A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Discípulo O que carrega a cruz Discípulo O que carrega a cruz LC 7 NOVEMBER 19, 2011 1 Ministry: Pr. Valdison B. Neves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Discípulo O que carrega a cruz Discípulo O que carrega a cruz LC 7 NOVEMBER 19, 2011 1 Ministry: Pr. Valdison B. Neves."— Transcrição da apresentação:

1 Discípulo O que carrega a cruz Discípulo O que carrega a cruz LC 7 NOVEMBER 19, Ministry: Pr. Valdison B. Neves

2 Conteúdo Base bíblica: Mateus 16:24 I.Os convocados (Mc 15.21) II.Os voluntários (Mt 16.24) Conclusão Objetivo da lição 11/7/ Ministry: Pr. Valdison B. Neves

3 Introdução Jesus, o maior personagem da Bíblia, em três anos explicou e ofereceu a todos os homens o Reino de Deus, a vida eterna, a salvação. mas, Jesus explicou também que iria até a cruz e morreria para que o homem pudesse viver. Ele deveria morrer a nossa morte para que nós pudéssemos viver a Sua vida. Jesus também convidou, e convida a todos os homens a segui-Lo e carregar a sua própria cruz. Ao passar por todo sofrimento, onde estavam aqueles que acompanharam Jesus em Seu Ministério? Onde estavam aqueles que foram curados por Ele? Onde estavam aqueles a quem Ele havia alimentado? Onde estavam os "carregadores de crus"? Naquela hora, Jesus não tinha nada a oferecer, a não ser a Sua cruz. Ista não mexe com você? Se Cristo precisasse de alguém que se oferecesse pra carregar a cruz em Seu lugar..., você seria um voluntário? 11/7/2013 3

4 Existem 2 tipos de carregadores de cruz. 11/7/2013 4

5 I- Os convocados (Mc 15.21) Simão, o cirineu, que passava por ali, depois de um dia exaustivo de trabalho no campo é obrigado a carregar a cruz de Cristo. Em Lucas podemos aprender dois princípios sobre "carregar a cruz". 2. O que foi que eu fiz? 1. Por que eu? 11/7/ Simão tinha outras prioridades na vida, não tinha nenhum interesse em carregar a cruz de Cristo. Ele não era um seguidor de Cristo, a cruz não era dele, sua esposa e seus filhos estavam esperando por ele em casa. Imaginem Simão perguntando para os soldados romanos:

6 1. Jesus sempre carrega a parte mais pesada da cruz 11/7/ Simão estava carregando um pedaço da madeira pesado, mas, Jesus estava carregando os nossos pecados. 2. Jesus sempre vai à nossa frente "após" JESUS"atrás" Simão estava carregando a cruz "após" JESUS, "atrás" de Jesus. Ao carregar a cruz, Cristo nos dá o exemplo de como devemos carregá-la. Qual foi a consequência na vida de Simão por ter carregado a cruz de Cristo? Em Romanos 16.13, Paulo saúda a Rufo que, provavelmente, pode ser o mesmo referido em Marcos 15.21, que era filho de Simão, o cirineu. Sendo assim, a saudação de Paulo indica que Simão não só carregou a cruz até o Gólgota, mas usou para abençoar aos de sua família, levando-lhes a mensagem da salvação. Carregue a cruz e seja uma bênção na vida dos que lhe cercam. Lembre-se que Cristo carrega a parte mais pesada e que Ele vai à sua frente.

7 II- Os voluntários (Mt 16.24) 11/7/ Ser discípulo de Cristo significa viver como Cristo ensinou. Isto é um ideal de vida muito maior do que apenas uma garantia do céu e uma certeza de fuga do inferno. Podemos aceitar o fato de que os soldados dão a vida por razões patrióticas, mas que "sangue, suor lágrimas devem caracterizar a vida do seguidor de Cristo..., isso parece distante de alcançar e difícil de aceitar. As palavras do Senhor Jesus são bastante claras ao indicar as atitudes daquele que quer ser um "discípulo que carrega a cruz". 1.Abnegação total "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue" (Mt 16.24). A abnegção A abnegção - a negação de si mesmo - não é o mesmo que a renúncia. Renúncia significa "negar a nós mesmos certos luxos de alimentos, prazeres ou posses", mas negar-se a si mesmo significa "completa submissão ao Senhorio de Cristo", que implica em negar nosso suposto direito de seguir nosso próprio caminho ou viver segundo a nossa vontade.

