luisa Ferreira - Luisa."— Transcrição da apresentação:

1 As TIC e as Novas Áreas Curriculares Resíduos Sólidos Urbanos: lixo ou recursos ? Grupo: - Carlota Silva Grupo: - Carlota Silva - Luisa Ferreira - Luisa Ferreira - Sara Santos - Sara Santos - Celestino Mendes - Celestino Mendes Janeiro de 2004

2 Resíduos sólidos urbanos: lixo ou recursos? Uma das principais lacunas relacionadas com os resíduos sólidos urbanos (RSU) é a escassez e o acesso à informação. Uma das principais lacunas relacionadas com os resíduos sólidos urbanos (RSU) é a escassez e o acesso à informação.

3 Resíduos sólidos urbanos: lixo ou recursos? Um dos principais problemas é não tomarmos consciência que estamos perante um problema global que agravamos a cada dia que passa e que a solução só terá início quando começarmos a olhar para os RSU como um recurso e não como lixo. Um dos principais problemas é não tomarmos consciência que estamos perante um problema global que agravamos a cada dia que passa e que a solução só terá início quando começarmos a olhar para os RSU como um recurso e não como lixo.

4 Resíduos sólidos urbanos: lixo ou recursos? RSU Reduzir Reciclar Reutilizar Incineração Lixeiras Aterros Sanitários Aterros Sanitários Continuar

5 Reciclar Reciclagem é um conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos e reutilizá-los no ciclo de produção de que saíram. Reciclagem é um conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos e reutilizá-los no ciclo de produção de que saíram. Reciclagem é o resultado de uma série de actividades, pela qual materiais que se tornariam lixo, são separados para serem usados como matéria-prima na manufactura de novos produtos. Reciclagem é o resultado de uma série de actividades, pela qual materiais que se tornariam lixo, são separados para serem usados como matéria-prima na manufactura de novos produtos.

6 Ecoponto Voltar

7 Podemos reduzir significativamente a quantidade de lixo quando se consome menos de maneira mais eficiente, sempre racionalizando o uso de materiais no nosso dia a dia. Podemos reduzir significativamente a quantidade de lixo quando se consome menos de maneira mais eficiente, sempre racionalizando o uso de materiais no nosso dia a dia. Por exemplo: os restaurantes que servem comida ao quilo estão a fazer um grande sucesso porque permitem fazer o mínimo desperdício possível. Por exemplo: os restaurantes que servem comida ao quilo estão a fazer um grande sucesso porque permitem fazer o mínimo desperdício possível. Reduzir Voltar

8 O desperdício é uma forma irracional de utilizar os recursos e diversos produtos podem ser reutilizados antes de serem descartados, podendo ser usados na função original ou criar novas formas de utilização. O desperdício é uma forma irracional de utilizar os recursos e diversos produtos podem ser reutilizados antes de serem descartados, podendo ser usados na função original ou criar novas formas de utilização. Por exemplo: podemos utilizar os dois lados do papel, fazer blocos para rascunhos com papeis escritos ou impressos em apenas um dos lados. Por exemplo: podemos utilizar os dois lados do papel, fazer blocos para rascunhos com papeis escritos ou impressos em apenas um dos lados. Reutilizar Voltar

9 Aterros sanitários Um aterro sanitário é um local onde se faz a deposição de RSU de uma forma controlada, havendo igualmente um controlo sistemático das águas lixiviantes e dos gases produzidos, e uma monitorização do impacto ambiental em que o aterro está activo e após o seu encerramento. Um aterro sanitário é um local onde se faz a deposição de RSU de uma forma controlada, havendo igualmente um controlo sistemático das águas lixiviantes e dos gases produzidos, e uma monitorização do impacto ambiental em que o aterro está activo e após o seu encerramento.

