A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Desenvolvimento da Visão. Empreendedor Empreendedoreempreendedorismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Desenvolvimento da Visão. Empreendedor Empreendedoreempreendedorismo."— Transcrição da apresentação:

1 O Desenvolvimento da Visão

2 Empreendedor Empreendedoreempreendedorismo

3 Empreendedorismo é uma livre tradução da palavra entrepreneurship entrepreneur é um substantivo de empreendedor, empresárioentrepreneur é um substantivo de empreendedor, empresário (Baêta, 1998) (Baêta, 1998)

4 Um empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza visões (Filion, 1991)

5 Os estudos de Filion De natureza exploratória; De natureza exploratória; Realizado desde 1983; Realizado desde 1983; Visou desenvolver um modelo estratégico para descrever a atividade do empreendedor; Visou desenvolver um modelo estratégico para descrever a atividade do empreendedor; Baseado na prática por proprietários de PME comprovadamente bem sucedidas Baseado na prática por proprietários de PME comprovadamente bem sucedidas

6 os estudos de Filion ajuda-nos a entender como se forma uma idéia de empresa e quais são os elementos que a sustentam, sendo a teoria mais difundida no Brasil, utilizada como base da metodologia do ensino de empreendedorismo. Dolabela, 1999

7 Os estudos de Filion Modelo voltado para o segundo setor da economia (iniciativa privada); Modelo voltado para o segundo setor da economia (iniciativa privada); Preocupação com as atividades que o empreendedor realiza que conduzem ao sucesso do empreendimento. Preocupação com as atividades que o empreendedor realiza que conduzem ao sucesso do empreendimento.

8 Visões complementares Visões complementares Visões emergentes Visões emergentes VISÃO CENTRAL Externa Interna Filion, 1991

9 Visão Emergente Idéias de produtos ou de serviços que se quer lançar

10 Visão Central INTERNA EXTERNA Resultado de uma ou mais visões emergentes Resultado de uma ou mais visões emergentes

11 Visões Complementares As atividades de gestão definidas para sustentar a realização da visão central

12 Elementos de sustentação da Visão Relações Liderança Energia Visão de Mundo

13 É a maneira pela qual o indivíduo vê o mundo real. É o que é percebido como significativo, por meio de atitudes, valores e intenções.

14 O empreendedor, ao possuir uma idéia, lança seu olhar para o futuro, objetivando identificar as imagens que irá perseguir. É o primeiro momento de uma visão emergente

15 As pessoas só realizam algo quando se julgam capazes de fazê-lo (Filion,1991) Auto-imagem Experiências - Conceito de si

16

17 Energia Diz respeito à quantidade e qualidade do tempo que o empreendedor estará disposto a investir à medida que desenvolve atividades na empresa.

18 A energia despendida na criação e manutenção de relacionamentos é recompensadora, pois o empreendedor beneficiar-se-á de um fluxo constante de informações, que lhe permitirá reajustamentos continuados. Filion, 1991

19 Liderança Resulta da visão de mundo, da energia e da rede de relações, mas, paralelamente exerce influência sobre esses três elementos.

20 Constitui-se muito mais numa característica adquirida do que natural, bipartindo-se em duas dimensões: vontade e determinação (resolução, tenacidade, motivação) e conhecimento acumulado em um dado setor (vai do conhecimento técnico até a capacidade de sensibilização e comunicação de suas idéias aos demais). Oliveira,1996

21 A liderança é importante porque: A qualidade de lidar com as pessoas é que influenciará a estruturação da visão inicial. A qualidade de lidar com as pessoas é que influenciará a estruturação da visão inicial. É o momento da consolidação da visão emergente, o momento de lidar com a visão central de seu negócio. É o momento da consolidação da visão emergente, o momento de lidar com a visão central de seu negócio.

22 Relações Primárias Secundárias Terciárias

23 Relações Primárias Ligadas aos familiares próximos com quem mantém vínculos: afetivos, intelectuais, esportivos... Ligadas aos familiares próximos com quem mantém vínculos: afetivos, intelectuais, esportivos... Dizem respeito ao conceito de si. Dizem respeito ao conceito de si.

24 Relações Secundárias A partir de atividades bem definidas: clubes sociais, grupos religiosos, negócios e política. A partir de atividades bem definidas: clubes sociais, grupos religiosos, negócios e política.

25 Relações Terciárias São escolhidas para satisfazerem uma necessidade bem definida; São escolhidas para satisfazerem uma necessidade bem definida; Contato com a área de interesse Contato com a área de interesse

26 A inter-relação desses elementos contribuirá para o desenvolvimento das visões complementares, ou seja, a aceitação do negócio pelo mercado e os riscos a que estará exposto. Filion,1991

27 Empreendedor de Negócios Empreendedor de Negócios

28 O empreendedor de negócios tem visão, criatividade, determinação extraordinários, e criação de processos totalmente novos...

29 Motivos que levam as pessoas a terem seu próprio negócio Percentual Experiência anterior como empresário 54,7% Desejo de ser empresário 23,3% Negócio da família 22,1% Potencial do mercado 18,1% Estar desempregado 15,9% Disponibilidade de capital 13,5% Insatisfação no emprego: 8,3% 8,3% Fonte: SEBRAE-MG, 1997

30 Onde quero ir? Como chegarei lá? Será que consigo?

31 Trinômio do Sucesso no Empreendimento Capital Experiência e Conhecimento na Atividade Perfil de um Comportamento Empreendedor

32 Que será nossa próxima aula...

33

34 O limão amadurece em 2,5 anos, mas as pérolas levam de 7 ou 8 anos.


Carregar ppt "O Desenvolvimento da Visão. Empreendedor Empreendedoreempreendedorismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google