A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E-commerce M-commerce b2b b2c. E-COMMERCE Conceito de e-commerce: E-Commerce provém de Electronic Commerce, que em português significa Comércio Eletrônico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E-commerce M-commerce b2b b2c. E-COMMERCE Conceito de e-commerce: E-Commerce provém de Electronic Commerce, que em português significa Comércio Eletrônico."— Transcrição da apresentação:

1 E-commerce M-commerce b2b b2c

2 E-COMMERCE Conceito de e-commerce: E-Commerce provém de Electronic Commerce, que em português significa Comércio Eletrônico - termo usado para identificar um sistema comercial montado por uma empresa para atender aos seus clientes por meio de redes de computadores e mantido por uma infra-estrutura digital.

3 E-COMMERCE Abordagem do e-commerce: O comercio eletrônico cobre os processos pelos quais os consumidores, fornecedores e parceiros de negócios são atingidos, atingindo atividades como vendas, marketing, recepção de pedidos, entregas e serviços ao consumidor, transações e troca de informações entre empresas.

4 E-COMMERCE Breve histórico Surgiu antes da web Evolução com EDIs (Eletronic Data Interchange) Grandes empresas européias e americanas (bancos e companhias aéreas). Chegou aos consumidores graças a internet

5 E-COMMERCE Porque usar e-commerce? 1.Aumento das alternativas de escolha, com mais produtos, procura global e larga variedade de preços; 2.Melhor acesso as informações, as especificações dos produtos, a disponibilidade e ao ponto de situação de encomenda; 3.Disponibilidade de serviço a clientes 24/7/30/365 4.Evitar as deslocações e as dificuldades de estacionamento; 5.Redução dos constrangimentos relacionados com o tempo, e horário de funcionamento.

6 E-COMMERCE Crescimento e Faturamento

7 E-COMMERCE

8 Regulamentação Ausência de uma legislação específica. Insegurança nos usuários. Abertura para fraudes. Camara-e.net Câmara multi-setorial da área. Mais de 160 empresas. Discutem e propõem metas e regulamentações públicas.

9 E-COMMERCE Base Tecnológica Constituída por 3 camadas

10 E-COMMERCE Tecnologias das camadas: Interface de apresentação HTML, JavaScript, Flash, Ajax, SilverLight Sistemas Lógicos ASP, C#, PHP, EJB, Java EE, VisualBasic Base de Dados Oracle, SqlServer, MySql, Postgre, Access

11 E-COMMERCE ASPs Application Service Providers. Reduzir custos com manutenção Hospedagem, gerenciamento e aluguel de aplicativos de negócios. Utilizados por médias e pequenas empresas. Ex: Locaweb, DotStore

12 E-commerce Perspectivas futuras Atingir a meta de R$ 8.5 bi Inclusão da Classe C Fusões com o B2W: Fusão Americanas.com + Submarino.com 50% do total de vendas pela internet Terceirização dos serviços ASPs Atingir as redes sociais vituais Orkut e MSN

13 MOBILE COMMERCE

14 Mobile Commerce Também conhecido como M-Commerce, mCommerce ou U- Commerce (Comércio Ubíquo). mCommerce é qualquer transação, transferência de fundos ou direitos, utilizando um Celular ou PDA. O mCommerce não é algo novo, já vem desde os terminais de acesso sem fio. Mas está sendo adaptado para maior disponibilidade e facilidade de uso. O mCommerce veio para ser um aliado do e-commerce.

15 Mobile Commerce Atualmente no Brasil tem sido muito difundido, porém não da forma ideal. É comum a comercialização de Ringtones, Vídeos, Wallpapers e Jogos diretamente do celular para o celular. É chamado de compra de conteúdo.

16 Utilizações do mCommerce Venda direta pelo celular. Ex: Polo Ralph Lauren (m.ralphlauren.com) Venda de roupas diretamente pela loja mobile. Links QR codes publicadas diretamente nos anúncios. Informações de moda. Localização de lojas.

