A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARTOGRAFIA Elementos para se produzir um mapa Apresentação voltada para os alunos da 7ª série do Ensino Fundamental II do Colégio Educare de Betim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARTOGRAFIA Elementos para se produzir um mapa Apresentação voltada para os alunos da 7ª série do Ensino Fundamental II do Colégio Educare de Betim."— Transcrição da apresentação:

1 CARTOGRAFIA Elementos para se produzir um mapa Apresentação voltada para os alunos da 7ª série do Ensino Fundamental II do Colégio Educare de Betim

2 Produção de representações Para se produzir um mapa é necessário a adoção de 3 métodos: - Projeção cartográfica - Escala - Legenda (convenções)

3 Projeções Cartográficas A confecção de uma carta exige, antes de tudo, o estabelecimento de um método, segundo o qual, a cada ponto da superfície da Terra corresponda um ponto do mapa e vice-versa. O problema básico das projeções cartográficas é a representação de uma superfície curva (Terra) em um plano (papel).

4 Podemos dizer que todas as representações de superfícies curvas em um plano envolvem: "extensões" ou "contrações" que resultam em distorções. Diferentes técnicas de representação são aplicadas no sentido de se alcançar resultados que possuam certas propriedades favoráveis para um propósito específico. Projeções Cartográficas

5 Projeção Cilíndrica Todos os paralelos e meridianos são projetados a partir do centro da esfera, o que distorce as imagens à medida que se aumenta a latitude. A 45º, a área representada passa a ter o dobro do seu tamanho real. A 75º de latitude, ela já é de 16 vezes maior que a realidade.

6 Projeção Cônica As projeções cônicas são muito utilizadas para representar partes de um dos hemisférios terrestres. Nessas projeções, os países localizados fora da região temperada apresentam grande distorção.

7 Projeção Plana, Azimutal ou Polar Um plano toca o globo terrestre num único ponto. Ideal para representar as regiões polares do globo.

8 Tipos de Projeção Cilíndrica Projeção Cilíndrica Conforme – Mercator Projeção Cilíndrica Equivalente - Peters

9 Projeção de Mercator Idealizada no século XVI; CONFORME – mantém as formas mas distorce as áreas EUROCÊNTRICA

10 Projeção de Peters Idealizado pós II Guerra por Arno Peters; EQUIVALENTE: mantém as áreas, mas distorce as formas; TERCEIRO-MUNDISTA – Mapa para um mundo solidário

11 Escalas É a relação matemática entre as dimensões reais do fato a ser cartografado e as medidas do mapa a ser criado. TIPOS DE ESCALA: Numérica Gráfica Ex. 1 :

12 Grandeza de escalas Para determinar a grandeza de uma escala deve-se utilizar o seguinte raciocínio:

13

14 Cálculos de escala Podem ser feitos de duas maneiras: 1) Através de fórmulas Onde, E = escala do mapa D = distância real d = distância no mapa

15 Exemplo Em um mapa de escala 1: , a distância entre dois pontos é de 6 cm. Qual a distância real entre os mesmos ? D = ? E = 1: d = 6 cm D = E x d D = x 6 D = cm D = 6 km

16 Cálculos de escala 2) Regra de três Se a escala é de 1: , então 1 cm no mapa corresponde a cm na realidade. Portanto, se temos a distância no mapa de 6 cm no mapa, a relação é:

17 Legendas (Convenções) CONJUNTO DE SIMBOLOGIAS USADAS PARA REPRESENTAR UM FENÔMENO QUALQUER NUM MAPA. SÃO COMPOSTAS PRINCIPALMENTE POR: SÍMBOLOS; IMAGENS CORES; LINHAS ou ISOLINHAS. Seguem os exemplos:

18 Legenda por Símbolos Recursos Minerais do Brasil

19 Legenda por figuras -Cada figura no mapa indica um tipo de produto exportado. - A representação das figuras fica fora de escala.

20 Legenda por cores MAPAS FÍSICOS (RELEVO) AS CORES SÃO CONVENÇÕES INTERNACIONAIS, SEGUIDAS POR TODOS OS PAÍSES DO MUNDO.

21 São linhas que unem pontos de igual intensidade. As MAIS COMUNS SÃO: Tipos Unem pontos de ISOÍPSAS Altitude ISÓBATAS Profundidade ISÓBARAS Pressão Atmosférica ISOTERMASTemperatura ISOIETAS Pluviosidade Exemplos: Legenda por linhas - Isolinhas

22 ISOIETAS= PLUVIOSIDADE

23 ISOTERMAS=TEMPERATURA

24 ISÓBARAS=PRESSÃO ATMOSFÉRICA

25 ISOÍPSAS ou CURVAS DE NÍVEL = ALTITUDE

26 Curvas de nível O método para representar o relevo terrestre A curva de nível constitui uma linha imaginária do terreno, em que todos os pontos de referida linha têm a mesma altitude

27 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS a) As curvas de nível tendem a ser quase que paralelas entre si. b) Todos os pontos de uma curva de nível se encontram na mesma elevação. c) Cada curva de nível fecha-se sempre sobre si mesma. d) As curvas de nível nunca se cruzam,

28 Animação rial851_codigoBinario_pt.swf

29 Exercícios A representação cartográfica abaixo atendeu aos anseios dos Estados subdesenvolvidos que se tornaram independentes após a Segunda Guerra Mundial. Esse mapa foi desenhado segundo a projeção de a) Peters. b) Mercator. c) Mollweid. d) Robinson.

30 Para obter, em um mapa, informação mais detalhada, qual das escalas a seguir é utilizada? a) 1/100. b) 1/ c) 1/ d) 1/ e) 1/

31 Em um mapa cuja escala é 1: , duas cidades estão separadas, em linha reta, por 5 centímetros. A distância real (no terreno) entre essas duas cidades é a) 50 km b) 75 km c) 125 km d) 500 km e) km

32 Nos desenhos I e II, o relevo está representado por meio de curvas de nível: A partir desses desenhos, foram elaborados dois perfis topográficos. Que perfis correspondem aos relevos apresentados, respectivamente, em I e II? a) 1 e 2 b) 1 e 3 c) 2 e 4 d) 2 e 3 e) 3 e 5


Carregar ppt "CARTOGRAFIA Elementos para se produzir um mapa Apresentação voltada para os alunos da 7ª série do Ensino Fundamental II do Colégio Educare de Betim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google