A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 1 – António Albano Baptista Moreira ÉTICA E FILOSOFIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 1 – António Albano Baptista Moreira ÉTICA E FILOSOFIA."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 1 – António Albano Baptista Moreira ÉTICA E FILOSOFIA

2 Aula 1/2 – 16/08/2012 Apresentação pessoal A disciplina Organização Expectativas Calendário Filmes Quais os desafios ? OBJETIVOS

3 Apresentação Formado em Administração e Pós graduado em Gestão Estratégica; Executivo Sênior em Multinacionais de classe mundial, na área de TI; Instrutor do Sebrae para os cursos Aprender a Empreender e Soldado Cidadão; Coordenador dos Cursos Gestão Estratégica de PMEs, Finanças e Tributária - CET OPET; Professor de Empreendedorismo e Gestão – CET OPET, FAEL; Palestrante de Motivação, Criatividade e Gestão; Consultor para pequenas e médias empresas em Gestão, BI e TI;

4 Dados do professor António Albano Baptista Moreira TIM VIVO antonioabmoreira aabmoreira

5 Contrato Turmas : TGP 102 A TGP 111 A Objetivos comuns, quais? Organização Integração Participação Crescimento Resultados a atingir?

6 Metodologia Aulas expositivas com apoio de slides e quadro, filmes, estudo de casos, trabalhos individuais, filmes e debates.

7 Material de apoio Cópias de apostilas, indicação de capítulos de livros, sites, etc. Uso do site, Login e senha Como usar

8 Ao final o que levaremos ? APRESENTAÇÕES VISÃO DA DISCIPLINA FUNCIONAMENTO ÉTICA E FILOSOFIA INFORMAÇÕES DA TURMA

9 De que se trata... Fundamentos teóricos e correntes filosóficas. As tendências e a formação filosófica da sociedade. A passagem do senso comum à consciência filosófica. Caracterização da reflexão e da prática filosófica frente ao mundo do trabalho. A investigação filosófica sobre: a questão do Conhecimento; a Lógica; cultura e a cultura midiática; a ideologia; a política e o poder.40 horas – 7 CHTAE

10 Competências NºDescriçãoNível 1 Obter a compreensão da origem e da natureza do conhecimento humano em sua dimensão teórico e prática. F 2 Identificar a origem da Filosofia e as formas de aquisição de conhecimento. F 3 Estabelecer os pontos centrais do campo conceitual da Filosofia. F 4 Identificar e categorizar a questão da existência do pensamento filosófico como algo que inspira as diversas concepções de mundo. N 5Diferenciar ética, moral e costumes N

11 Competências NºDescriçãoNível 6 Compreender a importância da ética, moral e costumes em relação à formação da sociedade e o desenvolvimento do ser humano. N 7 Identificar os fundamentos teóricos e as correntes filosóficas de forma a compreender a problemática do conhecimento crítico em relação à formação da sociedade. N 8 Formar juízos analíticos, através da lógica, para discutir os problemas da Filosofia, frente aos temas da Cultura Contemporânea. I

12 Competências NºDescriçãoNível 9 Formar juízos analíticos, através da lógica, para discutir os problemas da Filosofia, frente à atual estrutura social do Brasil e do mundo. I 10 Formar juízos analíticos, através da lógica, para discutir os problemas da Filosofia, frente à atual estrutura social do Brasil e do mundo. I

13 Apoio bibliográfico Bibliografia Básica COTRIM, Gilberto. Fundamentos da Filosofia. São Paulo: Saraiva, ARANHA, Maria L. de A; MARTINS, Maria H. P. Filosofando: introdução à Filosofia. São Paulo: Moderna, CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2002.

