A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profª Ms. Ana Célia Cavalcante Lima Sondagem Vesical masculino e feminino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profª Ms. Ana Célia Cavalcante Lima Sondagem Vesical masculino e feminino."— Transcrição da apresentação:

1 Profª Ms. Ana Célia Cavalcante Lima Sondagem Vesical masculino e feminino

2 Cateterismo Vesical É a introdução de um cateter estéril através da uretra até a bexiga, com o objetivo de drenar a urina. Deve- se utilizar técnica asséptica no procedimento a fim de evitar uma infecção urinária no paciente.

3 As INFECÇÕES URINÁRIAS são responsáveis por mais de um terço de todas as infecções hospitalares. O cliente com queda de resistência é mais predisponente à infecção urinária. Compete ao enfermeiro a execução do cateterismo vesical de alívio ou de demora.

4 Indicações - Esvaziar a bexiga em caso de retenção urinária. - Prevenir complicações da retenção de urina (bexigoma). - Preparo para algumas intervenções cirúrgicas. - Colher urina asséptica para exames. - Observar os aspectos da urina em paciente traumatizado (hematúria).

5 Indicações - Evitar a presença de urina em lesões perineais e genitais; - Preparo pré-parto, pré-operatório e exames pélvicos (quando indicados); - Evitar as complicações da incontinência urinária; - Controlar hemodinamicamente o paciente crítico.

6 Observação A sondagem vesical só é aconselhada na incontinência urinária: somente em casos especiais, preferindo-se usar absorventes, calças plásticas, especiais ou URUPEN nos homens.

7

8 CONTRA-INDICAÇÃO -Traumatismo de períneo, com ou sem fraturas de ossos da pelve e uretrorragia. - Dificuldade na introdução da sonda. - Processos infecciosos graves na região. - Falta de cateteres apropriados. - História de cirurgia na uretra. Optar pela cistostomia.

9 Cateterismo vesical no trauma abdominal Permite estabelecer se existe urina na bexiga e/ou hematúria; Medir a diurese horária como valioso sinal do estado da volemia da perfusão renal. Porém antes de realizar o cateterismo vesical deve realizar o exame (toque) retal/vaginal, a fim de excluir lesões da uretra que pode contra-indicar a passagem de uma sonda.

10 CATETERISMO VESICAL PRECAUÇÕES -Destacar a importância da miccão voluntária, promovendo por todos os meios possíveis ao nosso alcance para evitar o cateterismo. Meios de estimulação. Abrir torneira próximo ao paciente; Despejar água morna na região perineal, Colocar bolsa de água quente na região abdominal Promover privacidade do paciente.

11 CATETERISMO VESICAL PRECAUÇÕES -Realizar a técnica de forma asséptica, -Nunca forçar o cateter para evitar traumatismos, -Observar presença de estenose de orifício uretral e se há cirurgia de prepúcio. -Em pacientes homens uma vez colocada a sonda, baixar a pele do prepúcio para evitar possível parafimoses.

12 SITUAÇÃO DO PREPÚCIO NÃO SIM

13 CATETERISMO VESICAL PRECAUÇÕES - As bolsas devem trocar-se quando se troca a sonda, se rompem, apresentam escapes, quando acumulam sedimentos ou adquirem um odor desagradável. Trocar a sonda a cada 15 dias e usar coletores fechado. - Assegurar sempre um fluxo de urina descendente e contínuo. Manter a bolsa coletora sempre abaixa do nível da bexiga do paciente.

14 Coletor de urina sistema fechada

15 Tipos de cateterismo vesical Alívio: não permanecerá muito tempo no cliente, usado para colher amostra estéril de urina, para esvaziar a bexiga em retenção urinária. Usa-se o cateter de Nelaton.

16 Tipos de cateterismo vesical Demora: quando o cateter deve permanecer por mais tempo para drenagem contínua ou intermitente. Usa-se o cateter de Folley.

17 Material Pacote de cateterismo contendo 1 cuba- rim, 1 cuba redonda, 1 pinça cheron, gazes, 1 campo fenestrado e 1 ampola de água destilada Seringa de 10ml Povidine tópico Lubrificante estéril

18 Material Sistema de drenagem fechado (para cateterismo vesical de demora) Micropore, esparadrapo ou similar Um par de luvas estéril Sonda Folley ou uretrovesical simples Um pacote de compressas Biombo

19 Sondagem Vesical Técnica A posição é em decúbito dorsal, imobilizada, com membros inferiores fletidos em abdução forçada. A assepsia de genitália com sabão e água, sendo que na menina deve ser realizada de frente para trás. Após a lavagem devemos utilizar solução anti- séptica.

20 Sonda Vesical Masculino

21

22 Fixação Cateter Vesical Masculina

23

24 Sondagem Vesical Uretra Feminina

25 Sonda Vesical Feminino

26

27 Obrigada


Carregar ppt "Profª Ms. Ana Célia Cavalcante Lima Sondagem Vesical masculino e feminino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google