A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GRUPO 510 Análise do diagnóstico feito sobre as dificuldades apresentadas pelos alunos, estratégias e resultados obtidos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GRUPO 510 Análise do diagnóstico feito sobre as dificuldades apresentadas pelos alunos, estratégias e resultados obtidos."— Transcrição da apresentação:

1 GRUPO 510 Análise do diagnóstico feito sobre as dificuldades apresentadas pelos alunos, estratégias e resultados obtidos

2 11ºA Dificuldades diagnosticadas Dificuldades: - em adquirir e relacionar conhecimentos; - na aplicação dos conhecimentos a novas situações; - na concretização de exercícios que envolvam cálculo numérico; - na análise e interpretação de gráficos; - na interpretação de enunciados. Apresentam: - métodos de trabalho desajustados que impedem uma efectiva apropriação dos novos conceitos leccionados; défice de trabalho, de empenho e de estudo; alguma passividade; baixo nível de motivação; falta de autonomia; uma despreocupação em relação à disciplina, quer na realização de actividades/tarefas em ambiente sala de aula, quer em casa; desconcentração nas aulas, evidenciada por comportamentos pouco adequados para alunos que se encontram neste nível de escolaridade. Estratégias adoptadas -1 aula de apoio/recuperação (bloco de 90 min.) semanalmente : alunos propostos (leccionada pela docente da disciplina); -1 aula de apoio/recuperação (bloco de 90 min.) semanalmente: de frequência voluntária ( leccionada por outro professor do grupo); - trabalho a pares ou em pequenos grupos na sala de aula; - aumento da frequência de resolução exercícios do manual e do caderno de actividades nas aulas de turno; - apoio mais individualizado ( principalmente nas aulas por turno); - resolução de exercícios pelos alunos no quadro.

3 11ºA Avaliação das estratégias/ reformulação de estratégias/ Apesar de todos os esforços envidados pela docente da disciplina e o professor das aulas de apoio/recuperação, os objectivos não foram totalmente alcançados, os discentes mantiveram a fraca participação, interesse, motivação e empenho nas actividades. Nota: só um nº reduzido de alunos frequentaram as aulas de apoio/recuperação de carácter voluntário e quase sempre nas vésperas dos momentos de avaliação. Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) - 2 Testes ( 2º Teste com questões iguais ou idênticas às dos exames nacionais e dos testes intermédios); - 1 Questionário sobre as actividades experimentais; - 1 mini-ficha de avaliação (com menor quantidade de conteúdos a avaliar); - Trabalho de grupo (Trab. de Pesquisa sobre o sistema GPS); - TPC; - Atitudes e valores Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados -a manutenção dos alunos propostos para as aulas de apoio; aumentar o número de aulas de apoio de carácter voluntário (duas vezes por semana); aumentar a frequência de trabalhos de casa; elaborar materiais específicos que ajudem a superar dificuldades; aumentar a resolução de itens dos exames nacionais e dos testes intermédios nas aulas; aumentar a frequência de momentos escritos de avaliação. Momentos esses, nos quais serão reduzidos os conteúdos a avaliar e terá menor peso na avaliação do que uma ficha de avaliação sumativa.

4 10ºA Dificuldades diagnosticadas -Alguns alunos apresentam algumas dificuldades na apreensão, compreensão e aplicação dos conhecimento; dificuldades na concretização de exercícios que envolvam cálculo numéricos em diversas situações de aprendizagem; dificuldade na interpretação de enunciados; métodos de trabalho desajustados que impedem uma efectiva apropriação dos novos conceitos leccionados. Estratégias adoptadas - 1 aula de apoio/recuperação ( de 45 min.) semanalmente : alunos propostos (leccionada pela docente da disciplina); -Apoio individualizado ao trabalho dos alunos. (principalmente na aula de apoio aos alunos que apresentam maiores dificuldades); - Elaboração e resolução de exercícios e de fichas de trabalho tendo em conta as especificidades das dificuldades dos alunos. Avaliação das estratégias/ reformulação de estratégias/ Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Satisfatório, os alunos mostraram-se motivados, trabalhadores, empenhados e participativos; realizaram todas as tarefas propostas Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados Os alunos devem intensificar o seu estudo e trabalho de forma a colmatar as suas dificuldades; manutenção da aula de apoio e do apoio individualizado ao trabalho dos alunos; criar nestes, métodos de estudo e de trabalho adequados, estimulando a utilização e organização de apontamentos, trabalhos de casa e técnicas de estudo e promover processos que conduzam a uma maior compreensão e aplicação dos conhecimentos