17 Utilizações do mCommerce Mobile Ticketing Ticket de algum serviço contratado enviado para o celular. A empresa de aviação Lufthansa já instalou o m-tix, onde o passageiro ao fazer o check-in aproxima seu celular no ponto de controle da empresa e todas informações são lidas e o embarque autorizado.

18 Utilizações do mCommerce mLocation - Serviço de localização passando informações sobre determinado lugar. mInformation – Venda de informações diversas, desde informações financeiras, trânsito etc. mBrokerage – informações sobre ações nas bolsas de valores.

19 Utilizações do mCommerce mMarketing – Várias empresas utilizam o celular para informar sobre promoções, produtos. Utilizam bluetooth ou SMS para transmitir vídeos promocionais, cupons de desconto. Algumas empresas que já apostam nisso: Coca-cola, Olympus, Casas Bahia, Carrefour, CNA, Casa&Video, Nestlé, Microsoft.

20 Utilizações do mCommerce mBanking – O Banco do Brasil junto com a operadora OI já disponibiliza algumas operações diretamente do celular utilizando a tecnologia USSD. mPayment – A operadora VISA junto com o Banco do Brasil já se juntaram para disponibilizar ao cliente a possibilidade de utilizar o celular como cartão de débito ou crédito.

21 mWeb2.0 Web 2.0 no celular – Alguns sites da era Web2.0 já disponibilizam seu conteúdo via celular. Orkut (m.orkut.com) – MySpace (mobile.myspace.com) Também é possível criar conteúdo e disponibilizar diretamente do celular. –

22 Tecnologias empregadas Wap 2.0 – HTML – XML Bandas GPRS, 2/2.5 G e 3G SMS x USSD WASP Java MIDP 1.1 NFC (Near Field Communication – RFID) Java ME, Symbian, Brew

23 Segurança no mCommerce Segurança no mCommerce: Criptografia (Privacidade) Funções Hash (Integridade) Senhas (Autenticação) Assinaturas digitais (Não Repudiação)

24 Riscos no mCommerce Acesso sem autorização Fraudes por parte dos empregados Lavagem de dinheiro Roubo Brechas na segurança Mal uso pelo consumidor

25 BUSINESS – TO – BUSINESS B2B

26 B2B – Business to Business É o nome dado ao comércio eletrônico associado a operações de compra e venda, de informações de produtos e de serviços através da Internet ou através da utilização de redes privadas partilhadas entre parceiros e negócios, substituindo assim os processos físicos que envolvem as transações comerciais.

27 Portais B2B Portais para colaboradores (intranet) Portais para parceiros (extranet) Portais de terceiros ou e-markeplaces

28 Ferramenta - SharePoint O Windows Sharepoint Services é uma plataforma de colaboração. O WSS cria um site ou série deles. Esses sites são estruturados hierarquicamente, podendo ter recursos colaborativos como fórum, documentos compartilhados, versionamento de documentos, entre outros.

29 As várias formas do B2B MRO Gerentes de Rendimento Trocas Catálogo

30 O Significado de Hub O nome hub tem origem no setor automobilístico Hub é o "cubo" das rodas raiadas Os raios partem do hub em todas as direções.

31 O Conceito de e-Hub Um e-Hub está habilitado para uma plataforma da Web que permite encontrar parceiros comerciais, troca e partilha de informações relacionadas com as atividades de compra e venda.