14 Apoio bibliográfico Bibliografia Complementar ARANHA, Maria L. de A; MARTINS, Maria H. P. Temas de Filosofia. São Paulo: Moderna, ARRUDA, Maria C.C de.; WHITAKER, Maria do Carmo.; RAMOS, José Maria Rodriguez. Fundamentos de Ética Empresarial e Econômica. São Paulo: Atlas, ASHLEY, Patrícia Almeida. Ética e responsabilidade social nos negócios. 2.ed. São Paulo: Saraiva, CORDI, C. et. all. Para filosofar. São Paulo: Scipione, MOREIRA, Joaquim Manhães. A ética empresarial no Brasil. São Paulo: Pioneira, SÁ, Antonio Lopes de. Ética Profissional. São Paulo: ZAJDSZNAJDER, Luciano. Ser ético no Brasil. Rio de Janeiro: Gryphus, ARANHA, Maria L. de A; MARTINS, Maria H. P. Temas de Filosofia. São Paulo: Moderna, 1998.

15 Apoio bibliográfico Bibliografia Complementar Referência IUDÍCIBUS, S. Análise de balanços. São Paulo: Atlas, LOPES, J. C. e ROSSETTI, J. P. Economia monetária. São Paulo: Atlas, 1995 MATARAZZO, Dante C. Análise Financeira de Balanços. São Paulo: Atlas, ROSS, S.A, WESTERFIELD, R. W. e JAFFE, J. F. Administração financeira – finanças corporativas. São Paulo: Atlas, 1998.

16 Apoio bibliográfico - Livros de trabalho TÍTULOAUTOR/EDITORA PRINCIPEMAQUIAVEL

17 Nossos encontros DATABASES TECNOLÓGICAS TRABALHADASNºs COMPETÊNCIAS ENVOLVIDAS OBSERVAÇÕES 09/08 Apresentação individual e da disciplina, formas de avaliação, contrato pedagógico, organização geral. A importância das informações financeiras para a gestão e sua relação com Marketing, preços. TODAS DE FORMA GERAL AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 16/08 Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 5 Diferenciar ética, moral e costumes AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 23/08 Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 6 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 30/08 Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 6 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 06/09 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 1 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE

18 DATABASES TECNOLÓGICAS TRABALHADAS Nºs COMPETÊNCIAS ENVOLVIDAS OBSERVAÇÕES 13/09 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 1 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 20/09 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 2 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 22/09SABADO LETIVOCOMPETNCIAS 5,6,1,2REVISÃO 27/09AVALIAÇÃO INDIVIDUALCOMPETÊNCIAS 5,6,1,2ENTREGA DO CHTAE 04/10 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 3 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 06/10SABADO LETIVOTODAS AS MINISTRADAS AJUDA NO TRABALHO EM EQUIPE

19 DATABASES TECNOLÓGICAS TRABALHADASNºs COMPETÊNCIAS ENVOLVIDAS OBSERVAÇÕES 11/10 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 4 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 18/10 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 7 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 25/10 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 8 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE

20 01/11 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 9 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 08/11 Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes COMPETÊNCIA 10 AULA EXPOSITIVA DIALOGADDA COM APOIO AUDIOVISUAL E TRABALHOS EM EQUIPE 22/11APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOSCOMPETÊNCIAS 1 A 10 TRABALHOS EM EQUIPE, CHTAE 24/11SABADO LETIVOCOMPETÊNCIAS 3,4,7,8,9,10REVISÃO 29/11AVALIAÇÃO INDIVIDUALCOMPETÊNCIAS 3,4,7,8,9,10ENTREGA DO CHTAE 06/12RECONSTRUÇÃOTODAS AS COMPETÊNCIAS

21 DATANºs COMPETÊNCIAS AVALIADAS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO 13/09Competência 5 e 6Trabalho individual CHTAE 1 horas 27/09COMPETÊNCIAS 5, 6, 1, 2INDIVIDUAL ESCRTIA 27/09COMPETÊNCIAS 5, 6, 1, 2TRABALHO INDIVIDUAL CHTAE 2 HRS 01/11Competências 1,2, 3Trabalho em equipe CHTAE 2 hrs 29/11COMPETÊNCIAS 3,4,7,8,9,10INDIVIDUAL ESCRTIA 29/11COMPETÊNCIAS 3,4,7,8,9,10TRABALHO INDIVIDUAL CHTAE 2 HRS

