A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VISITA DE ESTUDO A UMA RIBEIRA LOCAL ANÁLISES DE ÁGUA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VISITA DE ESTUDO A UMA RIBEIRA LOCAL ANÁLISES DE ÁGUA."— Transcrição da apresentação:

1 VISITA DE ESTUDO A UMA RIBEIRA LOCAL ANÁLISES DE ÁGUA

2 Análises de água MÉTODOS DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA O controlo da qualidade da água consiste fundamentalmente na medição das concentrações dos seus contaminantes e/ou poluentes e na avaliação dos efeitos aos níveis humano e ambiental em geral. Existem basicamente 3 tipos de métodos para essa avaliação: Físicos e Químicos Biológicos Microbiológicos

3 INDICAÇÕES DOS MÉTODOS DE ANÁLISE: Os métodos físicos e químicos indicam a qualidade da água no momento da amostragem (dia, hora) Os métodos biológicos indicam os efeitos cumulativos dos poluentes durante um período de tempo considerável. Por isso, não se limitam a indicar as condições presentes, mas sim, as que duraram o tempo suficiente para o desenvolvimento da comunidade encontrada no local estudado. Os métodos biológicos têm como base a identificação de organismos indicadores - organismos que são sensíveis a certas substâncias ou condições e reagem de forma característica. Assim, se conhecermos as exigências ecológicas de uma espécie, podemos, pela sua presença, ou ausência, determinar a qualidade da água. Outros métodos, baseiam-se na identificação de macroinvertebrados bênticos, como pode ver-se no esquema seguinte Análises de água

4 2. ANÁLISES DE ÁGUA (Biologia) MATERIAL: Redes de aquário Redes de recolha de plâncton Tina de vidro Caixas de Petri / Caixas lupa Lupas de mão Aspirador Garrafas plásticas para amostragem de água Grelha de registo de dados Tabela de identificação de microfauna Máquina fotográfica

5 2. ANÁLISES DE ÁGUA (Biologia) MÉTODOS: Dever-se-ão recolher, usando as redes de aquário, seres aquáticos (invertebrados ou pequenos vertebrados) que se encontram quer sobre as pedras do fundo, quer junto à vegetação aquática ou na vasa do fundo, procurando não colher detritos que dificultem a observação. As recolhas deverão ser efectuadas, colocando na tina, em água do próprio local, os seres colhidos. Com a ajuda do aspirador, coloca-se um de cada vez numa caixa de Petri ou caixa lupa e observa-se atentamente, tentando identificá-lo com o auxílio das tabelas em anexo. Registam-se as observações na Tabela Devolvem-se seguidamente os seres ao ambiente onde foram recolhidos sem os molestar.

6 Observar a vegetação das margens e tentar identificar as mais abundantes. Repete-se este procedimento para a vegetação aquática. Se se identificarem outros seres vivos, registam-se também essas observações. Fotografar a ribeira e os vestígios de intervenção humana. (Anotar o nº de cada fotografia e o que se pretende observar nela, posteriormente). Fazer com a rede de plâncton um arrasto horizontal perto da superfície e outro a maior profundidade. Conservar para observação posterior ao microscópio e identificação de microfauna e microflora plânctónica. 2. ANÁLISES DE ÁGUA (Biologia)

7 TABELA DE REGISTOS Seres aquáticos bioindicadores Vegetação aquática (presente ou ausente) Vegetação das margens Outros registos Estação A Estação B Estação C

8 2. ANÁLISES DE ÁGUA (Química) Para determinar a qualidade da água da ribeira, pode proceder-se às seguintes análises e seu registo numa tabela para posterior discussão: Cor Cheiro Temperatura superficial (º Celsius) Temperatura no fundo (º Celsius) Catião Ferro (mg/l ou ppm) Cloretos (mg/l ou ppm) Dureza (mg/l ou ppm) Anião Sulfito (mg/l ou ppm) Alcalinidade total (mg/l ou ppm) Acidez ( pH ) Turbidez (metros) Sais totais (mg/l ou ppm) Nitratos (mg/l ou ppm) Oxigénio dissolvido (% saturação)

9 Produzido por Maria Leonor Gündersen Abril de 2008


Carregar ppt "VISITA DE ESTUDO A UMA RIBEIRA LOCAL ANÁLISES DE ÁGUA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google