32 Capacidades e funcionalidades do B2B Integração e colaboração de orientação Funcionalidade Escalabilidade / disponibilidade Segurança Privacidade Conteúdo / Catálogo de gestão Arquitetura Hub-and-spoke

33 Desafios na implementação iniciativa B2B Desafios Tecnológicos Desafios nos Negócios Desafios legais e regulamentares Desafios comportamentais

34 Desafios Tecnológicos Segurança – Secure Socket Layer – Public Key Infrastructure Integração de sistemas Redes de capacidades – Virtual Private Network Gestão de conteúdo – ERP Recuperação de Backups

35 Desafios nos Negócios Gestão de Mudança Modelos de Negócios Canais de conflito

36 Desafios legais e regulamentares Direitos autorais eletrônicos Política de dinheiro Tarifas Privacidade

37 Desafios Comportamentais Resistência a mudanças Falta de confiança – TRUSTe

38 BUSINESS – TO – CONSUMER B2C

39 BUSINESS-TO-CONSUMER Business-to-consumer, B2C, também business-to-customer, é o comércio efetuado diretamente entre a empresa produtora, vendedora ou prestadora de serviços e o consumidor final, através da Internet

40 CARACTERISTICAS E VANTAGENS Em geral compartilha as mesmas das outras modalidades de e-commerce (dispinibilidade,personalização, conveniencia, etc..) Podemos destacar destas vantagens a mais importante, que leva empresas tradicionais migrar para este modelo, é a redução de custos(a logistica é mais barata e há redução com intermediação).

41 MODELOS DE B2C Existem três tipos de modelos de B2C, tais como: leilões, lojas online e serviços online. Lojas Online ex: Amazon, Dell,Submarino,Americanas.com Leilões Serviços Online

42 LOJAS ONLINE – Caso da DELL Dell – Fundada em 1984, com um capital inicial de mil dolares Venda direta ao consumidores(não há intermediaios) Possibilidade do consumidor escolher a sua configuração Receita anual de 61 Bilhões em 2008, mais de 70 mil funcionarios Serviços de suporte e garantia diferenciados

43 LEILÕES Mesmo modelo do leilão tradicional, porém utilizando a Internet Desvantagens Inspecção de mercadorias: Potencialidade de fraude Exemplos Compras.net Superbid(http://www.superbid.net)http://www.superbid.net Mercado Livre(C2C)

44 SERVIÇOS ONLINE Seguros, baseados na Internet; Soluções para a empresa e para o mercado consumidor; Transferências bancárias; Cancelar serviços públicos,tais como o gás, electricidade e telefone local; Televisão por cabo, Chamadas telefónicas via internet;

45 SERVIÇOS ONLINE – Rent a Coder Site de negociação de serviços de TI para Programadores registrados Compradores 2,352 Projetos abertos Funcionamento: Programadores escolhem quais projetos participar A cada projeto ocorre uma especie de leilao O contratante escolhe qual programador segundo seus requisitos

46 Futuro do B2C Compras por outros meios(TV Digital, Celular, Geladeira,etc) Softwares Agentes de Compra Programas agentes vão mergulhar na internet, buscando produtos conforme o gosto do consumidor Eletrodomesticos avisando produtos que estão em falta e realizando compras na internet.

47 Estudo de caso O Oi Paggo é um sistema de mPayment implantado pela operadora Oi aqui no Brasil. Em março de 2008 já se somavam 19 mil estabelecimentos. Em Aracaju a Login Informática já disponibiliza esse tipo de pagamento. Pode ser usado em qualquer tipo de transação, desde que anteriormente os participantes já tenham sido cadastrados e aprovados.

48 Estudo de caso Funcionamento do Oi Paggo: O vendedor, já com o número do cliente, faz o pedido de débito, informando a quantidade de parcelas e etc. O cliente receberá uma mensagem no celular, informando sobre o débito. O cliente confirma inserindo uma senha. Por fim, o vendedor recebe a confirmação e libera o produto. No final do mês, a Oi se encarrega de enviar todos débitos em uma fatura, assim como em uma operadora de cartão de crédito.

49 Estudo de caso Alguns serviços que já utilizam o Oi Paggo: Taxi, Postos de Combustível, Restaurantes, Super-Mercados, Farmácias.


Carregar ppt "E-commerce M-commerce b2b b2c. E-COMMERCE Conceito de e-commerce: E-Commerce provém de Electronic Commerce, que em português significa Comércio Eletrônico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google