A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão e Empreendedorismo Slides 2. O segredo de Luisa Fernando Dolabela, Cultura Editores Associados Capítulo 1 A motivação e o perfil do empreendedor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão e Empreendedorismo Slides 2. O segredo de Luisa Fernando Dolabela, Cultura Editores Associados Capítulo 1 A motivação e o perfil do empreendedor."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão e Empreendedorismo Slides 2

2 O segredo de Luisa Fernando Dolabela, Cultura Editores Associados Capítulo 1 A motivação e o perfil do empreendedor IntrínssicaExtrínsica Gardner

3 Necessidades de Maslow

4 Empreendedorismo

5 Criatividade – busca – dedicação – poder – autonomia – inovação – atitude – ousadia – Auto-confiança – estratégia – acreditar/apostar – Dinamismo – objetivos -visualização – organização

6 Leia a página 29 e 29, o que poderíamos acrescentar no slide anterior?

7 Discuta a importância das relações sociais no ambiente de trabalho. Como alguém se torna empreendedor? O empreendedor nasce pronto? É possível ensinar alguém a ser empreendedor?

8 Qual é o perfil do empreendedor de sucesso?

9 Como você se vê profissionalmente daqui a 5 anos? Poderíamos chamar tal processo de visão empresarial? Por que sim? Por que não?

10 Capítulo dois: A validação de uma ideia. Por que há a necessidade do ensino do empreendedorismo?

11 A Falácia da Ratoeira Se uma pessoa criasse a melhor ratoeira do mundo e colocasse à venda em sua própria casa, situada em um lugar afastado e quase inacessível, no meio da uma floresta, aos poucos o mundo abriria uma picada até a casa para comprar a melhor ratoeira do mundo. Com o tempo, a picada seria transformada em via-expressa, fazendo com que tal pessoal ficasse milionária.

12 Fatores de sucesso, segundo o próprio empreendedor.

13 Qual é o elemento mais importante de uma pequena empresa?

14 Mitos ou verdades (sobre os empreendedores) 1- Empreendedores não são feitos, nascem. Identificar oportunidades vem com a experiência 2- Qualquer um pode começar um negócio. O empreendedor reconhece a diferença entre oportunidade e ideia. 3- Empreendedores são jogadores. Assumem riscos calculados,minimizam riscos

15 4- Empreendedores querem o espetáculo só pra si. Empreendedores de sucesso constroem equipes. 5- Empreendedores são seus próprios chefes e completamente independentes Sócios, investidores, clientes, fornecedores, colaboradores, etc etc

16 6- Empreendedores trabalham mais tempo e mais duro que os gerentes em grandes empresas. Não há evidências em pesquisas 7- Empreendedores experimentam um grande estresse e pagam alto preço. Não mais do que em outras profissões. 8- Começar um negócio é arriscado e frequentemente acaba em falência Talento = identificar, agarrar oportunidades e atrair recursos financeiros.

17 9- O dinheiro é o mais importante ingrediente para se começar um negócio. Não é uma relação causal, o talento o dirá. 10- Empreendedores devem ser novos e com energia. Idade não é barreira. 11- Empreendedores são motivados pela busca do todo-poderoso dólar. Empreendedores de sucesso buscam empresas cujo rendimento se dá a longo prazo. 12- Empreendedores buscam poder e controle sobre terceiros. Ele(a) busca responsabilidade, realização e resultados, o poder é um subproduto da motivação.

18 13- Se o empreendedor é talentoso, o sucesso vai acontecer em um ou dois anos. Raramente a solidez acontece em 3 ou 4 anos. 14-Qualquer empreendedor com uma boa ideia pode levantar capital. Nos EUA 1 a 3 de 100 conseguem capital. 15- Se um empreendedor tem capital inicial suficiente não pode perder a chance. Muito dinheiro, no início pode criar a síndrome da criança estragada.

19 Plano de Negócios

20 planejar Significa estudar antecipadamente a ação que será realizada ou colocada em pratica e quais os objetivos que se pretende alcançar. Visa proporcionar ações racionais para que a empresa seja organizada e dirigida com base em hipóteses a respeito da realidade atual e futura. Idalberto Chiavenato, Empreededorismo, 2004 Saraiva

21 O planejamento produz um resultado imediato! O plano Geralmente, o plano é um curso predeterminado de ação sobre um período especifico de tempo e proporciona respostas às seguintes questões: Que? Quando? Como? Onde? E por quem?

22 É uma tomada antecipada de decisões sobre o que fazer, antes da ação ser necessária. Planejar consiste em simular o futuro desejado e estabelecer previamente os cursos de ação necessários e os meios adequados para atingi-los.