22 Conteúdo Programático Competências Conceito de filosofia Fundamentos teóricos da filosofia Correntes filosóficas Formação filosófica da sociedade Filosofia e trabalho Trabalho e tecnologia Conhecimento Lógica Cultura Cultura midiática Ideologia, política e poder Essência Razão Consciência crítica e reflexiva da realidade Ética. Moral. Costumes

23 Material adicional Livros digitalizados

24 Na internet... Links de páginas, blogs, etc

25 Retomando... Serão retomados assuntos vistos na aula anterior

26 O que responder O que vai ser a disciplina? Como vai funcionar? Plano Ensino, Ementa? Ética? Moral? Qual a importância?

27 O que é Empregabilidade ? Competência profissional Adequação profissional Idoneidade Reserva financeira e fontes alternativas Relacionamentos Saúde física e mental Objetivos claros Plano de vida

28 VISÃO ESTRATÉGICA Colocar no papel o que a empresa gostaria de ser e descrever aonde seria ideal chegar. Isso direcionará todos os esforços para a concretização da visão.

29 Declaração de Visão Estabelece uma imagem ou filosofia que guia a empresa em direção ao futuro. Mostra o que a empresa quer ser e fazer. Reflete suas mais profundas crenças e valores.

30 Gestão de Excelência Classe Mundial

31 PADRÕES PRODUTIVIDADE QUALIDADE CRITÉRIOS EFICIÊNCIA EFICÁCIA EFETIVIDADE GERAR VALOR

32

33 TUDO ISSO COM.... Ética Moral Transparência Satisfação dos colaboradores Responsabilidade social Sustentabilidade

34 Critérios de Excelência na Gestão Fundamentos 1. Pensamento sistêmico 2. Cultura de inovação 3. Geração de valor (resultado e cliente) 4. Orientação por processos e informações 5. Conhecimento sobre o cliente e mercado 6. Aprendizado organizacional 7. Liderança e constância de propósitos 8. Visão do futuro 9. Valorização das pessoas 10. Desenvolvimento de parcerias 11. Responsabilidade ética e social

35 A definição da visão é o primeiro passo no desenvolvimento do processo de Administração Estratégica. A visão é a projeção da situação ideal que a empresa gostaria de atingir. Ela direciona todas as suas ações, a alocação de recursos e a criatividade. A visão pode ser subjetiva e dependente do perfil e das características dos empreendedores e dirigentes da empresa. A visão deve estar baseada numa profunda análise das tendências de futuro e nas ameaças e oportunidades que ele pode apresentar. VISÃO

36 Visão A visão é a imagem vivida, de uma meta significativa, valiosa e ambiciosa a ser alcançada num futuro próximo É O ALCANÇAR UM OBJETIVO NO FUTURO A visão expressa qual é empresa que pretendemos e para quê A visão expressa qual é empresa que pretendemos e para quê A visão marca o rumo ao plano estratégico A visão marca o rumo ao plano estratégico

37 Exemplo de Visão: Visão de Futuro da PETROBRAS para "Ser líder de mercado nos segmentos em que atuar, fazendo da marca PETROBRAS a preferida de todos os consumidores." VISÃO

38 Exemplo de Visão: Aprimorar cada vez mais a qualidade de seus produtos, através da absorção de novas tecnologias e do treinamento permanente de seus colaboradores nas áreas Industrial, Comercial e Administrativa. VISÃO ESTRATÉGICA BIC

39 O NEGÓCIO Área de Atuação da Empresa Quando você define seu negócio através da Visão Estratégica, você descobre quem é sua verdadeira concorrência e descobre que você competia com aqueles que são apenas seus concorrentes diretos, e pode conseguir diferenciais em diversos aspectos.