8 11/7/ "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz" (Mt 16.24). A cruz não é alguma fraqueza física que temos, nem um irmão mais novo que gosta de fazer "arte", nem um pai irritado, ou uma mãe exigente; estas coisas são comuns a todos os homens. A cruz é um caminho escolhido deliberada e voluntariamente. É um caminho que o mundo considera humilhante e desonroso. A cruz simboliza a vergonha, a perseguição e a humilhação que o mundo acumulou sobre o Filho de Davi, e acumulará sobre todos aqueles que se tornarem discípulos de Cristo. Todo crente pode evitar a cruz, simplesmente se conformando com o mundo, seus caminhos e seus critérios Deliberada escolha da cruz

9 11/7/ "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo negue, tome a sua cruz e siga- me" (Mt 16.24). Cristo foi obediente à vontade do Pai. Ele viveu no poder do Espírito Santo, a servicó dos outros, de forma altruísta. Perseverou com paciência diante dos mais graves males. Foi uma vida zelo, de desprendimento, de domínio próprio, de mansidão, de bondade de fidelidade e de devoção. Para ser discípulo de Cristo, o cristão tem andar como Ele andou e viver como Ele viveu, pois se estamos seguindo a Cristo com uma cruz nos ombros, há somente um lugar para irmos: à crucificação e morte do "EU"! Perseguidor (perseverante seguidor

10 11/7/ "Se alguém vem a mim, e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo" (Lc 14.26). Este versículo não justifica a vonatde ou até a maldade contra a própria família, mas indica que a devoção à família deve ocupar uma posição secundária em relação à devoção a Cristo. De fato, a frase mais difícil desta passagem é a expressão: "e ainda a sua própria vida". O amor próprio é um dos mais obstinados estorvos do discípulado. Enquanto não estivermos dispostos a entregar a nossa própria vida por Cristo, não estaremos prontos para tornar-nos discípulos de Cristo Suprema devoção

11 11/7/ "Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros" (Jo 13.35). Este é o amor que leva o crente a considerar os outros melhores do que ele. É o amor que cobre multidão de pecados. É o amor que tem não inveja, não se orgulha, não maltrata, não busca o seu próprio interesse, não guarda rancor, não maquina o mal (1 Co ). Sem este amor, o discipulado seria um conjunto de regras, frio, lagalista e sem vida Fervente amor "Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos" (Jo 8.31). A obediência espamódica não funciona. Para o discipulado é preciso haver perseverança na obediência. Tem que haver início e não pode terminar. Devemos perseverar em obediência até o fim da vida, seja partindo para o Senhor, ou Ele vindo nos buscar Obediência constante

12 11/7/ Renúncia total "Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo" (Lc 14.33). talvez este seja um dos versículos mais impopulares da Bíblia. Podemos tentar dar mil razões para explicar que este versículo não pretende dizer o que realmente diz. O que quer dizer abandonar tudo? significa "oferecer a Deus tudo o que não podemos guardar, para ganhar tudo o que não podemos perder".

13 11/7/ Maior que o nosso sofrimento é a nossa recompensa! se não carregarmos a cruz, não poderemos usar a coroa. Embora esteja registrado na história (nem por isso deixa de ser verdadeiro), e não na Bíblia, podemos ser impactados com o testemunho abaixo. André, um dos discípulos de Cristo, condenado por ensinar e promover uma nova seita e por abolir a religião dos deuses, foi sentenciado a morrer da mesma forma que Jesus, crucificado. Ao dirigir-se ao lugar do martírio e ao ver ao longe a cruz já preparada, André não mudou nem de semblante nem de cor, seu sangue não se retraiu, a voz não hesitou, o corpo não desfaleceu, a mente não se perturbou, o entendimento não lhe faltou. Sua voz porém, falou extravazando a abundância do seu coração, dizendo: "Ó cruz, extremamente bem -vinda e tão longamente esperada! De boa vontade, cheio de alegria e desejo, eu venho a ti, discípulo que sou daquele que pendeu de ti: pois sempre fui teu amante e sempre desejei te abraçar" (John Foxe, O Livro dos Mártires, São Paulo: Editora Mundo Cristão, p.19). Conclusão

14 14 Discípulo, o que lança a mão no arado


Carregar ppt "Discípulo O que carrega a cruz Discípulo O que carrega a cruz LC 7 NOVEMBER 19, 2011 1 Ministry: Pr. Valdison B. Neves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google