A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise de Decisão Aplicada a Gerência Empresarial – UVA Processos decisórios Bibliografia: ALMEIDA, Adiel – Cap 2 Prof. Felipe Figueira www.felipefigueira.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise de Decisão Aplicada a Gerência Empresarial – UVA Processos decisórios Bibliografia: ALMEIDA, Adiel – Cap 2 Prof. Felipe Figueira www.felipefigueira.com."— Transcrição da apresentação:

1 Análise de Decisão Aplicada a Gerência Empresarial – UVA Processos decisórios Bibliografia: ALMEIDA, Adiel – Cap 2 Prof. Felipe Figueira 1

2 Definimos teoria da decisão como: Conjunto de procedimentos e métodos de análise que procuram assegurar a coerência, a eficácia e a eficiência das decisões tomadas em função das informações disponíveis, antevendo cenários possíveis. 2

3 Restrições São fontes de restrição cognitiva: - Capacidade limitada de processamento do cérebro humano. - Desconhecimento de todas as alternativas possíveis de resolver o problema. - Influência dos aspectos emocionais e afetivos. 3

4 Métodos e metodologias aplicáveis Elementos comuns a decisão, Chiavenato 1983: Decisor. Objetivo. Preferências. Estratégia. Situação (aspectos ambientais, recursos e restrições). Resultado (consequências do processo decisório). 4

5 Etapas da decisão Percepção da situação que envolve algum problema. Análise e definição do problema. Definição dos objetivos. Procura de alternativas de solução. Avaliação e comparação de alternativas. Seleção da(s) alternativa(s) adequada(s). Implementação da alternativa escolhida. 5

6 Processo de decisão de Markov (Fargier, Lang e Sabbadin, 1996). O passado do sistema não influência a escolha, porém permite fazer previsões dos movimentos das variáveis, e o evento futuro só depende do estado presente do processo. Processo de decisão é finito ou discreto, ou é infinito no número de estágios de decisão; o conjunto de sucessos possíveis é finito. O processo pode ser preciso ou impreciso, pode ser probabilístico ou possibilístico. Ações podem ser determinísticas, não determinísticas, estocásticas (aleatórias) ou possibilísticas. 6

7 Processo de decisão de Markov (Fargier, Lang e Sabbadin, 1996). A probabilidade (Larson, 1982) do próximo sucesso depende apenas do sucesso imediatamente anterior, caso contrário, trata-se de uma cadeia de ordem mais elevada. As probabilidades são constantes no tempo. O conjunto de ações é finito em todos os momentos. Busca-se a alternativa que maximize os critérios de decisão de maior importância. 7

8 Trabalho sobre a VEIGA Com rumo a melhoria institucional, você foi chamado a priorizar uma lista de melhorias a serem feitas na VEIGA. Por favor cite: Qual a maior oportunidade de melhoria? Identifique. Defina os objetivos a médio prazo. Identifique as restrições. Identifique os critérios e/ou atributos de decisão (os critérios básicos e sua relação com os objetivos). 8

9 Trabalho sobre a VEIGA Construção e teste de um modelo (métodos que auxiliarão na solução). Realimentação do modelo (comparação com a realidade). Estabelecimento de medidas de eficácia. Identificação de alternativas. Mensuração das consequências e do grau que permite alcançar o objetivo. Comparação de alternativas. Escolha da(s) alternativa(s). 9

10 Decisões sob incerteza Maximax – indicado quando buscamos a alternativa com melhor desempenho de maximização (positiva). Maximin – maximização dos valores mínimos, que visa minimizar as perdas. Laplace – calculam-se os valores médios de cada alternativa e depois se escolhe o melhor. Critério do mínimo arrependimento – busca-se minimizar o arrependimento de termos escolhido uma alternativa, e o resultado que seria obtido caso a melhor situação venha a ocorrer. 10

11 Decisões sobre risco Critério Hurwicz – é atribuída uma probabilidade para cada estado da natureza e escolhida a alternativa com maior probabilidade. 11

12 Diagrama Espinha de Peixe (causa e efeito) ou diagrama de Ishikawa 12

13 Diagrama Espinha de Peixe (causa e efeito) ou diagrama de Ishikawa 13

14 Diagrama da Árvore 14

15 Diagrama da árvore 15

16 Kanban As técnicas do Kanban possibilitam ordenar os esforços das organizações na eliminação dos desperdícios e aprimoramento da qualidade. Elas foram o principal veículo de transformações da industria japonesa, aumentando sua competitividade e levando-a à liderança no mercado internacional. Limpeza e arrumação. Disponibilidade de hora máquina. Qualidade. Setup. Polivalência. Automatimazação. Lote econômico. 16

17 Fernando Pessoa O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis 17


Carregar ppt "Análise de Decisão Aplicada a Gerência Empresarial – UVA Processos decisórios Bibliografia: ALMEIDA, Adiel – Cap 2 Prof. Felipe Figueira www.felipefigueira.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google