40 EMPRESAS E NEGÓCIOS

41 É uma declaração da utilidade da empresa para seus clientes. Ela existe para oferecer um benefício, satisfazer uma determinada necessidade de um grupo específico de clientes. MISSÃO ESTRATÉGICA

42 Declaração de Missão Deve refletir a razão de ser da empresa. Deve responder à pergunta: Quem sou? O que faço? Qual o meu propósito? Deve ser a base de todas as ações da empresa. Deve passar uma imagem tangível da empresa. Pode ser feita em forma de frase de efeito ou não! As declarações de visão e missão integram a descrição da empresa e devem estar explícito para os stakeholders ou no Plano de Negócio no caso de empresas ainda não implantadas.

43 A missão da organização reflete o ponto de vista da administração sobre o que a empresa pretende fazer e tornar-se, sobre o que quer oferecer aos consumidores e, além disso, indica qual a posição de mercado que pretende obter. Para definir sua missão, a empresa precisa responder à pergunta: Afinal, para quê eu existo? A missão deixa claro qual é o core business da empresa, ou seja, o que ela realmente faz. Qual o negócio em que a empresa está focada, onde ela concentra seus recursos e desenvolve suas habilidades. A MISSÃO

44 Estabelecimento da missão Estudar da missão da organização é uma das tarefas mais importantes no desenvolvimento de um plano estratégico A missão define algumas variáveis importantes a tratar no processo de planejamento.

45 COMPONENTE: MISSÃO É a maneira pela qual a empresa exerce o core business, ou seja, o que ela é hoje e o que deseja ser. É o Propósito Final que justifica a Organização. Ela é diretiva e não limitadora e indica: Onde concentrar recursos Onde procurar novas oportunidades Onde construir o sucesso da empresa Principais Componentes da definição de uma Missão: Cliente Produtos ou Serviços Local Geográfico Tecnologia Preocupação com a sobrevivência Empregados Filosofia Conceito Próprio Imagem Pública Acionistas

46 Exemplo de Missão Estratégica da GOL Transportes Aéreos. Prover transporte seguro de pessoas e cargas, sustentado pelo trinômio baixo custo, baixo preço e de excelência na qualidade, através de soluções inovadoras, buscando maximizar os resultados para nossos clientes, acionistas, colaboradores e sociedade. MISSÃO

47 MISSÃO DAS EMPRESAS Servir alimentos de qualidade, com rapidez e simpatia, num ambiente limpo e agradável. McDonald´s Nossa missão é atender às necessidades de transporte de nossos clientes, aprimorando nossos produtos e serviços, prosperando como empresa e proporcionando retorno aos acionistas. Ford Oferecer soluções de transporte, através de comercialização de veículos, peças e serviços, buscando excelência. Localiza National. Contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país. BNDES Oferecer qualquer serviço financeiro em qualquer país, onde for possível fazê-lo de forma legal e rentável. Citibank. Contribuir para o progresso cultural, político, econômico e social do povo brasileiro, através da educação, da informação e do entretenimento. Rede Globo de Televisão. Our mission is to be a client-focused, worldwide financial services organization, striving for excellence by serving the needs of individuals, corporations, governments and institutions. Our objective is to be the acknowledge leader in the value we offer our shareholders and the rewards we offer our emploees. Merrill Lynch.

