A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As Vítimas Algozes Joaquim Manuel de Macedo. COMENTÁRIOS INICIAIS Joaquim Manuel de Macedo: porta-voz literário da elite plantadora de café Joaquim Manuel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As Vítimas Algozes Joaquim Manuel de Macedo. COMENTÁRIOS INICIAIS Joaquim Manuel de Macedo: porta-voz literário da elite plantadora de café Joaquim Manuel."— Transcrição da apresentação:

1 As Vítimas Algozes Joaquim Manuel de Macedo

2 COMENTÁRIOS INICIAIS Joaquim Manuel de Macedo: porta-voz literário da elite plantadora de café Joaquim Manuel de Macedo: porta-voz literário da elite plantadora de café

3 TESE ESCRAVIDÃO: um perigo social ESCRAVIDÃO: um perigo social A escravidão é uma ameaça ao direito de propriedade e à família dos senhores A escravidão é uma ameaça ao direito de propriedade e à família dos senhores Influência do Liberalismo (temor de uma guerra civil igual a ocorrida nos EEUU) Influência do Liberalismo (temor de uma guerra civil igual a ocorrida nos EEUU)

4 ROMANTISMO Cenas de amor, prevalência de intriga e peripécias, previsibilidade da narrativa, situações patéticas, sentimentalismo, inverossimilhança, maniqueísmo, simplificação da realidade, mistério, suspense, personagens sociais e esteriotipadas, identidade não revelada de personagens, romance de costume;

5 REALISMO / NATURALISMO Romance-tese, determinismo e fatalismo, ênfase ao lado instintivo do homem, apelo à hereditariedade, ao patológico e ao grotesco, valorização da coletividade, busca da verdade dos fatos.

6 A TRAJETÓRIA DO NEGRO NA LITERATURA TIPOS DE ABORDAGEM A) OBJETO: visão distorcida B) SUJEITO: visão compromissada

7 A TRAJETÓRIA DO NEGRO NA LITERATURA VISÃO ESTERIOTIPADA: visão à luz da estética branca dominante VISÃO ESTERIOTIPADA: visão à luz da estética branca dominante Quais são seus doces objetos?... Pretos. Tem outros bens mais maciços?... Mestiços. Quais destes lhe são mais gratos?... Mulatos. Dou ao Demo os insensatos, Dou ao Demo o povo asnal, Que estima por cabedal, Pretos, mestiços, mulatos. Gregório de Matos

8 TRAJETÓRIA DO NEGRO NA LITERATURA ESCRAVO NOBRE: vence por conta do branqueamento. ESCRAVO NOBRE: vence por conta do branqueamento. "A tez é como o marfim do teclado, alva que não deslumbra, embaçada por uma nuança delicada, que não sabereis dizer se é leve palidez ou cor-de-rosa desmaiada. (...) Na fronte calma e lisa como o mármore polido, a luz do ocaso esbatia um róseo e suave reflexo; di-la-íeis misteriosa lâmpada de alabastro guardando no seio diáfano o fogo celeste da inspiração." ( A Escrava Isaura – Bernardo Guimarães)

9 TRAJETÓRIA DO NEGRO NA LITERATURA NEGRO VÍTIMA: defesa da causa abolicionista NEGRO VÍTIMA: defesa da causa abolicionista São os filhos do deserto, Onde a terra esposa a luz. Onde vive em campo aberto A tribo dos homens nus... São os guerreiros ousados Que com os tigres mosqueados Combatem na solidão. Ontem simples, fortes, bravos. Hoje míseros escravos, Sem luz, sem ar, sem razão... Castro Alves

10 TRAJETÓRIA DO NEGRO NA LITERATURA O ESCRAVO = DEMÔNIO O ESCRAVO = DEMÔNIO... sem atingir a dignidade de homem livre, e sem reconhecer e sentir a absoluta submissão de escravo. (Simeão, o crioulo)

11 SIMEÃO, O CRIOULO A VENDA: local reflexo do homem A VENDA: local reflexo do homem Consciência da Escravidão – Influências: Consciência da Escravidão – Influências: a) COZINHA: os castigos físicos b) SALA: depravação c) VENDA: os vícios

12 PAI-RAIOL, O FEITICEIRO FEITIÇO X ESCRAVIDÃO FEITIÇO X ESCRAVIDÃO PAULO BORGES E TEREZA PAULO BORGES E TEREZA PAI-RAIOL E ESMÉRIA PAI-RAIOL E ESMÉRIA TIO ALBERTO TIO ALBERTO

13 LUCINDA, A MUCAMA Negro erotizado Negro erotizado Florêncio da Silva e Leonídia Florêncio da Silva e Leonídia Lucinda e Cândida Lucinda e Cândida Florêncio Silva e Plácido Domingos Florêncio Silva e Plácido Domingos Frederico e Cândida Frederico e Cândida Cândida e Alfredo Souvenal ( Dermany) Cândida e Alfredo Souvenal ( Dermany) Pajem Pajem

14 INTERTEXTUALIDADE Cidade de Deus: vítimas da exclusão social, porém algozes da sociedade. Cidade de Deus: vítimas da exclusão social, porém algozes da sociedade. Movimento PCC Movimento PCC


Carregar ppt "As Vítimas Algozes Joaquim Manuel de Macedo. COMENTÁRIOS INICIAIS Joaquim Manuel de Macedo: porta-voz literário da elite plantadora de café Joaquim Manuel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google