5 9ºAno Dificuldades diagnosticadas Estratégias adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação de estratégias/ Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados -Tutoria, principalmente nas aulas de 45 min., para preparação do teste intermédio; - Contrato pedagógico (alunos que apresentam maiores dificuldades)

6 7ºA Dificuldades diagnosticadas Estratégias Adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados - Mobilizar o conhecimento para novas situações; - Situações problemáticas; - Algum simbolismo matemático. - Explanação dos conteúdos de forma clara e objectiva, tentando respeitar o ritmo de cada discente; - Resolução de inúmeros exercícios do manual adoptado; - Resolução de TPC; - Apoiar, sempre que possível os alunos com maiores dificuldades. Os resultados obtidos não foram de todo positivos e portanto o docente propõe alterar algumas das estratégias utilizadas, bem como tentar adaptar outras, que não se revelaram tão eficazes como o que era espectável. - Testes - TPC - Trabalho de grupo com exposição oral à turma sobre um planeta - Atitudes e valores Adoptar as seguintes estratégias para coadjuvar as já utilizadas: - Aulas de recuperação para os alunos com nível inferior a três e para o nível três mais próximo dos 50%; - Reforço dos TPC, semanais e sempre numa folha à parte para avaliação; - Resolução das questões que em média suscitaram maiores dúvidas; - Coaching Educativo com alguns alunos das aulas de recuperação.

7 7ºB Dificuldades diagnosticadas Estratégias Adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados Falta de atenção/concentração e grande facilidade de distracção em sala de aula; Falta de responsabilidade relativamente ao estudo e à escola; falta de interesse e vontade de trabalhar não existindo a preocupação em superar as suas dificuldades; atitude passiva em sala de aula; ausência de hábitos e métodos de estudo e trabalho; comportamento perturbador por parte do aluno João Caeiro; ausência de material necessário às aulas. Dois dos alunos que obtiveram nível inferior a três (Rui Rodrigues e João Caeiro) revelam ainda necessidades educativas especiais, pelo que estão ao abrigo do Dec-Lei 3/2008. No caso dos alunos ao abrigo do Dec- Lei 3/2008 foram realizadas adequações do processo de avaliação. Em termos gerais os alunos foram sensibilizados e estimulados a participar nas actividades desenvolvidas, de forma a superar as suas dificuldades. - As estratégias e as adequações realizadas estão ajustadas às características dos alunos, contudo revelaram-se insuficientes face aos resultados obtidos, os quais tiveram em conta a ausência da entrega de pequenos trabalhos e as atitudes/ comporta- mentos manifestados em sala de aula, que demonstram claramente a falta de empenho, interesse e trabalho dos alunos. Para além da melhoria da sua atenção e concentração nas aulas e da tomada de uma atitude mais responsável face ao estudo e face à sua aprendizagem, pretende- se incitar a exposição de dúvidas; solicitar, com mais frequência, a sua intervenção na aula e incentivar e valorizar os hábitos e métodos de estudo e de trabalho. No caso da aluna Sara Castelos, foi realizado pelo Concelho de Turma um Plano de Recuperação, com vista à superação das suas dificuldades.