48 COMPONENTE: VALORES Convicções claras e fundamentais que a empresa defende e adota como guia de gestão do seu negócio (crenças e posturas éticas: certo e errado, bom e ruim, importante e não importante) Princípios básicos que norteiam a empresa. Cultura Organizacional que a empresa incorpora a seus produtos e serviços. Temas mais utilizados como Valores: ConsumidorÉtica QualidadeParceria EcologiaTransparência Recursos HumanosImagem Participação ComunitáriaSigilo

49 VALORES DAS EMPRESAS Qualidade, Serviço, Limpeza e Valor. McDonald´s Respeito ao indivíduo O melhor atendimento do mundo ao cliente Busca da excelência Credos da IBM Expectativas dos clientes orientem nossas ações Busca constante da eficácia Estilo gerencial empreendedor, inovador e participativo Valorização do indivíduo Zelo pela imagem da empresa Ética nos relacionamentos Princípios da Localiza National Pensamento estratégico Gerência participativa Produtividade Espírito de equipe Comportamento ético Valores da Boeing

50 ÉTICA MORAL MORAL SOCIAL ÉTICA EMPRESARIAL DIREITO O QUE VEM A SER...

51 Sessão pipoca...

52 ÉTICA – Jeitos de SER, forma de agir, indagação sobre a natureza e fundamentos da moralidade: reflexão crítica. Por que? MORAL – Costumes, padrões e regras de conduta; objeto da ciência; Como agir? MORAL SOCIAL Normas e regras resultantes nas relações que o homem estabelece: organização social, coletividade: o bem e o mal. ÉTICA EMPRESARIAL Princípios e padrões que orientam o comportamento no mundo dos negócios. O QUE VEM A SER...

53 ÉTICA EMPRESARIAL COMPORTAMENTO ÉTICO CREDIBILIDADE PRÁTICAS EMPRESARIAIS IMAGEM

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69 Ética aplicada Prova Quádrupla o Rotary A Prova, traduzida em mais de 100 idiomas, consiste nas seguintes perguntas: Do que nós pensamos, dizemos ou fazemos 1.É a VERDADE? 2.É JUSTO para todos os interessados? 3.Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES? 4.Será BENÉFICO para todos os interessados?

70 Cont. Esta é uma história tão conhecida pelos rotarianos que já faz parte do código genético da organização. Em 1932, Herbert J. Taylor, o então recém nomeado presidente de uma empresa de utensílios de cozinha praticamente falida em Chicago, decidiu que seus empregados precisavam de um padrão ético para seguir. Ele escreveu quatro perguntas em um pequeno pedaço de papel: É a VERDADE? É JUSTO para todos os interessados? Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES? Será BENÉFICO para todos os interessados? Quando Taylor escreveu o que tornou-se conhecido como Prova Quádrupla, o país estava submerso na Grande Depressão e a população havia perdido a confiança nos bancos e empresas com a quebra do mercado financeiro três anos antes. Na empresa Club Aluminum Products Company, as vendas de um produto de cozinha novo e caro vinham declinando rapidamente apesar das táticas insistentes usadas pelos vendedores de porta-a-porta. Taylor instituiu outras medidas como canais de distribuição em lojas de varejo, oferecimento de amostras grátis e planos de pagamento acessíveis, mas creditou a impressionante recuperação de sua empresa à aplicação da Prova Quádrupla nos métodos de publicidade e vendas utilizados

71 Cont. Quando Taylor escreveu o que tornou-se conhecido como Prova Quádrupla, o país estava submerso na Grande Depressão e a população havia perdido a confiança nos bancos e empresas com a quebra do mercado financeiro três anos antes. Na empresa Club Aluminum Products Company, as vendas de um produto de cozinha novo e caro vinham declinando rapidamente apesar das táticas insistentes usadas pelos vendedores de porta-a-porta. Taylor instituiu outras medidas como canais de distribuição em lojas de varejo, oferecimento de amostras grátis e planos de pagamento acessíveis, mas creditou a impressionante recuperação de sua empresa à aplicação da Prova Quádrupla nos métodos de publicidade e vendas utilizados

72 Fechar os conceitos

73 Para a próxima aula... Decidir (prof.): Material de apoio Bibliografia selecionada Disponibilizar

74

75 Obrigado

76 BOA NOITE OBRIGADO !!!!


Carregar ppt "Aula 1 – António Albano Baptista Moreira ÉTICA E FILOSOFIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google