A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARISTÓTELES Em 387 a.C, Platão funda uma escola de filosofia denominada Academia Mote do ensinamento o pensar de maneira livre e autônoma, cujo único comprometimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARISTÓTELES Em 387 a.C, Platão funda uma escola de filosofia denominada Academia Mote do ensinamento o pensar de maneira livre e autônoma, cujo único comprometimento."— Transcrição da apresentação:

1 ARISTÓTELES Em 387 a.C, Platão funda uma escola de filosofia denominada Academia Mote do ensinamento o pensar de maneira livre e autônoma, cujo único comprometimento era a busca sincera da verdade Grande importância à matemática e à geometria. Sem Geometria não se entra aqui

2 ARISTÓTELES O espírito socrático de procurar o que não sabemos permeou o ideais da Academia, por meio de discussões incessantes das questões com a finalidade de alcançar a essência das coisas, levando a um consenso teórico e prático sobre elas, tornando as pessoas melhores e levando-as a agir de acordo com a verdade.

3 ARISTÓTELES Em 367 a.C, 17 anos, Aristóteles ingressa na Academia 20 anos estudou também os filósofos pré-platônicos úteis na construção do seu grande sistema. Foi considerado o mais genuíno discípulo de Platão – o único a rivalizar com o mestre na profundidade e vastidão dos conhecimentos.

4 ARISTÓTELES Após 20 anos, rompe subitamente com Platão e acredita-se que tenha fundado uma escola retórica* De 347 a 342 a.C deixa Atenas, tornando-se uma espécie de embaixador junto a Felipe II, recém alçado ao trono da Macedônia. 342 a.C, é chamado pelo rei Felipe II para ser preceptor de seu filho Alexandre, então com 13 anos. * a faculdade de ver teoricamente o que, em cada caso, pode ser capaz de gerar a persuasão", segundo a definição aristotélica.

5 ARISTÓTELES 336 a.C Alexandre sobre ao trono Aristóteles retorna à Atenas e funda uma escola anexa ao templo de Apolo Lício Liceu, conhecida como escola peripatética* Como resultado da decepção de Aristóteles por não ter Platão o indicado como seu sucessor na Academia. O Liceu passa a ser o verdadeiro herdeiro da velha e gloriosa Academia platônica * Do grego: - lugar de passeio

6 ARISTÓTELES O ensino de Aristóteles compreende duas séries de aulas: de manhã, reservado aos iniciados, o ensino esotérico[1],[1] quando tratava das questões puramente teóricas. À tarde para um público mais amplo, quando as questões eram tratadas de forma mais acessível, com a retórica ocupando lugar de destaque – ensino exotérico[2].[2] [1][1] Destinado aos discípulos qualificados [2][2] Destinado ao público, em forma de diálogos

7 ARISTÓTELES 323 a.C morre Alexandre desmanche do seu império reação nacional Ateniense pelos desejos de independência, chefiada por Demóstenes Aristóteles acusado de ateísmo prevê condenação retira-se para Eubéia morre no ano seguinte, com pouco mais de 60 anos

8 ARISTÓTELES Mestre dos que sabem – Dante Alighieri – A Divina Comédia Mais realista que Platão, percorre todos os caminhos do saber:da biologia à metafísica, da psicologia à retórica, da lógica à política, da ética à poesia. A obra Aristotélica só se integra na cultura filosófica européia da Idade Média, por meio dos árabes – séc XIII versão orientalizada de Averróis Depois, S. Tomás de Aquino vai incorporar muitos passos das suas teses no pensamento cristão.

9 ARISTÓTELES A teoria das causas O conhecimento é o conhecimento das causas Opositor à teoria da idéias (Platão) impossível pensar uma coisa sem lhe atribuir uma substância, uma quantidade, uma qualidade, uma atividade, uma passividade, uma posição no tempo e no espaço Criador da Biologia – apenas como valor histórico Deu origem à linguagem técnica das Ciências e do princípio da sua sistematização e organização

10 ARISTÓTELES Um dos vetores fundamentais do pensamento de Aristóteles é a Lógica Lógica é a arte de orientar o pensamento nas suas várias direções para impedir o homem de cair no erro. Na Poética estabelecerá as características e os fins da tragédia. Uma das suas leis sobre ela estender-se-á, por séculos, a todo o teatro: a regra das três unidades, ação, tempo e lugar.