8 7ºC Dificuldades diagnosticadas Estratégias Adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados Falta de atenção/concentração e grande facilidade de distracção em sala de aula; Falta de responsabilidade relativamente ao estudo e à escola; falta de interesse e vontade de trabalhar não existindo a preocupação em superar as suas dificuldades; atitude passiva em sala de aula, não realizando qualquer tarefa que é proposta; ausência de hábitos e métodos de estudo e trabalho; ausência de material necessário às aulas; comportamento perturbador. Como o aluno é repetente foram adoptadas todas as estratégias que constam do seu Plano de Acompanhamento, tendo também o aluno sido sensibilizado e estimulado a participar nas actividades desenvolvidas, de forma a superar as suas dificuldades. As estratégias utilizadas estão ajustadas às características do aluno, contudo revelaram-se insuficientes face aos resultados obtidos, os quais tiveram em conta a ausência da entrega de um pequeno trabalho e as atitudes/comportamentos manifestados em sala de aula, que demonstram claramente a falta de empenho, interesse e trabalho do aluno. Para além da melhoria da sua atenção e concentração nas aulas e da tomada de uma atitude mais responsável face ao estudo e face à sua aprendizagem, pretende-se incitar a exposição de dúvidas; solicitar, com mais frequência, a sua intervenção na aula e incentivar e valorizar os hábitos e métodos de estudo e de trabalho.

9 7ºD Dificuldades diagnosticadas Estratégias Adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados Falta de atenção/concentração e grande facilidade de distracção em sala de aula; falta de responsabilidade relativamente ao estudo e à escola; falta de interesse e vontade de trabalhar não existindo a preocupação em superar as suas dificuldades, no caso concreto dos alunos Ruben Viola e Ruben Faúlha; dificuldades na aquisição e aplicação de conteúdos por parte do aluno Nelson Tavares; ausência de material necessário às aulas (alunos Ruben Viola e Nelson Tavares) e comportamento altamente perturbador e a não realização das tarefas propostas por parte do aluno Ruben Viola. Os alunos foram sensibilizados e estimulados a participar nas actividades desenvolvidas, de forma a superar as suas dificuldades. As estratégias utilizadas estão ajustadas às características dos alunos, contudo revelaram-se insuficientes face aos resultados obtidos, os quais tiveram em conta a ausência da entrega de um pequeno trabalho (à excepção do aluno Ruben Faúlha) e as atitudes/comportamentos manifestados em sala de aula, que demonstram claramente a falta de empenho, interesse e trabalho dos alunos. Para além da melhoria da sua atenção e concentração nas aulas e da tomada de uma atitude mais responsável face ao estudo e face à sua aprendizagem, pretende-se incitar a exposição de dúvidas; solicitar, com mais frequência, a sua intervenção na aula e incentivar e valorizar os hábitos e métodos de estudo e de trabalho.

10 8ºC Dificuldades diagnosticadas Estratégias Adoptadas Avaliação das estratégias/ reformulação Instrumentos de avaliação utilizados (relevantes) Apresentação de novas estratégias e procedimentos adoptados Falta de atenção/concentração e grande facilidade de distracção em sala de aula; falta de responsabilidade relativamente ao estudo e à escola; falta de interesse e vontade de trabalhar não existindo a preocupação em superar as suas dificuldades, no caso concreto dos alunos Alexandre Lopes e Diogo Cordeiro; dificuldades na aquisição e aplicação de conhecimentos por parte do aluno Flávio Monteiro; No caso do aluno Alexandre Lopes que é repetente foram adoptadas todas as estratégias que constam do seu Plano de Acompanhamento. Em termos gerais os alunos foram sensibilizados e estimulados a participar nas actividades desenvolvidas, de forma a superar as suas dificuldades. As estratégias utilizadas estão ajustadas às características dos alunos, contudo revelaram-se insuficientes face aos resultados obtidos, os quais se devem grandemente à falta de empenho, interesse e trabalho dos alunos. Para além da melhoria da sua atenção e concentração nas aulas e da tomada de uma atitude mais responsável face ao estudo e à sua aprendizagem, pretende-se incitar a exposição de dúvidas; solicitar, com mais frequência, a sua intervenção na aula e incentivar e valorizar os hábitos e métodos de estudo e de trabalho. Disponibilidade da docente, inclusivamente extra aula para ajudar e tirar dúvidas sobre os conteúdos leccionados, desde que os alunos demonstrem ter realizado algum trabalho pela disciplina. No caso dos alunos Diogo Cordeiro e Flávio Monteiro, foram realizados pelo Concelho de Turma os respectivos Planos de Recuperação, com vista à superação das suas dificuldades.

11 FIM


Carregar ppt "GRUPO 510 Análise do diagnóstico feito sobre as dificuldades apresentadas pelos alunos, estratégias e resultados obtidos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google