23 Plano de negócio 1- Ramo de atividade Por que escolheu esse negócio? 2- Mercado Consumidor Quem são os clientes? O que tem valor para os clientes? 3- Mercado fornecedor Quem são os fornecedores de insumo e serviços?

24 4- Mercado Concorrente Quem são os concorrentes 5- Produtos/serviços a serem ofertados Quais são as características dos produtos/serviços? Quais são o seus usos menos evidentes? Quais são as suas vantagens e desvantagens diante dos concorrentes?

25 Como criar valor para o cliente por meio dos produtos/serviços? 6- Localização Quais são os critérios para a avaliação do local ou do ponto? Qual é a importância da localização para o negócio?

26 Quem tem conhecimento e experiência no ramo? Como fazem os concorrentes? 8- Previsão de produção, previsão de vendas ou previsão de serviços Qual é a necessidade e procura do mercado? Qual é a sua provável capacidade de produção?

27 Qual é a disponibilidade de matérias-primas e de insumos básicos? Qual é o volume de produção/vendas/serviços que você planeja para seu negócio? Analise financeira Qual é a estimativa de receita da empresa? Qual é o capital inicial necessário? Qual são os gastos com o pessoal de produção?

28 Quais são os gastos gerais de produção? Quais são as despesas administrativas? Quais são as despesas de vendas? Quais é a margem de lucro?

29 Processo operacional Como uma empresa vai operar etapa por etapa? Como fabricar? Como vender? Como fazer o serviço? Qual trabalho será feito? Quem o fará? Com que maneira? Com que equipamento?

30 Gerente Vs empreendedor Tentar otimizar os recursos para atingir metas. Opera dentro de uma estrutura existente Busca aquisição de conhecimentos gerenciais e técnicos Estabelece uma visão e objetivos e depois localiza os recursos. Define tarefas e papéis que criam uma estrutura de organização Apoia-se na auto imagem geradora de visões e inovações. Busca adquirir know-how e know-who

31 Gerente Vs empreendedor A chave é adaptar-se às mudanças. Seu padrão de trabalho implica na análise racional. Trabalho centrado em processos que se apóiam no meio em que ele se desenvolve. A chave é iniciar as mudanças. Seu padrão de trabalho implica imaginação e criatividade. Trabalho centrado no planejamento de processos que resultam de uma visão diferenciada do meio.

32 Gerente Vs empreendedor Apoiado na cultura da afiliação Centrado no trabalho em grupo e na comunicação grupal Desenvolvimento dos dois lados do cérebro, com ênfase do lado esquerdo Apoiado na cultura da liderança Centrado na evolução individual Desenvolvimento dos dois lados com ênfase no lado direito.

33 Desenvolve padrões para a busca de regras gerais e abstratas. O gerente está em busca de princípios que possam transformar-se em comportamentos empresariais de eficácia Baseia-se no desenvolvimento do conceito de si, com ênfase na adaptabilidade Lida em situações concretas e específicas. Uma oportunidade é única, é um caso diferente e deve ser tratada de forma diferenciada. baseia-se no desenvolvimento do conceito de si, com ênfase na perseverança

34 Voltado para a aquisição do know-how em gerenciamento de recursos e da área da própria especialização Voltado para a aquisição de know-how em definir contextos que levem à ocupação do mercado.

35 Peter Drucker (68) adverte que a realidade do dia-a-dia do gerente pode conduzir à ineficácia, por diversos motivos 1- o tempo do gerente parece pertencer a outra pessoa. A importância dos assuntos é definida por terceiros. 2- os acontecimentos nem sempre apontam para o problema real. 3- a sua eficácia depende de pessoas sobre as quais ele muitas vezes não tem controle direto.

36 4- tende a se preocupar somente com o interior, mas o exterior é fundamental. não há resultados dentro de uma organização, mas só custos. o cliente toma decisões e transforma custos em lucro.

37 Segundo Drucker, o gerente eficaz tem as seguintes características: Sabe empregar seu tempo: registrar, controla e consolidar (aplicar-se em grandes tarefas) Conduz esforços para resultados, e não para o trabalho Baseia-se nas forças positivas (suas e dos outros) e não nas negativas Sabe focar, concentrar-se em poucas prioridades capazes de produzir excelentes resultados. Toma decisões eficazes, baseadas em opiniões divergentes.

38 missão Missão significa a razão de ser do próprio negócio. A missão da empresa deve estar sempre centrada na sociedade. Ela define os produtos / serviços, os mercados e a tecnologia, refletindo os valores e as prioridades do negócio. Dornelas, Jose C A 2005 Empreendedorismo.

39

40

41

42

43


Carregar ppt "Gestão e Empreendedorismo Slides 2. O segredo de Luisa Fernando Dolabela, Cultura Editores Associados Capítulo 1 A motivação e o perfil do empreendedor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google