A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estratégia para práticas de Educação em Saúde; Estratégia para construção de vínculos com a comunidade atendida;

Cópias: 1
Estratégia para práticas de Educação em Saúde; Estratégia para construção de vínculos com a comunidade atendida;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estratégia para práticas de Educação em Saúde; Estratégia para construção de vínculos com a comunidade atendida;"— Transcrição da apresentação:

1

2 Estratégia para práticas de Educação em Saúde; Estratégia para construção de vínculos com a comunidade atendida;

3 Reflexões sobre práticas educativas. Repensando nossas práticas cotidianas; Saber Acadêmico e Saber Popular; Construção Coletiva do Conhecimento;

4

5 Teorias Construtivistas: Piaget; Vygotsky Ausubel Novak Gowin

6 ...é um processo por meio do qual uma nova informação se relaciona, de maneira substantiva (não-literal) e não arbitrária, a um aspecto da estrutura cognitiva do aprendiz.

7 Há um processo de interação no qual conceitos mais relevantes e inclusivos interagem com o novo material, servindo-se de ancoradouro, incorporando-o e assimilando-o; porém, ao mesmo tempo, modificando-se em função dessa ancoragem.

8 Subsunçor Nova Idéia

9 Novak – um evento educativo implica uma ação para trocar significados e sentimentos entre professor e aluno, com objetivo de promover a aprendizagem significativa de um novo conceito. Experiência afetiva é positiva quando o aprendiz ganha em compreensão; A experiência afetiva é negativa quando o aprendiz sente que não está compreendendo;

10 É importante estar estimulado para trabalhar Medo da violência Banho de realidade, entrar na realidade do local para compreender melhor a dinâmica Muitas coisas irritam como a invasão na sala por exemplo Depois que pude me expressar mais e me mostrei mais para o paciente a relação Melhorou O significado que é pra mim é para o paciente também, fica no mesmo patamar Perder tempo com o paciente...quando comecei a entender como os pacientes pesavam, ficou mais fácil para explicar Ensinar Precisamos aprender a falar de outra forma o que é pressão alta, cárie...para o paciente entender Realidade da unidade muito analfabetismo – mudanças: sentar em roda, trocar idéias, Produzir o conhecimento a partir do que eles tinham, do que eles traziam, tentativa de fazer aliança com a comunidade (pastores) Falar a lingua deles

11 Se colocar de uma maneira igual Valorização do conhecimento que o outro tem Trocar conhecimento também entre os profissionais Para os trabalhos em grupo é necessário estar afetado, para fazer sentido é preciso gostar Todo mundo busca afeto e atenção, é importante tratar o paciente como gostaríamos de ser tratados dar e receber Dar mais atenção e compreender o que o paciente fala, fazer dinâmica

12 Ensinar exige: Criticidade; Pesquisa; Respeito aos saberes dos educandos; Estética e ética; Corporeificação das palavras pelo exemplo; Risco, aceitação do novo e rejeição de formas de discriminação; Respeito à autonomia do educando; Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa Paulo Freire – Paz e Terra, 1996.

13 Ensinar exige: Bom senso; Humildade e tolerância; Alegria e esperança; Convicção de a mudança é possível; Curiosidade; Comprometimento; Compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo; Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa Paulo Freire – Paz e Terra, 1996.

14 Ensinar exige: Liberdade e autoridade; Saber escutar; Disponibilidade para o diálogo; Querer bem aos educandos; Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa Paulo Freire – Paz e Terra, 1996.


Carregar ppt "Estratégia para práticas de Educação em Saúde; Estratégia para construção de vínculos com a comunidade atendida;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google