10 Aterro Sanitário Voltar

11 Lixeiras Uma lixeira é um local a céu aberto onde são depositados os RSU sem qualquer controlo. Uma lixeira é um local a céu aberto onde são depositados os RSU sem qualquer controlo. Os impactos ambientais são: Os impactos ambientais são: - poluição visual e olfactiva - poluição visual e olfactiva - poluição dos lençóis de água subterrâneos e linhas de água superficiais devido aos lixiviantes resultantes do processo de degradação dos RSU - poluição dos lençóis de água subterrâneos e linhas de água superficiais devido aos lixiviantes resultantes do processo de degradação dos RSU - poluição atmosférica resultante da queima dos RSU (CO,HC,dioxinas…) - poluição atmosférica resultante da queima dos RSU (CO,HC,dioxinas…) - desperdício de recursos. - desperdício de recursos. Lixeiras

12 Lixeiras Voltar

13 Incineração O processo incineração é, por definição, um processo químico por via térmica, com ou sem recuperação da energia calorífica produzida. O processo incineração é, por definição, um processo químico por via térmica, com ou sem recuperação da energia calorífica produzida. A incineração de RSU é um processo de combustão controlada que tem como principais objectivos a redução do volume, a recuperação de energia e a estabilização dos resíduos. A incineração de RSU é um processo de combustão controlada que tem como principais objectivos a redução do volume, a recuperação de energia e a estabilização dos resíduos. Incineração

14 Esquema de uma incineradora 1. Plataforma de descarga 2. Fossa 3. Garra 4. Ponte rolante 5. Alimentação do forno 6. Injecção de ar primário 7. Forno 8. Extractor de escórias 9. Caldeira 10. Sobreaquecedor 11. Economizador 12. Depurador de gases 13. Filtro de mangas 14. Chaminé Incineradora da Valorsul Voltar

15 Conclusão À parte do aspecto de espalharmos os RSU por todo a lado fazendo destes lixo, a solução de usarmos as chamadas lixeiras para a sua deposição é, por todos os aspectos referidos, a pior solução; Os aterros sanitários apesar de controlarem todos os aspectos poluentes das lixeiras, não valorizam os recursos; A incineração valoriza os recursos em termos energéticos mas produzem efluentes gasosos perigosos; As melhores soluções passam efectivamente pela politica dos três RRR – Reciclar, Reduzir, Reutilizar. À parte do aspecto de espalharmos os RSU por todo a lado fazendo destes lixo, a solução de usarmos as chamadas lixeiras para a sua deposição é, por todos os aspectos referidos, a pior solução; Os aterros sanitários apesar de controlarem todos os aspectos poluentes das lixeiras, não valorizam os recursos; A incineração valoriza os recursos em termos energéticos mas produzem efluentes gasosos perigosos; As melhores soluções passam efectivamente pela politica dos três RRR – Reciclar, Reduzir, Reutilizar.

16 Conclusão É imperativo que adquiramos predisposição para uma mudança urgente de mentalidade face ao ambiente. Para além dos parasitas, devemos ser a única espécie que não se conseguiu adaptar e evoluir no seu meio ambiente numa base de equilíbrio, ou seja, sem o destruir. É imperativo que adquiramos predisposição para uma mudança urgente de mentalidade face ao ambiente. Para além dos parasitas, devemos ser a única espécie que não se conseguiu adaptar e evoluir no seu meio ambiente numa base de equilíbrio, ou seja, sem o destruir.

17 Conclusão Nós somos piores que os vírus. Pelo que se sabe, eles não destroem os da mesma espécie e, apesar de destruírem o corpo que habitam, desenvolvem meios para se propagarem para outros. Mas nós, apesar de sermos seres racionais e inteligentes, estamos a dar cabo do nosso admirável planeta e nem sequer temos outro para onde ir... Nós somos piores que os vírus. Pelo que se sabe, eles não destroem os da mesma espécie e, apesar de destruírem o corpo que habitam, desenvolvem meios para se propagarem para outros. Mas nós, apesar de sermos seres racionais e inteligentes, estamos a dar cabo do nosso admirável planeta e nem sequer temos outro para onde ir...


Carregar ppt "As TIC e as Novas Áreas Curriculares Resíduos Sólidos Urbanos: lixo ou recursos ? Grupo: - Carlota Silva Grupo: - Carlota Silva - Luisa Ferreira - Luisa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google