A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados NÚMEROS ÍNDICES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados NÚMEROS ÍNDICES."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados NÚMEROS ÍNDICES

2 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices O que é um número índice? Um número índice é um quociente entre dois valores de uma mesma variável, referentes a diferentes pontos no tempo ou no espaço e expresso em percentagem. Um número índice para t com base em 0 é definido como:

3 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Vantagens dos números índices Permitem simplificar os dados e uma maior facilidade de comunicação: com um só valor pode avaliar-se a evolução de um conjunto complexo de variáveis;Permitem simplificar os dados e uma maior facilidade de comunicação: com um só valor pode avaliar-se a evolução de um conjunto complexo de variáveis; Tornam as comparações mais fáceis e imediatas: mais fácil comparar variações observadas para diferentes produtos expressos em diferentes unidades de medida, uma vez que todos os valores são convertidos em percentagens relativamente ao período base;Tornam as comparações mais fáceis e imediatas: mais fácil comparar variações observadas para diferentes produtos expressos em diferentes unidades de medida, uma vez que todos os valores são convertidos em percentagens relativamente ao período base; Permitem evidenciar variações sazonais atípicas: uma vez transformados os valores iniciais observados em números índices, é pssível identificar flutuações referentes a subperíodos que se repetem ao longo dos vários anos observados.Permitem evidenciar variações sazonais atípicas: uma vez transformados os valores iniciais observados em números índices, é pssível identificar flutuações referentes a subperíodos que se repetem ao longo dos vários anos observados.

4 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices

5 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Índice de Laspeyres É um índice sintético, que utiliza os dados do ano base como ponderações para o seu cálculo. Estas ponderações podem ser quantidades ou preços. Índice de preços de Laspeyres para o período i Índice de quantidades de Laspeyres para o período i

6 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Índice de Paasche É também um índice sintético, que utiliza como ponderações os preços ou quantidades relativos ao ano corrente. Índice de preços de Paasche para o período i Índice de quantidades de Paasche para o período i

7 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Índice de Preços de Paasche No cálculo de um índice de preços de Paasche para determinado ano corrente é necessário: Calcular o valor dispendido nesse ano, multiplicando os preços pelas respectivas quantidades, e somando para todos os bens ou serviços incluídos no índice; Calcular o valor dispendido nesse ano, multiplicando os preços pelas respectivas quantidades, e somando para todos os bens ou serviços incluídos no índice; Em seguida, calcular o valor que teria sido dispendido no ano base (utilizando os preços do ano base) se as quantidades do ano corrente tivessem sido utilizadas, isto é, multiplicam-se os preços do ano base pelas quantidades do ano corrente e somam-se para todos os itens (agregado fictício). Em seguida, calcular o valor que teria sido dispendido no ano base (utilizando os preços do ano base) se as quantidades do ano corrente tivessem sido utilizadas, isto é, multiplicam-se os preços do ano base pelas quantidades do ano corrente e somam-se para todos os itens (agregado fictício).

8 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Índice agregado de valores Utilizado por muitas empresas para caracterizar o desempenho das vendas. O seu cálculo é idêntico ao de um índice de valores simples – para cada período, multiplicam-se as quantidades pelos respectivos preços e relacionam-se com o período base.

9 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Manipulação de números índices Mudança do período base Quando se pretende comparar séries de índices com diferentes períodos base é necessário proceder a uma transformação das séries de modo a que tenham uma base comum. Isto não é mais do que uma alteração proporcional em todos os valores de uma ou todas as séries. Primeiro, deve definir-se o novo período base. Depois, deve dividir-se o valor da série para esse período por 100 para encontrar o factor de proporcionalidade. Por último, dividem-se todos os restantes índices da série pelo mesmo factor de proporcionalidade, resultando uma nova série de números índices com um novo período base.

10 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Manipulação de números índices Mudança do período base

11 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Manipulação de números índices Ligação de diferentes séries de números índices As séries longas de números índices são, de tempos a tempos, alvo de mudança de base. O objectivo é evitar que os seus valores se tornem demasiado elevados. Para poder utilizar os dados na sua totalidade, é necessário garantir que todas se referem ao mesmo período base. Isto só é possível se existir pelo menos um ano comum às séries. Para esse ano comum, calcula-se o quociente entre o valor da série nova e da série antiga, utilizando-se depois o resultado para transformar todos os restantes valores de uma das séries. Para alterar os índices da série antiga, multiplicam-se pelo valor do quociente; para se alterarem os valores da série mais recente, faz-se um produto idêntico, mas pelo inverso desse quociente.

12 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Manipulação de números índices Ligação de diferentes séries de números índices

13 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Deflação de séries cronológicas Grande parte das séries cronológicas referentes à actividade económica e à gestão empresarial são definidas em unidades monetárias a preços correntes em cada período de tempo. Como exemplos podem apontar-se as séries para as vendas, custos, preços das matérias-primas, valores de cotações bolsistas, etc.. Ainda que seja útil examinar a evolução destes valores a preços correntes, corre-se o perigo de não detectar as verdadeiras mudanças ocorridas e que se encontram disfarçadas por detrás do efeito da inflação. Este problema pode ser resolvido através da deflação da série – utilização de um índice de preços que permita retirar à série cronológica os efeitos da inflação e transformar os preços correntes em preços constantes. O processo de deflação de uma série consiste na divisão de valores monetários a preços correntes da série cronológica por um índice de preços, multiplicando o resultado obtido por 100.

14 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Deflação de séries cronológicas

15 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Deflação de séries cronológicas O problema que pode surgir quando se pretende deflacionar uma série cronológica é encontrar um índice fidedigno e que represente realmente o efeito da inflação sobre a série cronológica. O índice mais utilizado para este efeito é o IPC – tem por finalidade medir a evolução no tempo dos preços de um conjunto de bens e serviços considerados representativos da estrutura de consumo de determinado espaço geográfico e de um ou vários estratos sócio-económicos. O Índice de Preços no Consumidor (IPC)

16 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Deflação de séries cronológicas O Índice de Preços no Consumidor (IPC)

17 Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados Números Índices Deflação de séries cronológicas O Índice de Preços no Consumidor (IPC)


Carregar ppt "Universidade Lusíada - Lisboa Estatística / Análise Dados / Análise e Tratamento Dados NÚMEROS ÍNDICES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google