11 ARISTÓTELES

12 DA ORIGEM DO ESTADO O homem é naturalmente um animal político Animal social Carência de viver com outros Logos Capacidade de consciência da lei Distinguir entre o bem e o mal Agir com justiça Resolver conflitos pela linguagem

13 ARISTÓTELES O homem é um animal político e social Somente em comunidade é capaz de agir bem Como? PÓLIS

14 ARISTÓTELES Os filhos, a mulher, os bens e os escravos Direção geral: chefe (patriarca) Família Reunião das famílias formam as vilas (aldeias)

15 ARISTÓTELES Forma de organização auto-suficiente que se formou a partir da família e da vila como uma união de famílias Da origem do Estado Surgimento da Polis Concepção positiva de Estado Bem comum O homem é naturalmente feito para a sociedade política

16 ARISTÓTELES Pólis se constitui da união de várias aldeias Pólis não possui a mesma estrutura de poder da família Poder público visa o BEM e o BEM PÚBLICO

17 ARISTÓTELES Pólis BEM COMUM Necessidade de trazer a concórdia Qual é a idéia disso? Cidade unida – homens iguais – possível a JUSTIÇA

18 ARISTÓTELES O homem civilizado é o melhor de todos na mesma proporção o homem que não conhece justiça e leis é o pior de todos. Aquele que não precisa dos outros homens ou é um deus, ou um bruto. Assim, conclui-se que Aristóteles julga que viver em sociedade é uma inclinação natural do homem, onde o primeiro que a constituiu permitiu o maior de todos os bens. Nesse sentido não cabe à sociedade humana praticar injustiças, nem tão pouco fazer uso da injustiça armada, pois as armas são indiferentes ao bem e ao mal, mas a intencionalidade do seu uso, ou seja, tornam-se lícitas quando as armas são usadas para fazer justiça, mas são repudiadas quando usadas para o interesse particular. As palavras finais de Aristóteles sintetizam o objetivo principal na formação do Estado: O discernimento e o respeito ao direito formam a base da vida social e os juízes são seus primeiros órgãos. (Aristóteles, p.6)

19 ARISTÓTELES Das diversas formas de governo Formas de governo Justas Injustas MonarquiaTirania AristocraciaOligarquia RepúblicaDemocracia

20 ARISTÓTELES Formação dos Estados Famílias RicasAldeiasPobres Nobres Cidades Estados Traba- lhador Aristo- cratas Guer- reiros

21 ARISTÓTELES Dos três poderes existentes em todo Governo Poder Deliberativo Poder Executivo Poder Judiciário

22 ARISTÓTELES Grécia

23 ARISTÓTELES Do melhor governo Na Política, qual é o melhor governo? O melhor governo é relativo Características peculiares de cada povo Aptidão para a vida civil A melhoria do regime estabelecido Exame de uma Constituição redigida Parecer do autor Incômodo na correção e instituição de Constituições Leis X Constituição

24 ARISTÓTELES Do melhor governo Dificuldades na atribuição da Soberania A quem cabe ou deveria caber o exercício da soberania? À massa, aos ricos, aos homens de bem, aos de maior mérito, ou a um monarca absoluto? Considera-se justo todo decreto que emanar de um soberano? Os pobres, na maioria, dividiriam os bens dos ricos? A maioria usurparia os bens da minoria? Isto não desagregaria a sociedade?

25 ARISTÓTELES Do melhor governo Se a justiça é o principal bem do Estado, não é possível que ela o dissolva. Não é possível que decretos tão injustos tenham valor de lei

26 ARISTÓTELES

27

28

29

30

31


Carregar ppt "ARISTÓTELES Em 387 a.C, Platão funda uma escola de filosofia denominada Academia Mote do ensinamento o pensar de maneira livre e autônoma, cujo único comprometimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google